Podcast Tais Paranhos

quarta-feira, setembro 30, 2020

Mais municípios do Agreste e Sertão avançam para a Etapa 9 do Plano de Convivência com a Covid-19

 

O Governo de Pernambuco, após análise do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, anunciou, em coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (30.09), avanços nas Gerências Regionais de Saúde (Geres) V, VI, VII, VIII e XI para a Etapa 9 do Plano de Convivência com a Covid-19. A determinação começa a valer na próxima segunda-feira (05.09). A medida é direcionada a municípios do Agreste e do Sertão do Estado, cujas cidades polo são Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina e Serra Talhada. 

Dessa forma, fica autorizada a retomada dos eventos culturais e sociais, limitados a um público de até 100 pessoas ou 30% da capacidade dos espaços (o que for menor). Esse avanço permite, ainda, o funcionamento de equipamentos culturais como cinemas e teatros, que poderão reabrir sob a adoção de novos protocolos de distanciamento social, higiene, monitoramento e comunicação. “Os dados dessa semana continuam a demonstrar uma tendência de estabilização e queda, o que permite confirmar os avanços que tínhamos programado”, afirmou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

As Geres que já avançaram para a Etapa 9 na última segunda-feira (municípios do Grande Recife, Zona da Mata, Caruaru e entorno) vão continuar no mesmo estágio por mais uma semana. Seguindo a mesma lógica de monitoramento durante um período de 15 dias, as Geres IX e X, que reúnem 23 cidades do Sertão, entre elas Ouricuri e Afogados da Ingazeira, permanecerão na Etapa 8 na próxima semana. 

Os protocolos dos setores já autorizados a voltar estão disponíveis no site www.pecontracoronavirus.pe.gov.br, na seção Convivência. Já o status de cada município, dentro do nosso plano, também pode ser conferido no site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco: www.sdec.pe.gov.br 

Saúde – Segundo o secretário estadual de saúde, André Longo, Pernambuco vivencia um momento epidemiológico em que os indicadores se encontram em um patamar de controle. “Desde o início de setembro, mesmo após a retomada de vários setores, voltamos a registrar menos de mil casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) por semana: foram 973 na 1ª semana do mês e 717 na Semana Epidemiológica (SE) 39 – número menor do que o registrado na semana epidemiológica 14 (final de março e início de abril - 774)”, argumentou o secretário. 

Ainda de acordo com André Longo, a positividade nos testes para Covid-19, que na SE 17 (19 a 25/04) foi de 57,7%, caiu para 11% na última semana (SE 39). Já a taxa de mortalidade, que teve pico de 86,4 por milhão de habitantes em maio (SE 19), caiu para algo próximo a 3 por milhão nas últimas semanas. “Isso tem impacto direto nos indicadores hospitalares, já que mais da metade do total de vagas destinadas a pacientes com suspeita da Covid-19 está livre agora, os leitos de UTI adulto têm ocupação de 65% e os pediátricos e neonatais estão com ocupação de 60%”, apontou. 

No entanto, o secretário reforçou que os indicadores positivos apresentados hoje não autorizam as pessoas a fazer aglomerações e abrir mão do uso de máscara e dos novos protocolos de convivência. “Muito pelo contrário. Para a continuidade da queda dos números e, consequentemente, para termos menos mortes e mais avanços em nosso Plano de Convivência dependemos apenas das nossas próprias atitudes”, finalizou. 

Educação – A partir da próxima semana, Pernambuco dá início à retomada das aulas presenciais. Elas devem acontecer de forma escalonada, opcional e também com novos protocolos, que incorporam ao dia-a-dia escolar o uso de máscara, o distanciamento social e o reforço da higiene, além do monitoramento e da testagem.

O secretário estadual de Educação e Esportes, Fred Amancio, destacou que se trata de uma autorização que foi concedida pelas autoridades sanitárias do Estado e que estão sendo tomadas providências. “Não importa se é escola pública ou privada, para que se possa avançar nesse processo, devem ser atendidas as recomendações e medidas que estão sendo estabelecidas no protocolo. Estaremos trabalhando com uma quantidade menor nas salas de aula. E, falando um pouco da nossa rede pública estadual, foi feito todo um trabalho para que essas escolas tenham todo um estoque do álcool em gel”, apontou o secretário.

Com relação a esse protocolo, o secretário esclareceu que é um documento que pode ser permanentemente aprimorado. “Recebemos sugestões, analisamos em conjunto com a Secretaria de Saúde e a maior parte delas não trata da inclusão de novos itens, mas de um detalhamento com relação aos já existentes. A partir de um trabalho feito em parceria com uma série de instituições, está sendo adotada uma ampliação, uma série de medidas nesse protocolo que, na realidade, são orientações, informações a procedimentos relacionados à questão de monitoramento e testagem”, explicou Amancio. 

Sobre a questão da testagem, o secretário de Educação lembrou, ainda, do novo centro que será implantado para os profissionais de educação. “É importante destacar que, para os profissionais da educação, está sendo criado um novo centro de testagem em parceria com a Secretaria de Saúde, que vai funcionar em sua sede, na Várzea. Os profissionais e seus familiares não terão que utilizar apenas esse local, mas também poderão utilizar toda a estrutura existente”, concluiu. 

Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Professores e servidores da Rede Estadual de Ensino decretaram Greve hoje (30)

 



Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação decretaram greve da categoria nesta quarta-feira (30), em assembleia virtual que contou com mais de 1.500 participantes, dentre professores e professoras, servidores administrativos e analistas da educação da Rede Pública Estadual de Pernambuco. A Assembleia foi realizada pelo Sintepe (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco). 

Com a decretação, o Sindicato notificará o Governo do Estado e terá pelo menos 72 horas para deflagrar o movimento paredista, ou seja, na próxima segunda-feira, 5 de outubro. Haverá mais uma assembleia neste dia (5). Ao mesmo tempo, continuam as negociações entre a diretoria do Sintepe e o Governo do Estado, inclusive, com reunião marcada para esta sexta-feira, 2 de outubro. 

A "Greve em Defesa da Vida", como foi denominada, é uma reação da categoria à convocação para o retorno às atividades presenciais, realizada pelo Governo do Estado, para o próximo dia 6 de outubro. Para o Sindicato, não há condições sanitárias e de deslocamento que assegurem a saúde de toda a comunidade escolar. 

Mesmo com a decretação da greve, hoje, os serviços permanecem funcionando normalmente até a efetiva deflagração, portanto, trabalho remoto, pra quem vem fazendo, segue normal.

O Sintepe levou em consideração o parecer da Rede Solidária em Defesa da Vida (RedeSol-PE) sobre o retorno às atividades escolares presenciais no Estado de Pernambuco, no contexto da pandemia da covid-19. O parecer é assinado por quatro médicos/as com PHD nas áreas de Epidemiologia e Medicina Social e subscrito por uma dezena de outros especialistas e entidades da sociedade civil.

O documento fala de aspectos preocupantes em relação ao contexto epidemiológico em Pernambuco, com a "interiorização da disseminação do vírus" e a concentração do maior número da assistência especializada e de hospitais na capital, além de outros aspectos.

O Parecer considera imprescindível a "realização de estudos de prevalência da infeção pelo SARS-CoV2, de âmbito estadual, que levem em conta os municípios segundo tamanho da população e densidade demográfica, além da distribuição da rede de ensino, seja ela pública ou privada, de modo a permitir a identificação da magnitude da pandemia e o seu comportamento epidemiológico". 

O parecer da Rede, também, é bastante categórico quando afirma que os "dados epidemiológicos indicam a clara persistência de transmissão ativa do vírus em todos os 184 municípios do estado", finalizando por defender "que o retorno às atividades escolares presenciais seja feito no momento em que haja parâmetros que comprovem o arrefecimento da pandemia no estado e municípios, com base nos critérios da OMS e dos órgãos colegiados da saúde do Brasil", diz o documento.

Com informações do jornalista Jonatas Campos

Pesquisa comprova que covid-19 é também doença vascular

 

Pesquisadores da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) comprovaram que a covid-19 não é somente uma doença pulmonar, mas se trata também de uma doença vascular. Estudo realizado com amostras post mortem, autorizadas pelos familiares de pacientes mortos em decorrência da covid-19, mostrou que eles apresentavam lesões na célula que reveste o vaso sanguíneo, com possibilidade de ocasionar trombos e levar a óbito. Foram analisados pacientes com idade média de 75 anos e com comorbidades como hipertensão arterial, diabetes e obesidade.

