Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

terça-feira, março 30, 2021

TIM adota outdoor social como mídia para apoiar comunidades do Recife

 

A TIM utiliza uma nova forma de comunicar suas campanhas publicitárias em parceria com a empresa Outdoor Social, especializada em mídias em comunidades. A iniciativa proporcionará geração de renda, com o uso remunerado dos muros das residências de famílias de áreas carentes, que acabaram sofrendo grandes impactos econômicos por causa da pandemia do coronavírus.

Alinhada às práticas ESG, sigla em inglês para se referir às melhores iniciativas ambientais, sociais e de governança de um negócio, a ação desembarca este mês em sete bairros do Recife, que recebem os anúncios publicitários com as ofertas da operadora.

Na capital pernambucana, a veiculação começa em localidades dos bairros de Dois Unidos, Água Fria, Linha do Tiro, Alto Santa Terezinha, Passarinho e Vasco da Gama, na Zona Norte do Recife, e do Ibura, na Zona Sul da capital. Serão utilizados cerca de 15 espaços e a ação segue até 10 de abril.

Na prática, é como se o morador alugasse o muro mensalmente para exibir a publicidade, mas a comunidade ainda ganha por distribuir, transportar e reciclar as placas. As peças trazem as ofertas do TIM Pré Top, oferta em que o cliente tem direito a 8GB de internet por R$15, durante 15 dias, TIM + Vantagens, o primeiro programa de vantagens do segmento com benefícios exclusivos e sorteios de prêmios, WhatsApp incluso, ligações ilimitadas para qualquer operadora do Brasil com o código 41, bônus de internet para usar entre meia-noite e 06h da manhã e SMS ilimitado. O plano inclui ainda o TIM Banca Light B, serviço virtual que dispõe de 40 revistas e sete jornais para o cliente ler quando e onde quiser, com acesso via app TIM Banca Virtual, disponível para Android e iOS.

“O nosso compromisso está em agregar valor às iniciativas da TIM, ultrapassando as fronteiras do marketing para gerar empatia e desenvolvimento, ajudando também as famílias em um momento de crise econômica provocada pela Covid-19”, comenta Fábio Reis, diretor de Vendas da TIM Nordeste.

Na TIM, o tema ESG é prioridade desde o início das operações no Brasil. A empresa é listada no Novo Mercado, segmento da B3 destinado a organizações que adotam, voluntariamente, práticas de governança corporativa adicionais às exigidas pela legislação brasileira. Também é a companhia do setor de telecomunicações listada por mais edições consecutivas no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) – há 13 anos.

Assaí Atacadista deve migrar todas as suas lojas do Nordeste para o Mercado Livre de Energia

 

O Assaí Atacadista migrará todas as suas lojas do Nordeste para o Mercado Livre de Energia até dezembro deste ano. A medida é parte da estratégia em eficiência energética da empresa e engloba o parque de lojas de 2020 na região, ou seja, as 49 unidades em funcionamento.

O sistema de contratação livre é usado pela companhia há pouco mais de um ano e, até março de 2021, 45 lojas foram migradas para este sistema e a previsão é que mais 4 lojas sejam convertidas.

“Migramos as nossas lojas para contarmos com uma energia mais limpa, uma vez que no mercado livre, optamos na utilização de matrizes 100% renováveis provenientes das fontes eólica, solar, biomassa e pequenas hidrelétricas. Além disso, é um sistema mais ágil e econômico, permitindo um canal direto entre o fornecedor de energia e o consumidor final”, conta Lucas Attademo, Gerente de Contas Públicas e Galerias do Assaí.

Com a adesão e uso deste sistema na localidade e demais regiões do país, a companhia lidera a 2ª posição em número de unidades como consumidor especial, categoria em que a demanda contratada é maior ou igual a 500 KW e menor que 3.000KW, em número de unidades modeladas segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

“Além da migração completa do nosso atual parque de lojas na região Nordeste e demais localidades do país, a perspectiva é darmos continuidade a esse planejamento em linha com o plano de expansão do Assaí. Assim, as unidades que serão inauguradas este ano serão convertidas ao longo de 2021 e assim por diante”, finaliza Attademo.

Dessa forma, a iniciativa visa potencializar o planejamento da companhia em ampliar, cada vez mais, a sua eficiência energética. Além da migração, as novas lojas do Assaí são construídas levando em consideração conceitos de ecoeficiência e gestão do impacto ambiental e já são inauguradas com iluminação 100% em LED; ilhas de congelados e refrigerados com portas; e fachada de vidro e telhas translúcidas, que garantem um melhor aproveitamento da luz natural e contribuem para a diminuição do consumo de energia.

DAUD/SCGE utiliza método “cumbuca” para fomentar conhecimento de equipe

 

Incentivar o estudo como forma de agregar ainda mais valor ao trabalho desenvolvido. É o que tem feito, desde o início de março, a equipe da Diretoria de Auditoria (DAUD) da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), ao usar um método conhecido como Cumbuca para adquirir e compartilhar conhecimentos.

Desenvolvida pelo professor Vicente Falconi, na década de 1990, a técnica de aprendizagem organizacional - adaptada pela DAUD - prevê que os servidores leiam, semanalmente, um capítulo de uma publicação específica e, posteriormente, se reúnam para debatê-lo. No dia do encontro, os nomes dos participantes são colocados em uma ‘cumbuca’ e quem for sorteado faz a apresentação do capítulo estudado. Na sequência, tem a discussão sobre os ensinamentos da obra. A dinâmica prevê, ainda, que a reunião seja cancelada se, por acaso, o sorteado não leu o capítulo programado.

“Ao final de cada reunião, emitimos um documento relativo à pauta tratada, com os nomes dos participantes, do apresentador sorteado e o capítulo abordado”, explica o diretor da DAUD, Flávio Pereira, ressaltando que a iniciativa é uma maneira não apenas de estimular o estudo e o autodesenvolvimento dos servidores, mas também de interagir com todos os integrantes da equipe.

De acordo com Flávio, a proposta é que os servidores dediquem quatro horas de estudo por semana, que podem ser inseridas no Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) da SCGE. “Nosso objeto de análise, atualmente, é o ‘Manual de Orientações Técnicas da Atividade de Auditoria Interna Governamental do Poder Executivo Estadual’, dividido em sete capítulos”, frisa o diretor, lembrando que a programação segue até o dia 27 de abril.

ESTRUTURA – Com atribuições normativamente delineadas, cabe à DAUD da SCGE planejar e dirigir as ações de auditoria, que se conceitua como uma atividade independente e objetiva de avaliação, assessoria e conhecimentos baseados em riscos, sendo traçada para adicionar valor e melhorar as operações de uma organização. Dentro de sua base, existe uma Chefia de Apoio e Projetos vinculada diretamente à Diretoria.

Ainda no âmbito da estrutura da DAUD, estão quatro coordenadorias. São elas: Coordenadoria de Auditoria de Pessoal (CAP), Coordenadoria de Auditoria de Obras Públicas (COP), Coordenadoria de Auditoria de Finanças (CAF) e Coordenadoria de Auditoria de Licitações e Contratos (CLC). Em cada coordenação há uma chefia de Auditoria que segue a mesma temática – Pessoal, Finanças, Obras e Licitação e Contratos, além dos membros da equipe de execução dos trabalhos.

lmprensa SCGE PE

Secretaria da Mulher do Recife estreia no YouTube a série Compartilhando Saberes

 

Com o tema “Moradia e Violência Doméstica contra Mulher”, estreia nesta terça-feira (30), às 16h30, a ação Compartilhando Saberes, uma iniciativa da Secretaria da Mulher do Recife. A ideia é levar para o encontro mulheres para apresentarem e debaterem suas pesquisas acadêmicas e assim aproximar a academia da sociedade. A ação está prevista para acontecer uma vez por mês, através do canal oficial da secretaria no YouTube. Entre os temas a serem debatidos, enfrentamento e a prevenção da violência contra a mulher, geração de emprego e renda, segurança pública, educação, saúde, habitação, entre outros.

