Podcast Tais Paranhos

terça-feira, junho 22, 2021

Vacinação contra a gripe chega a jovens privados de liberdade em Pernambuco

 

De forma paralela à vacinação contra a Covid-19, outra campanha nacional de imunização também está abrangendo o sistema socioeducativo: a da gripe. Desde o início de junho, cerca de 200 socioeducandos e socioeducandas já receberam o imunizante em Pernambuco, por meio de uma articulação entre o Eixo Saúde da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) e as secretarias de Saúde do Estado e dos municípios onde a instituição tem unidades. A previsão é de que, gradativamente, a aplicação de doses alcance a totalidade desse público, que é composto por 772 adolescentes e jovens privados de liberdade.

 

A campanha já passou por unidades como os Centros de Internação Provisória (Cenip) Recife e Santa Luzia e os Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) Santa Luzia, Jaboatão dos Guararapes e Vitória de Santo Antão. Já os servidores dessas e de outras unidades da Funase, instituição vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) de Pernambuco, estão sendo orientados a procurar postos de vacinação em seus municípios de domicílio ou de trabalho. Vale lembrar que a vacina contra a gripe não protege contra o novo coronavírus, nem a da Covid-19 protege contra a gripe. Por isso, é importante receber os dois imunizantes, desde que respeitado o intervalo de, pelo menos, 14 dias entre a aplicação das doses.

 

A presidente da Funase, Nadja Alencar, ressalta as articulações e os esforços que têm sido feitos para garantir o acesso do público do sistema socioeducativo à imunização. “No caso da vacina contra a Covid-19, temos avançado em um bom ritmo e já atingimos servidores de todas as nossas unidades. Em algumas delas, os jovens maiores de 18 anos também já foram imunizados. Naquelas em que isso não ocorreu, a vacina aplicada tem sido a da gripe, que atende também os que são menores de 18 anos, que sempre estiveram entre os grupos da campanha. Acreditamos que o impacto dessas ações de cuidado serão muito positivos”, avalia.

Dia Mundial das Mulheres na Engenharia

 

Alinhada a uma estratégia de negócios ESG, com ações relacionadas a temáticas ambientais, sociais e de governança, a ampliação da participação feminina no setor de saneamento é um dos compromissos da BRK Ambiental, empresa parceira da Compesa no Programa Cidade Saneada. Neste ano, em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres na Engenharia, celebrado no dia 23 de junho, a companhia destaca a importância do papel dessas profissionais na operação diária da empresa.

 

A engenheira Marcella Cavalcanti atua na BRK Ambiental há 10 anos e é responsável pela área de Planejamento, com ênfase na Área de Engenharia e Obras da BRK em Pernambuco. “Essa data é muito importante para fortalecer o espaço das mulheres na Engenharia. É gratificante trabalhar numa empresa que tem como uma de suas principais metas a promoção da igualdade de gênero, criando oportunidades para o desenvolvimento pessoal e profissional, tendo como   valor o respeito às pessoas”, comenta Marcella.

 

Uma das principais metas da companhia é para que, cada vez mais, engenheiras tenham interesse em contribuir com o saneamento básico e a garantia da presença feminina em cargos de liderança. A CEO da companhia, Teresa Vernaglia, está à frente da BRK desde 2017, quando a empresa também assumiu o compromisso de promover a igualdade entre gêneros e a diversidade, com base no Women's Empowerment Principles (WEPs) da ONU.

 

“O Dia Internacional da Mulher Engenheira é uma data muito significativa para nós e reforça a importância da participação feminina em uma profissão que, por muitos anos, a atuação masculina foi predominante. Queremos eliminar as barreiras invisíveis que existem no universo corporativo e criar um ambiente de pluralidade, com mais profissionais engajadas com os desafios do saneamento no país”, reforça Ana Carolina Farias, diretora de contrato da BRK Ambiental em Pernambuco.

 

A BRK Ambiental incentiva a participação feminina em todas as áreas da empresa, com as mesmas oportunidades para todos os profissionais e a percepção de acolhimento e valorização de norte a sul do Brasil. Para isso, a companhia investe constantemente no aperfeiçoamento das ações da companhia para garantir que, cada vez mais, a empresa conte com o apoio de mulheres nas operações, como as profissionais de engenharia.

segunda-feira, junho 21, 2021

#VcNoBlog Pedro Josephi, do PDT de Pernambuco

 

Que falta nos faz Brizola

Nesta data, em 2004, aos 82 anos nos deixou Leonel de Moura Brizola. Uma das lideranças produzidas e formadas pela política brasileira mais conectadas com as entranhas do seu povo. Foi o único a ser eleito governador em dois estados brasileiros, do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro, além de ter sido prefeito de Porto Alegre, e parlamentar. 