Após publicação do resultado das primeiras análises na revista médica internacional Arteriosclerose, trombose e biologia vascular (ATVB, do nome em inglês), da Associação Americana do Coração, os pesquisadores indicaram que o uso precoce de anticoagulantes pode ajudar no tratamento da covid-19 e evitar tromboses.

A professora da Escola de Medicina da PUCPR e uma das responsáveis pela pesquisa, Lucia de Noronha, disse hoje (30) à Agência Brasil que foram feitas autópsias minimamente invasivas por meio de incisões pequenas no tórax dos pacientes, logo depois da morte, por onde os pesquisadores tiveram acesso aos pulmões. As biópsias são guiadas por imagens que ajudam a distinguir as áreas mais lesadas do pulmão. Já foram feitas biópsias pulmonares em 25 pacientes e mais de 20 biópsias renais. O estudo publicado se refere às primeiras seis análises. Novas pesquisas serão efetuadas para confirmar os achados.

Parâmetro - Lucia destacou que, “mesmo com seis pacientes, a gente já pôde ver o grau de lesão vascular que a covid-19 causa”. 

Para comparação, os pesquisadores utilizaram um grupo controle de biópsias post mortem de pacientes de H1N1, que já vinham estudando desde 2009. “Já tinha um parâmetro. Embora os vírus sejam diferentes, são doenças pandêmicas”. 

Foram usadas também biópsias de outros dez pacientes que morreram não de doença pulmonar, mas de outras causas, como infarto agudo do miocárdio, por exemplo. “Pegamos um pulmão normal, para comparar”, disse a pesquisadora.

Com o estudo, observou-se que a covid-19 causa uma lesão muito importante no endotélio, que é uma camada fina de células que protege o vaso para evitar tromboses. “Ela tem uma função de barreira, para que o sangue fique dentro do vaso, mas não coagule e continue a fluir. É como se fosse uma camada protetora e lisa. Tem uma função também de lubrificante, para que o sangue não fique viscoso e flua com facilidade”, explicou Lucia. 

Além disso, segundo a professora, o endotélio, no pulmão, tem uma função de troca de ar. “Porque o endotélio do pulmão, além de ter todas essas funções de proteção, camada lubrificante para que o sangue flua e não aconteça coagulação, ele também faz a troca gasosa. É o endotélio que ajuda que o ar que está no pulmão passe para dentro do sangue”.

Lucia de Noronha explicou ainda que quando ocorre lesão no endotélio, a situação tende a piorar. Em uma pessoa com o pulmão lesado pela covid, o ar já não está passando direito. “Além disso, o vaso não está deixando o sangue fluir direito porque está trombosado. Você não consegue nem fazer a respiração, ou seja, nem passar o teu ar para dentro do vaso, e nem distribuir o ar para todo corpo pelo sangue, porque este não flui. Isso agrava bastante a situação do paciente”, disse a professora.

Os pesquisadores sugeriram então que o uso de anticoagulantes precoce poderia ajudar esses pacientes com todos os cuidados que o anticoagulante precisa e que incluem indicação médica e cuidados de monitoramento. Advertiram também que é necessário ainda se pensar em qual paciente teria mais risco para lesão endotelial e qual se beneficiaria mais com o anticoagulante, porque são exatamente os pacientes com risco que devem ser tratados com mais atenção e mais precocemente.

O risco é intrínseco, ou seja, o paciente já tem. É o caso de pessoas hipertensas, com obesidade mórbida, diabetes e com lesões de rim.

Pulmão - Outro estudo foi feito pelos pesquisadores da PUCPR com foco no mastócito do pulmão e descobriu-se que os pacientes com a covid-19 tinham mais mastócitos que pacientes de H1N1. “Como a covid é nova, a gente começou a olhar para todo tipo de células e, por um acaso, viu que o mastócito tinha mais nos pacientes com a covid”, disse a professora. 

Segundo Lucia de Noronha, as pessoas com covid-19 têm dez vezes mais mastócitos do que as pessoas com H1N1. “Se tem mais é porque está produzindo alguma lesão ali”. O mastócito é uma célula que está envolvida nos processos alérgicos, como asma.

O estudo mostrou que o mastócito causa um edema, um aumento de líquido no pulmão, o que dificulta a troca gasosa de oxigênio para dentro do vaso. Os pesquisadores concluíram, ao final da pesquisa, que o mastócito pode ser tratado. “Existem alguns medicamentos que são estabilizadores de mastócito. Deixam o mastócito estável e ele para de soltar grânulos e fazer esse edema”, explicou Lucia. 

Esse estudo foi publicado na revista de ciência básica Fronteiras na Imunologia, da União Internacional de Sociedades Imunológicas (IUIS, do nome em inglês) .

Da mesma maneira que na pesquisa sobre lesão no endotélio, os pesquisadores da PUCPR sugeriram que alguns estabilizadores de mastócitos poderiam ser usados precocemente para pacientes com forma moderada ou leve da covid, para evitar que eles passem para uma forma grave, porque estabilizariam o mastócito, cujos grânulos agravam a lesão pulmonar, provocando edema no pulmão. Sugeriram ainda que esses medicamentos poderiam ser testados em pacientes com covid-19, porque não têm efeitos colaterais.

Os testes clínicos com modulares de mastócitos ainda não começaram no Hospital Marcelino Champagnat, do Grupo Marista, onde as pesquisas foram realizadas porque, para testar essas drogas, seriam necessários muitos pacientes. A professora Lucia disse que a ideia é entrar em um consórcio pré-existente, que reúna várias cidades em todo o mundo.

Programa - Os dois estudos fazem parte de um programa mais amplo de pesquisas sobre o novo coronavírus (covid-19) que vem sendo efetuado no Hospital Marcelino Champagnat sobre várias linhas da covid-19, do qual participam professores da PUCPR, alunos de graduação e pós-graduação, enfermeiros, intensivistas, entre outros profissionais da área da saúde.

Um desses grupos faz estudos com pacientes que sobreviveram à covid, por meio da coleta de soro e sangue que começa desde o primeiro dia de internação até terem alta. A ideia é, no final, casar essas informações de quem viveu e de quem morreu para saber o que tem de diferente nos que morreram daqueles que conseguiram vencer a doença. 

“Provavelmente, a gente vai juntar figurinhas até o final do ano”, disse Lúcia de Noronha. 

O grupo que estuda os pacientes com a covid que sobreviveram já tem mais de 100 amostras para pesquisa.

Agência Brasil

Museus do Recife reabrem nesta quinta (1º)

 

A partir de amanhã (1º), os museus geridos pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, reabrem portas e retomam atividades presenciais, em cumprimento à determinação do Plano de Convivência com a Covid-19 do Governo de Pernambuco, após cinco meses de atendimento ao público interrompido pela pandemia. 

Devolvendo à população a possibilidade de viver sua cultura e sua história de perto, para procurar respostas sobre o porvir no âmago do que é produzido e elaborado por meio da arte, o Museu da Cidade, o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM) e o Museu Murillo La Greca prepararam esquemas e horários de atendimento especiais, com novos e mais rigorosos protocolos de controle de acesso do público. 

No Paço do Frevo, primeiro museu público de todo o estado a retomar atividades presenciais, desde o último dia 10 de setembro, o novo normal já sedimentou. Expedientes e capacidade de atendimento ao público foram reduzidas, a partir da suspensão de eventos presenciais, da sinalização do prédio com marcação de distanciamento social e da redução de áreas de circulação nos espaços expositivos. Entre as medidas adotadas para garantir a segurança sanitária das instalações, estão ainda a disposição de totens de álcool em gel, o uso obrigatório de máscaras e a medição da temperatura dos visitantes na entrada, além da venda de ingressos online para acesso ao museu, que agora abre de quinta a domingo. 

"Desde nossa abertura, temos nos deparado com uma volta gradual do público, que tem colaborado muitíssimo com todos os protocolos. Os visitantes têm vindo de máscara, têm permitido que sua temperatura seja aferida, além de estarem cumprindo os protocolos relativos ao percurso e distanciamento, dispostos em todo o prédio por meio de nossa 'sinalização brincante', que traz elementos da cultura carnavalesca para reforçar o cuidado com a vida, nosso maior patrimônio", disse Nicole Costa, gerente geral do Paço do Frevo, equipamento cultural da Prefeitura do Recife, gerido pelo Instituto de Desenvolvimento e Gestão. 

O Paço do Frevo fica na Praça do Arsenal. Está funcionando de 10h às 16h na quinta e na sexta-feira e das 11h às 17h no sábado e no domingo. Ingressos custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia) e podem ser adquiridos no próprio museu ou pela internet, no site http://www.pacodofrevo.org.br/.