No primeiro encontro, Avani Santana, gerente de Enfrentamento e Prevenção da Violência contra a Mulher do Recife, fará perguntas a Raquel Ludermir, doutora em Desenvolvimento Urbano pela UFPE e pesquisadora visitante da London School of Economics and Political Science. A pesquisa mais recente de Raquel investiga as relações entre moradia, patrimônio e violência doméstica. Considerando a moradia como direito básico da humanidade, é fundamental uma política voltada a garantir à mulher esse direito, sem ela ter que se submeter a uma relação violenta por não ter acesso à moradia digna.

Sobre as participantes

Avani Santana (foto) - Professora há 32 anos das redes públicas municipal e estadual e militante da União Brasileira de Mulheres (UBM). Foi coordenadora do Centro de Referência Márcia Dangremon em Olinda, gerente de Proteção Social de Média Complexidade em Olinda, coordenadora da Divisão de Formação da Secretaria da Mulher no Recife e coordenadora do Centro Clarice Lispector. Atualmente, é gerente de Enfrentamento e Prevenção da Violência contra a Mulher do Recife.

Raquel Ludermir - doutora em Desenvolvimento Urbano pela UFPE e pesquisadora visitante da London School of Economics and Political Science. Sua pesquisa mais recente investigou as relações entre moradia, patrimônio e violência doméstica contra a mulher. Como consultora internacional, tem documentado e avaliado boas práticas urbanas na África, Ásia e América Latina, e participado de diversos espaços voltados à implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030). Atualmente, integra a equipe de incidência política da ONG Habitat para a Humanidade Brasil, dedicada à implementação do Direito à Cidade e à Moradia Adequada.

Secretaria da Mulher do Recife

Mahmundi e Filipe Toca são os primeiros participantes do Afetos (@casanaturamusical) em abril

 

As lives estão de volta na Casa Natura Musical enquanto o espaço espera por um momento mais apropriado para a retomada dos shows presenciais. Para o mês de abril, passam pelo Instagram (@casanaturamusical) artistas engajados em debates relevantes que validam a proposta curatorial da Casa. As conversas agendadas sempre às quintas, 19h, fazem parte do Afetos, projeto que traz para as telas um bate-papo de camarim íntimo e acolhedor compartilhado com o público.

Em abril, os encontros são voltados para discussão sobre como a música brasileira está resistindo, apesar de todas as dificuldades após mais de um ano de pandemia. Parafraseando o título do disco de um dos convidados, Marcelo D2, o tema do mês é Nada Pode Nos Parar. Alguns dos assuntos abordados ao longo do mês serão a arte e música como ato político, o ativismo digital, liberdade de expressão e as dificuldades que os artistas e profissionais da música estão enfrentando depois de um ano sem shows.⠀

É possível assistir às edições anteriores do Afetos pelo IGTV da Casa e no seu canal do Youtube – rede em que também estão disponíveis vídeos com outros projetos criados pelo equipamento cultural.

Sobre as artistas participantes do Afetos no dia 1º de abril

Filipe Toca

Filipe Toca é um cantor e compositor criativo e sensível, sempre trazendo temas do dia a dia em suas canções da maneira mais leve possível. O potiguar possui músicas em parcerias com diversos artistas, como Guga Fernandes, Plutão Já Foi Planeta, Ana Gabriela, Celso Fonseca, Banda Hotelo, Eric e Pedro (Atitude 67), Pedro Calais (Lagum) e Luccas Carlos.

Em Natal, realizou diversas apresentações em estabelecimentos e eventos privados, além de grandes eventos, como o Carnaval e o Réveillon da cidade. Realizou também shows de abertura para artistas nacionais como Saulo, Nando Reis Onze e 20, Armandinho e recentemente teve um vídeo performance abrindo a live de Alceu Valença. Filipe foi um dos destaques da última edição do The Voice Brasil, que lhe rendeu grande visibilidade e muitos elogios dos jurados da edição.

Mahmundi

A artista se destacou com seu disco de estreia, Mahmundi, que ganhou em 2016 o Prêmio Revelação da APCA (Associação Brasileira dos Críticos de Arte) e colheu inúmeros elogios da crítica. Em 2018, lançou seu segundo álbum, Para Dias Ruins, projeto que recebeu uma indicação ao Grammy Latino, na categoria Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa.

Seu trabalho mais recente, criado em 2020, durante a pandemia do novo coronavírus, é o EP Mundo Novo, composto por sete faixas com um conceito diferente dos últimos trabalhos da artista. "A ideia era fazer algo que soasse mais como uma banda, saindo da produção sozinha, dos sintetizadores e tudo mais. Então partimos para um trabalho com coprodução do músico Frederico Heliodro, que trouxe suas referências de música instrumental. Eu assino a direção e produção musical e ele faz a coprodução do álbum", conta Mahmundi.

Programação do Afetos

Todas às quintas-feiras, 19h

1º/4 - Mahmundi e Filipe Toca
8/4 - Marcelo D2 e Kiko Dinucci
15/4 - Mart'nália e Paulinho Moska
22/4 – Kae Guajajara e Edivan Fulni-ô

Paulista volta a distribuir novos Kits Alimentação Escolar no ano letivo 2021

 

A Prefeitura de Paulista iniciou a primeira entrega dos novos Kits Alimentação Escolar para os estudantes da Rede Municipal de Ensino, nesta terça-feira (30.03), na Escola José Firmino da Veiga. Os kits fazem parte de um complemento alimentar, que tem o objetivo de auxiliar na segurança alimentar dos mais de 20 mil estudantes matriculados nas 62 escolas públicas do município.

A novidade na distribuição desse ano está nos três tipos de kits personalizados de acordo com a faixa etária e necessidades nutricionais de cada grupo escolar. A individualização dos kits seguindo os critérios mencionados está em conformidade com o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), seguindo as normas estabelecidas pelo FNDE/MEC.

Esquema de Entrega - Até o dia sete de abril todas as escolas receberão os kits. Cada escola montará seu cronograma de distribuição, levando em consideração o contexto de cada local. Os pais e responsáveis dos alunos serão avisados pelos gestores através de grupos no Whatsapp. Esses grupos já fazem parte da rotina da comunidade escolar e servem para informes e repasses pedagógicos para os pais e responsáveis pelos estudantes.