Sob os ideais trabalhistas, no Rio Grande, enquanto governador, promoveu a reforma agrária, sob a égide de uma firme organização política e social dos agricultores a quem eram distribuídas as terras. Desapropriou latifúndios improdutivos e aqueceu a economia do estado por meio da agriculta familiar. Tinha um entendimento de induzir o desenvolvimento por meio da indústria, tendo implantado a de Aços Finos Piratini, a de Açúcar Gaúcho e outras de trigo. Entendendo o Estado como coordenador estratégico desse desenvolvimento, nacionalizou, de forma célere, a Companhia Elétrica para que não faltasse energia para as indústrias, após a recusa dos americanos em fazer as concessões. Triplicou, assim, a produção elétrica. 

Por outro lado, Brizola garantiu o acesso à educação em todas as partes do Estado, multiplicou o número de escolas, criando uma rede pública de ensino primário e médio, além de formar e contratar dezenas de professores para o antigo “colegial”. Para financiar toda a política social do seu governo, criou de forma pioneira a Caixa Econômica Estadual com linhas de crédito popular e acessível aos parques industriais. 

Um visionário em defesa do Brasil e da democracia de tal forma que foi o principal líder, mentor e organizador da Campanha da Legalidade, uma mobilização da sociedade civil e dos segmentos militares para defesa da posse do presidente eleito, João Goulart, que sucederia à Jânio Quadros que renunciara. Brizola mobilizou a população, a Brigada Militar do Rio Grande do Sul e as emissoras de rádio, constituindo a "Cadeia da Legalidade" para dominar a opinião pública nacional. Greves, manifestações e ações em defesa da democracia foram vistas em todo país, tendo no Sul a peculiaridade de Brizola ter armado os civis. A confiança e a sintonia era tão grande com o povo que após a garantia da posse de João Goulart, que estava em viagem para a China, a população espontaneamente devolveu as armas cedidas pelo estado à época. 

Com a ditadura militar, mais à frente, foi obrigado a partir para o exílio. No seu retorno, mesmo tendo perdido a sigla tradicional trabalhista no Brasil, reorganizou as lideranças e fundou o PDT. Foi eleito governador do Rio de Janeiro com Darcy Ribeiro de vice. Juntos, implementaram os CIEPS (Centros Integrados de Educação Pública), cujo projeto arquitetônico era de Oscar Niemeyer, no qual, os alunos ficavam em horário integral e tenham acesso à alimentação supervisionada por nutricionistas, cuidados odontológicos, prática de esportes, leitura e de incentivo à cultura. Valorizando o samba como expressão popular e nacional, construiu o Sambódromo da Marquês de Sapucaí, projeto de Niemeyer, para o desfile das Escolas de Samba do Rio. A estrutura fora do carnaval era utilizada como salas de aula. Uma simbiose entre a revolução educacional e cultural. 

Como no Sul, emitiu títulos de posse para as comunidades do Rio, fez regularização fundiária, juntamente com o então secretário de Habitação, Carlos Alberto Oliveira, Caó, e alterou a condução da segurança pública, afirmando ser a necessidade daqueles locais a presença e os serviços do Estado e não da polícia militar. “No meu governo, polícia não sobe o morro”, dizia. Não era um chamado à impunidade, mas a ciência de que o povo precisava emergencialmente de educação, emprego e renda, e não de repressão. 

Brizola era um líder popular, nacionalista e também preocupado com os povos indígenas, com o movimento negro e com a luta das mulheres. Abrigou no PDT nomes como Mário Juruna, primeiro indígena deputado federal; Carlos Alberto Oliveira, Caó, deputado constituinte responsável pela inclusão na Constituição do crime de racismo como inafiançável e imprescritível, militante negro, também deu nome a lei 7.716/89, que regulamentou a previsão constitucional; Abdias do Nascimento, Lélia Gonzáles, dirigentes do Movimento Negro Unificado, entre outras figuras, como a sambista Beth Carvalho. Difícil era não ter em Brizola uma referência social. 

Alçado pela popularidade, tentou ser presidente em algumas oportunidades, sem sucesso eleitoral, mas foi fundamental para formação do Estado Brasileiro e da consciência nacional-trabalhista. 

Neste momento de grave crise, sentida pelos mais pobres e indefesos; neste momento de fragilidade das instituições e das forças políticas; neste momento de instabilidade social, a coragem, a bravura e a capacidade de articular saídas para o povo brasileiro que Brizola tinha nos faz muita falta. Brizola segue vivo na mente e nos corações do povo brasileiro como o melhor presidente que este país não teve. 

Pedro César Josephi, 
Advogado, professor de Direito 
presidente da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini em Pernambuco

#RodaVT Théo Carvalho, o homem que futuriza as imagens

 


Marecota chega à zona norte

 

A loja Marecota, especializada em moda praia, chega à zona norte do Recife. A empresária Mariana Ferreira, 26 anos, que comanda a boutique, já possui uma loja em Boa Viagem, na zona sul, e nesta terça-feira, dia 22 de junho, lança a nova unidade na Jaqueira.