Museu da Cidade

Adotando todos os cuidados necessários para prevenção da disseminação do coronavírus, como o uso obrigatório de máscaras e o respeito ao distanciamento, o Museu da Cidade receberá o público de terça-feira a sexta-feira, das 10h às 16h nesta fase de reabertura. Já o atendimento presencial no Setor de Pesquisa será de terça a sexta, das 10h às 12h e das 14h às 16h. 

A programação em cartaz é a exposição Cinco Pontas, que celebra a indicação do forte a patrimônio cultural mundial da humanidade pela Unesco. A mostra reúne achados arqueológicos, pinturas e documentos ainda inéditos para o público, que comprovam a importância do Forte das Cinco Pontas em diversos momentos históricos da capital pernambucana. 

O Museu da Cidade fica no Bairro de São José. Tem entrada gratuita.

MAMAM

Centro de referência da produção moderna e contemporânea das artes visuais nordestina e brasileira, o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM) também volta a receber o público com horário reduzido. Neste primeiro momento de retomada, os expedientes de visitação serão de quinta a domingo, das 12h as 16h. Só será permitido o acesso com máscara. Para reforçar os protocolos de higiene, o museu firmou uma parceria com a Compesa para instalação de um lavabo no pátio do equipamento. 

O MAMAM fica na Rua da Aurora, 265, Boa Vista. O acesso é gratuito.

Murillo La Greca

O La Greca receberá o público de terça a sexta, das 9 às 17h, com a exposição “O que não é desenho?". A mostra de longa duração é focada nos desenhos produzidos por La Greca, patrono do museu, reunindo 50 trabalhos do artista pertencentes ao acervo geral, formado por mais de 1400 desenhos. A sala de exposição só pode ser visitada por, no máximo, 4 pessoas simultaneamente, para assegurar o distanciamento social que ainda se faz necessário. 

O Museu Murillo La Greca está localizado na Rua Leonardo Bezerra Cavalcante, 366, Parnamirim. A entrada é gratuita e visitas guiadas podem ser agendadas pelos telefones 33553126/3129.

Imprensa Recife

Justiça suspende decisão do Conama que revogou resoluções ambientais

 

A Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu, na noite de ontem (29), a 135ª reunião do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) que revogou duas resoluções que delimitavam faixas de proteção permanente em áreas de vegetação do litoral brasileiro e ao redor de represas. A liminar foi deferida pela juíza Maria Amélia Almeida Senos de Carvalho, da 23ª Vara Federal, em ação popular.

Na decisão ela destaca o “evidente risco de danos irrecuperáveis ao meio ambiente”, caso as decisões do Conama sejam mantidas. As normas revogadas fixam parâmetros de proteção para Áreas de Preservação Permanente, tais como restingas, manguezais e outros ecossistemas sensíveis, com o objetivo de impedir a ocupação e o desmatamento. As regras valiam desde 2002.

Em nota, a Advocacia-Geral da União informou que adotará as medidas processuais cabíveis assim que for notificada.

A revogação foi aprovada na reunião da última segunda-feira (28) por maioria, com o voto favorável dos oito representantes do governo federal no Conama, que é presidido pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Para isso foi apresentado um parecer jurídico do Ministério do Meio Ambiente, segundo o qual as normas se tornaram incompatíveis com a legislação ambiental aprovada posteriormente, em especial com o Código Florestal.

Para os autores da ação, entretanto, "a revogação de tais normas viola o direito constitucional a um meio ambiente ecologicamente equilibrado".

Representantes de entidades ambientalistas com assento no Conama votaram contra a revogação das resoluções por entender não ter havido discussão adequada diante do regime de urgência em que foi realizada a votação. Sem direito a voto, a representante do Ministério Público Federal (MPF) no Conama, a procuradora da República Fátima Borghi, disse que o órgão também acionaria a Justiça contra as revogações e ressaltou que o processo adotado pelo Conama e as mudanças feitas são inconstitucionais.

Na mesma reunião, o Conama também revogou uma terceira resolução que discriminava os projetos de irrigação em três categorias e exigia o licenciamento ambiental para tais empreendimentos. O órgão ainda aprovou uma nova resolução para permitir e regulamentar a queima de diversos tipos de resíduos em fornos de produção de cimento, no chamado coprocessamento.

O Conama é o órgão consultivo oficial do Sistema Nacional do Meio Ambiente e responsável, entre outros, por estabelecer normas e critérios para licenciamento ambiental e para o controle e a manutenção da qualidade do meio ambiente.

No ano passado, o governo reduziu a composição do Conama de 96 para 23 integrantes, dentre os quais dez são representantes fixos do governo federal e 13 são representantes rotativos que são sorteados – cinco de estados, dois de municípios, dois do setor empresarial e quatro de entidades ambientalistas.

Agência Brasil

Pernambuco anuncia investimento de $ 2,5 milhões para Arranjos Produtivos Locais

 

O governador Paulo Câmara lançou, nesta quarta-feira (30.09), o terceiro chamamento público do Programa de Fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais em Pernambuco, o Força Local. A iniciativa é uma das principais apostas da administração para promover ações de interiorização e crescimento em prol dos Arranjos Produtivos Locais (APLs) e outros segmentos econômicos de relevância para o Estado. Na 3ª edição, serão injetados R$ 2,5 milhões na economia dos municípios, com foco na Região de Desenvolvimento do Sertão do Araripe, com destaque para o polo gesseiro.

“É a terceira edição de um programa que busca dar condições de aperfeiçoamento de cadeias produtivas com grande potencial em Pernambuco, mas que muitas vezes ficaram esquecidas, sem políticas públicas que dessem um olhar diferenciado. Muitas vezes é pouca coisa, mas faz uma diferença enorme em comunidades, em arranjos produtivos e cadeias produtivas que podem atingir metas e mercados com apenas um pequeno incentivo do Estado”, disse Paulo Câmara. O governador destacou, ainda, o incentivo das prefeituras no processo, além da disposição do programa de dar sustentação a vários arranjos após um período tão difícil como este, de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

O programa é liderado pela Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. Serão selecionados até 28 projetos e a divulgação provisória dos contemplados será anunciada em 19 de novembro. As propostas precisam ser enviadas até 3 de novembro. Todo o recurso aportado é destinado à capacitação das equipes, compra de equipamentos, reforma de espaços e desenvolvimento de negócios.

Entre as cadeias produtivas beneficiadas estão confecções, mel, fruticultura irrigada (manga e uva), fruticultura de sequeiro (com potencial econômico), laticínios ou produção de leite, caprino e ovinocultura, avicultura de postura e corte, aquicultura, café, mandioca e gesso com foco na melhoria de processos ou inovação e no desenvolvimento econômico e social do Estado de Pernambuco. Até 2022, serão R$ 20 milhões aplicados por meio do programa.

“Tivemos a oportunidade de fazer dois chamamentos no ano passado que, juntos, somaram R$ 4,5 milhões. Com as contrapartidas dos parceiros que apresentaram seus projetos, já conseguimos ter o impacto de R$ 8 milhões na economia desses arranjos produtivos. Agora, temos o terceiro chamamento, de mais R$ 2,5 milhões. Estava previsto para o primeiro semestre, mas infelizmente, com a chegada da pandemia, adiamos”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

Podem participar do chamamento organizações sem fins lucrativos, associações, entidades e organizações sociais, que precisam pleitear ao Governo do Estado recursos para desenvolver seus projetos e criar um mercado de desenvolvimento. O edital está disponível no site da AD Diper, no endereço www.addiper.pe.gov.br.

Mulheres – O Força Local também terá interface com o programa Pernambuco com Elas, instituído pelo decreto nº 47.386/2019. Os chamamentos públicos trarão um recorte específico para estimular e contemplar uma maior participação das mulheres nas políticas públicas de trabalho e renda. Os casos que contarem com 80% de mulheres entre os beneficiários ganham pontuação extra de 10%.

O presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima, reforçou o apoio do governo, principalmente no momento atual de pandemia. “O programa vem se tornando um forte símbolo do governo para o fortalecimento de pequenos negócios. Nossa intenção é organizar as cooperativas para dar um tratamento de mercado a produtos produzidos em pequena escala”, destacou.

Desde a criação do Programa Força Local, o Governo do Estado contabiliza um aporte de R$ 7,9 milhões (incluindo financiamentos da AD Diper e das entidades) distribuídos em 36 projetos que priorizam a coletividade, integração e diálogo, competitividade, visão de negócios e fomento.

