Podcast Tais Paranhos

sábado, maio 15, 2021

LGBTfobia pode levar a morte

 

Com a proximidade do Dia Internacional de Combate à LGBTfobia, 17 de maio, data em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) removeu a homossexualidade da sua lista de doenças, o Centro Estadual de Combate à Homofobia (CECH), programa vinculado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), faz um alerta e chama atenção da sociedade para as consequências das violações psicológicas, morais e até físicas cometidas à população LGBTQIA+, que vão desde a ansiedade, isolamento social, depressão e a morte do LGBT, em alguns casos.

Dentre os diversos casos que chegaram ao programa, está o de Pedro Henrique, Coordenador Municipal de Políticas Públicas LGBT do município de Passira, que sentiu a dor da discriminação em sua vida desde novo. “Primeiro eu sofri na escola. Tinham uns colegas que diziam 'a bichinha inteligente', também ouvia 'a bicha gospel', 'a bicha religiosa”, e para mim tudo isso doía, mas eu não podia contar a minha mãe que aquilo acontecia e também não me abria com as professoras. Depois que eu fui entendendo que havia o empoderamento e fui colocando um basta naquilo”, relata.

Mas foi após sofrer violações por parte de agentes de segurança pública, que buscou a ajuda do CECH. Hoje, Pedro pede para pessoas que estão sofrendo com a LGBTfobia denunciem. “Eu senti e dói lembrar os episódios de LGBTfobia. Por isso, gostaria de dizer que, primeiro, você não está só, que você tem muitos por você e dizer que denuncie, eu sei que não é fácil, mas nós temos o CECH, a Polícia, nós temos o disk 100, procure algum núcleo de assistência do seu município e se não conseguir é só entrar em contato com o CECH. Não se cale, é preciso a gente notificar”, completa.

O CECH, atua no acolhimento inicial e no acompanhamento a vítimas de LGBTfobia em todo Pernambuco e recebeu de janeiro a abril deste ano o total de 19 denúncias de violação de direitos contra LGBTs. Por isso, o Secretário-executivo de Direitos Humanos, Diego Barbosa, explica como acontece o acolhimento em casos de violências contra esta comunidade. “Em primeiro plano, destacamos que a nossa equipe está preparada para atender cada pessoa, com dignidade e respeitando as particularidades de cada caso. É desenvolvida uma escuta humanizada da situação, feita uma triagem, para realização dos encaminhamentos cabíveis à nossa rede integrada”, informa.


Ele ainda complementa e afirma “que o maior objetivo do Governo do Estado, neste dia tão importante, mas também durante todo o ano, é proteger e promover os Direitos Humanos de toda a população LGBTI+, no enfrentamento a qualquer tipo de LGBTIfobia, que é crime. Por isso, ao primeiro sinal de violação, pedimos que entrem em contato com o CECH e, a depender do caso e da urgência, diretamente com a delegacia mais próxima ou pelo 190, mas não deixem de realizar a denúncia. Vidas podem ser salvas por esta atitude”.


Denúncias de violações contra a população LGBTI+ podem ser feitas ao Centro Estadual de Combate à Homofobia (CECH), pelo telefone (81) 3182-7665 ou pelo e-mail centrolgbtpe@gmail.com, no horário das 9h às 16h, e assim, o CECH, poderá atuar e realizar os encaminhamentos cabíveis a cada caso, inclusive, para que os responsáveis pelas violências possam ser identificados e, se for o caso, punidos criminalmente.

lmprensa SJDH PE

Chuvas aumentam níveis das barragens no Grande Recife

 

O volume de chuva registrado nas últimas 72 horas na Região Metropolitana do Recife, acima da média esperada para o mês de maio, aumentou os níveis de todos os reservatórios da RMR, que enfrentava um cenário adverso, no fim de 2020, consequência de um inverno com poucas precipitações no ano passado. A chuva acumulada nos últimos dias é bem representativa, com destaque para recuperação do nível da Barragem de Botafogo, situada em Igarassu, e que atende os municípios de Olinda, Paulista, Igarassu e Abreu e Lima, que atingiu 25,05 % (no último dia 12, o manancial estava com 16,89%).“Em termos percentuais, o volume de Botafogo é bem inferior a outros reservatórios, mas muito significativo em comparação a situação verificada há alguns meses, quando a barragem estava praticamente em colapso”, destaca o diretor Técnico e de Engenharia da Compesa, Flávio Figueiredo.

Segundo o diretor, as cidades da Zona Norte da RMR ainda não tiveram redução de rodizio, mas a Companhia continua monitorando sistematicamente o nível deste reservatório, em parceria com a APAC. “Estamos avaliando os cenários e a perspectivas de mais chuvas para a bacia hidrográfica da barragem de Botafogo para promover, com segurança, qualquer redução de rodizio”, explica Flávio.

A barragem de Várzea do Una, situada em São Lourenço da Mata, teve um resultado bastante positivo com o volume de 185 mm de chuva, índice de 75.8% do esperado para maio. Esse manancial, responsável pelo abastecimento de São Lourenço, estava também em situação crítica. Em 12 de maio, a barragem estava com 17,42 % e hoje registra 33.49% do seu volume total. “No final de abril anunciamos redução do rodízio para a cidade que agora é abastecida em um esquema de 1 dia com X 8 dias sem, e à medida que o volume for aumentando poderemos estudar novas alterações”, destaca.

A Barragem de Duas Unas, em Jaboatão dos Guararapes, que opera de forma integrada ao Sistema Tapacurá, também obteve uma boa recuperação. Choveu 265 mm no município, o que permitiu um incremento de 36,21% no volume de água da barragem, que passou de 17,42% em 12 de maio para 33,49%. “A nossa expectativa é que Duas Unas verta a qualquer momento, ou seja, atinja o seu volume máximo de armazenamento”, destaca Flávio Figueiredo. Junto com a barragem de Tapacurá, localizada em São Lourenço da Mata, Duas Unas contribui para o abastecimento das cidades de Recife, Jaboatão dos Guararapes e Camaragibe.

O reservatório de Tapacurá foi o que apresentou menor sinal de recuperação. Apesar de ter chovido 185 mm nas últimas 72 horas, um aumento de 75,8% do esperado para o período, ainda não foi suficiente para aumentar, de forma significativa, o volume do reservatório. Em 12 de maio, a barragem estava com 30.32% e hoje se encontra com 33.42%. No Cabo de Santo Agostinho, onde está localizada a barragem de Pirapama, o segundo maior reservatório em acumulação, foi registrado o volume de 194 mm de chuva, um aumento de 67.2% do previsto para maio. 

Esse manancial conseguiu armazenar 17,25% de água, passando para 85.76% hoje, quando no dia 12 de maio estava com 68.51%. “A barragem de Pirapama, que contribui com 5 mil litros de água por segundo para as cidades do Cabo de Santo Agostinho, Recife e Jaboatão dos Guararapes, deve acumular mais água até o fim do inverno. Aumentamos a sua produção em abril, o que refletiu na redução do rodízio para cerca de 500 mil pessoas”, pontua Flávio.

Barragens de menor porte, mas igualmente importantes para o abastecimento da RMR, também tiveram boa recuperação. A barragem de Bita está vertendo (100% da sua capacidade); Sicupema registra 74.98% e Utinga com 61.27%, todas localizadas no Cabo de Santo Agostinho.

lmprensa Compesa

Paulista emite cartão que garante gratuidade na Zona Azul aos idosos, deficientes e autistas

 

Os idosos, deficientes e pessoas com Autismo têm vagas gratuitas na Zona Azul de Paulista. Para conseguir este direito, é preciso solicitar um cartão de gratuidade, que dá acesso por duas horas, após a identificação do veículo. De acordo com o Decreto Municipal 049/2017, os idosos e deficientes são beneficiados. Recentemente, o prefeito Yves Ribeiro de Albuquerque sancionou o Projeto de Lei 016/2021, de autoria do vereador Israel José Silva (Raul Silva), que autoriza o estacionamento gratuito para pessoas autistas, na Zona Azul.