Os três novos tipos Kits de Alimentação Escolar individualizados têm a seguinte composição:

Kit 01 - é voltado para os estudantes das creches
Carne Moída - 0.5Kg
Abóbora - 1Kg
Açúcar - 1Kg
Arroz - 1Kg
Banana - 10 unidades
Batata Doce - 1Kg
Biscoito Maisena - 1 Pacote
Bolacha Cream Cracker - 1 Pacote
Canela - 1 unidade com 35g
Cará - 1 Kg
Cenoura - Meio Kilo
Chuchu - Meio Kilo
Cremogema - 1 Pacote
Feijão - 1Kg
Fubá - 1 Pacote
Laranja - 05 Unidades
Leite - Pacote
Macarrão - Pacote
Melão - 1Kg
Ovos - 15 Unidades
Sal - 1 Kg
Tomate - Meio Kilo
Fórmulas Infantis - 1 Lata

Kit 02 - será destinado para alunos do grupo IV ao 5º ano
Banana - 10 Unidades
Batata Doce - 1Kg
Cará - 1Kg
Bolacha Salgada - 1 Pacote
Cremogema - Pacote
Leite - Pacote
Macarrão - Pacote
Melão - 1Kg
Ovos - 15 Unidades
Tomate - Meio Kilo
Fórmula Nestonutri (Para Grupos 4 e 5)

Kit 03 - contempla os estudantes do 6º ao 9º ano e também alunos do EJA
(Educação de Jovens e Adultos)
Banana - 10 Unidades
Batata Doce - 1 Kg
Biscoito Rosquinha - 1 Pacote
Bolacha Salgada - 1 Pacote
Cará - 1Kg
Leite - 1 Pacote
Macarrão - Pacote
Melão - 1Kg
Ovos - 15 Unidades
Tomate - Meio Kilo

lmprensa Paulista PE

Projeto de lei proibe testes cosméticos em animais

 

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) apresentou o Projeto de Lei 1031/21, que proíbe em todo o território nacional testes de produtos cosméticos, de higiene pessoal e de limpeza em animais.
O pedido foi levado ao parlamentar pelo presidente do Progressistas no Recife, Lula da Fonte; pelo deputado estadual Romero Albuquerque (PP) e pela vereadora do Recife Andreza Romero (PP), ativistas da causa animal.
“Há alternativas para testes em animais, como uso de métodos in vitro com células humanas. Em regiões como a União Europeia, esses testes estão proibidos desde 2004. Precisamos conscientizar a população e construir uma nova política para proteção e defesa dos animais”, afirma Eduardo da Fonte.


Investimentos garantem a ampliação das ações fundiárias em Ingazeira, Jataúba e Sertânia

 

O Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe) receberá recursos voltados às ações do Propriedade Legal nos municípios de Ingazeira, Jataúba e Sertânia. Os investimentos são provenientes de emendas parlamentares liberadas pelo deputado Diogo Morais, com objetivo de beneficiar as famílias rurais desses municípios, através da regularização dos imóveis rurais, trabalho que resulta na entrega do título definitivo da terra.

“O conjunto de ações fundiárias visa promover a segurança jurídica e social das famílias rurais. Nossa proposta é impulsionar o desenvolvimento das atividades do Propriedade Legal, para que a população rural tenha mais dignidade e qualidade de vida”, ressaltou o presidente do Instituto, Henrique Queiroz.

Dentre os benefícios, a partir dos títulos de propriedade em mãos, a estimativa é que as famílias rurais fiquem asseguradas juridicamente com o documento, que permite o acesso às terras de forma definitiva. Além disso, elas poderão acessar o leque de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento da produção, a exemplo do Pronaf; PAA; PNAE; aposentadoria, entre outras.

Regularização Fundária - A Regularização Fundiária é uma política agrária que garante aos agricultores familiares, ocupantes de terras estaduais devolutas, a permanência e a propriedade da terra com a emissão do título de propriedade, resultando na segurança social e jurídica.

As ações de Regularização Fundiária fazem parte do Propriedade Legal, Programa do Governo de Pernambuco que visa emitir 65 mil títulos de propriedade para habitações urbanas e rurais em todo o Estado.

lmprensa lterpe

lnaugurado ambulatório de COVID-19 em Arthur Lundgren II em Paulista

 

Na manhã desta terça-feira (30), o Prefeito Yves Ribeiro inaugurou um ambulatório para atendimento de casos do coronavírus no município do Paulista. A Unidade Básica de Saúde inaugurada fica no bairro de Arthur Lundgren II (próximo à subida da ladeira). O ambulatório irá atender casos leves e suspeitas da COVID-19.

O atendimento funcionará de segunda à sexta-feira, das 8h00 às 16h00. No local, os pacientes poderão contar com uma equipe exclusiva e especializada para identificar os possíveis sintomas do vírus. Haverá médico, enfermeiro e uma ambulância disponível. Além disso, os profissionais realizarão testes para detecção do coronavírus na unidade.

A Secretaria de Saúde do município, Terezinha Mousinho, falou sobre as ações de enfrentamento ao COVID que a Prefeitura vem realizando, e informou sobre os próximos ambulatórios que serão disponibilizados na cidade. “Nesses ambulatórios, os profissionais farão uma triagem para analisar a gravidade dos sintomas, para caso necessário, o paciente seja encaminhado para um hospital de urgência e emergência do município, e isso seja feito com urgência. Por isso, teremos ambulância nos locais, mas nos ambulatórios só serão atendidos casos leves.”

Além desse local, a Secretária informou que serão inaugurados mais ambulatórios de COVID-19. A previsão é que seja aberto um no Centro de Saúde João Abimael e outro na USF William Nascimento. Esta última será uma unidade móvel adaptada em um ônibus, que também contará com um corpo de profissionais atuando na triagem.


lmprensa Paulsta PE

São Paulo: Museu da Diversidade Sexual promove programa +Orgulho Personalidades

 

A partir de abril, o Museu da Diversidade Sexual, (MDS),instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerido pela Amigxs da Arte, promove por meio do Programa Mais Orgulho uma ação de apoio às Paradas do Orgulho LGBTQIA+ no interior e litoral do Estado de São Paulo. Devido à necessidade de isolamento social causada pela epidemia de coronavírus, toda a programação será remota.

O Mais Orgulho irá veicular toda terça ao meio-dia, entrevistas gravadas em vídeo com personalidades LGBTQIA+ de cada local. As conversas trazem depoimentos pessoais e intimistas em que são trazidas à tona lembranças, memórias, histórias, vivências e experiências.
A programação será transmitida pelas redes sociais do Museu e plataforma Cultura em Casa, criada pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerida pela Amigxs da Arte.

Segundo Danielle Barreto Nigromonte, diretora executiva da Amigxs da Arte, instituição responsável pelo gerenciamento do MDS, "o Museu e a Amigxs da Arte vislumbraram a possibilidade da junção de duas ações que viabilizam e preservam as memórias das Paradas, dos ativistas e pessoas LGBTQIA+ que construíram a história do movimento pelo interior e litoral do estado de São Paulo em uma ação pioneira, coletiva e importante na luta desta população.

As entrevistas primam por destacar diferentes marcadores identitários, como raça, etnia, geração, pessoas com deficiência, gênero, identidade e orientação, com residência na cidade onde se realiza a Parada, e obrigatoriamente integrantes da sigla LGBTQIA+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros etc).

O objetivo é criar um mosaico inovador, onde os depoentes contem sobre o panorama da cultura, sociedade LGBTQIA+ e suas relação com o município. Entre os tópicos abordados nas entrevistas, estarão assuntos como família, trabalho, relacionamentos, encontros, participação nas Paradas, sexualidade, pontos de convivência, discriminação, preconceito, história e militância.

As entrevistas, além de veiculadas em redes sociais das Paradas de cada cidade, vão integrar o acervo do Museu da Diversidade Sexual e das Associações Organizadoras das Paradas, sendo disponibilizadas para o público através de plataforma virtual e com acesso para pesquisas.