O primeiro chamamento público, realizado pela AD Diper em abril e concluído em junho de 2019, destinou R$ 3,2 milhões para 15 intervenções. Desse total, R$ 1,4 milhão foi disponibilizado pela AD Diper e o restante, repassado pelos demais envolvidos. Já o segundo chamamento liberou R$ 2,8 milhões por parte da AD Diper e outros R$ 2 milhões foram desembolsados pelas instituições parceiras, contemplando 21 propostas. Em pouco mais de uma década (2007 a 2018), a AD Diper investiu R$ 46 milhões em 67 municípios por meio de 203 projetos de Arranjos Produtivos Locais, beneficiando diversas cadeias produtivas em todas as regiões do Estado.

Resultados – Em Camocim de São Félix, Agreste Central, as obras do novo galpão da Cooperativa de Desenvolvimento da Agricultura Familiar do Estado de Pernambuco (Coopeafa) seguem em ritmo acelerado. No espaço, será instalada uma unidade de beneficiamento de frutas e hortaliças para agregar valor aos produtos primários, diminuindo perdas e proporcionando a conquista de novos mercados. A estimativa é beneficiar 300 famílias da região.

O projeto foi contemplado com cerca de R$ 1 milhão na segunda edição do programa, por meio de convênio. Além de R$ 300 mil investidos pela AD Diper, outros R$ 700 mil foram financiados pela Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE). A contrapartida financeira da cooperativa foi de R$ 614 mil. A iniciativa atenderá aos agricultores familiares de Camocim de São Félix, Barra de Guabiraba, Belém de Maria, Chã Grande, Bezerros e São Joaquim do Monte.

Também participaram do evento desta quarta-feira a vice-governadora Luciana Santos; o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota; o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Lucas Ramos; e o secretário de Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes.

Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Covid-19: Anvisa reduz exigências para análise de registro de vacinas

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma nota técnica para simplificar o procedimento de análise de dados e registro de vacinas contra a covid-19 no país. A nota, reduz exigências para admissão do protocolo dos novos produtos. A proposta, apresentada ontem (29), determina que após a inclusão das informações, a equipe irá analisar documentação em até 20 dias.

O procedimento, chamado de submissão contínua, diz que a análise dos dados referentes aos imunizantes acontecerá na medida em que forem gerados e apresentados à Anvisa os resultados das pesquisas, “visando uma posterior submissão de registro quando do preenchimento dos requerimentos regulatórios necessários”.

“A partir da adoção desse procedimento, não será preciso aguardar a disponibilização de todos os dados e documentos técnicos, bem como o preenchimento dos requerimentos regulatórios, para realizar a submissão do registro junto à Anvisa. Ou seja, conforme os dados forem gerados, estes deverão ser apresentados à Agência, de modo que o processo regulatório seja agilizado”, informou a Anvisa.

De acordo com a agência reguladora, a estratégia tem como objetivo acelerar a disponibilização à população brasileira de vacinas contra o novo coronavírus, desde que garantidas a qualidade, a segurança e a eficácia.

Segundo a nota técnica, o pedido de registro da possível vacina deve ser protocolado com uma justificativa e conter informações sobre o status regulatório mundial, histórico de interações prévias do requerente com a Anvisa e um cronograma de submissão da documentação técnica a ser avaliada.

A cada nova etapa deverá ser feito um aditamento com informações sobre a pesquisa. Caberá à Anvisa analisar a documentação em até 20 dias, “a depender da quantidade de dados submetida, contados a partir da data do protocolo.”

O procedimento será repetido a cada nova submissão de informações. O número de ciclos de aditamentos dependerá do número de pacotes a serem submetidos pela empresa interessada, não havendo limite imposto pela Anvisa para este número.

“Os produtos que tiverem sua análise iniciada pelo procedimento de submissão contínua poderão ter submetido seu pedido de registro formal após a conclusão do último aditamento protocolado e após avaliação pela empresa quanto à suficiência dos dados de qualidade, eficácia e segurança para o estabelecimento de uma relação de benefício-risco positiva e robusta, considerando a indicação terapêutica pleiteada e as discussões prévias com a Anvisa”, diz a nota técnica.

Agência Brasil

terça-feira, setembro 29, 2020

Educação empreendedora é alternativa para estudantes e professores de cursos profissionalizantes no Recife na pandemia

 

Dentro do cenário de incertezas criado pela pandemia da covid-19, a educação empreendedora e a qualificação profissional se tornaram essenciais para garantir ou manter uma vaga no mercado de trabalho. A Prefeitura do Recife e o Instituto Êxito de Empreendedorismo oferecem, por meio de parceria, mais de 300 cursos de qualificação, online e gratuitos, em diversas áreas do empreendedorismo, aos mais de 5,5 mil alunos e professores do programa Qualifica Recife, promovido pela gestão municipal.

Os beneficiados têm acesso a cursos ministrados por grandes empreendedores brasileiros, que vão desde formação pessoal e desenvolvimento de habilidades socioemocionais, até capacitação para microempreendedores. Todo o ambiente é pensado para possibilitar ao aluno a aquisição de competências e trabalhabilidade, o que leva à criação de empreendimentos e geração de emprego e renda. “O bom empreendedor é ousado, criativo, corajoso e inovador. Ele só terá sucesso se conhecer a si mesmo e identificar suas potencialidades”, aponta o presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo, Janguiê Diniz.

Por meio do convênio, alunos e profissionais da rede de ensino profissionalizante podem se inscrever, de forma totalmente gratuita, nos cursos oferecidos pelo Instituto Êxito. Eles devem acessar o link https://www.institutoexito.com.br/u/prefeituradorecife e se cadastrar para navegar no conteúdo disponibilizado. Será necessário cadastrar o código de acesso que é PREFEITURADORECIFE.

Segundo o secretário de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo do Recife, Antônio Júnior, a parceria com o Êxito reforça o trabalho já desenvolvido pela pasta. “Temos feito um grande esforço para incentivar e qualificar o empreendedorismo na cidade, por meio de iniciativas como o Qualifica Recife, o Chegando Junto e o Renda Por App”, afirma. “Inscrevemos, em janeiro, 5.493 alunos nos cursos profissionalizantes do Qualifica Recife, que terão acesso aos conteúdos junto com os 186 professores e gestores”, acrescenta.

Estímulo - O Instituto Êxito de Empreendedorismo já conta mais com mais de 400 sócios, que compactuam de um mesmo propósito: fazer do empreendedorismo a turbina para alavancar vidas e histórias. O Êxito tem a filosofia de que, independente da classe social e econômica, qualquer pessoa pode transformar suas ideias em ações que mudem e melhorem a realidade e a comunidade na qual vive. Por isso, nasceu com o objetivo de estimular o dom empreendedor dos jovens, especialmente os de escolas públicas, onde há muitos talentos escondidos e boas ideias a serem impulsionadas. Mais informações no site: www.institutoexito.com.br.

Imprensa Recife

CECH atua na prevenção da violência e do suicídio de LGBTIs

 

Dados do relatório de Mortes Violentas de LGBT+ no Brasil de 2019, produzido pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), revelam que dos 329 LGBTIs vítimas de violência, 32 deles cometeram suicídio e as comunidades mais atingidas, em sequência, foram: gay, transexual, lésbica e travesti. Já as faixas etárias que mais vitimaram foram as de 14 a 19 e 25 a 29 anos. 

Atenta para essas informações, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) executa uma política de promoção e proteção dos direitos humanos da população LGBTI (Lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais), por meio do Centro Estadual de Combate à Homofobia (CECH), programa vinculado à Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH), com orientação jurídica e psicossocial. 

Em todos os casos que chegam ao programa, o CECH realiza uma escuta humanizada com o usuário, ação importante para identificar ocorrências de violações e possíveis pensamentos depressivos, que possam desencadear o atentado à própria vida, e as encaminham para as redes especializadas do Estado e dos municípios, para que os responsáveis pelas violências possam ser identificados e, se for o caso, punidos criminalmente, e as vítimas recebam todo o acompanhamento psicológico necessário. 

A psicóloga do CECH, Larissa Cavalcanti, explica como a violência contra a população LGBTI tem sido uma das principais causas do suicídio. “Fatores como a violência física e psicológica têm causado sofrimento à população LGBTI. Tais violações podem desencadear o isolamento social, ansiedades, baixa autoestima, depressão, entre outros sintomas agravantes, destacando-se como uma das principais causas do suicídio no mundo”, completa.

Serviço:

Mesmo em meio à pandemia, causada pelo novo coronavírus, nenhum dos serviços do CECH foi interrompido. As denúncias de violações contra a população LGBTI+ podem ser feitas ao Centro Estadual de Combate à Homofobia (CECH), pelo telefone (81) 3182-7665 ou pelo e-mail centrolgbtpe@gmail.com.