A empresária conta que iniciou a grife, em 2019, de forma despretensiosa. Com a demanda crescente, ela decidiu largar o emprego e se dedicar exclusivamente ao negócio, já que enxergava nele, um grande potencial de crescimento. Após investir fortemente em marketing digital, ela ainda abriu o espaço físico Aura Spa & Estética.

Quando Mariana Ferreira abriu a loja em Boa Viagem, apenas no primeiro mês, viu o seu faturamento quadruplicar. Seis meses depois, ela inaugura a primeira loja na zona norte, área que já tinha uma grande clientela no delivery, e que agora ganha o espaço físico.

Além de biquínis, maiôs, e roupas para praia com modelagem e acabamentos impecáveis, grande diferencial da empresa, a marca ainda disponibiliza acessórios, bolsas e chapéus modernos, diferenciados e sofisticados.

Ferreira Costa aposta no e-commerce para promover Saldão de Ofertas 

 

Com Frete Grátis em produtos sinalizados e descontos de até 60% para compras exclusivas no ferreiracosta.com, a Ferreira Costa espera dobrar a procura pelo site 

As medidas de restrição de circulação de pessoas forçaram mudanças no comportamento dos consumidores. Desde março do ano passado, muitas pessoas que não tinham o hábito de comprar pela internet rapidamente se adaptaram ao mundo digital, seja por necessidade ou conveniência, e essa mudança veio pra ficar.  

Com esse novo comportamento, o varejo também tem trazido novas estratégias de vendas. Observando o aumento das compras pela internet, a Ferreira Costa preparou um super saldão de produtos para compras realizadas exclusivamente pelo ferreiracosta.com. O Saldão começa na sexta, 18/06, e vai até o dia 06 de julho, com centenas ofertas exclusivas no site com FRETE GRÁTIS para produtos selecionados e descontos de até 60%. 

Mesmo com o enorme impacto social e econômico que a pandemia gerou, houve um crescimento da demanda por comprar na internet fazendo o mercado no mundo todo se adaptar para oferecer um bom serviço online. A Ferreira Costa, que já tinha uma loja online, percebeu um crescimento das vendas através do seu site ferreiracosta.com em 82% desde o início da pandemia e a expectativa é que a procura pelos produtos no site com o Saldão de Ofertas seja de pelo menos o dobro em acessos. 

O aumento do número de lojas presentes no mundo digital, os investimentos feitos para alavancar esse mercado, as novas medidas de segurança e os avanços logísticos para oferecer diferentes opções de entrega vêm agregando valor às compras online e deixando o público cada vez mais confortável com esse novo modelo de consumo. 

Outro avanço do mercado online é a ampliação da variedade de segmentos disponíveis e com frete muito atrativo. A Ferreira Costa ampliou o mix ofertado no site, disponibilizando milhares de itens para compras online em todas as categorias de casa, construção e decoração, com frete grátis em milhares de produtos para algumas capitais e região metropolitana do Nordeste, melhorando a experiência de compra. 

Para especialistas, muitos comportamentos e estratégias que vêm ocorrendo deverão se manter após o fim da pandemia. O "novo normal" deverá deixar como herança um consumidor mais imerso nas compras digitais. Além disso, as empresas terão de exercitar um maior esforço de vendas e de logística de entrega de produtos. Na Ferreira Costa, todas as iniciativas têm como missão facilitar a vida do cliente e oferecer a melhor experiência de compra em qualquer meio que escolher comprar. 

sábado, junho 19, 2021

#19JNasRuas [Final]

 


#19JNasRuas [6]

 

Chico Buarque, o aniversariante do dia - Rio

Uberlândia - MG

São Paulo - SP

Belém - PA

Campinas - SP


Erechim - RS










#19JNasRuas Agentes de Conciliação

 

A manifestação desse sábado (19.06) no Centro do Recife marcou o primeiro dia de atuação dos Agentes de Conciliação do Governo de Pernambuco. Vinte e dois profissionais de quatro secretarias que fizeram a interlocução entre os movimentos sociais e as autoridades policiais que acompanharam o protesto. O ato começou por volta das 9h na Praça do Derby e foi encerrado ao meio-dia, na Rua do Sol, sem qualquer intercorrência.

"Constituímos uma mesa permanente de diálogo com a sociedade para assegurar a segurança e o direito à manifestação de todos. Os Agentes de Conciliação tiveram um papel importante durante todo o ato, se colocando disponíveis para facilitar a interação entre os participantes e as autoridades", avaliou o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes.

A mesa permanente de diálogo criada pelo Governo de Pernambuco conta com representantes das Secretarias de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Justiça e Direitos Humanos, Defesa Social, Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Casa Civil e Ministério Público.

lmprensa PE

#19JNasRuas [5]

 

Belo Horizonte - MG - lmagem: lgor Felix

Rio de Janeiro - lmagem: Pablo Vergara


Rio de Janeiro - RJ


Praga - República Tcheca

Grupo Afronte protesta em Porto Alegre - RS



Tadinho do jumento... Maceió - AL - lmagem: Leonardo André