"Em tempos onde cada vez mais a memória brasileira (não apenas a LGBTQIA+, mas principalmente ela) é invisibilizada, o projeto Memórias da Diversidade Sexual & Mais Orgulho inverte o rumo dessa tradição de esquecimento do passado, colaborando para que essas memórias não se percam – e sim sejam preservadas para futuras gerações, mostrando a importância da comunidade LGBTQIA+ e sua cultura na construção da sociedade e da democracia brasileira", diz Franco Reinaudo, diretor do Museu da Diversidade Sexual.



Agenda de cidades:

6 de abril - Praia Grande
13 de abril - Vinhedo
20 de abril - Araçatuba
27 de abril - Santos (ep 1)
4 de Maio - Santos (ep 2)
11 de maio - Iguapé (ep 1)
18 de maio - Iguapé (ep 2)
25 de maio - Iguapé (ep 3)
1º de junho - São João da Boa Vista
8 de junho - Ribeirão Preto
15 de junho - Catanduva
22 de junho - Sertãozinho
29 de junho - Itu (ep 1)
6 de julho - Itu (ep 2)
13 de julho - Serrana
20 de julho - São José dos Campos
27 de julho - São José do Rio Preto (ep 1)
3 de agosto - São José do Rio Preto (ep 2)
10 de agosto - Lins
17 de agosto - Itaim Paulista
24 de agosto - Bebedouro
31 de agosto - Mogi Guaçu
7 de setembro - São Joaquim da Barra (ep 1)
14 de setembro - São Joaquim da Barra (ep 2)
21 de setembro - Campinas (ep 1)
28 de setembro - Campinas (ep 2)
5 de outubro - Campinas (ep 3)
12 de outubro - Campinas (ep 4)
19 de outubro - Itanhaém
26 de outubro - Fernandópolis
2 de novembro - Votuporanga
9 de novembro - Araraquara

Sobre a plataforma #CulturaEmCasa


A plataforma #CulturaEmCasa foi lançada no dia 20 de abril de 2020. Seu objetivo é ampliar o acesso da população a conteúdos culturais de qualidade, 100% gratuito. Nos quatro primeiros meses, registrou cerca de 1,6 milhão de visualizações e 1,2 mil conteúdos disponibilizados.

O conteúdo é gerado pelas instituições culturais vinculadas à Secretaria, por instituições parceiras e por artistas e produtores culturais independentes, que são remunerados pelo licenciamento. Trata-se, portanto, de um instrumento de geração de renda e oportunidades para o setor cultural e criativo de São Paulo.

Realizado pela plataforma, o Festival #CulturaEmCasa apresenta lives de artistas representativos da diversidade cultural de São Paulo, como Renato Teixeira, José Celso Martinez Corrêa, Supla, Sérgio Mamberti, Tom Zé, André Abujamra, Cássio Scapin, Erasmo Carlos, o pianista Marcelo Bratke, Paula Lima e Alaíde Costa, Digão (Raimundos), João Suplicy, Lucy Alves e Rodrigo Penna. É transmitido de sexta a domingo, às 21h30.

A plataforma segue apresentando as lives do Intensivão #CulturaEmCasa (que atualmente ocorre de segunda a quinta-feira às 17h). O Intensivão é uma série de aulas e palestras com temas diversos relacionados à arte e à criatividade. Já participaram nomes como Marcelo Tas, Débora Tabacof, Estéfi Machado, Ivam Cabral, Rita Von Hunty e Dona Jacira, Paulo Jackson (do Museu Catavento), Renata Lipia, William Coelho e Rogério Zaghi (Osesp), Moreira de Acopiara, Donny Correia, entre outros.

Ainda no formato live, a plataforma #CulturaEmCasa também lançou no dia 29 de junho de 2020, o programa #DiálogosNecessários, que reúne pensadores e profissionais de diversas áreas para reflexões plurais com abordagens diversificadas e antagônicas. Os encontros são moderados pelo ensaísta e professor de Literatura João Cezar de Castro Rocha e pelo jornalista Martim Vasques da Cunha. O #Diálogos Necessários é veiculado às segundas e quartas-feiras, às 17h.

Na plataforma, também é possível acompanhar o #SPGastonomia, lançado no dia 6 de julho de 2020. De segunda a quinta-feira, às 19h30, chefs, nutricionistas e especialistas brindarão o público com aulas, receitas, histórias, curiosidades e debates sobre diversos temas relacionados à gastronomia de São Paulo. É uma grande vitrine da diversidade e da qualidade do setor. As lives têm nomes como Lucas Corazza, Mohamad Hindi, André Boccato, Morena Leite e Lucas Bernardini, Fabrízio Fasano Jr, Roberta Sudbrack, o Chef teen Eduardo Prado, Dri Knapp e Angelita Gonzaga.

A plataforma reúne também conteúdos inéditos das instituições da Secretaria, entre as quais a OSESP, a Jazz Sinfônica, a Pinacoteca, o Museu da Imagem e do Som, o Museu do Futebol, o Museu da Diversidade Sexual, a São Paulo Companhia de Dança e o Projeto Guri.

Sobre o Museu da Diversidade Sexual
Primeiro equipamento cultural da América Latina relacionado à temática, o Museu da Diversidade Sexual foi criado em maio de 2012 e é uma instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Sua missão é preservar o patrimônio sócio, político e cultural da comunidade LGBTQIA+ brasileira através da coleta, organização e disponibilização pública de referenciais materiais e imateriais. As atividades culturais, educativas e expositivas do MDS têm foco nas orientações, identidades e expressões de gênero dissidentes.

Sobre a Amigxs da Arte
A Amigxs da Arte, Organização Social de Cultura responsável pela gestão do Teatro Sérgio Cardoso, trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da Amigos da Arte, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos como o Museu da Diversidade Sexual e o Teatro Estadual de Araras. Saiba mais em: www.amigosdaarte.org.br.

Redes Sociais

Museu da Diversidade Sexual (MDS)
Estação República do Metrô, n° 24. R. do Arouche – República. São Paulo (SP).
O museu está localizado dentro da Estação República do Metrô, atrás da bilheteria. Piso Mezanino, loja 518.

#NinguémSoltaAMãoDeNinguém 2.0

Obs: quem precisar divulgar suas batalhas (doenças, desemprego, curso, etc.), o espaço continua aberto!



segunda-feira, março 29, 2021

Sertão Sem Fim

 

Sertão Sem Fim fez temporada presencial em fevereiro de 2021, num período em que a pandemia estava em números menores de contágio e óbitos diários. Na sequência, o Estado mudou de fase e os teatros fecharam novamente. A verba arrecadada com estas sessões do Teatro Sérgio Cardoso foi direcionada para a ONG Casa de Isabel, que é um centro de apoio à mulher, à criança e ao adolescente vítimas de violência doméstica e em situação de risco, localizado na zona leste da capital, no bairro Itaim Paulista.

Neste contexto, Sertão Sem Fim agora volta-se para o online e faz nova temporada do espetáculo que tem à frente a atriz Tertulina Alves. O registro em vídeo da peça será pelo Youtube da MoviCena Produções entre 2 e 11 de abril às sextas, sábados e domingos, às 21h, de graça. Este projeto foi contemplado pelo PROAC LAB 36/2020.

Pesquisa - Em 2018, a atriz Tertulina Alves retornou à Macaúbas, interior da Bahia, onde passou parte de sua infância, para colher diálogos com mulheres da região que foram unidos à história da própria Tertulina e se transformaram na peça Sertão Sem Fim.

Em cena, Tertulina interpreta Bastia, personagem que traz em seu corpo essas diferentes formas de se viver o sertão. As mulheres mais presentes na construção da personagem são a avó de Tertulina, Maria Tertulina, que nasceu no sertão Bahia, na região de Três Outeiros de Macaúbas e migrou para São Paulo; Maria Izabel, moradora da comunidade de Três Outeiros de Macaúbas e conhecida até hoje, com mais de 80 anos, como a Rainha das Cavalgadas; e da própria Tertulina Alves, cuja infância no sertão foi marcada por um período de forte seca.

A história de Bastia é marcada por uma imensa tragédia pessoal: seu marido, o vaqueiro Dão Sálvio, foi covardemente assassinado por fazendeiros da região. O motivo da morte de Dão Sálvio era a prosperidade do casal, que trabalhou duramente durante o período de estiagem e conseguiu adquirir um rebanho de sessenta cabeças de gado. Montada em um cavalo, ela percorre a cidade com o corpo morto do marido, em busca de justiça.

“No Sudeste ainda há um imaginário sobre o sertão que o remete quase sempre à seca. Em Sertão Sem Fim buscamos pensar em outras possibilidades de retratar esse espaço. A Maria Izabel, por exemplo, é uma mulher que foi arrimo de família desde os 10 anos, tendo de trabalhar longe de casa, em espaços onde chovia com mais frequência, para que pudesse trazer sustento para a família”, conta a atriz.

Além da temporada, também está confirmada uma live pelo Instagram @projetosertaosemfim no dia 31 de março, quarta-feira, 20h, com Tertulina Alves e Henrique Fontes, dramaturgo, diretor, ator e gestor cultural natural de Manaus/AM e radicado em Natal/RN, onde construiu sua carreira no teatro desde 1989. Integrante do Grupo Carmin e sócio-fundador do espaço cultural Casa da Ribeira, Henrique tem 21 peças escritas e ganhou os Prêmios Shell, APTR, Botequim Cultural e do Humor em dramaturgia, todos no ano de 2019, pela peça A Invenção do Nordeste. O tema do encontro será o questionamento "Sertão, terra dos fortes?".



Produtos da Páscoa podem ser encontrados até com 413% de diferença

 

O Procon Pernambuco realizou uma pesquisa dos produtos mais utilizados durante a Páscoa, como peixes, crustáceos e artigos de mercearia. Dos 50 itens pesquisados 13 podem ser encontrados com um diferencial de mais de 100%.

Um dos casos que mais chamou atenção foi a garrafa de 200 ml, do leite de coco, que pode chegar a uma diferença de 413,04%. Em um estabelecimento o valor é de R$1,15, já em outro local, o mesmo produto sai por R$ 5,90. Já entre os peixes, as maiores diferenças de preços são: a posta de salmão (154,40%); o bacalhau do porto (119,76%) e a corvina inteira (109,22%).

Entre os crustáceos o produto com maior diferença percentual é o filé de camarão cinza grande. A embalagem de 400 gramas pode ser encontrada por R$ 69,90, e por R$ 31,96, uma diferença de 118,71%. Nos produtos de mercearia, além do leite de coco, outro produto com grande diferença de valor é a garrafa de vinho branco suave, podendo chegar a uma diferença de 119,17%, a garrafa de 750 ml.

Este ano, o levantamento foi realizado em 14 estabelecimentos do Recife e Olinda, entre eles dois mercados públicos e dois estabelecimentos dentro do Ceasa. O objetivo da pesquisa é oferecer ao consumidor pernambucano um instrumento auxiliar para a determinação de compras mais racionais do ponto de vista do preço. A pesquisa realizada pelo órgão de defesa do consumidor está disponível no site – www.procon.pe.gov.br

ORIENTAÇÃO- O Procon-PE alerta os consumidores pernambucanos sobre a necessidade de pesquisar antes de realizar as compras de Páscoa. O órgão de defesa do consumidor orienta, ainda, que a população deve ficar atenta às especificações contidas na embalagem do produto (prazo de validade, composição e peso líquido).

lmprensa Procon PE

Paulista: Prefeitura fiscaliza Rua Siqueira Campos, após liberação somente para pedestres e táxis

 

Na manhã dessa segunda-feira (29.03), a Prefeitura da Cidade do Paulista, por meio das secretarias de Segurança Cidadã, Mobilidade e Defesa Civil; e Regionais fiscalizaram a Rua Siqueira Campos. No último sábado (27.03), o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 realizou ação importante para a liberação da Siqueira Campos, apenas para pedestres e táxis.

A operação realizada na noite desse sábado (27.03), contou com a participação das secretarias de Infraestrutura e Serviços Públicos; Políticas Sociais e Direitos Humanos; Segurança Cidadã, Mobilidade e Defesa Civil; Desenvolvimento Urbano, Tecnologia e Meio Ambiente; e Regionais.

A rua continua sendo pedestrializada, mas sem a autorização de ambulantes no trajeto. A novidade é a inclusão dos táxis. A medida de precaução tem o objetivo de evitar aglomeração e tem a coordenação do Comitê de Enfrentamento à Covid-19.

A Prefeitura de Paulista agradece a compreensão de todos os ambulantes que também contribuíram para a realização da operação com sucesso.

No período de quarentena rígida até o dia 31 de março, os ambulantes não podem comercializar, segundo o Decreto Estadual n. 50.433.

No término da quarentena rígida, os ambulantes não serão desamparados. O município irá dialogar com a categoria um local para a nova adaptação, seguindo diretrizes necessárias para a contenção da covid-19.

Sensível à causa dos trabalhadores, mediante a um grande número de desempregados no país, o prefeito Yves Ribeiro vem discutindo com o comitê uma solução rápida e eficaz para os ambulantes.

lmprensa Paulista PE

Prefeitura do Recife inicia pagamentos do AME Carnaval e quita pendências de ciclos anteriores

 

A Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura da Cidade do Recife, iniciou hoje (29) dois ciclos de pagamento para artistas, atrações e agremiações, assegurando um total de quase R$ 5 milhões para uma das cadeias produtivas e criativas mais atingidas pela pandemia. 

Além de realizados os primeiros repasses referentes ao AME Carnaval do Recife - Auxílio Municipal Emergencial, teve início nesta segunda o calendário de pagamentos relativos à quitação de cachês artísticos de ciclos anteriores, promovidos pelo poder municipal.

A previsão é de que os pagamentos sejam concluídos até o final do próximo mês de abril.

Auxílio Municipal Emergencial (AME) - Carnaval do Recife - Ao todo, cerca de 800 agremiações e atrações receberão o benefício, viabilizado por Projeto de Lei aprovado por unanimidade na Câmara Municipal e transformado em Lei, no último dia 16 de fevereiro.

Mais de 90% do universo de atrações e agremiações previstas no cadastro se habilitou a receber o auxílio, que equivale a 50% do valor unitário de cachê, para atrações artísticas, ou de subvenção, para agremiações, tendo por base o Carnaval 2020 e respeitando um teto de R$ 10 mil para cada beneficiado. 

O investimento da Prefeitura no auxílio emergencial de Carnaval, com apoio da Ambev, é da ordem de R$ 4 milhões.

Cachês - Também foi iniciado nesta segunda-feira o calendário de pagamentos relativos à quitação de cachês artísticos de ciclos anteriores, para quem não tem pendências junto à administração municipal. 

À medida que os pagamentos forem sendo realizados, dentro do calendário que deve ir até o final de abril, os beneficiários serão avisados. Caso haja dúvidas sobre os aptos ao recebimento, ou alguma situação a regularizar junto à Prefeitura, deve-se buscar esclarecimentos ligando para (81) 3355-9015, (81) 3355-8154 ou (81) 3355-8101.

lmprensa Recife 

Novos horários dos shoppings e reabertura durante a Páscoa

 

Shopping Boa Vista


Seguindo as determinações do governo de Pernambuco, através do Novo Plano de Convivência, o Shopping Boa Vista irá retomar as suas atividades presenciais a partir desta quinta-feira, 1º de abril. O horário de funcionamento do centro de compras será de Segunda a Sexta-feira das 10h às 20h; e aos sábados, domingos e feriados das 9h às 17h, incluindo o feriado do dia 2 de abril, a Sexta-feira Santa. Exceto os cinemas e o Game Station, que permanecerão fechados. Além disso, todas as operações na área de alimentação irão permanecer com capacidade máxima de 50%. Os protocolos de segurança sanitária serão mantidos, tais como distanciamento, uso obrigatório de máscaras, utilização de álcool 70%, necessários para o enfrentamento da pandemia. O drive-thru e delivery continuam funcionando sem alterações. 


Para antecipar as compras de Páscoa, as lojas Cacau Show, Americanas, Le Biscuit e Chocolates Brasil Cacau estão operando em atendimento pelo WhatsApp. A Le Biscuit oferece opções bem acessíveis de itens de decoração, chocolates e ovos, no número 11 9.3022-2222. Já a Lojas Americanas se destaca pela variedade de marcas e preços e vendas pelo site, aplicativo e por WhatsApp 81 99133-4261. A Chocolates Brasil Cacau inaugurou em plena Páscoa e oferece chocolates a partir de R$ 1,50, até cestas personalizadas com mais de 100 itens disponíveis. Os pedidos podem ser feitos através das plataformas iFood e Rappi e ainda no WhatsApp 81 98361-4636 e pelo Instagram, com entrega por delivery ou retirada no drive-thru. As encomendas, até o domingo (4), terão frete grátis para compras a partir de R$ 50. Na quinta-feira (1º), os visitantes poderão conhecer a loja física e fazer as compras pessoalmente.


A Cacau Show está com novidades de ovos e chocolates a partir de R$ 9,90. A franquia realiza vendas pelo site, iFood e Whatsapp 81 31272968. Até o final do mês, está com promoção que vai sortear 5 Jeeps Renegade cheios de produtos Cacau Show para compras a partir de R$ 70. Após efetivar a compra por WhatsApp, o cliente pode fazer a coleta dos produtos no local, que funciona todos os dias das 10h às 20h.

River Shopping

A partir da próxima quinta-feira, 1º de Abril, o River Shopping de Petrolina irá dar sequência ao novo Plano de Convivência com a Covid-19, determinado pelo Governo de Pernambuco. O funcionamento do shopping será de segunda-feira a sexta-feira das 10h às 20h; nos sábados das 9h às 17h; no domingo das 11h às 17h e nos feriados de 2 e 21 de abril, das 11h às 17h. Todos os protocolos de segurança sanitária continuam sendo rigorosamente em vigor, como a aferição da temperatura na entrada do shopping, a manutenção e limpeza frequente dos espaços comuns e banheiros e o uso obrigatório de máscaras por todos.


Além disso, continua a campanha de compras on-line, através da plataforma digital Compre Online, que pode ser acessada pelo site https://www.rivershopping.com.br/compre-online. Através dele, os clientes interessados podem ter acesso aos produtos e podem combinar, diretamente com os lojistas, a melhor forma de entrega. As entregas em formato de drive-thru serão realizadas de segunda a sábado, das 10h às 22h, e no domingo, das 12h às 22h.

O Big Bompreço funciona todos os dias, das 8h às 20h, o Sicred/Pernambucred funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, e a lotérica das 10h às 17h nos dias de semana e no sábado, das 9h às 16h. Os horários podem variar, dependendo da decisão de cada estabelecimento

Camará Shopping

O Camará Shopping seguirá com o funcionamento do drive-thru e delivery, além dos serviços essenciais até dia 31 de março, de acordo com a prorrogação do decreto do governo estadual. Após essa data, no dia 1º de abril, o centro de compras reabre ao público com horário especial e mantém as opções de entrega e retirada. De segunda a sexta-feira, as lojas, quiosques e serviços vão operar das 10h às 20h. Aos sábados das 10h às 17h, e domingos e feriados das 11h às 17h, válidos até dia 25 de abril. As áreas de lazer, cinema e Game Station permanecem temporariamente fechadas. Nesta nova etapa, serão mantidas com rigor as medidas preventivas de higienização, uso de álcool gel, sanitização, principalmente em relação ao uso obrigatório de máscaras e quantidade pessoas no interior das lojas (um cliente a cada 10 m²).


Para a Páscoa, o centro de compras impulsionou os serviços de delivery e retirada para que todos possam garantir o clima festivo no conforto da sua casa. Com muitas opções de chocolate, bombons e ovos, a Cacau Show está realizando o delivery dos produtos através do iFood e também pelo Whatsapp (81) 9.9452-2121, com possibilidade de retirar no drive-thru, das 10h às 20h, todos os dias. A Lojas Americanas oferece diversas promoções em barras de chocolate e ovos, além de descontos em itens de decoração de páscoa. Os pedidos podem ser feitos por delivery através do app da Americanas ou pelo site. Já as compras para retirada em loja devem ser realizadas apenas pelo Whatsapp (81) 99291-4216. O serviço vai funcionar todos os dias das 10h às 22h. E a partir do dia 1º os clientes poderão fazer as compras pessoalmente.

Shopping Costa Dourada

O Shopping Costa Dourada vai manter o atendimento por delivery e drive-thru até a quarta-feira, 31 de março, em cumprimento à prorrogação do decreto do governo de Pernambuco. A partir de quinta-feira (1º de abril), o centro de compras se prepara para reabrir com novo horário e reforço nos protocolos de segurança, válidos até 25 de abril. De segunda a sexta-feira, as operações funcionarão das 10h às 20h e, aos sábados e domingos, das 9h às 17h. Já o drive-thru vai permanecer funcionando de segunda a sábado das 10h às 20h, e domingo das 12h às 20h. O mall abrirá as lojas normalmente na Sexta-feira Santa, das 9h às 17h, já os serviços essenciais, que incluem Arco Vita, farmácias e Bancos 24h, vão operar das 8h às 22h.


Para os clientes que anteciparem as compras de Páscoa, a Cacau Show está oferecendo catálogo de produtos entre ovos com casca recheada e destaque para as linhas Dreams e Lacreme, além de presentes chocolate com preços a partir de R$ 5,90. São mais de 60 itens diferentes para escolher à venda no site, no iFood, e ainda pelo WhatsApp e Instagram com possibilidade de retirada no drive-thru do shopping. Com boas expectativas para o período, a franquia contabilizou que já vendeu 29,5% a mais em comparação às vendas do mesmo período do ano passado.


A Lojas Americanas também está recheada de promoções para “A maior Páscoa do Mundo”, são barras, caixas de chocolate e uma diversidade de ovos a preços atrativos. Os pedidos podem ser feitos por delivery através do app da Americanas ou no site. 


Já na rede Arco Vita, será possível encontrar todos os produtos para celebrar a Semana Santa. São mais de 50 toneladas de peixes, uma grande variedade de vinhos, azeites e ovos de chocolate para comemoração em família. Os ovos de páscoa custam a partir de R$ 6,99 e vinhos a partir de R$ 8,49.


Para quem quiser garantir o almoço da Páscoa, o restaurante italiano Parma Deli preparou um menu especial para delivery com peixes e camarões. Opções de pratos como tilápia ao molho de ervas ou pescada com crosta de camarão a partir de R$ 32,90. Os pedidos podem ser feitos nos números (81) 99897-7115 ou 3059-2300 para delivery e retirada no local. Entregas até 5 quilômetros terão frete grátis.  

Protocolos

A estrutura Open Mall do Costa Dourada, que é aberta e com corredores ao ar livre, favorece a troca de ventilação natural e possibilita a maior segurança dos visitantes. Na reabertura, todas as medidas de higiene e distanciamento estão sendo reforçadas, com operação de 50% da capacidade, dispensers com álcool em gel 70% para todos os frequentadores, aferição de temperatura na entrada e obrigatoriedade do uso de máscaras. A Praça de Alimentação seguirá com ocupação de 50%, e a limpeza reforçada, principalmente em áreas de maior contato.


Advocacia é tema de palestras virtuais em abril

 

O advogado e professor Almir Reis fará duas palestras virtuais, no início de abril. A primeira será nesta quinta-feira (01/04), às 15h, para alunos do curso de Direito da Faculdade Maurício de Nassau (Uninassau). Vai falar sobre desafios da área e suas experiências na advocacia. Também participará do debate o advogado e ex-candidato à Prefeitura do Recife, Carlos Andrade Lima (PSL).

Já no próximo dia 07 de abril, a convite do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Almir fará a palestra de encerramento do 1º Seminário Online IBDP Jovem. No evento jurídico, o professor vai falar para mais de mil advogados sobre como empreender na advocacia, em tempos de pandemia. O evento virtual será transmitido ao vivo pela plataforma Zoom.

SCGE orienta órgãos do Poder Executivo estadual sobre adesão ao MEG-Tr

 

A Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), por meio da Diretoria de Convênios e Regularidade (DCON), vem promovendo reuniões virtuais e presenciais com representantes de outros órgãos e entidades do Poder Executivo estadual. A proposta é sensibilizar os gestores quanto a urgência da realização do diagnóstico para a implantação do Modelo de Excelência em Gestão das Transferências da União (MEG-Tr), que ainda este ano passará a ser de aplicação obrigatória para os estados e municípios acima de 50 mil habitantes e que desejarem receber recursos oriundos do Governo Federal.

Nesses encontros, a equipe da DCON também tem repassado material de apoio e suporte para que o gestor faça a análise da instituição dentro do MEG-Tr, até setembro deste ano, conforme cronograma estipulado pela Rede +Brasil, do Ministério da Economia. Vale destacar que ao utilizar o MEG-Tr como referência, a organização deve adaptá-lo ou remontá-lo de acordo com o seu contexto e suas atuais capacidades para definir seu modelo de gestão.

“Nossa expectativa é garantir 100% de adesão do Estado. Por esse motivo, estamos monitorando de forma mais ostensiva e auxiliando no esclarecimento que se fizer necessário junto aos órgãos”, destacou Ana Catarina Machado, Coordenadora de Convênios de Receita da DCON e da Rede +Brasil em Pernambuco.

De acordo com ela, equipe da SCGE realizou, recentemente, encontros com gestores das áreas de gestão de convênios, de controle interno e de planejamento e gestão das secretarias da Mulher (SecMulher) e de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra), do Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe) e da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Ana explicou que, de forma macro, os principais passos para adesão e implantação do modelo da Rede +Brasil são: definir gestor MEG-TR e os membros do Comitê Gestor; fazer adesão da secretaria ao Sistema do Modelo de Excelência em Gestão (SMEG); fazer a avaliação interna, incluindo diagnóstico, plano de melhoria e relatório de Gestão; submeter à avaliação externa; e esclarecer dúvidas dos avaliadores.

“Concluído todo procedimento, o Ministério da Economia, em conjunto com as coordenações estaduais da Rede +Brasil, emitirão certificado e selo em nome da instituição”, complementou a coordenadora, ressaltando que a equipe da DCON continua à disposição para agendar reuniões de esclarecimento e orientação, com as secretarias e órgãos do Poder Executivo estadual.

HISTÓRICO – Em janeiro de 2020, a SCGE, em parceria com a Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE), promoveu a vinda de representante do Ministério da Economia para formar multiplicadores do MEG-Tr no Estado, incluindo participantes das diversas secretarias e municípios que sinalizaram interesse.

Com a pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Economia adiou o prazo limite de adesão, que passou de março de 2020 para setembro de 2021. E, com a formalização da adesão à Rede +Brasil, em setembro de 2020, a SCGE voltou a reforçar junto às secretarias e órgãos de Estado a importância da aderência dos mesmos ao modelo.

Com vigência de cinco anos, a parceria firmada entre a SCGE e a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, do Ministério da Economia, estabelece o desenvolvimento de ações compartilhadas, incluindo a melhoria da gestão nos processos de transferências da União; a promoção e realização de ações de capacitação; e o aprimoramento e implementação de atividades de comunicação e transparência.

lmprensa SCGE PE

Prefeitura do Recife publica edital para emissão de cartões de pagamento do Auxílio Municipal Emergencial (AME)

 

A Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas (SDSDHJDP), abre edital para prospecção de propostas visando contratação de empresas aptas para emitir cartões magnéticos que serão utilizados pelos beneficiários do Auxílio Municipal Emergencial (AME-Recife). As propostas devem ser encaminhadas a partir de hoje (29) e serão aceitas até a próxima quarta-feira (31). O chamamento foi publicado no Diário Oficial da última sexta-feira (26). Os detalhes do processo constam no Edital publicado na página da SDSDHJPD no site da Prefeitura do Recife.

As empresas interessadas deverão apresentar cartões magnéticos, podendo ser confeccionados com chip ou tarja, que sejam pré-pagos e recarregáveis. Esses cartões serão entregues aos quase 30 mil recifenses que vivem em vulnerabilidade social, com estimativas que o benefício alcance 120 mil pessoas destes núcleos familiares. No total, os benefícios somam a ordem de R$ 6,4 milhões e é importante ressaltar que os créditos nos cartões serão cumulativos, ou seja, caso não sejam utilizados dentro do mês que foram inseridos no cartão, serão somados aos créditos inseridos no mês seguinte.

O Auxílio Municipal Emergencial (AME-Recife) será concedido a dois grupos. O primeiro é formado por 17.176 famílias da chamada “fila” do Bolsa Família, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) e atendem aos critérios para receber o benefício, mas que estão desassistidas pelo Governo Federal. Dessas, cerca de cinco mil sequer receberam o Auxílio Emergencial do Governo Federal ao longo de 2020. Para esse grupo, a Prefeitura destinará duas parcelas, em abril e maio, no valor de R$150 cada.

O segundo grupo a ser atendido pela gestão corresponde a 12.451 famílias que recebem atualmente o Bolsa Família e possuem filhos com idades entre 0 e 3 anos. Para esses, o auxílio será no valor de R$ 50 mensais, também nos meses de abril e maio. As pessoas que atenderem aos critérios para receber o AME Recife serão procuradas pelas equipes da Assistência Social da Prefeitura do Recife para receber o benefício.

lmprensa Recfe

Serafina, interpretado por Larissa Turtelli, estreia 4/4

 

Alegoria do imaginário paraense, o videodança Serafina começou a ser criado em fevereiro de 2020. Foi nesse período que o grupo, formado pela bailarina Larissa Turtelli, a diretora Graziela Rodrigues, o músico José Augusto Mannis e a produtora Mariana Floriano,passou quinze dias na região de Santarém, no Pará, onde fez diversas pesquisas de campo. O fruto destas pesquisas, que a princípio resultariam em um solo para ser apresentado ao vivo, tornou-se o videodança Serafina, com temporada online veiculada a partir do dia 4 de abril, domingo, às 19h. As ações são resultantes do projeto Do Tornar Visível: Encantarias, aprovado no edital nº 03/2019 - Produção e Temporada de Espetáculos Inéditos de Dança no Estado de São Paulo do Programa de Ação Cultural (ProAC).

O trabalho foi criado dentro do método Bailarino-Pesquisador-Intérprete (BPI), um processo de pesquisa, de criação e de ensino em dança desenvolvido por Graziela Rodrigues a partir de 1980 e em constante atualização pela sua criadora e por outros artistas que formam o Núcleo BPI. O foco das pesquisas de campo foi as buscas pelas histórias e corporificações dos encantados que habitam as águas e florestas e que se manifestam de diferentes maneiras. Existem, por exemplo, aqueles que aparecem nos terreiros de tambor de mina e aqueles que são guardiões de determinados locais da natureza, como uma ponta de areia, um igarapé ou uma parte da floresta.

Após a viagem e poucas semanas de laboratórios de criação, os encontros presenciais entre Larissa e Graziela foram suspensos devido ao início da pandemia do Covid-19. Quando retomados, em um primeiro momento, os trabalhos passaram a acontecer no quintal da casa de Larissa, por meio de chamadas de vídeo entre as duas artistas. Depois foi montada uma estrutura cênica na casa da bailarina para que os testes de captação de imagens pudessem acontecer.

Assim, o trabalho foi erguido gradativamente em laboratórios de criação com a diretora depurando os vários corpos que a bailarina expressava. Esses corpos tinham uma ligação intrínseca com as experiências das pesquisas de campo, mas não eram cópias nem releituras de nenhuma pessoa encontrada lá, eram uma criação.

"A personagem Serafina permite que a gente veja um plano sutil que expressa a força do coletivo, a ligação com a natureza e uma luta incessante para sobreviver, com capacidade de acolhimento e de festa, mesmo diante de dificuldades", conta Larissa.

PESQUISA - Criado de acordo com a metodologia BPI (Bailarino-Pesquisador-Intérprete), a obra é resultado de uma pesquisa profunda, na qual a diretora conduziu os trabalhos de modo a trazer à tona as conexões que se estabeleceram internamente na intérprete com aquilo que foi vivido em campo. "O método BPI propicia uma abertura sensível, uma empatia, a capacidade da gente entrar em um campo emocional que vai além da nossa individualidade – aos poucos algumas emoções e imagens que estavam inconscientes, vão se tornando conscientes e se revelando no movimento", diz Larissa.

A partir destes intensos ensaios, Graziela e Larissa criaram o roteiro do trabalho, que traz os vários corpos e estados de corpo de Serafina, como o barco largo e o vazio, a saga de criar novos corpos a partir daquilo que restou, o canto, a dança e a festa, assim como a luta e as forças femininas que vêm dos primórdios e continuam nos dias de hoje.

Entre os elementos cênicos trazidos pelo corpo, estão a água, o fogo e a mata, que ganham um novo efeito e tessitura quando mostrados por meio da câmera que capta a cena a partir de vários ângulos e proximidades. Quem realizou a captação das imagens foi a artista da dança Karina Almeida. Há também figurinos criados pelo cenógrafo e figurinista Márcio Tadeu que representam os diferentes corpos de Serafina, como uma saia que ondula como as águas e tecidos que lembram corpos queimados, mas que quando amarrados trazem um lado festivo e ritualístico da personagem. Serafina é um espetáculo que se remete a sabedorias ancestrais, a forças de resistência, a corpos em comunhão com o meio ambiente, a tornar visível aquilo que está invisível, é uma ode à convergência que gera uma nova força.

A trilha sonora é assinada pelo músico José Augusto Mannis, compositor e Professor Titular do Instituto de Artes da Unicamp, que também participou das pesquisas de campo em Santarém, e do músico Gustavo Sales Rocha Santos, bacharel em música pela Unicamp na modalidade composição. A iluminação foi criada e efetivada por Francisco Barganian, iluminador que desenvolveu muitos trabalhos com o LUME Teatro e agora trabalha na empresa Zumbido Cultural. A produção é de Mariana Floriano, que também é bailarina e pesquisadora no método BPI.

ACESSIBILIDADE

A bailarina, a diretora e a produtora de Serafinatambém quiseram proporcionar uma experiência desta obra para as pessoas com deficiências visuais e auditivas, de modo que o videodança contou com a participação de Bell Machado para desenvolver sua audiodescrição e de Samuel Rodrigues para fazer a interpretação das falas, dos cantos e das narrações em libras. Esta é a primeira experiência do Núcleo BPI em busca de chegar até esses públicos. A versão com acessibilidade será veiculada a partir do dia 5 de abril, segunda-feira, às 19h.

OFICINAS E BATE-PAPOS COM A ARTISTA

Também estão agendadas para a temporada de Serafina uma série de bate-papos sobre o processo de criação da peça (com tradução simultânea em Libras) e oficinas de dança no Zoom em parceria com o Teatro Flávio Império, de São Paulo, e com o Teatro Popular de Comédia, de Ribeirão Preto.

Bate-papo/Lives com Larissa Turtelli
Terças, às 19h

6 de abril de 2021 - Local: Instagram do Teatro Flávio Império – @teatroflavioimperio
13 de abril de 2021 - Local: Instagram do Unidança – @uni.danca
20 de abril de 2021 - Local: Instagram da Casa PIPA – @pipaartistica
27 de abril de 2021 - Local: Instagram do Teatro Popular de Comédia – @tpccursodeteatro
4 de maio de 2021 - Local: Instagram da Casa de Batuqueiro – @batuque.de.umbigada

Oficina de dança Corpo-sentido com Larissa Turtelli
Sinopse: A oficina parte da Técnica dos Sentidos desenvolvida no método Bailarino-Pesquisador-Intérprete (BPI), de Graziela Rodrigues, a qual envolve a investigação dos fluxos entre movimento, emoção, sensação e imagem. Referências de manifestações populares brasileiras também serão estudadas como propulsoras desses fluxos. Classificação: Acima de 14 anos.

Dias 7 e 8 de abril de 2021 - das 19h às 21h – Parceria com o Teatro Flávio Império
Local: Sala virtual – Zoom. Inscrições até o dia 6/4 via Formulário Google (https://forms.gle/r4k4qe2ayrt3csRr5)

Dias 28 e 29 de abril de 2021 – das 19h às 21h – Parceria com o Teatro Popular de Comédia
Local: Sala virtual – Zoom. Inscrições até o dia 27/4 via Formulário Google(https://forms.gle/r4k4qe2ayrt3csRr5)