Imprensa SEDH PE

Recife realiza 1º Seminário sobre Envelhecimento, Velhice e Longevidade

 

Repensar e ressignificar conceitos: essas são as principais propostas do 1º Seminário sobre Envelhecimento, Velhice e Longevidade da Prefeitura do Recife, que acontece nas próximas quarta (30) e quinta-feira (1º), em alusão ao Dia Nacional da Pessoa Idosa. Diante da necessidade de distanciamento social devido à pandemia da covid-19, o evento será online e para ter acesso às videoconferências é preciso se inscrever no site https://bit.ly/seminarioenvelhecimento2020. A inscrição dá o direito a um certificado de 6 horas para quem assistir a todo o conteúdo do seminário. A ação é realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos (SDSJPDDH), em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). 

"A sociedade precisa entender que falar sobre velhice não é só falar sobre doenças e tratamentos. A gestão municipal tem realizado várias ações com o intuito de incentivar o envelhecimento ativo e promover a garantia de serviços e políticas públicas de atenção e proteção aos direitos das pessoas idosas. Dessa forma, convidamos todas as pessoas para dialogar conosco no seminário e ampliar os temas discutíveis relacionados ao envelhecimento", reforça Cacilda Medeiros, gerente da Pessoa Idosa do Recife.

O 1º Seminário sobre Envelhecimento, Velhice e Longevidade do Recife conta com o apoio do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa do Recife (COMDIR) e abordará temas como vivências da pessoa idosa durante a pandemia, a importância do grupos de convivência para a qualidade de vida, educação e formação continuada durante a velhice, cuidado e proteção à pessoa idosa, entre outros. Os debates ainda contarão com a participação de médicos, pesquisadores, profissionais da educação, gerontoativista e artistas.

Confira a programação virtual, que acontece ao longo dos dias 30 de setembro e 1º de outubro:

DIA 30/09 (quarta-feira)

10h | Abertura e boas vindas.
Participantes: Ana Rita Suassuna Wanderley secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife (SDSJPDDH); Cacilda Medeiros, gerente da Pessoa Idosa da Prefeitura do Recife (SDSJPDDH); Nayana Pinheiro Tavares, coordenadora do Núcleo de Envelhecimento, Velhice e Idosos da UFRPE; Acioli Neto, coordenação colegiada do COMDIR; Marcelo Brito Carneiro Leão, reitor da UFRPE.

11h às 12h | A importância de um “Vivas para Velhice”.
Participantes: Ana Farias, gerente de Controle Social (SDSJPDDH); Sálvea Campelo, coordenadora Geral do Núcleo de Gerontologia Social (NAISCI) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) da Universidade de Pernambuco (UPE).

14h30 às 16h | Como viver a velhice com entusiasmo: relatos de velhices vividas com paixão.
Participantes: Cacilda Medeiros, gerente da Pessoa Idosa do Recife (SDSJPDDH); Juraci Gutierres, blogueira e geronto-ativista; Fred Salim, bailarino, coreógrafo e produtor cultural.

17h às 18h30 | Um novo modo de ser, estar e viver no pós pandemia.
Participantes: Dra. Alicia Martinez (UFRPE); André Cabral (UNIFG).

DIA 01/10 (quinta-feira)

10h30 às 12h | A importância dos grupos de convivência para a qualidade de vida da pessoa idosa.
Participantes: Edson Lima, chefe da Divisão do Serviço de Convivência Fortalecimento de Vínculo do Recife (SDSJPDDH); Conferencistas: Cacilda Medeiros, gerente da Pessoa Idosa do Recife (SDSJPDDH); Amanda Menelau, produtora de conteúdo audiovisual.

14h às 15h30 | Educação para a velhice e formação continuada: oportunidades, caminhos e benefícios na vida das pessoas idosas e envelhescentes.
Participantes: Ricardo Lima (UFRPE), Nayana Pinheiro (UFRPE); Manoel Freire, Universidade Aberta à maturidade da Universidade Estadual da Paraíba.

16h30 às 18h | Cuidado humano e proteção na perspectiva do envelhecimento.
Participantes: José Maria (Unicap); Luciana Dantas (MPPE); Hugo Monteiro (UFRPE).

18h às 18h30 | Encerramento e agradecimentos.
Participantes: Elizabete Godinho, secretária de Direitos Humanos do Recife (SDSJPDDH); Cacilda Medeiros, gerente da Pessoa Idosa da Prefeitura do Recife; Nayana Pinheiro Tavares, coordenadora do Núcleo de Envelhecimento, Velhice e Idosos da UFRPE; Marcelo Brito Carneiro Leão, reitor da UFRPE. 


Imprensa Recife

Sarah Oliveira e Zeca Camargo conversam nesta quinta pelo instagram Casa Natura Musical

 

O projeto Afetos, idealizado pela Casa Natura Musical, é um momento de carinho entre os artistas e o público, um ato de troca que humaniza a relação entre duas partes através da tecnologia. Esses encontros e trocas, que já aconteciam naturalmente no palco físico na Casa Natura Musical, se tornam um acalento ainda mais especial neste momento em que não podemos nos reunir fisicamente em torno da música. Os encontros acontecem todas as quintas-feiras, 19h, no IG @casanaturamusical.

Em setembro e outubro, o Afetos elegeu o tema central Memórias Afetivas dos Festivais. Até agora, o projeto recebeu Fernanda Abreu e Zé Ricardo (Rock in Rio); MV Bill (Hutuz) e Adriana Barbosa (Feira Preta) e Renato Terra e Nelson Motta (Festivais da Canção). Nesta quinta-feira, dia 1/10, participam Sarah Oliveira e Zeca Camargo (Apresentadores/comentaristas de vários festivais).

Jornalistas e apresentadores, eles vão dialogar sobre suas trajetórias enquanto comentaristas de festivais, trazendo a perspectiva da cobertura e dos modos de organizar a informação para passa-las ao público, destacando também os desafios da carreira e como escolheram humanizar a transmissão desses eventos.

Sobre as ações remotas da Casa Natura Musical

Além do Afetos, também está em curso o projeto Sala da Casa, com apresentações intimistas de até 40 minutos que ocorrem de sexta a domingo no Instagram @casanaturamusical. A Casa oferece ainda lives especiais em homenagem à datas comemorativas e figuras essenciais da música brasileira.

Também foram realizados lançamento dos discos de Illy (“Te Adorando Pelo Avesso”), Mahmundi (“Mundo Novo”), Hamilton de Holanda (“Canto da Praya”) e Rico Dalasam (“Dolores Dala Guardião do Alívio”) em parceria com a Rádio CBN.

Desde agosto, a Casa firmou parecia de conteúdo com a Faculdade Descomplica para oferecer mensalmente conversas entre dois artistas com temas que se relacionam com cultura e educação – na primeira edição, participaram Mc Tha e Leci Brandão.

A programação criada durante o isolamento social inclui também as séries de vídeos desenvolvidas para o novo canal da Casa Natura Musical no Youtube: “Faixa a Faixa”, “Já Ouviu” e “Com a palavra”, sendo esse último focado em produtores de conteúdo que fazem a diferença não só na música, mas também no audiovisual, artes plásticas, design e literatura.

E completando as inovações dessa nova fase, está a edição online da festa Pajuball em parceria com o coletivo Amem, que destinou toda receita arrecadada com a venda de ingressos para o #AmemEmCasa, projeto criado pelo Coletivo AMEM para ajudar pessoas negras LGBTQIA+ em tempos de isolamento social.

Tudo isso junto a dicas culturais, recomendações de lançamentos e uma newsletter quinzenal, resultando numa entrega de conteúdo ampla e plural que mantém a programação do espaço pulsante mesmo diante das limitações impostas pela crise da COVID-19 - e para as quais a Casa Natura Musical busca o apoio de marcas, afim de contemplar ainda mais artistas e temáticas, e ampliar o alcance desses conteúdos.

Confira a agenda completa do Afetos – Memórias Afetivas dos Festivais:

10.09 - Fernanda Abreu + Zé Ricardo (Rock in Rio)
17.09 – MV Bill (Hutúz) + Adriana Barbosa (Feira Preta)
24.09 – Renato Terra + Nelson Motta (Festivais da Canção)
01.10 - Sarah Oliveira + Zeca Camargo (Apresentadores/comentaristas de vários festivais)

Sempre às 19h

Por um Brasil carbono neutro

 

A mudança climática é um dos maiores desafios do nosso tempo. Por isso, tem sido cada vez mais frequente a articulação de entidades representativas, em busca de soluções efetivas que possam reverter o aquecimento global provocado por desmatamentos, queimadas, lixos e emissões de gases poluentes. Nessa perspectiva, o CBC- Centro Brasil no Clima realiza nesta terça-feira (29), o Seminário Internacional inovações Pelo Clima, para apresentar e discutir políticas e soluções de mitigação de emissões de GEE (Gases de Efeito Estufa) e estimular a educação climática. 

O evento acontece em parceria com a Abema e União Europeia, a partir das 14h30 e reúne especialistas e gestores públicos de todas as regiões do país, para discutir soluções e estratégias para a construção do Brasil Carbono Neutro. 

"Para cumprir o Acordo de Paris e superar os desafios climáticos, é preciso unir conhecimentos, formular políticas públicas interconectadas e criar modelos econômicos que reduzam desigualdades e regenerem ecossistemas. Neste contexto, os governos subnacionais tem um papel estratégico. Este encontro vai destacar o que está sendo feito e buscar formas de ampliar e integrar ações”, ressalta Sergio Xavier, articulador político do CBC, que falará na abertura do seminário. 

O evento será mediado por Guilherme Syrkis, Diretor-executivo do CBC e contará com a participação de Ignacio Asenjo (Delegação da União Europeia no Brasil). O debate virtual traz exemplos e soluções para tornar a economia e as cidades mais sustentáveis e será aberto para a participação do público, mediante inscrição prévia que poderá ser feita através do link: https://forms.gle/1L3FZioem9JgsNwX6

“O objetivo do Seminário é estimular o debate e o compartilhamento de experiências para avançarmos na construção do Brasil Carbono Neutro e outras estratégias de longo prazo”, destaca Guilherme Syrkis. A programação tem como palestrantes Inamara Melo (coordenadora do GT Clima da ABEMA), do Secretário de Meio Ambiente e Infraestrutura do Rio Grande do Sul, Artur Lemos, do Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, José Bertotti, do Coordenador de Mudanças Climáticas da Secretaria de Meio Ambiente do Mato Grosso, Mauricio Philipp, e do Secretário Executivo da Secretaria de Meio Ambiente do Amazonas, Luis Henrique Piva, além da a equipe acadêmica do CBC.

Centro Brasil no Clima
Instituição especializada em mudanças climáticas, criada em 2012, por Alfredo Sirkis (1950-2020), na Rio +20 da ONU - paralelamente à Rio Climate Change - para articular soluções estratégicas na pauta climática em suas mais diversas esferas.



SERVIÇO:
CBC Apresenta: Seminário Inovações Pelo Clima
Nesta terça-feira (29), a partir das 14h
GRATUITO

Transmissão: Canal do CBC, no Youtube: https://www.youtube.com/c/CentroBrasilnoClima/null

Inscrições: https://forms.gle/1L3FZioem9JgsNwX6

sexta-feira, setembro 25, 2020

Adiados desfiles das escolas de samba no Rio

 

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) decidiu adiar os desfiles das escolas de samba do grupo especial, que aconteceriam em fevereiro de 2021, devido à pandemia de covid-19. A decisão foi tomada na noite de ontem (24), durante reunião entre representantes das agremiações.

De acordo com o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, como ainda não se sabe se haverá uma vacina até o carnaval, não haverá tempo hábil para as agremiações se prepararem.

No entanto, ele destacou que, por enquanto, os desfiles não foram suspensos, apenas adiados. A Liesa continuará acompanhando a situação da pandemia e fará novas reuniões para decidir se será possível realizar os desfiles em uma nova data em 2021 ou se o evento terá mesmo que ser cancelado.

Agência Brasil

A Ferreira Costa de João Pessoa está fazendo Bodas de Papel

 







Casa nova, descobertas e adaptações são só alguns dos acontecimentos que marcam o início da vida de uma empresa. Fazer um ano, ou seja, bodas de papel, é um momento muito especial. E toda a vitória não se conquista sozinho, exige certos talentos, resiliência, espírito de equipe e diferencial no atendimento. É uma data que precisa ser celebrada. O seu primeiro ano de vida e de muitas realizações que está por vir.

São 12 mil metros de loja, com mais de 80 mil itens para casa, construção e decoração, utilidades domésticas, móveis, eletrodomésticos e automotivos. Toda feita de forma sustentável, onde praticamente 100% da sua energia é solar, com toda a sua água reutilizável, além de todas as suas sacolas conter oxer, ou seja, ajuda na decomposição, sem agredir o meio ambiente.

Falando em diferencial, o maior dele é o de cuidar bem dos seus funcionários e prezar o bom atendimento aos seus clientes. Uma marca registrada desse Home Center que tanto cresce. Sim, são mais de 450 colaboradores diretos e mais de 70 colaboradores indiretos, que fazem parte da família Ferreira Costa João Pessoa. E não para por aí, indo na contramão da crise nacional, onde o desemprego vem crescendo, a empresa segue contratando. Há alguns processos seletivos abertos no site www.vagas.com. Totalmente online, seguindo todas as normas de segurança da Organização Mundial de Saúde.

São muitas conquistas a serem celebradas e muita coisa boa ainda que está por vir. Que venham muitos anos de comemoração, onde a qualidade de seus produtos e atendimento é cada vez mais referência em cada estado que o Home Center Ferreira Costa está inserida.

ECI/SCGE encerra programação dos cursos online promovidos em setembro

 

Com o curso “Suprimento individual e institucional – execução da despesa e prestação de contas”, a Escola de Controle Interno Professor Francisco Ribeiro, da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (ECI/SCGE), concluiu nesta sexta-feira, dia 25, a programação de capacitações online – usando a plataforma Microsoft Team – de setembro. Além desse treinamento, durante esse mês foram ministrados os cursos de “Básico de prestação de contas”, “Tomada de Contas Especial - aspectos da Resolução TC n° 36/2018” e “Introdução à Comunicação Não Violenta (CNV) e à mediação de conflitos em ouvidorias”, qualificando mais de cem servidores do Poder Executivo estadual.

Realizado em parceria com o Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe), o curso “Suprimento individual e institucional” teve início na última segunda-feira, dia 21, sendo apresentado pelo coordenador de Orientação e Contas de Governo, Jamerson Souza, que integra a equipe da Diretoria de Orientação ao Gestor e Informações Estratégicas (DOGI/SCGE).

Ao longo da semana, para uma turma formada por 30 servidores da área administrativa de vários órgãos do Poder Executivo Estadual, Jamerson falou sobre os procedimentos de execução e prestação de contas das despesas efetuadas por meio das modalidades ´suprimento Individual´, ´suprimento institucional´ e ´repasse financeiro´.

Parcerias – Para viabilizar a capacitação permanente dos servidores, no enfoque do controle interno, a ECI/SCGE conta com o apoio de várias instituições, dentre elas, o Cefospe, a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), a Escola Fazendária (Esafaz), a Associação dos Servidores de Controle Interno de Pernambuco (Ascipe) e o Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci).

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE-PE), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), a Controladoria Geral da União (CGU), a Controladoria Geral do Município do Recife e a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) também integram a lista de parceiros da Escola de Controle Interno Professor Francisco Ribeiro, que vem se consolidando como um ambiente de referência na área de qualificação governamental.

Imprensa SCGE PE

Eleições 2020: TSE libera ferramenta para consulta de candidaturas

 

Consultas por município e cargo, acesso à informações detalhadas sobre a situação dos candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador, que pediram registro para concorrer às Eleições Municipais de 2020 já estão disponíveis na plataforma DivulgaCandContas, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ferramenta traz ainda todos os dados declarados à Justiça Eleitoral, inclusive informações relativas às prestações de contas dos concorrentes

Acesso - O sistema é aberto a todos os cidadãos, sem necessidade de cadastro prévio ou autenticação de usuário. Na consulta, basta selecionar a unidade da federação no mapa ou a sigla do estado que quiser informações.

Na página principal do sistema, o interessado encontrará o quantitativo total de candidaturas por cargo (prefeito, vice-prefeito e vereador). No mapa do Brasil, é possível filtrar a pesquisa clicando na unidade da Federação e depois no cargo desejado. Em seguida, aparecerá uma lista com todos os políticos que concorrem ao cargo no estado.

Selecionado o nome do candidato, é possível obter informações sobre o seu número, partido, composição da coligação que o apoia (se for o caso), nome que usará na urna, grau de instrução, ocupação, site do candidato, limite de gasto de campanha, proposta de governo, descrição e valores dos bens que possui, além de eventuais registros criminais. Também é possível acompanhar a situação do pedido de registro e eleições anteriores das quais o candidato tenha participado.

Prazo - A ferramenta é atualizada toda hora à medida em que chegam solicitações de registros à Justiça Eleitoral. No dia 26 de setembro, às 19h, termina o prazo para os partidos políticos e coligações apresentarem o requerimento de registro de candidatos e chapas à Justiça Eleitoral.

Caso os partidos políticos ou coligações não tenham requerido o registro de algum candidato escolhido em convenção, a data-limite para a formalização individual do registro perante o TSE ou algum Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é o dia 1º de outubro, também até as 19h.

Situação da candidatura - A situação do registro do candidato aparece ao lado da foto, além do tipo de eleição à qual ele está concorrendo e um guia sobre os termos, inclusive os jurídicos, utilizados para definir a situação dele perante a Justiça Eleitoral.

Quando o processo é registrado na Justiça Eleitoral, é informada a palavra “cadastrado” e, em seguida, “aguardando julgamento”. Isso significa que o candidato enviou o pedido de registro de candidatura, mas o pedido ainda não foi julgado, ou seja, o processo está tramitando e aguarda análise.

Após o processo ser apreciado, o registro pode ser considerado “apto” ou “inapto”. Caso o candidato não tenha nenhuma contestação e o pedido tenha sido acatado, a situação que aparecerá no sistema será “apto” e “deferido”. Candidatos que aparecem como aptos, mas houve impugnações e a decisão é no sentido de negar o registro. Nesse caso, a situação será “apto” e o complemento será “indeferido com recurso”.

Há ainda candidatos que apresentaram o registro e as condições de elegibilidade avaliadas foram deferidas pelo juiz e, no entanto, o Ministério Público Eleitoral (MPE) ou o partido recorreu da decisão. Nessa hipótese, a condição será “apto” e “deferido com recurso”.

Na situação de registro julgado como apto, ainda há possibilidades de situações como “cassado com recurso” ou “cancelado com recurso”. Isso ocorre quando o candidato teve o registro cassado ou cancelado pelo partido ou por decisão judicial, porém apresentou recurso e aguarda uma nova decisão.

Por fim, também consta do sistema a condição de “inapto”, com os complementos: “cancelado”, quando o candidato teve o registro cancelado pelo partido; “cassado”; “falecido”; “indeferido”, quando o candidato não reuniu as condições necessárias ao registro; “não conhecimento do pedido”, candidato cujo o pedido de registro não foi apreciado pelo juiz eleitoral; e “renúncia”.

Contas - O sistema também disponibiliza as informações relativas às prestações de contas dos candidatos das eleições. O usuário pode fazer a pesquisa das receitas dos concorrentes por doadores e fornecedores, além de acessar a relação dos maiores doadores e fornecedores de bens e/ou serviços a candidatos e partidos políticos.


Agência Brasil

Covid-19: números em queda, mas o perigo ainda não passou

 

Hoje (25) o Brasil chegou a 140 mil vítimas fatais e o mundo ultrapassou o primeiro milhão de mortos. Apesar da queda de casos e óbitos em todo o País, o risco epidêmico ainda é muito alto. Os dados são do Instituto de Redução de Riscos e Danos da Universidade Federal Rural de Pernambuco e você pode acompanhar aqui informações em tempo real: https://www.irrd.org/covid-19/.

Em Pernambuco, há uma alta proporção de testes rápidos (46,88%), ocupação de UTI em 61,72% e queda de quase 4% no número de casos ativos e cidades como Abreu e Lima, Camaragibe, Carpina, Gravatá, Igarassu, Ipojuca, Paulista, Santa Cruz do Capibaribe e São Lourenço da Mata apresentam risco moderado. O restante do estado, incluindo o Recife, ainda tem alto risco e surto pandêmico. 

Enquanto a vacina não chega à população, as formas de prevenção continuam as mesmas: respeito ao distanciamento social, uso das máscaras faciais ao sair de casa, constante lavagem de mãos, com água e sabão; e uso do álcool gel, na impossibilidade de lavar as mãos. Embora muitos estabelecimentos estejam abertos - obedecendo protocolos de segurança, claro - o melhor, ainda, para se proteger do coronavírus é só se deslocar se realmente necessário. .

quarta-feira, setembro 23, 2020

Cursos pós-técnicos são opção para quem já está no mercado

 

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, ter um diferencial no currículo pode fazer a diferença na hora de conquistar uma vaga. Essa verdade também é válida para os profissionais de nível técnico, que atuam para manter o setor de serviços essenciais e toda a economia em movimento. Para que esses profissionais que já estão no mercado de trabalho possam se manter atualizados, os cursos de especialização técnica são uma opção viável e assertiva, visto que promovem maior qualificação e estão diretamente relacionados às novidades tecnológicas e às necessidades do setor produtivo.

Em Pernambuco, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-PE) é a primeira instituição a oferecer essa modalidade de ensino, que visa aprofundar, também de forma prática, os conhecimentos adquiridos durante a formação técnica. “O pós-técnico está para o técnico assim como a pós-graduação está para a graduação. O curso técnico apresenta ao aluno várias áreas de conhecimento distintas e o pós-técnico vem para que ele possa se aprofundar e complementar esse conhecimento”, explica a diretora de Educação do SENAI-PE, Carla Abigail.

Para a diretora, além de serem opções para quem está no mercado de trabalho e está em busca de atualização, esses cursos também são direcionados para quem está começando a carreira. O pré-requisito, no entanto, como o próprio nome diz, é a habilitação técnica do profissional. E isso tem uma explicação: assim como a formação técnica, o pós-técnico é muito focado no saber fazer. “Esse tipo de especialização exige que o profissional tenha uma formação de base que também seja prática. Assim, ele conseguirá acompanhar as aulas e se aprofundar”, reforça Carla Abigail.

Neste primeiro momento, o SENAI-PE está com oferecendo quatro cursos pós-técnicos: Administração de Banco de Dados; Eficiência Energética na Indústria; Eficiência Energética em Edificações; e Manutenção de Equipamentos Biomédicos. “Estes cursos pós-técnicos foram pensados a partir das necessidades atuais do mercado no quesito mão de obra especializada. Todos os nossos cursos estão alinhados às inovações tecnológicas e aos conceitos da indústria 4.0”, acrescenta a diretora. 

Com duração entre 250h e 310h, os cursos serão oferecidos na modalidade híbrida, com encontros presenciais quinzenais. Para se matricular, é preciso ter formação técnica anterior em áreas específicas afins à especialização, em instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), que deverá ser comprovada pela apresentação do diploma. Outras informações podem ser obtidas no site www.pe.senai.br


Imprensa FIEPE

Cursos da ECI/SCGE oferecem 134 vagas no mês de outubro

 

A programação do mês de outubro da Escola de Controle Interno da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (ECI/SCGE) conta com a oferta de cinco cursos na modalidade de educação a distância. Nesse período, serão disponibilizadas 134 vagas para os servidores do Poder Executivo estadual nas temáticas de “Básico de prestação de contas”, “Introdução à Comunicação Não Violenta (CNV) e à mediação de conflitos em ouvidorias”, “Suprimento individual e institucional”, “Transferências voluntárias sob a ótica da legislação estadual” e “Tomada de Contas Especial”. Todas aulas serão ao vivo, por meio da plataforma Microsoft Teams.

As duas primeiras capacitações já estão com turmas fechadas para a Secretaria de Educação e Esportes (SEE) e Rede Estadual de Ouvidorias, respectivamente. A primeira será realizada entre os dias 5 e 9, com as aulas ministradas por Simone Leite, chefe da Unidade de Contas do Governo da Diretoria de Orientação ao Gestor e Informações Estratégicas (DOGI/SCGE). A segunda ocorrerá de 19 a 22, com a instrutora Luciana Silva, gestora governamental de Controle Interno da Diretoria da Ouvidoria-Geral (DOGE/SCGE) e coaching integral sistêmico.

Para os demais cursos, as inscrições estão abertas no site do Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe), no endereço www.cefospe.pe.gov.br. No período de 5 a 9 de outubro estão agendados os treinamentos em “Transferências voluntárias” e “Tomada de Contas especial”, que serão apresentados por Fabiana Ferreira e Daniel Tiné, respectivamente coordenadora de Informações de Convênios e Regularidade da Diretoria de Convênios (DCON/SCGE) e gestor governamental de Controle Interno da Diretoria de Correição (DCOR/SCGE).

Finalizando a programação do mês, de 19 a 23, Jamerson Souza, coordenador de Orientação e Contas de Governo (DOGI/SCGE), irá ministrar a capacitação em “Suprimento individual e institucional”.

PÚBLICO INTERNO – Para os servidores da SCGE, a ECI selecionou quatro cursos online que englobam áreas como Controladoria, Auditoria e Correição. As capacitações são promovidas pelo Ministério da Economia, Controladoria-Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União (TCU) e Escola Nacional de Administração Pública (Enap).

PARCERIAS – Para viabilizar a capacitação permanente dos servidores, no enfoque do controle interno, a ECI conta com o apoio de várias instituições, dentre elas, o Cefospe, a PCPE, a Escola Fazendária (Esafaz), a Associação dos Servidores de Controle Interno de Pernambuco (Ascipe) e o Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci).

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE-PE), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), a Controladoria Geral da União (CGU), a Controladoria Geral do Município do Recife e a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) também integram a lista de parceiros da Escola de Controle Interno Professor Francisco Ribeiro, que vem se consolidando como um ambiente de referência na área de qualificação governamental.


Imprensa SCGE PE

Em Olinda, manutenção urbana contempla localidade da Ilha do Maruim

 

Nesta quinta-feira (24.09), a partir das 8h, a Prefeitura de Olinda promoverá mais uma edição do Arrumando a Casa. O trabalho irá contemplar a localidade da Ilha do Maruim, no bairro de Santa Tereza. O mutirão envolve serviços de varrição, retirada de entulhos, capinação, tapa-buracos, desobstrução de drenagem. A iniciativa inclui, ainda, o conserto de lâmpadas queimadas da iluminação pública e poda de árvores. A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Infraestrutura.

Imprensa Olinda

Pernambuco amplia horário de serviços de alimentação a partir desta quinta-feira para cidades que avançam à Etapa 9

 

O Governo de Pernambuco, após análise do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, anunciou, durante coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (23), a autorização para ampliação do horário de funcionamento dos serviços de alimentação, a partir desta quinta-feira (24), nas cidades que avançam para a Etapa 9 do Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19. São as cidades da Macrorregião 1, que compõem a Região Metropolitana do Recife e a Zona da Mata Sul e Norte, além da Gerência Regional de Saúde IV, que tem Caruaru como cidade polo. Dessa forma, os estabelecimentos poderão funcionar duas horas a mais, das 6h até meia-noite. A capacidade de lotação também será ampliada para 70%. Assim, a distância obrigatória entre as mesas passa para 1 metro. 

“Os primeiros dois meses foram de ajustes para o setor de alimentação. A maioria dos estabelecimentos se mostrou adaptável. Eles conseguiram retomar a rotina como um ambiente controlado e seguro para os clientes. Por isso, decidimos ampliar a carga de funcionamento do setor, já que há estabilização de queda dos casos de contágio”, avaliou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach. 

Já a partir da próxima segunda-feira (28), as cidades que avançam para a Etapa 9 também poderão permitir a realização de eventos sociais e culturais, assim como a abertura de cinemas e teatros com novos protocolos e limite de público de até 100 pessoas, ou 30% de ocupação do espaço, o que for menor. Na mesma data, as Gerências Regionais de Saúde IX e X, cujas cidades polo são Ouricuri e Afogados da Ingazeira, avançam da Etapa 7 para a Etapa 8, permitindo o funcionamento de museus e espaços para exposições, além de escritórios com 100% dos trabalhadores. 

Vale ressaltar que as regras para se evitar a disseminação do novo coronavírus, como a exigência de máscaras para os clientes que não estiverem nas mesas, continuam em vigor e podem ser consultadas no site oficial www.pecontracoronavirus.pe.gov.br, na seção “protocolos setoriais”. Confira os municípios que pertencem a cada Gerência Regional de Saúde no link: http://portal.saude.pe.gov.br/secretaria-executiva-de-coordenacao-geral/gerencias-regionais-de-saude


Secretaria de Imprensa de Pernambuco

TIM firma parceria com startup Agrosmart para oferecer soluções de agricultura digital

 

Sempre buscando as melhores soluções para seus clientes, a TIM firmou parceria para ampliar o seu portfólio de ofertas para o agronegócio com a inclusão das soluções de agricultura digital da Agrosmart. A startup brasileira de tecnologia é especializada no desenvolvimento de soluções inteligentes para o campo, gerando informações para diferentes players do agronegócio e tornando a agricultura 4.0 uma realidade. Com esse acordo, os clientes da operadora passam a contar com a expertise da agtech, indicada como uma das 50 empresas mais inovadoras do mundo pela Thrive Agtech, uma das principais aceleradoras do Vale do Silício, e única representante brasileira no Fórum Econômico Mundial de Davos 2020. 

“Estamos muito felizes por anunciar mais uma importante parceria que vai expandir nossos serviços para mais clientes de agronegócio. A Agrosmart cria aplicações inteligentes que terão impacto real no mercado agrícola. Esse acordo vai complementar o projeto 4G TIM no Campo com ofertas de soluções diferenciadas e apoiar um dos setores mais importantes para o Brasil”, celebra Alexandre Dal Forno, Head de Marketing Corporativo & IoT da TIM Brasil e líder do projeto “4G TIM no Campo”. 

As soluções criadas pela Agrosmart coletam dados de diferentes fontes, como de estações meteorológicas que estarão conectadas na rede NB-IoT, sensores de solo, caderno de campo e de integrações com o legado da fazenda. Essas ferramentas analisam as informações em tempo real e geraram recomendações aplicáveis para diferentes players do agronegócio, o que facilitam e agilizam as tomadas de decisões no campo. O objetivo principal da parceria é impulsionar a agricultura 4.0, pois agora mais do que nunca é necessário mitigar questões de acesso a recursos tecnológicos e digitais para que toda a cadeia do agronegócio seja cada vez mais produtiva e resiliente. 

Líder em cobertura 4G no agronegócio, a TIM atenderá inicialmente grandes grupos agrícolas pelo País por meio de parcerias com empresas líderes de mercado, mas a intenção é ampliar o pacote tecnológico em um segundo momento do projeto, atingindo integralmente produtores de todos os tamanhos, culturas e segmentos. Além da operadora, a Agrosmart atende grandes grupos como Nestlé, Cargill e Bradesco. 

“A parceria é pioneira, pois é capaz de proporcionar, por meio das soluções de agronegócio digital, o gerenciamento ágil de toda a cadeia produtiva com monitoramento em tempo real de dados. A conectividade sempre foi um desafio para os produtores, porém o pacote de soluções Agrosmart já chanceladas pelo mercado é capaz de potencializar as possibilidades tecnológicas e ampliar a geração de novos negócios”, finaliza Guilherme Raucci, Diretor de Novos Negócios da Agrosmart.

Paulo Câmara recebe representantes dos grupos Evipar e UnitedHealth

 

O governador Paulo Câmara recebeu, nesta quarta-feira (24.09), no Palácio do Campo das Princesas, o empresário Eustácio Vieira, do grupo Evipar – Eustácio Vieira Investimentos e Participações – e representantes do grupo UnitedHealth (UGH), após a conclusão da primeira etapa das obras de ampliação do Hospital Santa Joana, entregue na manhã de hoje. A expansão consiste na construção de uma nova torre no hospital, praticamente duplicando a capacidade atual e se tornando um marco importante para a consolidação do polo médico pernambucano. 

O projeto de ampliação conta com um dos mais modernos blocos cirúrgicos do Brasil, além de disponibilizar mais 140 leitos privativos. O empreendimento tem investimento total de R$150 milhões, gerando cerca de mil empregos diretos. A previsão é de que o novo prédio esteja em total operação a partir de 2022.

Estiveram presentes ao encontro os secretários estaduais Antônio Figueira (Assessoria Especial), André Longo (Saúde) e Bruno Schwambach (Desenvolvimento Economico); o prefeito do Recife, Geraldo Júlio; e o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia. Participaram também o diretor executivo da Evipar, Marcelo Vieira; o cofundador da Evipar, José Aécio Vieira; os diretores da United Health, Marcos Costa; o diretor executivo do Hospital Santa Joana, Alberto Cherpark; além de outros integrantes das empresas envolvidas.

Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Olinda realiza mais um mutirão itinerante de saúde

 

A Secretaria de Saúde de Olinda realiza, nesta quinta-feira (24.9), a partir das 8h, uma nova edição do projeto Olinda Mais Saúde. A ação, que acontece na Rua do Cobre, na comunidade do Sítio do Cajá, em Fragoso – próximo ao bairro de Cidade Tabajara – vai ofertar 80 exames de mamografia para mulheres de 50 a 69 anos (40 pela manhã e 40 à tarde), 25 citologia, 25 consultas com clínico geral.Além disso, outros serviços estarão à disposição dos moradores da área, como 40 testes rápido de HIV/Sífilis e mais 40 testes rápido de Covid-19, atualização de vacinas, orientação e avaliação nutricional, palestra sobre prevenção ao suicídio, consultório para o idoso, aferição de pressão arterial e de glicose.

Imprensa Olinda