Ao todo, desde o Decreto de 2017, Paulista já emitiu 6.209 carteiras destinadas aos idosos e 850 para crianças especiais. A solicitação acontece presencialmente, no prédio do Centro Administrativo da Prefeitura de Paulista, em Maranguape I, na Avenida Brasil, nº 222, na Sala anexo da Secretaria de Segurança Cidadã, Mobilidade e Defesa Civil.

Essa autorização também permite o uso de vagas de estacionamento rotativo regulamentado (Zona Azul), gratuito ou pago, sendo obrigatória a utilização conjunta do Cartão de Estacionamento, bem como a obediência às suas normas de utilização.

AUTISTA - Recentemente, a Câmara de Vereadores da Cidade do Paulista aprovou Projeto de Lei 016/2021, de autoria do vereador Raul Silva, que amplia a gratuidade de estacionamento, por duas horas, e Zona Azul para Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, no âmbito do município, nos termos da Lei Federal nº. 13.977, de 8 de janeiro de 2020.

O Projeto de Lei 016/2021 cria a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (CIPTEA), com vistas a garantir atenção integral, pronto atendimento e prioridade no atendimento e ao acesso aos serviços públicos e privados, em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social.

Por conta da pandemia, o uso de máscara é obrigatório.


Documentação para emissão do cartão

Idoso
- Comprovante de residência;
- RG;
- Procuração do responsável.

Deficientes
- Laudo médico com CID atualizado - Classificação Internacional de Doenças;
- Documento com foto do responsável;
- Comprovante de residência;
- Procuração de algum responsável

Pessoa Autista
- Laudo médico;
- Documento com foto do responsável;
- Comprovante de residência;
- Procuração de algum responsável.


lmprensa Paulista PE

Pernambuco determina novas medidas restritivas para o Agreste do Estado

 

Após reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, neste sábado (15.05), o Governo de Pernambuco anunciou novas medidas restritivas para a 2ª Macrorregião de Saúde, que engloba a IV e V Geres, com sedes em Caruaru e Garanhuns, respectivamente. O novo decreto voltado para a região do Agreste, que será publicado na próxima segunda-feira (17.05), começa a valer a partir da próxima terça (18.05) e segue até o dia 31 de maio.

Durante a semana, as atividades econômicas deverão ser encerradas às 18h. Nos finais de semana, apenas supermercados, feiras livres de produtos alimentícios, farmácias, padarias e postos de gasolina poderão abrir as portas. O Polo de Confecções deverá ficar fechado aos sábados, domingos e segundas.

“Nos reunimos hoje com os secretários estaduais, após o encontro que tivemos com todos os prefeitos e prefeitas do Agreste, na tarde da última sexta-feira, e verificamos um aumento na velocidade do número de internações e de procura pelas instituições de saúde naquela região. Isso tem nos preocupado, pois todos nós sabemos que enquanto a vacinação não chegar a todos os pernambucanos, é necessário tomar medidas restritivas para diminuir a circulação do vírus. Precisamos cada vez mais trabalhar para salvar a vida dos pernambucanos”, afirmou Paulo Câmara. “Serão 14 dias com essas novas medidas e vamos observar, ao longo desse período, as próximas etapas necessárias”, acrescentou.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, foi observado um comportamento da pandemia, no Agreste, diferente de outras partes do Estado. “O que nós detectamos, nessas últimas duas semanas, foi uma aceleração maior naquela região, destoando do restante do Estado, onde temos um platô ainda em níveis elevados. Os patamares de crescimento de demandas lá superaram os 44%, enquanto no resto do Estado ficou na casa dos 9%”, comparou. 

“É muito importante que seja feito um esforço por todos esses 53 municípios, reforçando o cuidado, com o uso correto da máscara, cobrindo a boca e o nariz, sempre que precisar sair de casa. O ideal é que as pessoas possam ficar em casa, além de manter o distanciamento social possível e sempre higienizar as mãos com água e sabão, ou utilizando o álcool em gel”, reforçou Longo.

Secretaria de lmprensa de Pernambuco

sexta-feira, maio 14, 2021

Covid e Cognição

 

A Covid-19 é, sem sombra de dúvidas, a doença mais preocupante do século, no impacto e prejuízo das funções neuropsicológicas. Estudo realizado no Instituto do Coração (Incor) identificou problemas de memória de curto prazo em 63% dos pacientes com Covid-19 e dificuldades de atenção em 72% deles. "Vale destacar a importância do cérebro estar preparado para uma agressão que pode vir a acontecer. A reserva cognitiva é criada através de estímulos cerebrais ao longo da vida", destaca Andrea Negreiros (foto), neuropsicopedagoga do Supera Ginástica para o Cérebro. "Essa reserva pode ser adquirida com o engajamento em atividades cognitivas ou ginástica para o cérebro, ocupação profissional mais intelectualizada, vida social ativa, atividades de lazer de cunho intelectual, entre outros", reforça.

domingo, maio 09, 2021

Podcast Nossa História, Nossa Memória encerra primeira temporada

 

O Podcast Nossa História, Nossa Memória, projeto de documentação oral, realizado com o incentivo do Edital de Criação, Fruição e Difusão (LAB PE) conclui, sua primeira temporada de exibições. Na ocasião, o público confere uma entrevista especial com o cantor e compositor, Paulo Neto, da cidade de Condado, região da Mata Norte de Pernambuco. No bate-papo cultural ele faz relato especial de sua autobiografia oral, no qual destaca a sua experiência e história pessoal sobre as influências da musicalidade nordestina na sua trajetória artística, da infância à vida adulta. O conteúdo está disponível nas redes sociais do projeto: Instagram e Facebook, e no blog.

De janeiro a maio deste ano, o projeto mapeou, registrou e divulgou dezenas de grupos, artistas e manifestações culturais pernambucanas. Um trabalho biográfico oral, inédito, coordenado e produzido pela jornalista, escritora e produtora cultural, Josi Marinho, 33, da cidade de Carpina, juntamente com a parceria do jornalista, radialista e produtor cultural Salatiel Silva, 30, de Nazaré da Mata. Juntos, eles ajudaram a contar a história de pessoas, artistas e instituições com pouca ou nenhuma visibilidade midiática.

Em um período de quatro meses, foram publicados, por meio das plataformas de podcasts e dos canais oficiais do projeto, disponíveis na internet, cerca de 28 episódios, o que resultou em mais de 1.400 minutos de conteúdos gratuitos e exclusivos, sobre Patrimônios Vivos, Museus, Pontos de Cultura, além de outras linguagens e gêneros da cultura de Pernambuco, como artesanato, maracatu, teatro, cinema, gastronomia, música, artesanato e literatura.

Ao todo, o projeto entrevistou cerca de 35 personalidades. O conteúdo era publicado semanalmente, às quartas-feiras e sábados, logo depois das 14h, simultaneamente, em nove plataformas de podcast: Anchor, Apple Podcast, Pocketcast, Deezer, Rádio Public, Castbox, Breeaker, Google Podcast, Spotify. Canais que ajudaram os episódios irem além do Brasil, mas a outros países, como Estados Unidos, Japão, Chile, Argentina, Filipinas, Portugal, Alemanha, França e Peru, como mostra o relatório de monitoramento de audiência diário.

A proposta para a elaboração do projeto surgiu a partir das vivências e do contexto social de Josi Marinho e Salatiel Silva. Jovens, negros e moradores da Mata Norte, uma das regiões mais pobres do interior de Pernambuco. “Cresci e vivi dentro da escola na busca por compreender a minha própria história e cultura em que estamos inserido, mas isso nunca foi pautado na sala de aula. E a realização desse projeto preencheu essa lacuna, que estava em aberto em mim”, diz Josi.

“Além disso, diante da triste consequência da pandemia de covid-19, que estamos vivenciando, é muito angustiante. Afinal, a cada pessoa próxima a nós que se vai com esse vírus, é como uma biblioteca incendiada. E em meio a esse processo doloroso, o Podcast Nossa História, Nossa Memória, nos inspirou para que, de alguma forma, pudéssemos documentar a história de vidas dos diversos artistas, que, diariamente, contribuem para a formação e tradição da nossa identidade”, acrescenta.

O projeto, de caráter documental, usa técnicas de linguagem radiofônica, internet e de jornalismo cultural, biográfico e literário. O formato atende a todas as idades O roteiro e todo o processo de construção dos episódios, busca conectar entrevistado aos ouvintes, por meio de uma conversa linear, recheada de efeitos, sons e musicalidade. É uma verdadeira viagem no tempo e nas raízes da formação do povo pernambucano.

“Estamos orgulhosos em poder contribuir com a nossa própria história e memória social. A partir de agora, professores, alunos, universidades e pesquisadores, contam com um rico acervo público sonoro, de acesso livre e gratuito, que vai ser muito importante para educação e a vida de tanta gente”, conta, emocionado, Salatiel Silva, apresentador do podcast.

Entre os convidados desta primeira temporada estão o produtor cultural Afonso Oliveira, idealizador do Método Canavial e do Movimento Canavial, uma iniciativa que valoriza a arte e a cultura produzida na Zona da Mata de Pernambuco; a mestra Cristiane Mota, única mulher no Estado mestrando um maracatu, além do rabequeiro Luiz Paixão, com mais de seis décadas dedicadas à cultura popular, com participações também no Coco e Forró. São inúmeros personagens que ganharam visibilidade e a oportunidade de ter suas biografias documentadas.

Diante do processo de pesquisa, mapeamento, registro e divulgação, o Podcast Nossa História, Nossa Memória desenvolveu, também, um blog especial. A plataforma, considerada um ambiente Fonográfico, traz, além de toda documentação sonora, fotografias, textos, entre outras informações complementares aos temas e entrevistas, de cada episódio. Um acervo que despertará ainda mais curiosidade e o desejo de enriquecimento cultural no público. É uma verdadeira enciclopédia sonora que vai ficar para gerações.

Serviço

Redes Sociais do Podcast Nossa História, Nossa Memória

Com lnformações do Jornalista Salatiel Cícero 

Agronegócio: um dos pilares da economia em Pernambuco

 

Fruticultura, cana-de-açúcar, bovinocultura de leite e avicultura estão dentre os setores envolvidos na cadeia produtiva do agronegócio que geram novas oportunidades de emprego e renda para as famílias, além de garantir alimento na mesa da população pernambucana. Atividades com números expressivos, que mostram a força do agronegócio no Estado.

Um dos pilares da economia em Pernambuco, o agronegócio é responsável também por alavancar outros setores comerciais e movimentar as exportações “São atividades que agregam tanto os grandes quanto os pequenos produtores, contribuindo para o desenvolvimento não apenas do Estado, como também de toda a região Nordeste”, pontuou o secretário de Desenvolvimento Agrário, Claudiano Martins.

Neste contexto, Pernambuco é destaque em setores como a avicultura: Pernambuco ocupa atualmente o primeiro lugar na produção de ovos e frangos no Nordeste. Em relação ao País, somos o quarto maior produtor de ovos e o oitavo maior produtor de frangos. São 12 milhões de ovos por dia e 14 milhões de frangos por mês. A produção acontece em mais de 60 municípios do Estado, gerando 160 mil empregos. Apenas o PIB da avicultura pernambucana gera, atualmente, R$ 3,5 bilhões.

Possuímos aproximadamente 25% do rebanho de caprinos do País (3.189.640 animais), enquanto os ovinos somam 3.369.234, além de significativa bacia leiteira. Pernambuco ocupa o segundo lugar no ranking de maior produtor de leite da Região Nordeste, com números expressivos que mostram a força dessa cadeia produtiva: atualmente são 60 mil produtores, dos quais 57 mil são pequenos produtores, responsáveis pela produção de aproximadamente 2.3 milhões de litros de leite por dia.

Hoje, o rebanho bovino é de 2,1 milhões, com 67 estabelecimentos lácteos registrados, sendo uma granja leiteira, nove usinas de beneficiamento de leite, 15 fábricas de laticínios e 42 queijarias artesanais, além de outras 74 queijarias artesanais em processo de formalização.

Na região Agreste, onde a produção da bacia leiteira está concentrada, inclusive, está em construção uma unidade industrial da Masterboi, com investimentos da ordem de R$ 120 milhões, que vai gerar 800 empregos diretos e outros 3 mil indiretos e terá capacidade de abater 500 bois e processar 250 toneladas de carne/dia, incluindo suínos, caprinos e ovinos.

“Deixamos claro que o produtor rural é o grande responsável pelo abastecimento da mesa do brasileiro. A Sociedade Nordestina dos Criadores (SNC) é uma entidade representativa do Agronegócio Nordestino, com atuação há mais de 75 anos, promovendo e fomentando o desenvolvimento da pecuária e agricultura”, pontuou o presidente da SNC, Delmiro Gouveia.

Na fruticultura irrigada do Sertão do São Francisco, o cultivo de frutas como uvas e mangas são responsáveis por alavancar os números do agronegócio no Estado, sobretudo com as exportações. No setor sucroalcooleiro, Pernambuco é o quinto maior produtor de cana-de-açúcar do Nordeste, com uma produção média estimada em 12 milhões de toneladas por ano, gerando cerca de 200 mil empregos diretos e indiretos. O setor sucroalcooleiro é o que mais emprega no Brasil, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Despregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

No âmbito da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), foi publicada uma portaria que cria a Comissão Estadual de Inovações de Produtos Artesanais, formada por representantes da SDA, Adagro, Associação de Certificação Queijo Coalho do Agreste PE- Controle de Qualidade de Processos- CQP, ITEP, AD-DIPER e UFRPE.

PIB - A agropecuária foi o único dos três grandes setores da economia que cresceu em 2020, segundo análise do Sistema Faepe/Senar sobre o resultado do PIB nacional. De acordo com o levantamento, a atividade teve expansão de 2% no ano passado na comparação com 2019, sendo o único setor “no azul”, enquanto o PIB geral do país teve queda de 4,1%. O Sistema Faepe/Senar exalta o desempenho positivo em 2020, com destaque para a alta nas exportações. O setor gerou US$416,4 milhões em produtos enviados ao exterior, o que representa 40% de crescimento ante 2019, e 22% do valor total exportado por Pernambuco.

lmprensa SDA PE

Sequelas de vítimas do trânsito preocupam especialistas do HMA

 

O Brasil ocupa a quarta posição no ranking mundial de mortes por acidentes no trânsito, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Somente no ano passado, o seguro DPVAT, que beneficia vítimas de acidente de trânsito, foi pago a 310.710 pessoas por sinistros ocorridos no trânsito brasileiro. A região Nordeste foi responsável pelo maior volume de indenizações (30%), embora sua frota seja a segunda maior do país (corresponde a 18,6%), segundo dados do Relatório Anual da Seguradora Líder, responsável pela operação do DPVAT até o ano passado. Os casos de invalidez representaram a maioria dos benefícios pagos (mais de 210 mil indenizações).

No Hospital Miguel Arraes (HMA/FPMF), em Paulista, referência no atendimento a casos de Clínica Médica, Cirurgia Geral e Traumato-ortopedia na Região Metropolitana Norte do Recife, o dia a dia revela o perfil da vítima do trânsito. Houve 1.415 notificações no ano de 2020, sendo 84,5% do sexo masculino e 55,4% com idades entre 20 e 39 anos. A motocicleta continua sendo o meio de locomoção mais arriscado, com 70,8% das vítimas que dão entrada na unidade.

Do total de registros, 56,3% tiveram os membros inferiores atingidos e 52,7% precisaram de internação hospitalar. De acordo com Francisco Couto, coordenador de Traumatologia e Ortopedia do HMA, mais de 80% dos casos de acidentes de trânsito atendidos na unidade representaram fraturas, podendo deixar sequelas permanentes: “na maioria das vezes são infecções nos ossos provocadas por bactérias ou fungos e lesões que alteram o comprimento dos membros inferiores. São casos que demandam cirurgias e longos períodos de internação hospitalar, resultando quase sempre em sequelas pra vida toda”. O especialista alerta, ainda, para a obediência às regras do trânsito, que evitam acidentes e reduzem o número de pessoas mutiladas e mortas, além de diminuírem também a superlotação dos hospitais, principalmente nestes tempos de pandemia.

Para conscientizar sobre essa triste realidade, a Campanha Maio Amarelo volta a mobilizar a população. Este ano, a campanha traz como tema “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”. A ação chama atenção para atitudes que podem evitar acidentes, como o uso de passarelas, das faixas de pedestres e do cinto de segurança, e riscos que contribuem para tornar o trânsito mais perigoso, violento e letal, como o uso de celular ao volante, de bebida alcoólica e o excesso de velocidade. Palestras envolvendo o Serviço Social e a Vigilância Epidemiológica do HMA acontecem nos dias 18 e 28 deste mês, com o tema “Segurança no Trânsito”, quando serão apresentados dados estatísticos de vítimas de acidentes que dão entrada na Emergência do hospital e a utilização do DPVAT. Somente nos quatro primeiros meses deste ano, 454 vítimas de acidentes de trânsito deram entrada no Miguel Arraes.


Com lnformações da jornalsta lana Gouveia

COVID-19: doença trouxe onda de problemas mentais para população mundial

 

Os dias atuais têm sido bastante propícios para o desencadeamento de transtornos mentais. Com o avanço da pandemia, as pessoas continuam tendo que passar mais tempo em casa, sendo privadas de suas atividades sociais, para garantir proteção contra o vírus que não escolhe pessoa quando quer atingir.

O estresse gerado pelo trabalho, que na maioria dos casos, está presente com maior intensidade dentro do próprio lar, com a modalidade “home Office”. Tudo isso, junto com os afazeres domésticos diários, as crianças que também estão em casa na modalidade de estudo online, têm gerado uma crescente série de problemas de saúde mental, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Diante disso, priorizar a saúde mental é essencial para a promoção de uma boa qualidade de vida, por conta disso, se faz preciso estar atento aos sinais que indicam a real necessidade de realizar uma consulta com o psicólogo, psiquiatra ou psicanalista”, enfatiza o psicanalista, palestrante sobre dependência química e diretor do Grupo Recanto, Fabrício Selbaman.

Apesar de todo esse cenário atual, boa parte da população ainda vê os profissionais de saúde mental com preconceito, pois, as pessoas mantêm uma falsa crença sobre esse tema, como por exemplo: “psiquiatra é coisa de gente doida”.

Outra questão que por muitas vezes não está clara para a população, é a finalidade de cada profissional. Perguntas como: quando procurar um psicólogo ou quando procurar um psiquiatra são mais frequentes do que parecem. E por muitas vezes a própria família do paciente que está em questão, ainda não sabe diferenciar a função de cada um na melhora da qualidade de vida do familiar.

Segundo o especialista Fabrício Selbaman, “uma das principais diferenças se encontra na formação de ambos, afinal o psiquiatra é um profissional que precisa fazer graduação em medicina e logo após isso, se especializar em psiquiatria. Diante disso, ele trata das questões relacionadas a condições mentais patológicas, que podem ser tanto genéticas quanto adquiridas”, explica Fabrício.

Por conta de sua formação em medicina, ele pode fazer a prescrição de tratamentos com medicamentos específicos de acordo com a demanda do paciente. A prescrição de medicações pode ocorrer como uma forma de intervenção psiquiátrica para o manejo de sintomas que impeçam o paciente de ter uma boa qualidade de vida.

Já os psicólogos são graduados em psicologia e trabalham em questões relacionadas a problemas de ordem psicológica e comportamental. Sua intervenção se encontra voltada ao controle de desordens mentais, auxiliando o paciente na identificação de atitudes, pensamentos, sentimentos e emoções que podem prejudicar a sua saúde mental.

Quando procurar um especialista?

Qualquer pessoa pode se consultar, por exemplo, com um psiquiatra, pois esse é um profissional que atua na manutenção da saúde mental de maneira geral.

Desta forma, se qualquer pessoa se encontra com problema de ordem mental, seja devido a um estresse gerado pelo excesso de trabalho, situações familiares, ou quaisquer outras questões pessoais e sociais que esteja afetando a dinâmica da sua vida, ele é o mais indicado para o diagnóstico e prevenção.

O psiquiatra poderá auxiliar no enfrentamento de dificuldades relacionadas a alterações no sono ou apetite, mudança de humor e hábitos prejudiciais da qual a pessoa não consiga parar, como consumo de álcool e outras drogas. Além dos tratamentos relacionados a diversos transtornos mentais como depressão, ansiedade, esquizofrenia, síndrome do pânico e dependência química, entre outros.

Em caso de maiores dúvidas sobre saúde mental, não perca tempo, entre em contato com o Grupo Recanto. Capitais e regiões metropolitanas, telefone de contato 4007-2316. Demais regiões 81 3543-0300

Dia de Cooperar promove empreendedorismo juvenil e Educação Financeira em PE

 

“Vem Transformar Necessidade em Oportunidade, Atitudes Simples Movem o Mundo” é o tema do Dia de Cooperar em 2021, um movimento nacional do Sistema OCB, da qual a Sicredi Pernambucred é integrante. Esse projeto será realizado com o apoio do Sescoop/PE e em parceria com organizações locais, como a ONG Instituto Periferia & Cidadania. A programação conta com ações de estímulo ao empreendedorismo juvenil e a Educação Financeira.

Para começar, será realizado o projeto “Aí Delivery”, na comunidade do Engenho do Meio e Roda de Fogo. O objetivo é durante o mês de maio arrecadar doações de bicicletas para um projeto de empreendedorismo juvenil. “Estimulando a prática dos valores e princípios cooperativistas, vamos contribuir para o desenvolvimento socioeconômico desses jovens”, destaca Luís Aureliano de Barros Correia, Presidente do Conselho de Administração da Sicredi Pernambucred.

Será através da 7ª Gincana da Solidariedade que as equipes das agências da Sicredi Pernambucred mobilizarão associados e amigos a doarem bicicletas usadas ou novas que serão customizadas para o projeto local.

Já durante o mês de julho é que acontecerá a ação de Educação Financeira nas Geladeiras Culturais PE, com a doação de 1500 coleções de gibis da Turma da Mônica sobre esse tema, em vários municípios. “Disponibilizar esse material é uma forma de fortalecer essas iniciativas locais de fomento a leitura, proporcionando às crianças e adolescentes oportunidades de despertar curiosidade e interesse sobre uma questão tão importante que é a educação financeira”, fala Luís Aureliano. Segundo ele, é necessário que todos tenham o compromisso em promover o Desenvolvimento Sustentável, por meio do acesso ao trabalho decente e crescimento econômico, Educação de qualidade e redução das desigualdades.

Em 2020, mesmo com o distanciamento social, o Dia C alcançou números recordes em todo o país. Foram mais de 7,8 milhões de pessoas beneficiadas por 2,8 mil ações inscritas, sendo que 76% delas foram voltadas a minimizar os impactos causados pelo corona vírus. Este ano, a celebração nacional do Dia de Cooperar será realizada no dia 03 de julho, com programação pelo Youtube.

Pioneiro programa de Cashback na área de energia solar

 

Geralmente, ao fazer uma compra, pensamos que vamos apenas gastar dinheiro. Entretanto, com o método do Cashback, é possível obter parte do valor das compras de volta. Quanto mais compras são feitas, mais dinheiro pode-se receber de volta. Além de fidelizar o cliente, o método de Cashback acaba sendo muito vantajoso para o consumidor que consegue acumular vantagens. E, foi pensando em ajudar pequenos e médios negócios como padarias e mercadinhos, que a Insole, empresa que oferece soluções financeiras por meio da conta de energia, aposta no desafio de transformar o consumo de energia em moeda de troca.

Há sete anos no mercado e referência em projetos de energia solar em todo o Brasil, a Insole inova com a campanha “Tá na Hora de Mudar”, que concede desconto e créditos a donos de padarias e mercadinhos que fecharem contrato de locação de sistema de geração energia solar. Não há necessidade de investimento inicial no negócio. É simples e sem burocracia, o cliente faz a portabilidade da sua conta de energia para a Insole e ganha cashback de 5 a 10 vezes o valor da sua conta. O valor do cashback será crédito na carteira digital, InsolePay*.

Para o cliente receber o benefício do Cashback, é imprescindível que permaneça com o pagamento mensal em dia, sem que ocorra qualquer atraso no pagamento de qualquer das parcelas do contrato firmado com a Insole.

De acordo com os estudos feitos pela Insole, um dos grandes entraves para a energia solar é o valor do investimento da instalação de uma usina em residências e estabelecimentos comerciais. “Esse custo, muitas vezes, atua como inibidor para o cliente que deseja utilizar uma energia mais limpa. O que a Insole propõe é mudar através da portabilidade da conta de energia convencional para a solar oferecendo uma redução dos custos fixos de energia em pequenos e médios negócios tais como donos de mercadinhos e padarias”, explica Ananias Gomes, presidente da Insole.

Banda recifense Sargaço Nightclub lança single inspirado no minimalismo

 

“C’MON – Construção Musical On-line”. Este é o nome do projeto desenvolvido pelo grupo recifense Sargaço Nightclub para aproximar o público do processo de composição da banda. A iniciativa se dividiu em duas etapas. Na primeira, as pessoas se cadastraram em uma ficha de inscrição e sugeriram ideias para a criação de uma nova música. Agora, na segunda e última parte, a banda apresenta o resultado do brainstorm coletivo com o lançamento de “Minimalize Já!”. O single estreia nas plataformas digitais no dia 27 de abril e o clipe, no dia 30, no canal da banda no Youtube.

Os seis autores dos textos selecionados para integrarem a letra costurada por Marcelo Rêgo para a melodia de Sofia França tiveram seus nomes registrados como coautores da obra.

“A intenção era trazer uma mensagem de positividade para o ano de 2021, em meio ao contexto de pandemia. E também um chamado ao minimalismo: a ideia de que não precisamos de muita coisa para sermos felizes. Foi uma reflexão que veio destes tempos”, conta Marcelo, guitarrista da banda.

Novos nomes da cena pernambucana

As colaborações contaram com integrantes da nova cena musical local de Pernambuco, como a cantora Carina Mayara e de integrantes das bandas Lady Newton, Conspiração Alienígena e Travadores.

Do Sul e Sudeste participaram o gaúcho Carlos Negrito e o poeta Ricardo Guima, de Belo Horizonte. Ele é autor de “A Cor do Desejo”, música gravada por Ney Matogrosso no CD “Beijo Bandido”.

O arranjo de “Minimalize Já!” ainda contou com a participação especial do violoncelista Gabriel Conolly, que reside atualmente em Lisboa.

Sobre a Sargaço Nightclub

Formado por Marcelo Rêgo e Sofia França, a Sargaço Nightclub lançou seu disco de estreia “Istmo”, em setembro de 2020. O trabalho contou com a colaboração de diversos músicos da cena local e foi gravado no SB Music Studio e no Estúdio Apollo 17. O primeiro single de “Istmo”, batizado de “Hibakusha”, ganhou um clipe com participação especial da atriz Hermila Guedes.

O projeto “C’MON – Construção Musical On-line” e a gravação da música e do clipe de “Minimalize Já!” foram viabilizadas com recurso da Lei Aldir Blanc da Secretaria de Cultura de Pernambuco por meio de edital da Secretaria de Cultura Pernambuco

Os cinco anos do Hospital da Mulher

 

Nesta segunda-feira (10), o Hospital da Mulher do Recife (HMR) Dra. Mercês Pontes Cunha, no Curado, completará cinco anos de funcionamento. A unidade, inaugurada em 2016 pela Prefeitura do Recife, tornou-se referência na assistência humanizada ao parto e em diversas outras especialidades, como gestação de alto risco, atenção à mulher vítima de violência e especialidades ambulatoriais. Nesse tempo, o HMR já realizou quase 1,4 milhão de procedimentos. E, para marcar a data, haverá uma programação especial – organizada com todos os protocolos de proteção e segurança contra a covid-19 – para os pacientes e colaboradores da unidade.

As atividades começarão logo cedo, com palestras educativas sobre vários assuntos, entre eles saúde mental na pandemia, prevenção da covid-19, planejamento familiar, nutrição, entre outros. Além disso, ao longo do dia, terá distribuição de máscaras de proteção facial para pacientes, inauguração de um painel de arte na entrada do setor Covid e de um painel de lettering no 1º andar. Para encerrar o dia, haverá uma apresentação musical da Banda do Comando Militar do Nordeste.

Atualmente, o Hospital da Mulher do Recife é reconhecido como a unidade que realiza a maior quantidade de partos em mulheres recifenses. Em seus cinco anos de funcionamento, foram realizados 24.319 partos, sendo 16.052 normais e 8.267 cesáreas.

O HMR, que representou um marco na história da cidade, por ser a primeira unidade de grande porte construída pelo município e para atendimento exclusivamente do público feminino, vem crescendo ao longo do tempo. Lá, são desenvolvidos alguns projetos de humanização, entre os quais se destacam o Minha Certidão e o Programa de Voluntariado para Doulas, para tornar a experiência do parto e da maternidade ainda mais especial. Outro destaque também é o serviço ambulatorial específico para a população LBT (lésbicas, bissexuais e transexuais-transgenitalizadas) e o Centro de Atenção à Mulher Vítima de Violência Sony Santos, que funciona 24 horas por dia.

No final de 2019, entrou em funcionamento a ala de alto risco com 68 leitos ao todo, sendo 20 leitos de UTI (UTI da Mulher e UCI Neonatal), 27 leitos de UCI (UCI Neonatal e UCI Canguru), além de 21 leitos de enfermaria de gestação de alto risco.

O HMR conta também com um moderno Centro de Diagnóstico por Imagem, Banco de Leite Humano, Cartório, Casa das Mães e outros serviços especializados.

No início da pandemia, em 2020, o HMR passou por readequações para receber os pacientes com síndrome respiratória aguda grave (srag). Hoje, são 30 leitos de terapia intensiva e dez de enfermaria voltados para o tratamento de casos suspeitos ou confirmados de covid-19.

Nesses cinco anos de funcionamento, o Hospital da Mulher do Recife, que está sob administração do HCP Gestão, organização social de saúde do Hospital de Câncer de Pernambuco, já realizou 1.362.905 procedimentos. Desse total, são mais de 913 mil exames; 228 mil consultas; 117 mil atendimentos realizados na emergência e 4,5 mil cirurgias.


Aniversário de cinco anos do Hospital da Mulher do Recife

Data: 10 de maio de 2021 (segunda-feira)

Programação:

7h – Entrega de bottons comemorativos para os colaboradores

7h30 – Palestras sobre “Saúde Mental na pandemia” e “Planejamento Familiar”. Público-alvo: pacientes e acompanhantes do Centro de Imagem.

8h30 – Distribuição de máscaras de proteção facial para pacientes e acompanhantes do HMR (Ambulatório, Centro de Imagem e Emergência).

9h - Inauguração do painel arte da entrada do setor Covid e de painel lettering da área de espera do 1º andar.

10h – Reunião comemorativa online

A partir das 11h – Almoço especial para colaboradores e acompanhantes.

13h30 - Palestras sobre “Prevenção da covid-19” e “Nutrição na pandemia”. Público-alvo: pacientes e acompanhantes do Centro de Imagem.

14h - Distribuição de máscaras de proteção facial (Ambulatório, Centro de Imagem e Emergência).

15h – Encerramento oficial com a apresentação da Banda do Comando Militar do Nordeste (área externa do setor Covid, do ambulatório e da maternidade).

A partir das 20h – Ceia especial para colaboradores.

lmprensa Recife

quarta-feira, maio 05, 2021

Palestras sobre cores na Ferreira Costa

 

A partir deste mês de maio, começará uma série de palestras gratuitas promovidas pelo Home Center Ferreira Costa em parceria com as Tintas Suvinil, para os profissionais e amantes de reforma, decoração e pintura.

A primeira palestra terá como tema: As cores como antídoto e acontecerá no dia 12 de maio às 19h. O evento será ministrado por Michell Lott (foto), que é jornalista e consultor de Cores da Suvinil, além de ter passado 5 anos cuidando da parte digital da Casa Vogue, onde descobriu sua paixão pelo design, arquitetura e decoração.

Para quem deseja participar, basta se inscrever através do www.sympla.com.br/palestra-online-as-cores-como-antidoto-com-michell-loft__1196332. A ideia é se inspirar e ousar no mundo de cores.

Clima frio favorece alergias e doenças de pele

 

O tempo muda e os efeitos sob a pele podem surgir, com a chegada do outono-inverno. Nesta época, é comum mudanças de hábitos, como banhos mais quentes e mais demorados que removem a oleosidade natural da pele, diminuindo o manto lipídico que retém a umidade da pele, deixando-a ainda mais seca e sensível, podendo desencadear dermatite e outros problemas dermatológicos.

Para evitar o aparecimento de dermatites, psoríase e alergias na pele durante o inverno, são necessários alguns cuidados como não tomar banho demorado e com a água muito quente; evitar o uso de esfoliantes, de buchas e de sabonetes comuns, que ressecam a pele; Não secar o corpo com toalhas ásperas; Usar sabonetes neutros e hidratantes.

Durante o inverno, manter a ingestão de água é extremamente importante para conservar a hidratação da pele e de todo o organismo que, naturalmente, fica debilitado por causa do clima frio. Um corpo hidratado apresenta uma pele macia e elástica.

Segundo a dermatologista Vanessa Nóbrega (foto) é essencial ter o acompanhamento dermatológico no caso do aparecimento de qualquer uma dessas doenças, para que sejam recomendados os produtos e tratamentos adequados para as características da sua pele.

Policiais civis se mobilizam pela reintegração de Áureo Cisneiros

 MATÉRlA ORlGlNALMENTE DO PODCAST TAlS PARANHOS





terça-feira, maio 04, 2021

Projeto de Lei propõe que governo estadual divulgue na internet lista e estoque de medicamentos

 

Já está em tramitação na Assembleia Legislativa, o projeto de lei 2145/2021, de autoria da deputada Priscila Krause (DEM), que solicita que o governo estadual estabeleça medidas de divulgação de informações sobre estoques de medicamentos, insumos farmacêuticos, materiais médico-hospitalares e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). A proposta sugere alteração na Lei 14.804, de 29 de outubro de 2012, que regula o acesso a informações públicas em Pernambuco. De acordo com o projeto, o governo passaria a incluir na internet, no Portal da Transparência, entre outros dados, a lista e estoque de medicamentos que são distribuídos gratuitamente à população, com atualização diária, além de medicamentos que estão em falta e possível data em que estarão disponíveis.

A proposta também sugere a divulgação da lista de estoque de insumos farmacêuticos e materiais médico-hospitalares necessários para a execução dos serviços em saúde prestados pelas unidades de saúde estaduais, incluindo as farmácias populares. O projeto também determina que deve constar no Portal da Transparência as datas de vencimento dos medicamentos, insumos, materiais médico-hospitalares e EPIs, com destaque para os que vão perder a validade nos próximos noventa dias. A lista e estoque de medicamentos devem também estar disponíveis para a população nas farmácias populares e locais de distribuição.

“Recentemente fizemos, mais uma vez, denúncia sobre a falta de gestão da Prefeitura do Recife nesta área. Encontramos 471 mil ampolas de Propofol, que estavam na relação de estoque da Prefeitura e que tiveram, segundo o governo estadual, de serem encaminhadas a outros estados porque estavam prestes a perder a validade. A divulgação de forma transparente à população vai permitir maior agilidade no acompanhamento dos órgãos de controle e também favorecer o acesso de pessoas que precisam da medicação e agora vão poder saber onde eles, de fato, estão. Saúde é um direito universal e cabe ao poder público divulgar de forma mais ampla e acessível informações sobre medicamentos, equipamentos médico-hospitalares e EPIs”, destacou a parlamentar.

De acordo com Priscila, “a transparência no Poder Público não deve ser apenas reativa, mas sim ativa, devendo a administração buscar meios e soluções para tornar o maior número de informações disponíveis ao conjunto da sociedade, sobretudo quando o assunto é saúde em tempos de pandemia”.

segunda-feira, maio 03, 2021

Aulas presenciais são retomadas em escolas que funcionam dentro da Funase

 

Nesta segunda-feira (3), estão sendo retomadas as aulas presenciais em escolas da rede estadual de ensino que atendem adolescentes e jovens privados de liberdade em Pernambuco. A medida ocorre com base nos protocolos de convivência com a Covid-19 em vigor em Pernambuco e em um documento específico, elaborado pela Secretaria de Educação e Esportes (SEE), com orientações para o acolhimento de professores e alunos. Cerca de 750 estudantes em internação ou internação provisória em unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) poderão retornar às salas de aula de forma escalonada, por meio de rodízio de turmas.

Para esse momento, a SEE, por meio da Secretaria Executiva de Desenvolvimento da Educação, realizou formações com professores e coordenadores educacionais das escolas que funcionam nas unidades socioeducativas com o intuito de garantir uma melhor aplicabilidade das orientações. Os espaços já foram equipados com totens de álcool em gel e demarcações relativas ao distanciamento social. Em paralelo, a Funase também promoveu uma reunião preparatória virtual com coordenadores e pedagogos. O processo de retomada é acompanhado pela Superintendência da Política de Atendimento e pelo Eixo Educação da instituição.

“Em algumas unidades de internação, como Petrolina, Garanhuns e Santa Luzia, no Recife, os professores da Secretaria de Educação e nossos profissionais técnicos já vinham trabalhando esse acolhimento desde a semana passada, em sala de aula. Mas na maior parte das unidades da Funase, as aulas presenciais serão retomadas, de forma propriamente dita, neste início de maio. É um momento muito esperado pelos estudantes e por todos nós. A escola é um espaço de trocas e diálogo por excelência, algo tão necessário no caminho desses adolescentes no sistema socioeducativo”, pontua a presidente da Funase, Nadja Alencar.

Conforme Vera Braga, gestora da Gerência de Direitos Humanos e Educação Inclusiva (GEIDH) da SEE, deve ser priorizada uma escuta ativa com todos os estudantes, a fim de coletar informações sobre as questões emocionais desses adolescentes. “A nossa proposta é que se faça uma roda de diálogo com as turmas, com orientações, com escuta qualificada. Estamos em outro cenário, lidando com jovens privados de liberdade que não tinham acesso à educação remota por cumprimento ao protocolo de medidas socioeducativas. São indivíduos isolados da sociedade e da escola, um espaço fundamental na construção de laços afetivos”, frisa.

Ainda segundo a gestora, a acolhida serve como subsídio para que os educadores envolvidos neste primeiro momento criem estratégias pedagógicas no retorno às aulas e para iniciarem os conteúdos curriculares programáticos. “É importante priorizar a educação socioemocional, escutar o que esse estudante tem a dizer, procurar caminhos e estratégias para viabilizar a escolarização dos conteúdos do currículo. Realizamos formação com mais de 80 professores e 16 coordenadores pedagógicos sobre todas essas orientações para iniciar o ano letivo alinhados no nosso compromisso ético”, acrescenta Vera Braga.

lmprensa Funase

Procon Recife passa a atender no Compaz Dom Helder Câmara a partir desta terça-feira (04)

 

A partir desta terça-feira (4), o Procon Recife passa a atender também no Centro Comunitário da Paz (Compaz) Dom Helder Câmara, situado na comunidade do Coque. O atendimento será realizado de terça a sexta-feira, das 8h às 13h. O agendamento deve ser feito no site do procon.recife.pe.gov.br. Em função dos protocolos sanitários necessários pela pandemia da covid-19, serão adotados procedimentos que garantam a segurança dos frequentadores e o uso correto de máscara é indispensável para ser atendido.

Serviço

Procon Recife no Compaz Dom Helder Câmara

Rua Lourenço de Sá, 140 - Ilha Joana Bezerra, Recife - PE

Horário de funcionamento: terça a sexta-feira, das 8h às 13h.

Agendamento presencial no site procon.recife.pe.gov.br.

lmprensa Procon Recife

Vulcão: feminismo, literatura e questões de gênero

 

A partir do encontro de cinco artistas, com trajetórias diversas, interessadas em diferentes linguagens artísticas em que o foco é o trabalho do intérprete, nasceu o VULCÃO [criação e pesquisa cênica]. Formado por Elisa Volpatto, Livia Vilela, Paulo Salvetti, Rita Grillo e Vanessa Bruno, o coletivo comemora em maio de 2021 cinco anos, sempre colocando em cena criações autorais.

Para marcar a data desde a estreia do primeiro trabalho conjunto - as encenações simultâneas de dois solos A Dor e Pulso, no palco do Sesc Consolação, em maio de 2016 - serão realizados vários eventos, todos virtuais, que celebram o que passou e apontam o que está sendo preparado.

Parte da programação foi contemplada pela Lei Aldir Blanc (Lei 14.017/2020), Módulo I, Maria Alice Vergueiro, através do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Prefeitura Municipal de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Entre o final de abril e os últimos dias de maio, acontecem atividades com integrantes do VULCÃO [criação e pesquisa cênica] e convidadas, que discutem questões presentes no trabalho do coletivo, como feminismo, literatura e questões de gênero. Também fazem parte da comemoração duas ações ligadas ao processo de uma das próximas encenações, Orlandx (baseado no romance de Virginia Woolf) e a pré-estreia de Rosa Choque (poema cênico musical com dramaturgia de Dione Carlos reunindo atrizes que estão em diferentes cidades).

VULCÃO [criação e pesquisa cênica] aproxima diferentes linguagens, une teatro, literatura, dança e audiovisual e vê como motor catalisador – principal e determinante – o trabalho do intérprete. O coletivo tem desenvolvido projetos de investigação teatral a partir do deslocamento da literatura para a cena. O coletivo já realizou criações a partir da obra de três grandes autoras do século XX – Clarice Lispector, Sylvia Plath e Marguerite Duras.

 

Calendário de comemorações

Tudo isso começa com uma série de três lives, dias 27, 28 e 29 de abril, terça a quinta-feira, sempre às 20h, no canal de instagram @vulcao.art. Nesses encontros, o tema é feminismo e literatura - tema presente nas peças apresentadas pelo coletivo - em que Vanessa Bruno conversa a cada dia com uma pensadora: a pesquisadora Eliane Fitipaldi, a jornalista Mariana Delfini e a escritora Liliane Prata. O tema dos encontros é Clarice Lispector e sua obra “Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres” (1969) - que deu origem ao espetáculo Águas do Mundo - para uma discussão sobre feminismo e o espaço social da mulher hoje.

Na sexta-feira, 30 de abril, às 20h, será transmitido uma sessão especial de Águas do Mundo, no https://www.youtube.com/user/corporastreado. A atriz e diretora, Vanessa Bruno faz em Águas do Mundo uma atualização cênica do romance "Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres” de Clarice Lispector no qual o público acompanha sua travessia na partilha da solidão, do habitar seu próprio corpo e desejo para ampliar a capacidade de amar sua própria existência de ser mulher e ser humano no mundo. Entre as várias referências míticas que a obra literária faz, tais quais o mito de Eros e Psiqué, a Odisséia de Homero e a ninfa Lorelei da mitologia alemã, a peça explora a reversão do mito bíblico do pecado original e confere à mulher a entrada no Paraíso e descoberta da vida através do prazer. Em dezembro de 2020, seguindo todos os protocolos de segurança impostos pela pandemia da Covid-19, a equipe produziu, num teatro vazio, a transmissão especial on-line do espetáculo que será exibida.

Outra peça baseada na obra de uma escritora está em processo de construção pelo VULCÃO. “Orlando - uma biografia", de Virgínia Wolf, lançado em 1928, narra a história do personagem-título, nobre em plena Inglaterra elisabetana, séculos XVI / XVII, que atravessa os anos até o século XX, e que se vê, em um dado momento, misteriosamente transformado em Lady Orlando.

A premissa dá abertura para muitas reflexões e sátiras sobre as construções sociais de gênero, moral, sexualidade e identidade, que serão discutidas pelo VULCÃO [criação e pesquisa cênica] ao compartilhar com o público ações ligadas ao processo de criação de Orlandx, que vem sendo construído em sala de ensaio desde 2017 pelos intérpretes Elisa Volpatto, Paulo Salvetti e pela diretora Vanessa Bruno a partir do romance de Virginia Woolf.

Na sexta-feira, 7 de maio, às 20h, o VULCÃO convida o público a tomar um chá (virtual) no canal de YouTube da Corpo Rastreado. A ideia é os intérpretes fazerem uma leitura online para problematizar a dramaturgia que vem sendo construída em sala de ensaio. Para isso, os integrantes do coletivo recebem as convidadas Carol Pitzer (dramaturga), Britney Federline (maquiadora trans) e Carla Cristina Garcia (socióloga).

A intenção da ação é investigar percepções diante da recepção da versão do texto, para avaliar o tratamento dado aos temas envolvidos neste projeto, como as questões de gênero e sexualidade, do tempo e da historicidade, do humor e da crítica aos valores patriarcais.

Além disso, um encontro que reedita o “jantar pensamento - R U M I N A R”, no qual o público é convidado a discutir se Orlando pode ser considerado queer - em uma tradução livre, o termo designa pessoas fora das normas de gênero, seja pela sua orientação sexual, identidade ou características sexuais. Para participar da discussão duas convidadas especiais: Helena Vieira e Magô Tonhon, no dia 14 de maio, sexta-feira, às 20h, também com transmissão no canal de YouTube da Corpo Rastreado.

R U M I N A R foi desenvolvido pelo coletivo junto com o artista Lucas Pretti e realizado pela primeira vez em setembro de 2018 para reunir pessoas de diversas áreas do conhecimento num jantar que se mistura a um programa performativo (inspirado nas poéticas de Eleonora Fabião). Na impossibilidade dos encontros presenciais, a provocação será feita virtualmente, porém com a mesma vontade de discutir os temas que ajudem na construção do novo espetáculo, Orlandx.

Neste jantar virtual, Elisa Volpatto, Paulo Salvetti e Vanessa Bruno juntam-se à escritora e transfeminista Helena Vieira e à maquiadora e mestre em filosofia Magô Tonhon para pensarem a relação que o romance de Virginia Woolf pode estabelecer com as Teorias Queers. O evento será aberto e transmitido via Youtube, e o público vai poder interagir por meio de perguntas no chat da plataforma. Serão discutidas questões desse corpo ‘desobediente’ da personagem de Virginia Woolf que transgride e rompe as barreiras de comportamento com as convidadas, especialistas em questões de transgêneros e cultura queer.

Na sexta-feira seguinte, 21 de maio, também às 20h, acontece a pré-estreia de Rosa Choque – poema cênico musical virtual com dramaturgia inédita de Dione Carlos, direção Vanessa Bruno. O trabalho faz uma relação entre a história da ativista paquistanesa Malala Yousafzai e as estudantes secundaristas que ocuparam as escolas de todo o Brasil no final de 2015, contra o seu fechamento.

Dione Carlos interligou os dois acontecimentos, influenciada pelo slam poetry (movimento de literatura e resistência que ganhou força no Brasil a partir de 2017). Em maio de 2020, durante o isolamento imposto pela pandemia da Covid-19, a diretora Vanessa Bruno reuniu a equipe formada exclusivamente por mulheres conectando artistas de São Paulo, Brasília, Porto Alegre e Paris e propôs uma vivência de teatro completamente remota, inspirada pela estética do zoom e gravada pelo celular das próprias atrizes, relacionando as ruas das slammers com a janela virtual.

Participam no elenco: Alice Quintiliano, Bia Miranda, Gabriela Rocha, Letícia Calvosa, Lilian Regina, Lisi Andrade, Livia Vilela, Luisa Coelho, Monalisa Silva e Rita Grillo. A transmissão será pelo https://www.youtube.com/user/corporastreado.

Encerrando as comemorações, em 28 de maio, sexta-feira, às 20h, será feita uma live com os propositores Elisa Volpatto, Livia Vilela, Paulo Salvetti, Rita Grillo e Vanessa Bruno – via Instagram (@vulcao.art). Os cinco integrantes rememoram a trajetória do grupo desde 2016, unindo curiosidades e também a reflexão sobre (r)existir nos tempos atuais.

 

As peças criadas pelo VULCÃO [criação e pesquisa cênica]

Brincar de Pensar, concebido e dirigido por Vanessa Bruno, foi criado a partir de oito contos/crônicas de Clarice Lispector, publicados no Jornal do Brasil entre 1967 e 1973. A peça é feita no jogo em que o pensamento é o protagonista, juntamente com memórias e inquietações de uma jovem narradora, vivida pela atriz Isabel Wilker, ao lado de Lívia Vilela e Luiz Felipe Bianchini, para apresentar memórias da infância e devaneios próprios de todas as idades.

A Dor, criado a partir do romance “La Douleur” de Marguerite Duras, também é dirigido por Vanessa Bruno. O espetáculo com a atriz Rita Grillo é uma compilação de publicações de escritos em algum momento do pós-guerra, que tratam do período em que o marido da autora francesa, envolvido com a resistência ao nazismo, foi preso e enviado para um campo de concentração. A peça é um testemunho cênico sobre a guerra do ponto de vista de uma mulher.

O solo Pulso, com Elisa Volpatto, dirigido por Vanessa Bruno, coloca luz sobre a vida e a obra do ícone da Poesia Confessional norte-americana, Sylvia Plath. O trabalho apresenta o universo de uma mulher enclausurada no ambiente doméstico dos anos 50, buscando escrever e produzir sua obra literária ao mesmo tempo em que se percebe sem reconhecimento, justamente devido à posição que ocupava frente ao status quo estabelecido por uma sociedade patriarcal e machista. Tudo naquele que seria o seu último dia de vida (Sylvia Plath cometeu suicídio aos 30 anos, ligando o gás em sua cozinha). O espetáculo, desde sua estreia em 2016, tem servido como disparador para pensarmos de forma poética e sensível sobre o espaço ocupado pelas mulheres na sociedade hoje.

Águas do Mundo, pesquisa e criação a partir do deslocamento do romance "Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres” de Clarice Lispector para o palco. O espetáculo mantém a poética clariciana em terceira pessoa, onisciente, com alternância entre diálogos e fluxo de pensamento, numa narrativa em que uma consciência se abre para outra consciência, afirmando a escrita peculiar e metafísica de Lispector. Idealizado há mais de 10 anos pela atriz e diretora Vanessa Bruno, Águas do Mundo tornou-se o embrião de sua pesquisa de mestrado concluída em 2015 na Escola de Comunicação e Artes da Universidade São Paulo (ECA-USP) em que relaciona os procedimentos de Antunes Filho e a experiência pregressa no CPT com a transposição da literatura de Lispector para a cena. Os procedimentos desenvolvidos nesta pesquisa foram aplicados na criação dos outros espetáculos do VULCÃO [criação e pesquisa cênica]: Brincar de PensarPulso e A Dor.
 

Serviço

#vulcão5anos

De 27 de abril a 28 de maio de 2021

www.vulcao.art.br/

 

PROGRAMAÇÃO:

Chá dramatúrgico Orlandx [incentivo Lei Aldir Blanc]

via Canal de YouTube da Corpo Rastreado

07/05, sexta-feira, 20h

Com Elisa Volpatto, Paulo Salvetti e Vanessa Bruno

Convidadas: Britney Federline, Carol Pitzer e Carla Cristina Garcia
 

R U M I N A R - Orlandx é queer? [incentivo Lei Aldir Blanc]

via Canal de YouTube da Corpo Rastreado

14/05, sexta-feira, 20h

Com Elisa Volpatto, Paulo Salvetti e Vanessa Bruno

Convidadas: Helena Vieira e Magô Tonhon
 

Pré-lançamento de Rosa Choque

dramaturgia Dione Carlos, direção Vanessa Bruno

via Canal de YouTube da Corpo Rastreado

21/05, sexta-feira, 20h
 

Live com os propositores VULCÃO

Transmissão pelo Instagram do Vulcão

28/05, sexta-feira, 20h

Com Elisa Volpatto, Livia Vilela, Paulo Salvetti, Rita Grillo e Vanessa Bruno