quarta-feira, abril 13, 2022

Profissionais pernambucanas participam de formação sobre projeto-piloto do Programa Criança Feliz

 

Uma equipe da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) e do Centro de Desenvolvimento e Cidadania (CDC), instituição executora do Programa Primeira Infância no Sistema Único de Assistência Social/Programa Criança Feliz em Pernambuco, está participando de uma formação sobre o projeto-piloto de implantação da metodologia de acompanhamento a crianças afastadas do convívio familiar por maus-tratos, violência, abandono ou negligência. O encontro, que segue até esta quinta-feira (14), é realizado em Brasília pelo Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Nacional de Atenção à Primeira Infância em parceria com a Secretaria Nacional de Assistência Social.

A oficina ocorre na perspectiva de atender crianças de até 72 meses afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida de proteção, além de suas famílias, público-alvo do programa. A formação é a primeira etapa do projeto-piloto, que ainda terá as fases de implantação da metodologia e do monitoramento de resultados. Para participação na oficina, foram selecionados seis municípios brasileiros. Em Pernambuco, Caruaru foi a cidade escolhida e conta com representantes no evento. Já como membros do Governo do Estado e do CDC, estão participando a coordenadora do programa em Pernambuco, Bernadeth Gondim, a multiplicadora Delma Silva e Patrícia Brainer, técnica da Gerência da Proteção Social Especial de Alta Complexidade do Estado.

“Participamos de algumas formações este ano e, mais recentemente, de um seminário e um encontro nacional sobre o programa. Agora, estamos inseridos nessa formação, com representantes do Governo do Estado e de Caruaru, um dos municípios brasileiros selecionados para a oficina sobre o projeto-piloto dessa metodologia de acompanhamento”, afirma Bernadeth.

lmprensa SDSCJ PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário