Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

quarta-feira, janeiro 31, 2018

Cuidado com as doenças do carnaval

Frevo, samba, maracatu, sobe e desce de ladeiras. O folião deve estar preparado, neste carnaval, para curtir a festa sem sofrer nos dias seguintes. Referência em Traumato-Ortopedia, Cirurgia Geral e Clínica Médica, o Hospital Miguel Arraes (HMA), em Paulista, alerta para as doenças que surgem nessa época do ano, por conta da aglomeração e contato de pessoas, além do esforço ao dançar e acompanhar blocos, muitas vezes em lugares íngremes e irregulares.

A primeira recomendação diz respeito à preparação para encarar a folia. Uma boa hidratação, roupas leves, uma alimentação saudável e, também, calçados confortáveis, para não prejudicar os membros inferiores e a coluna, são fundamentais. O ortopedista, Francisco Couto, diretor médico do HMA e presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – Regional Pernambuco, com quase 20 anos de experiência na área, alerta, primeiramente, para o tipo de calçado que será usado. O calçado ideal para quem vai pular em blocos de rua é um tênis confortável ou sapato sem salto. “Isso porque o tornozelo e o joelho é que suportam as sobrecargas do corpo, e são locais de frequentes lesões. Exagerar no carnaval, com saltos inadequados no sobe e desce de ladeiras ou no passo do frevo, por exemplo, pode causar instabilidade e provocar lesões dos ligamentos ou dos meniscos”, explica.

Outro cuidado importante é com a coluna lombar. Passos de dança e alguns tipos de comidas e bebidas alcoólicas podem sobrecarregar essa região. A orientação é ficar atento aos movimentos bruscos durante o carnaval e preferir uma alimentação mais leve e saudável, que facilita a digestão, evitando infecções alimentares.

Doença do Beijo

A Mononucleose, também conhecida como Doença do Beijo, é bastante comum na época de carnaval. Transmitida por vírus, atinge geralmente jovens de 15 a 25 anos de idade, provocando febre, dor nas articulações e garganta. Apesar do nome, o beijo não é sua única forma de contágio: a contaminação também se dá por meio de espirro, tosse e saliva em copos, talheres e xícaras.

De acordo com a infectologista Cátia Branco, coordenadora da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do HMA, os sintomas são semelhantes aos de uma gripe forte ou amigdalite bacteriana. “A pessoa pode ter febre alta, dor na garganta, secreção nas amígdalas, tosse, fadiga, dor nas articulações e surgimento de gânglios no pescoço, podendo avançar para outras partes do corpo”, detalha. Não há um tratamento específico para a doença. O paciente deve ficar em repouso, se hidratar bem e evitar a automedicação. De acordo com dra. Cátia, só um exame de sangue é capaz de detectar a mononucleose, e o médico vai orientar sobre a medicação.

Viroses

A combinação das prévias, dos quatro dias de carnaval, da aglomeração, má alimentação, excesso de atividades e pouco descanso pode resultar numa série de viroses que acomete o folião no pós-festa. As viroses aparecem com mais frequência no carnaval e no verão, quando há maior risco de contágio na ingestão de alimentos ou água contaminada. Os sintomas mais comuns são dores de cabeça, mal estar, cansaço, inflamação na garganta, diarreia e vômito.

O coordenador de Clínica Médica do HMA, Fábio Queiroga, alerta para a importância de procurar uma unidade de saúde para fazer o diagnóstico: “não é o caso do médico detectar precisamente o vírus que está causando esses sintomas, mas sim ter a certeza que o paciente não apresenta sinais que possam indicar um outro problema, que não apenas uma simples virose”. Dentre esses sintomas estão febre alta, amigdalite, diarreia infecciosa, dor abdominal intensa, sinais de desidratação, hipotensão e o período de duração dos sintomas. Em alguns casos, quadros de infecções mais graves podem aparecer nos primeiros dias de forma muito parecida com uma virose comum, só vindo a manifestar claramente os sintomas após 48 ou 72 horas, causando complicações como pneumonia e outras infecções associadas.

Com informações da jornalista Iana Gouveia

Terminal de Ônibus do Cordeiro entra em funcionamento

Quatro linhas de ônibus que levam passageiros para o Terminal Integrado da III Perimetral, na Zona Oeste do Recife, terão roteiros alterados a partir desta quarta-feira (31). De acordo com o Grande Recife Consórcio, responsável pelo gerenciamento do sistema, a medida tem como objetivo ajustar a operação no TI, que foi inaugurado no sábado (27), no bairro do Cordeiro.


Segundo o consórcio, as linhas 2413 - Avenida do Forte/TI Caxangá (III Perimetral), 2415 - Sítio das Palmeiras/TI Caxangá (III Perimetral) e 2421- Torrões/TI Caxangá (III Perimetral) terão acesso ao terminal pelas Ruas Clotilde de Oliveira e Manoel Moreira.

Veja o percurso completo no sentido terminal/ponto de retorno:

Linha 2413 Av. do Forte/TI Caxangá (III Perimetral): dias úteis, sábados e domingos


Rua Dezesseis de Outubro, R. Maravilha, Estrada do Forte do Arraial do Bom Jesus, R. Tamboril, R. Tijuca, Av. Engenheiro Abdias de Carvalho, R. Onze de Fevereiro, Estrada do Forte do Arraial do Bom Jesus, R. Gomes Taborda, Av. General San Martin, Rua Clotilde de Oliveira, Rua Manoel Moreira, TI Caxangá (III Perimetral).


Linha 2415 Sítio das Palmeiras/TI Caxangá (III Perimetral): dias úteis e sábados


Rua Ocidental, Rua Professor Joaquim Xavier de Brito, Rua Cláudio Brotherhood, Rua Gomes Taborda, Avenida General San Martin, Rua Clotilde de Oliveira, Rua Manoel Moreira, TI Caxangá (III Perimetral).


Linha 2421 Torrões/TI Caxangá (III Perimetral): dias úteis, sábados e domingos


Rua Dezesseis de Outubro, Rua Jardim do Forte, Rua Cláudio Brotherhood, Rua Dr. Miguel Vieira Ferreira, Rua Gomes Taborda, Avenida General San Martin, Rua Clotilde de Oliveira, Rua Manoel Moreira, TI Caxangá (III Perimetral).


O Grande Recife Consórcio informou, ainda, que a linha 2416 - Roda de Fogo/TI Caxangá (III Perimetral), no sentido terminal/ponto de retorno, volta a circular pela Avenida Inácio Monteiro e pela Rua Cláudio Brotherhood, nos dias úteis, sábados e domingos. Com a alteração, a linha terá também reforço de ônibus.

Confira o novo itinerário:

Terminal/ponto de retorno:


Avenida Bicentenário da Revolução Francesa, Rua Pintor Hélio Feijó, Rua Clarice Lispector, Rua Washington Duarte Espindola, Rua Poeta Raymundo Asfora, Rua Zumbi dos Palmares, Rua Ocidental, Avenida Inácio Monteiro, Rua Eurico de Souza Leão, Rua Cláudio Brotherhood, Rua Áureo Xavier, Avenida Estrada do Forte do Arraial Novo do Bom Jesus e Rua Gomes Taborda.


Depois, os coletivos seguirão pela Avenida General San Martin, Rua Honório Correia, Rua Gregório Júnior, Rua Souza Bandeira, Rua Tomaz Gonzaga, Rua Professor Estevão Francisco da Costa, Avenida General San Martin,chegando ao TI Caxangá (III Perimetral).


Ponto de retorno/terminal:


TI Caxangá (III Perimetral), Rua Manoel Moreira, Avenida Caxangá, Avenida General San Martin, Rua Gomes Taborda, Rua Dr. Miguel Vieira Ferreira, Avenida Inácio Monteiro, Rua Ocidental, Rua Zumbi dos Palmares, Rua Poeta Raymundo Asfora, Rua Washington Duarte Espindola, Rua Clarice Lispector, Rua Pintor Hélio Feijó, Avenida Bicentenário da Revolução Francesa.

Para tirar dúvidas e apresentar sugestões ou reclamações, o passageiro pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente pelo telefone 0800.081.0158. O WhatsApp deve ser usado para fazer reclamações. O número é 9.9488.3999.

O terminal

O Terminal Integrado Vereador Zezito de Malhagães Melo (III Perimetral) teve a inauguração anunciada para antes da Copa do Mundo de 2014. As obras começaram em 2013 e terminaram no ano passado. 

A expectativa é que o local opere com seis linhas de ônibus ao longo dos dias úteis, oferecendo 365 viagens feitas por 20 veículos, para atender a dez mil usuários do transporte público.

Confira as linhas de ônibus que passam a circular pelo terminal:

2413 - Avenida do Forte/TI Caxangá (III Perimetral)
2415 - Sítio das Palmeiras/TI Caxangá (III Perimetral)
2416 - Roda de Fogo/TI Caxangá (III Perimetral)
2421 - Torrões/TI Caxangá (III Perimetral)
2422 - Monsenhor Fabrício/TI Caxangá (III Perimetral)
2444 - TI Caxangá (III Perimetral) (Av. Conde da Boa Vista)


Portal G1

Advogado Pedro Josephi e ativistas são absolvidos em processos por manifestações

O advogado Pedro Josephi, junto com um grupo de ativistas, estavam respondendo processo criminal desde que participavam de manifestações contra aumento do transporte público, nas manifestações de junho de 2013. E hoje saiu a sentença que absolveu o grupo de todas as acusações.

Pelo Facebook, o advogado escreveu um texto agradecendo os apoios recebidos:

ABSOLVIDOS. Amigos (as), familiares e companheiros (as), após 4 anos respondendo a um processo criminal por conta dos protestos de 2013, hoje foi publicada a sentença que nos absolve. Eu e mais 7 militantes estávamos nas ruas lutando por melhorias no serviço de transporte público e fomos pegos como "bode expiatório", em uma clara perseguição política naquela época. Uma evidente criminalização dos movimentos sociais. Hoje, acordamos com essa notícia. Não há mais peso da persecução criminal em nossas costas. Um alívio em meio a tantas injustiças do nosso judiciário. SOMOS INOCENTES!

Agradeço de forma pública a Carolina Amorim e ao presidente da OAB-PE,Ronnie Preuss Duarte, por fazerem a minha defesa, e aos colegas Rafael Araújo e Homero Ribeiro por patrocinarem a defesa dos demais militantes!

Governador ganha prêmio "Lata de Sardinha"




Nesta Quinta-feira (1º,) na frente da Assembleia Legislativa (Rua da União, na Boa Vista), na volta do recesso parlamentar, a partir das 14h, a Frente de Luta do Transporte Público PE entregará o Prêmio Lata de Sardinha para o governador Paulo Câmara.

A premiação, claro, é um protesto contra o aumento das passagens e pela qualidade do serviço público de transportes urbanos. Os organizadores do ato afirmam que Câmara se recusa a recebê-los para conversar e vão aproveitar a presença do governador na volta do recesso da Assembleia Legislativa para "entregar o prêmio

A Frente de Luta do Transporte Público, na página do evento no Facebook, aproveita para chamar a população a assinar pela CPI dos Transportes através do link:

Que tiro (no pé) foi esse?

Um grupo de funcionários foi demitido após gravar um vídeo ao som da música Que tiro foi esse? dentro de um hospital em Salvador. De acordo com a Santa Casa da Bahia — que administra o Hospital Santa Izabel —, quatro maqueiros foram demitidos na quinta e sexta-feira da última semana.

Assim como em diversos outros vídeos que viralizaram na internet, ao ouvirem a música, os funcionários se jogam no chão, como se tivessem sido atingidos por um tiro. Em nota, a Santa Casa informou que a gravação "vai de encontro a um dos pilares de existência da instituição, que é o atendimento de excelência ao paciente".

Ainda segundo a Santa Casa, os funcionários gravaram o vídeo durante o período de trabalho e sem autorização da direção do hospital. Com isso, conforme a entidade, eles teriam deixado "pacientes esperando pelos seus serviços para gravar um vídeo de humor".

Por fim, a instituição enfatiza que a demissão aconteceu "dentro das normas legais, respeitando os direitos dos funcionários", que não foram afastados por justa causa.


Correio Braziliense (DF)



Mercado informal sustenta empregabilidade no Brasil

A taxa de desemprego no Brasil caiu ligeiramente em 2017 e ficou abaixo do esperado, mas a melhora foi sustentada pela informalidade diante da gradual recuperação da atividade econômica depois da recessão que marcou o país.

A taxa de desemprego ficou em 11,8 por cento no quarto trimestre do ano passado, comparado com 12,4 por cento no terceiro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira, marcando a nona queda seguida. No pico de 2017, a taxa chegou a 13,7 por cento no primeiro trimestre.

No final de 2016, a taxa havia ficado em 12 por cento. O resultado do final do ano passado igualou a taxa que foi registrada nos trimestres encerrados entre agosto e outubro de 2016 e ficou ligeiramente abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters com analistas, de 11,9 por cento.

Entre outubro e dezembro, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua mostrou que o contingente de pessoas desempregadas no país alcançou 12,3 milhões, 5 por cento a menos em comparação com os três meses anteriores e estável sobre o mesmo período do ano anterior.

O levantamento também mostrou que o Brasil tinha 92,1 milhões de pessoas ocupadas, alta de 0,9 por cento sobre o terceiro trimestre e de 2 por cento ante o quarto trimestre de 2016.

O emprego informal continuou sendo o destaque para a melhora do cenário. A economia vem apresentando recuperação gradual após anos de recessão, porém o mercado de trabalho tende a responder de maneira tardia ao ciclo econômico.

No quarto trimestre, o emprego sem carteira assinada subiu 1,9 por cento sobre o período anterior, para 11,115 milhões de pessoas. Sobre 2016, o salto foi de 5,7 por cento.

O emprego com carteira subiu 0,1 por cento sobre o terceiro trimestre, somando 33,3 milhões de trabalhadores, mas caiu 2,0 por cento em relação ao quarto trimestre de 2016.

O IBGE informou ainda que o rendimento médio do trabalhador chegou a 2.154 reais no último trimestre do ano, ante 2.134 reais entre julho e setembro e 2.120 reais no mesmo período de 2016.

Em 2017, o Brasil perdeu 20.832 postos de trabalho formais, terceiro ano seguido de déficit apesar do início da recuperação econômica e da vigência das flexibilizações trabalhistas defendidas pelo governo para impulsionar o número de vagas, segundo o Ministério do Trabalho.

Agência Reuters

Políticas públicas precisam levar em conta desigualdades, diz assessor do Pnud

O assessor sênior do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), Haroldo Machado, afirmou hoje (31) que é preciso identificar as diversas formas de desigualdade para desenvolver políticas públicas que contemplem toda a população. 

“É fundamental desagregar os dados para ir além das médias estatísticas", disse Machado, ao falar sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável em um evento promovido pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Esses objetivos são as 17 metas negociadas entre os 193 países membros da Organização das Nações Unidas, apontando soluções para os grandes problemas sociais e ambientais até 2030.

Segundo o assessor do Pnud, as médias estatísticas no Brasil não revelam todas as histórias. "Enquanto a média de vida da população brasileira é 76 anos, a média de vida de uma pessoa trans no Brasil é 34 anos”, ressaltou Machado.

As assimetrias se apresentam de diversas formas, destacou Maitê Gauto, especialista em políticas públicas da Fundação Abrinq, sobre como uma metrópole pode conter realidades radicalmente diferentes. “A cidade de São Paulo tem um índice de desenvolvimento considerado alto, mas dentro da cidade existem bolsões de pobreza extrema”, enfatizou.

Trabalho integrado

Além do diagnóstico cuidadoso, para conseguir adotar medidas eficientes para problemas complexos ou crônicos, os municípios precisam atuar de forma transdisciplinar, fugindo da fragmentação característica da administração pública. “Um problema de educação acaba sendo de responsabilidade da Secretaria de Educação. Mas, na verdade, quando identificamos um problema como evasão escolar ou até o desempenho de alunos, a reação para enfrentar o problema muitas vezes depende de outras áreas da administração”, exemplificou o diretor executivo da organização não governamental (ONG) Agenda Pública, Sérgio Andrade.

Segundo Andrade, nesse sentido, os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável são uma forma de guiar tais ações, ao estabelecer linhas base de trabalho. “Os ODS trazem uma perspectiva de integração que facilita a cooperação. Tem um processo de alinhamento das prioridades da administração municipal”, acrescentou.

“Para problemas que têm causas interligadas, podemos organizar grupos de servidores, grupos de trabalho que possam coordenar as ações para que as causas do problema sejam vistas de forma intersetorial. É uma oportunidade muito valiosa do ponto de vista de trabalho em conjunto”, detalhou Andrade.

Gestão de recursos

Além da organização, a consultora da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo Márcia Vieira destacou a importância de um planejamento para a aplicação dos recursos disponíveis. A partir de um estudo analisando os gastos e resultados dos estados brasileiros com foco nos ODS, a especialista demonstrou que nem sempre os maiores aportes de dinheiro trazem benefícios proporcionalmente. “Por que alguns estados conseguem ter, com um gasto menor, um resultado melhor? Ainda não temos a resposta”, questionou.

“Mas gente acredita em alguns elementos, que têm a ver com alta especialização. Atitudes bem pontuais para transformar a realidade de um estado ou município podem fazer a diferença. A criatividade de lidar com poucos recursos, que não é fácil, não é brincadeira”, completou.


Agência Brasil

Brasil vive grave crise democrática, diz ONG alemã

Um novo índice divulgado nesta quarta-feira (31/01) colocou o Brasil entre os países onde a atuação da sociedade civil e o exercício das liberdades individuais – como os direitos de se manifestar ou de expressar sua opinião – é apenas "limitado". A escala tem cinco níveis e vai de "livre" a "fechado".

Elaborado pela ONG Brot für die Welt, ligada à Igreja Evangélica da Alemanha (EKD), o Atlas das Sociedades Civis destaca que, "desde o controverso processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em agosto de 2016, esse país do G20, a nona maior economia do mundo, vive uma grave crise democrática".

Segundo o relatório, "a participação ativa na política, por meio de movimentos sociais, dá cada vez mais lugar à criminalização de ativistas. O clima político é cada vez mais determinado por um conservadorismo religioso" que desrespeita os direitos de mulheres e homossexuais, "elevando as tensões e as diferenças sociais".

Em protestos contra o governo, a violência aumenta cada vez mais, afirma o relatório. "Unidades especiais agem com gás lacrimogêneo, granadas de luz e som, balas de borracha e, em parte, munição letal contra os manifestantes", o que, segundo o relatório, frequentemente resulta em pessoas feridas e até mesmo mortes.

O Brasil aparece no índice ao lado de outros 52 países onde a livre expressão das liberdades individuais é "limitada pelos governantes por meio de uma combinação de limitações legais e práticas". Outros países da lista são Índia, Indonésia, Moçambique, Haiti e Israel.

Em todo o mundo

O Atlas das Sociedades Civis apresenta uma situação sombria para a atuação da sociedade civil e o exercício das liberdades individuais em todo o mundo e destaca que apenas 2% da população mundial vive em sociedades onde é possível se expressar e atuar politicamente de forma completamente livre.

Essa população soma 148 milhões de pessoas e vive em 22 países, a maioria europeus. Entre eles estão a Alemanha, as nações escandinavas, a Suíça e Portugal. Neles, os cidadãos podem, "sem barreiras legais ou práticas, criar associações, fazer demonstrações em praça pública e obter e difundir informações".

Os autores destacam que há uma relação direta entre liberdades civis e o desenvolvimento de uma sociedade. "Quando se exerce pressão sobre a população surgem conflitos, e isso impede o desenvolvimento", afirmou a diretora de Direitos Humanos da Brot für die Welt, Julia Duchrow, durante a apresentação do estudo, em Berlim. Segundo ela, melhores condições de vida dependem, portanto, do livre exercício das liberdades civis.

Seis países foram analisados em detalhes: além do Brasil, são eles Quênia, Chade, Honduras, Filipinas e Azerbaijão. "Todos têm em comum que as sociedades civis são cada vez mais reprimidas", afirmou Duchrow. Ela citou como exemplos o uso desproporcional de violência policial contra manifestantes e a promulgação de leis que restringem a influência da sociedade civil.

Em todo o mundo, a tendência aponta para os regimes autoritários, e, em muitos países, déspotas têm até mesmo o apoio de parte da população, diz o relatório. Um exemplo são as Filipinas, onde o presidente Rodrigo Duterte conta com a simpatia de muitos cidadãos. "Infelizmente, tendências nacionalistas estão em alta neste momento", diz Duchrow.



Deustsche Welle

Governo assina seis contratos para exploração do pré-sal

O governo federal assinou hoje (31), no Palácio do Planalto, os contratos de concessão de áreas do pré-sal leiloadas em outubro do ano passado. Em seu discurso, o presidente Michel Temer afirmou que os contratos renderão investimentos para a sociedade.

“Os leilões de outubro foram os primeiros do pré-sal que registraram ágio a favor da União e tudo isso significa uma maior contrapartida para a sociedade. São mais recursos para a saúde, educação, para os serviços que os brasileiros tanto precisam”, disse o presidente.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, destacou a geração de empregos com os novos contratos. “Estamos falando de milhares de empregos, alguns milhões em investimento. Precisamos sim aproveitar dessa riqueza que o Brasil foi abençoado. Entre o leilão e a exploração se leva seis, sete anos, mas o povo brasileiro vai comemorar muito em breve os milhares de empregos que o país tanto precisa”. Segundo cálculos da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (Abespetro), a construção de uma plataforma de exploração de óleo e gás, por exemplo, gera 68 mil empregos diretos e indiretos.

Os dois leilões de áreas do polígono do pré-sal das bacias de Santos e Campos, constantes da 2ª e 3ª rodadas, arrecadaram R$ 6,15 bilhões em bônus, com a venda dos seis dos oito blocos ofertados – o equivalente a 75% de toda a área levada a leilão. De acordo com o governo, cerca de R$ 100 bilhões serão investidos no Brasil, a partir de agora, pelos consórcios vencedores.

O leilão desses blocos de pré-sal é reflexo de mudanças regulatórias na área de óleo e gás. Em novembro de 2016, Temer sancionou uma lei que desobrigou a Petrobras de participar de todos os consórcios do pré-sal.

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, atribuiu os números conquistados no leilão ao fim do monopólio da estatal na exploração do pré-sal. “O significado dessas assinaturas é voltar a permitir que o país se beneficie de uma indústria que estava praticamente morrendo. Hoje assinamos seis contratos. Se a lei anterior prevalecesse, seriam três contratos, portanto, a grosso modo, fazendo uma aproximação grosseira, seria metade dos empregos, das encomendas da indústria nacional, dos impostos, ou seja, um enorme prejuízo para o país”.

Antes da mudança na lei, a exploração deveria, necessariamente, contar com pelo menos 30% de participação da Petrobras.


Veja os blocos do pré-sal que tiveram os contratos de concessão assinados nesta quarta-feira:

Sul de Gato do Mato (Bacia de Santos)
Consórcio vencedor: Shell Brasil (80%) e Total E&P do Brasil (20%)
Excedente em óleo ofertado: 11,53%

Entorno de Sapinhoá (Bacia de Santos)
Consórcio: Petrobras (45%), Shell Brasil (30%) e Repsol Sinopec (25%)
Excedente em óleo ofertado: 80%

Norte de Carcará (Bacia de Santos)
Consórcio: Statoil Brasil O&G (40%), Pertrogal Brasil (20%) e ExxonMobil Brasil (40%).
Excedente em óleo ofertado: 67,12%

Peroba (Bacia de Santos)
Consórcio: Petrobras (40%), CNODC Brasil (20%) e BP Energy (40%)
Excedente em óleo ofertado: 76,96%

Alto de Cabo Frio Oeste (Bacia de Santos)
Consórcio: Shell Brasil (55%), CNOOC Petroleum (20%) e QPI Brasil (25%)
Excedente em óleo ofertado: 22,87%

Alto de Cabo Frio Central (Bacia de Campos)
Consórcio: Petrobras (50%) e BP Energy (50%)
Excedente em óleo ofertado: 75,8%


Agência Brasil

Fórmula 1 deixará de exibir 'grid girls'

A Fórmula 1 anunciou nesta quarta-feira (31/01) que abandonará o costume de colocar modelos mulheres para circular na pista dos autódromos antes do início das provas, bem como no pódio ao lado dos vencedores, uma tradição que tem sido tachada de sexista por movimentos feministas.

"Ainda que a prática de utilizar grid girls tenha sido um costume durante décadas nos grandes prêmios da Fórmula 1, sentimos que essa tradição não condiz com nossos valores e é claramente contrária às normas sociais modernas", afirmou o diretor de operações comerciais da F1, Sean Bratches.

O funcionário acrescentou, em nota, que a empresa "acredita que tal prática não seja apropriada ou relevante para a Fórmula 1 e seus fãs, antigos ou novos, ao redor do mundo".

Stuart Pringle, diretor do Circuito de Silverstone, na Inglaterra, reagiu ao anúncio afirmando "apoiar com todo o coração a decisão da F1 de abandonar o uso de grid girls". "É uma prática ultrapassada que não tem mais lugar no esporte", opinou.

A organização britânica Women's Sport Trust, que promove a participação das mulheres no esporte, também comemorou a decisão. "Obrigada, F1, por decidir parar de usar grid girls. Mais um esporte fazendo uma escolha clara sobre o que ele quer defender", disse o grupo no Twitter.

A Fórmula 1 informou que a decisão será colocada em prática já no início da temporada 2018 da categoria, em 25 de março, com o Grande Prêmio da Austrália, no circuito de Albert Park, em Melbourne.

Segundo comunicado, a ausência das grid girls também será estendida a provas de outras categorias que sejam disputadas nos mesmos fins de semana em que ocorrem os GPs.

Deustche Welle

Essa ministra dá trabalho... Por Zedassilva


Charge de Zedassilva

Gilmar Mendes pedirá à PF que investigue quem o xingou em voo

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), enviará representação à Polícia Federal para que ela investigue quem o xingou em um voo no sábado (27). O ministro foi chamado, entre outras coisas, de "cagão" e "bosta".

Gilmar Mendes pediu abertura de inquérito também para que a PF investigue um homem que lidera o grupo Tomataço e que ofereceu R$ 300 para quem acertasse um tomate no magistrado.

Mônica Bergamo - Folha de São Paulo

Trabalhar mais de 39 horas por semana faz tão mal quanto fumar

O regime de trabalho regular do brasileiro com carteira assinada é de 44 horas semanais. Como nem todos os trabalhadores estão em empregos com essa jornada de trabalho semanal, a média no país foi de 39,3 horas trabalhadas por semana em 2017, segundo dados do IBGE.

A realidade é que a jornada de trabalho de 9h às 5h parece uma realidade distante para muitos trabalhadores brasileiros – especialmente nas regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro, onde a média chega a 41 horas semanais. Mesmo com jornadas mais flexíveis e dinâmicas de home office, em muitas companhias longas horas de trabalho passaram a ser a regra, e não a exceção. E a tecnologia, que em teoria teria o poder de nos libertar da sobrecarga, pode ter piorado a situação pior: em 2002, menos de 10% dos trabalhadores checavam seu e-mail fora do horário de trabalho – número que hoje chega a 50%.

Exatamente por essa supervalorização das longas horas de trabalho que uma pesquisa realizada pelo Medical Center da Universidade de Columbia tem um sabor tão amargo. Os dados – extraídos do monitoramento de mais de 8 mil profissionais – apontam que aqueles sedentários por mais de 13 horas por dia tinham o dobro de chance de morrer prematuramente do que aqueles inativos por 11 horas e meia (a média de jornada entre os entrevistados era de 12 horas). A conclusão dos autores é que a mortalidade por ficar longas horas no escritório é similar à de fumar.

Esta não é a primeira pesquisa a apontar esta conclusão. Em julho do ano passado, pesquisadores da University College London acompanharam 85 mil trabalhadores, em especial homens e mulheres de meia idade, e encontraram uma correlação entre carga pesada de trabalho e problemas cardiovasculares. A pesquisa apontava que trabalhar mais de 55 horas por semana aumentava em 40% a chance de desenvolver arritmia cardíaca. Além disso, os trabalhadores que ficavam mais horas no escritório tinham mais sobrepeso, pressão mais alta e consumiam mais álcool que os outros.

Outra pesquisa da Australian National University aponta que qualquer carga de trabalho acima de 39 horas por semana é um risco ao bem estar.

Jornada de trabalho semanal e produtividade

Muito trabalho a ser entregue e, por vezes, metas ambiciosas parecem justificar noites viradas, xícaras de café e fins de semana trabalhando. Porém, outra pesquisa aponta que a produtividade média dos trabalhadores atualmente no mercado é de quatro horas. Segundo o autor da pesquisa, Alex Soojung-Kim Pang, a jornada de trabalho semanal poderia ser drasticamente reduzida sem que, necessariamente, a produção ou prosperidade econômica da região ou país seja prejudicada.

Este argumento foi verificado em pelo menos um caso real – na Suécia. O governo aprovou um experimento no qual enfermeiros passaram a trabalhar seis horas por dia, ainda recebendo o salário de 8 horas. Como resultado, caíram os índices de estresse, ausências por doenças e um aumento de produtividade.

Revista Exame

terça-feira, janeiro 30, 2018

Tapioqueiras do Alto da Sé ganham novas barracas com padronização

Agora ficou mais agradável tirar uma selfie diante das belezas do Alto da Sé, um dos pontos turísticos mais famosos do mundo, durante o passeio e comer uma deliciosa tapioca, acompanhada por um café quentinho. Tudo isso com a qualidade de ver os produtos sendo produzidos em uma barraca nova, padronizada, com higiene e beleza, como merecem as tapioqueiras, olindenses e turistas. Uma melhoria grande propiciada pela Prefeitura de Olinda em parceria com a empresa Três Corações que está fornecendo - sem custo para o poder público - os equipamentos, e a Associação das Tapioqueiras. Na apresentação do novo equipamento, que contou com a presença do prefeito Professor Lupércio, nesta segunda-feira (29.01), o prato principal foi a alegria e emoção pela conquista que vai beneficiar todas as 42 profissionais. 

As tendas foram fabricadas em aço inox, com espaço para armazenamento dos produtos usados no preparo da iguaria pernambucana, além de proteção contra sol e chuva. Dignidade para quem trabalha. Qualidade para quem consome. Tânia Márcia é tapioqueira há 20 anos, comemora o fato de esse ser mais um momento de vitória que começou no ano passado. "Desde o Festival da Tapioca (a primeira edição ocorreu em novembro de 2017) o movimento cresceu 50%. A gente precisava muito de um lugar melhor pra trabalhar e agora esse sonho está se realizando", afirmou ela toda orgulhosa pelo fato de que terá, assim como as outras, o seu nome estampado no alto da estrutura.

Sobre essa atenção, o secretário de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia da cidade, João Luiz, afirmou que a prefeitura deve tornar o Festival uma atividade anual. "O prefeito Professor Lupércio está atento desde o primeiro dia de gestão para as necessidades de vocês. Vamos continuar acreditando no desenvolvimento das nossas potencialidades", destacou. 

Lupércio, acompanhado pelo vice-prefeito, Márcio Botelho, agradeceu por esta ser uma parceria de muitas mãos, que começou com consultas com as profissionais e recebeu apoio da empresa Três Corações, que financiou as barracas e irá estampar a marca do Café Santa Clara. 

"As tapioqueiras ainda vão passar por curso de capacitação. Elas dão aula sobre como fazer essa comida deliciosa, o que vão aprender é como usar e preservar as barracas. É muito bom ver a felicidade por mais este avanço promovido pelo nosso governo", afirmou. Pontuando depois o papel importante que teve Márcio Botelho, que sempre se mostrou preocupado com as condições do local. O discurso foi acompanhado pelo diretor-regional da Três Corações, Newton Henrique. "Precisava de atitude e essa gestão mostrou que tem. Fico muito fez pois tentava há anos esse projeto e não conseguia. Pretendemos que antes do Carnaval esteja tudo funcionando como a cidade de Olinda merece e foi pedido pelo prefeito", concluiu Newton.


Imprensa Olinda

Pernambuco instala primeiro Comdefesa do Nordeste

Visando potencializar o parque industrial de Pernambuco na produção de bens para a defesa, o governador em exercício, Raul Henry, assinou, nesta segunda-feira (29.01), um termo de compromisso para criação do Comitê Empresarial da Indústria de Defesa (Comdefesa). Fruto de uma parceria entre o Ministério da Defesa, o Governo de Pernambuco, a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE) e as Forças Armadas do Brasil, o Comitê é o primeiro a ser instalado no Nordeste e tem o intuito de agregar mais valor às cadeias produtivas, além de promover a competitividade e incentivar o avanço tecnológico das empresas locais. A solenidade foi realizada na sede da Fiepe, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife.

Entre suas principais funções, o Comdefesa irá atuar no mapeamento das indústrias locais com potencial de fornecimento, realizar o cadastramento das empresas do Estado, assim como a catalogação de seus produtos nos órgãos do Ministério da Defesa e nos membros da OTAN. Estão previstas também ações mais incisivas como a realização de eventos regionais, acompanhamento das oportunidades de negócios, orientação jurídico-legal, divulgação e difusão das ações e da atuação em estratégias integradas para inserir novas empresas no setor. 

O Comitê será composto pelo Governo de Pernambuco, através da AD Diper; pela Secretaria de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa; pelas Forças Armadas do Brasil (Marinha, Exército e Força Aérea); e pela FIEPE, através do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Pernambuco (SINDUSCON/PE) e outros sindicatos associados à Federação.

Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Cardápio desta semana no Quilombo Experimental


Liquida Tudo Azul Shopping Boa Vista

De 31 de janeiro a 4 de fevereiro, o Shopping Boa Vista vai oferecer descontos de até 70% no Liquida Tudo Azul. Com a virada de coleção, os clientes vão encontrar calçados e vestuário com preços muito mais baixos. Juntamente com esses segmentos, o de perfumaria, joalheria, eletro eletrônicos, alimentação, entre outros, também estarão com descontos atrativos. A expectativa é de um incremento de 30% no fluxo em comparação aos dias normais. “O Shopping já está com tudo pronto para receber os clientes. Será um ótimo momento para comprar aqueles produtos que o consumidor tanto deseja, mas acaba adiando por não encontrar as condições ideais”, diz a gerente de Marketing do Shopping Boa Vista, Tarcia Galvão. Para divulgar a liquidação, o shopping encomendou campanha publicitária para chamar a atenção do consumidor através de comerciais de TV e de rádio, anúncios de jornal e internet, além de material impresso e de sinalização, toda criação a cargo da agência MartPet.


Como usar a inteligência para inovar na empresa

As empresas estão investindo cada vez mais no profissional de Inteligência para melhorar o desempenho de suas equipes de vendas e de marketing, evitar o avanço da concorrência e, ao mesmo tempo, agregar valor ao seu negócio através da inovação.

De acordo com o diretor da MPE Consultoria & Treinamento e especialista em liderança comportamental, Edson Xavier Jr (foto), a aplicabilidade dessa ferramenta não deve se limitar a grandes organizações. Segundo ele, é essencial que cada empresa, seja uma grande corporação ou as pequenas e médias empresas, construam o seu próprio modelo de Inteligência para reduzir os riscos nas tomadas de decisões.

“Considero a Inteligência Competitiva dentro de uma organização como um eterno processo de aprendizagem que é definido pela competição. Com base em informações de mercado, é possível a otimização da estratégia corporativa em curto e longo prazo. O conhecimento adquirido sobre os concorrentes e o ambiente competitivo garante habilidade às organizações para lidar com a complexidade do ambiente externo”, explica.

Segundo Edson Xavier, a grande sacada é justamente apontar caminhos alternativos de sucesso para driblar as dificuldades e vencer a concorrência seja em qualquer área de atuação. Ele ressalta ainda necessidade das empresas de se investir sempre na capacitação dos seus profissionais, para que eles possam estar preparados para as novas demandas de mercado que surgem e se reciclarem através de cursos de atualização.

Um grande filão para o crescimento do negócio atualmente, segundo o ele são as chamadas mídias sociais. Investir neste segmento é preciso para atender o público-alvo de forma mais atenciosa e agradável pois atualmente as redes sociais são mais usadas que os próprios sites e são primordiais para qualquer empresa. “As redes sociais devem ser utilizadas em cima do foco da empresa. Quem sabe usá-las de forma estratégica pode conseguir resultados surpreendentes e aumentar as vendas de qualquer negócio”, garante o especialista.

De olho nessa tendência de mercado, a MPE Treinamento e Consultoria promove no próximo dia 01 de fevereiro, um curso de capacitação voltado justamente para o Marketing nas Mídias Sociais, com a estrategista de Redes Sociais Vanessa Duarte. O curso tem como objetivo principal mostrar o potencial das redes sociais como ferramenta de marketing, relacionamento e vendas e apresentará conceitos gerais, novidades e as ferramentas atuais. Além disso, o curso também abordará discussões sobre planejamentos estratégicos, marketing de conteúdo, monitoramento, publicidade em redes sociais e mensuração de dados. As inscrições podem ser feitas através do site www.mpetc.com e custam R$ 65,00 até o dia 30 de janeiro.



SERVIÇO

MPE – Consultoria & Treinamento

Rua Dom Carlos Coelho, 64, Boa Vista.

Informações: (81) 3423.2729/ 9 9661.0421/ 9 8491.4473





segunda-feira, janeiro 29, 2018

Adolescentes da Funase visitam o Universo Compesa




Um grupo de adolescentes da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) do município de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata Sul, visitou o Universo Compesa, um espaço digital interativo e multimídia destinado à educação socioambiental, que funciona na sede da companhia, no bairro de Santo Amaro. Essa foi a segunda visita de internos da instituição realizada nesta semana, outro grupo de jovens do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) da Funase de Jaboatão dos Guararapes também conheceu o Universo Compesa

Durante as visitas, os adolescentes aprenderam sobre a história do saneamento e da Compesa, o processo de abastecimento de água, de coleta e tratamento de esgoto, além de dicas de consumo racional da água e para a preservação do meio ambiente. Com o apoio de maquetes em 3D, que oferecem navegação simples e interativa, os jovens conheceram o funcionamento de uma Estação de Tratamento de Água (ETA) e de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), e também as principais obras que a companhia está realizando no estado para a melhoria dos seus serviços em saneamento ambiental.

De acordo com o psicólogo da Funase, Valdir Peixoto, as saídas das unidades são ações de um projeto socioeducativo que proporciona aos adolescentes conhecerem os equipamentos culturais e educativos da própria cidade. A primeira atividade do grupo aconteceu no Universo Compesa, também estão programadas visitas a outros espaços como o Museu do Homem do Nordeste e o Cais do Sertão. Ainda segundo Valdir Peixoto, para participar das atividades externas, os adolescentes precisam atendem a critérios de participação na escola e de comportamento. “A visita ao Universo Compesa foi muito interessante, pois os adolescentes conseguiram apresentar uma boa interação com as ferramentas disponibilizadas no espaço”, observou o psicólogo Valdir Peixoto.

Para Daniela Lima, responsável pelas visitas ao Universo Compesa, essa parceria com a Funase contribui para a relação desses adolescentes com temáticas importantes, como o saneamento e preservação dos recursos hídricos, numa linguagem acessível e por meio de ferramentas tecnológicas que atraem a atenção do público. “Sabemos que essas interações colaboram para a ressocialização deles junto à sociedade e estamos satisfeitos em poder dar essa contribuição”, explica Daniela Lima.

Serviço:

Universo Compesa

Onde: Centro Administrativo Governador Eduardo Campos 
(Avenida Jayme da Fonte, s/n, Santo Amaro)

Visitação: segunda a sexta-feira, das 9h às 13h / 14h às 17h

Entrada: gratuita

Informações e agendamentos de visitas mediadas: 
Fone: 81 3412-9039 universocompesa@compesa.com.br

Contato: Daniela Lima


Imprensa Compesa

Família com botulismo está hospitalizada

Um casal de idosos e o filho deles, de 48 anos, estão hospitalizados em estado grave. Os pais, Maria Lúcia (65 anos) e José Ronaldo (69 anos), estão internados na UTI de um hospital particular do Recife. O filho deles, Ronaldo Alves, está internado, também na Unidade de terapia intensiva, no Hospital Oswaldo Cruz. Pais e filho apresentaram paralisia na face e nas pernas.

Médicos da unidade de saúde farão esclarecimentos à imprensa nesta terça (30). A família mora no bairro de Peixinhos, em Olinda e agora se está investigando se o consumo de comidas enlatadas, durante um almoço de ano novo, foi o que causou a doença. Outros dois casos na família, sobrinhos do casal de idosos, estão sendo investigados e os pacientes estão passando por exames.

Botulismo - O botulismo é uma doença produzida pela bactéria Clostridium botulinum, que encontra-se na terra, na água suja e em alimentos mal conservados. A intoxicação alimentar por esta bactéria pode produzir danos graves nos nervos e músculos. A doença pode matar. 

O botulismo alimentar, o que atingiu a família, se contrai por meio da ingestão de alimentos contaminados com a bactéria, o que, geralmente, se prolifera em ambientes com pouco oxigênio, como em alimentos enlatados. Os alimentos geralmente encontrados contaminados pela bactéria são vegetais em conservas caseiras, carne de porco, peixes crus ou defumados, e ainda mel de abelhas.

As prevenções para o botulismo são simples:

1) Não oferecer mel ao bebê com menos de 1 ano de idade: é um dos alimentos mais perigosos se for mal conservado.

2) Não consumir alimentos enlatados cuja embalagem esteja danificada, com a tampa estufada ou enferrujada.

3) Não consumir alimentos industrializados que apresentem líquido ou vidro turvo.

4) Ferver por 5 minutos todos os alimentos enlatados antes do consumo, especialmente o palmito, que é o principal causador do botulismo em adultos.

5) Preparar os alimentos caseiros com um rigoroso cuidado de higiene.


Com informações da Imprensa UPE, Rádio Jornal e Blog Minuto Saudável

Limpeza de esgoto para o carnaval

A tradicional festa de Carnaval já está chegando para trazer alegria aos milhares de foliões que vão brincar na Região Metropolitana do Recife. Para garantir o bom funcionamento da rede coletora de esgoto, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e a parceira privada, BRK Ambiental, intensificaram as ações de limpeza preventiva da rede coletora de esgoto nos principais polos de animação das cidades de Olinda e Recife. Serviços como desobstruções e pequenos reparos na rede também estão sendo realizados ao longo desse plano de ação.

Já foi executada a limpeza de quase 12 mil metros de rede coletora, dos mais de 14 mil metros que fazem parte da Operação Carnaval 2018. Até o dia 9 de fevereiro, será feito o restante das ações de limpeza que estão previstas para a Avenida Conde da Boa Vista e Rua do Riachuelo, no Recife; nas Avenidas Marcos Freire e Getúlio Vargas (trechos nos bairros de Casa Caiada e Bairro Novo) e na Rua Manoel de Lima Borba, em Olinda. “O trabalho começou com um planejamento prévio dos principais percursos dos blocos carnavalescos e locais de concentração das festividades. Fizemos um cronograma de ações que foi iniciado com vistorias para verificar a necessidade de atuação e, se confirmada, seguimos para o próximo passo, que é a execução dos serviços”, explica a gerente da Compesa, Noélia Lopes.

No Recife, as ações foram programadas para atender os percursos dos blocos Os Irresponsáveis (Arruda), Gota D’Água (Santo Amaro), Cabeça de Touro (Engenho do Meio) e Galo da Madrugada (São José). Também foram contempladas a Avenida Boa Viagem, o bairro do Recife Antigo e as proximidades do Parque da Jaqueira. Já em Olinda, as ações foram focadas nas ladeiras da Cidade Alta e no Alto da Sé, assim como em algumas ruas dos bairros do Carmo, Amparo, Bairro Novo e Varadouro. O objetivo desses trabalhos é garantir que os foliões curtam o Carnaval com mais tranquilidade. A população também precisa fazer a sua parte, e não deve descartar ou jogar lixo na rede coletora de esgoto, para evitar os extravasamentos e entupimentos da rede.

Além dos trabalhos de diagnóstico em pontos críticos da rede de esgoto e limpeza das tubulações, outras ações são realizadas na rede coletora, como ações de desobstrução de redes e ramais, substituição de tampas de poços de visita (local por onde a rede de esgoto é vistoriada) e caixas de inspeção. Equipes de diagnóstico e desobstrução atuarão no atendimento de demandas especiais durante o dia e à noite, em esquema de plantão, sempre em horários que não interfiram nas comemorações. Para acionar os serviços de esgotamento sanitário e de água, basta ligar para o número 0800.081.0185.

Imprensa Compesa

Olinda abre seleção simplificada para profissionais de Educação

A Prefeitura de Olinda divulga a abertura das inscrições para a Seleção Pública Simplificada, promovida pela Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Juventude. O processo seletivo oferece vagas para contratações temporárias. Os cargos oferecidos são de professor da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, professor do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e técnicos intérpretes de LIBRAS e Brailista. Também são ofertadas vagas para Nutricionistas. Ao todo, estão abertas 169 vagas, com 5% sendo reservadas a pessoas com deficiência. As inscrições acontecem por meio da internet, no período de 28/01/18 até 25/02/18.

O contrato terá a duração de até 12 (doze) meses, podendo ser prorrogado por igual período. Os salários variam de R$ 937,00 a R$ 2.089,97. A Seleção Pública será realizada em uma única etapa, de caráter classificatório e eliminatório, denominada de avaliação curricular. O processo será executado pelo Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco – IAUPE e deve ser realizado através do endereço eletrônico www.upenet.com.br. O edital do certame, com todas as informações e o detalhamento das posições está disponível no site da Prefeitura de Olinda, no endereço www.olinda.pe.gov.br

Os candidatos devem imprimir o boleto bancário para o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 40,00 (quarenta reais). A classificação geral se dará a partir dos pontos obtidos pelo(a) candidato(a) na Avaliação Curricular. A entrega da documentação deve ser feita via Correios, por encomenda registrada (AR ou Sedex), ou com entrega pessoalmente na sede da IAUPE, situada na Av. Rui Barbosa, 1599, Derby, no Recife. O atendimento ocorrerá no horário das 9h às 12h ou das 13h às 15h. Serão de responsabilidade exclusiva do/a candidato/a os dados cadastrais informados para a inscrição.


Imprensa Olinda

Funcionamento do Shopping Boa Vista no carnaval

Segue o horário de funcionamento do Shopping Boa Vista durante o período carnavalesco:

09/02 (sexta): todas as lojas abertas das 9h às 18h.
10 e 11/02 (sábado e domingo): todas as lojas FECHADAS.
12 e 13/02 (segunda e terça): lojas FECHADAS. Cinema com programação normal. Game Station das 11h às 21h. Praças de alimentação com abertura facultativa das 12h às 19h
13/02 (quarta): todas as lojas abertas das 12h às 21h

Dentes: Caruaru dá adeus à broca

De acordo com dados do Conselho Federal de Odontologia (CFO), apenas 8% dos brasileiros passaram pela cadeira dos dentistas nos últimos anos e o medo é o segundo motivo mais citado para evitar os consultórios de dentistas, segundo a pesquisa do CFO. O medo perde apenas para a “falta de necessidade”, superando até mesmo a “falta de tempo e de recursos financeiros”.

A fobia de dentistas pode ser desencadeada por traumas decorrentes de experiências negativas anteriores, que podem remontar à infância. Os procedimentos rústicos do passado não raro provocavam dor durante todas as visitas ao consultório, o que resultava em uma associação inevitável entre ida ao dentista e dor. Assim, as pessoas que possuem algum trauma em relação a dentistas costumam adiar o máximo possível a visita a esse profissional, a fim de evitar o mal-estar causado pela fobia.

Um dos equipamentos que normalmente causam desconforto para os pacientes é a caneta de alta rotação, conhecida como “motorzinho” ou “broca”. Esse item é bastante utilizado nos consultórios para remoção de restaurações, cáries e outros procedimentos. O barulho, antes considerado inevitável, geralmente causa desconforto para pacientes e dentistas, que podem ter prejuízos auditivos devido ao convívio constante com o som.

Atualmente existem alternativas aos “motorzinhos” tradicionais, como a caneta de alta rotação que não emite o temido som, porque gira devido a uma rotação de turbina a partir de um motor elétrico, o que faz com que o ruído emitido seja similar a um sopro.

“Em Caruaru já trabalhamos com essa tecnologia que além de reduzir a vibração incômoda produzida pelas canetas de alta rotação tradicionais na mão do dentista, também beneficia o paciente, que não sente o procedimento que está sendo realizado, fazendo-o sentir-se mais cômodo e com menos medo. E o principal: o equipamento não assusta com seu barulho incômodo e nem prejudica a audição do profissional”, explica o dentista Dr. Lucio Azevedo.

Dicas para superar o medo de dentista e conquistar um sorriso bem cuidado e bonito:

1 – Entenda seu medo

2 – Pense nos benefícios

3 – Melhorias no tratamento

4 – Evite ficar ansioso

5 – Não fique com dúvidas

6 – Procure um bom profissional

7 – Distraia-se

8 – Crie uma frequência

Não adianta ir uma vez ao dentista e nunca mais voltar. É importante realizar suas consultas regularmente. Assim você irá se acostumar com os procedimentos e perceber que não tem porque ter medo. Além disso, evitará o surgimento de novos problemas. No final, tudo vale a pena e você vai agradecer seu dentista por não desistir de você.


Imprensa Caruaru

Aumenta procura pela mudança dos nomes sociais de pessoas trans

No mês em que é celebrado o Dia Nacional da Visibilidade Trans (29 de janeiro), o Centro Estadual de Combate a Homofobia (CECH) registra que a retificação do prenome civil por pessoas transexuais e travestis é uma das maiores demandas do programa. Em 2017, o Centro, que é vinculado a Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH), registrou 63 solicitações de pessoas que deram entrada ao processo. Já no início de 2018, o CECH registrou o pedido de 12 pessoas que querem passar a usar oficialmente o nome social nos documentos. “A mudança do nome pelas pessoas transexuais e travestis significa o resgate da cidadania e da dignidade do cidadão”, afirma o secretário-executivo de Direitos Humanos, Eduardo Figueiredo.

De acordo com a coordenadora do CECH, Suelen Rodrigues, os interessados devem procurar o serviço, que fica localizado na Rua Santo Elias, 535, 2º andar, no bairro do Espinheiro, para agendar entrevista com a psicóloga. “Basta trazer a carteira de identidade que a equipe multidisciplinar vai orientá-los sobre outros documentos necessários para dar entrada no processo. Também é feito um relatório situacional, e depois a pessoa é encaminhada ao Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública", explica. 

Na Defensoria Pública é realizada uma petição e enviada ao poder judiciário solicitando alteração do registro de nascimento. Todo o processo para mudança do nome dura de seis meses a dois anos. Atualmente alguns documentos podem ser adquiridos com o nome social, sem precisar do processo de retificação: são o CPF e o cartão do SUS. Para outras informações, o telefone do Centro Estadual de Combate à Homofobia é o 3182-7665.

SERVIÇO - CECH

Endereço: Rua Santo Elias, nº 535, Espinheiro - Recife
Atendimento: Segunda a sexta, das 9h às 17h
Contatos: (81) 3182-7665 | centrolgbtpe@gmail.com

Imprensa SEDH PE

Briga entre presos deixa 10 mortos em cadeia no interior do Ceará

Uma briga entre presos de grupos rivais deixou 10 mortos na manhã desta segunda-feira (29) na cadeia pública de Itapajé, a 125 km de Fortaleza.

A Secretaria da Justiça do Ceará informou que o conflito foi controlado no fim da manhã por policiais e agentes penitenciários do Grupo de Operações Regionais.

De acordo com a Delegacia Municipal da 3ª Região, a confusão começou por volta das 8h (9h de Brasília). Grades das celas foram serradas. Agentes penitenciários viram a confusão e acionaram o Batalhão da Polícia Militar.


O conflito ocorre dois dias depois de um grupo matar 14 pessoas em uma casa de shows de Fortaleza, na maior chacina da história do Ceará. A polícia investiga se a chacina tem relação com conflito de facções.

O presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores Públicos do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp-CE), Valdemiro Barbosa, afirmou que o confronto desta segunda-feira ocorreu entre detentos pertencentes a facções rivais.

Com capacidade para até 25 detentos, a cadeia abrigava 113 presos, informou o sindicato.

O presidente do Sindasp-CE disse, ainda, que fugas foram registradas nesta segunda-feira em três cadeias públicas no Ceará. Primeiro, 10 presos fugiram da Cadeia Pública de Senador Pompeu, no Sertão do estado. Outras duas fugas foram registradas nos municípios de Caridade (Região Norte) e Cascavel (Região Metropolitana de Fortaleza).


Portal G1

Juiz Bretas vai à justiça para que sua esposa, também juíza, também receba auxílio-moradia

O pagamento de auxílio-moradia ao juiz Marcelo Bretas (na foto com sua esposa), responsável pela Lava Jato no Rio, foi alvo de questionamento na Ouvidoria da Justiça Federal. Casado com uma integrante da mesma categoria, ele recebe o benefício apesar de resolução do CNJ proibir a remuneração a casais que morem sob o mesmo teto. Em resposta, o órgão informou que o magistrado obteve o direito à verba judicialmente. Ele e outros outros quatro colegas entraram com ação para garantir o ganho extra.

Suas circunstâncias A resolução do CNJ foi elaborada depois de o ministro Luiz Fux, do STF, ter liberado o pagamento do auxílio a todos os juízes do país, em 2014. O conselho vedou o repasse da verba “ao magistrado que residir com quem perceba vantagem da mesma natureza”.

Entre nós Na ação em que conquistaram o direito ao auxílio, Bretas e os colegas alegaram que a determinação do CNJ fere a Lei da Magistratura e confere tratamento díspar a integrantes da mesma classe. Primeiro, o grupo obteve uma liminar. Em 2015, a decisão foi confirmada.

Veja a seguir sua resposta no Twitter:

Coluna Painel - Folha de São Paulo

Facebook divulga princípios sobre privacidade e lança campanha educativa

O Facebook divulgou hoje (29), pela primeira vez, seus princípios sobre a privacidade de dados dos usuários e anunciou uma campanha de esclarecimento sobre a política de privacidade da empresa. A iniciativa propõe explicar como a empresa utiliza os dados coletados de seus usuários e como estes internautas podem controlar as informações disponibilizadas em seus perfis.

O anúncio ocorre logo após o Dia Internacional da Privacidade de Dados, celebrado ontem (28) justamente para aumentar a consciência das pessoas sobre a importância da privacidade e proteção de dados pessoais em ambientes digitais. Instituída em 2006, a data é um chamado para pesquisadores, ativistas, empresas, autoridades e usuários refletirem sobre o tema.

Princípios

Entre os princípios de privacidade do Facebook estão o controle da divulgação de informações pelos usuários; medidas de explicação sobre o uso de dados por meio da Política de Dados e de mensagens informativas; e a preocupação com a proteção de dados no desenvolvimento de soluções tecnológicas.

A empresa também incluiu nas orientações ações de segurança da informação para evitar vazamentos e outros acessos indevidos aos dados mantidos pela plataforma; a escolha pelo usuário do público de suas mensagens, bem como a chance de exclusão dos conteúdos publicados; e a busca pela melhoria constante nos controles de privacidade.

“Reconhecemos que as pessoas usam o Facebook para se conectar, mas nem todos querem compartilhar tudo com todos – incluindo conosco. É importante que você tenha escolhas quando se trata de como seus dados são usados”, disse a diretora de privacidade da companhia, Erin Egan, em nota divulgada hoje.

Informações

Uma das ações anunciadas pela campanha é a simplificação do acesso às informações sobre privacidade dentro da plataforma. Atualmente, ela disponibiliza uma página denominada Noções Básicas de Privacidade e outra chamada Políticas de Dados. A primeira inclui informações sobre a privacidade nos diversos serviços e funcionalidades da rede social, incluindo a ferramenta de controle das configurações. Já a segunda traz explicações acerca de como os dados são coletados, tratados e usados pela empresa.

No comunicado divulgado hoje, Erin Egan, informou que a companhia pretende centralizar e simplificar as informações e os sistemas de controle das configurações de privacidade. Mas não deu mais detalhes de quando nem como isso será feito.

Gerenciamento de privacidade

O Facebook apontou como um dos focos da campanha divulgar melhor as ferramentas de controle de privacidade. Elas permitem, por exemplo, definir o público destinatário de uma publicação, se amigos, amigos de amigos ou listas de contatos.

Na administração do perfil, há a funcionalidade de escolher quem pode acessar quais informações. O nome e a foto são sempre públicos. Mas informações como local de trabalho e idade podem ser expostas para determinadas pessoas e não para outras. O mesmo é válido para listas de amigos, comentários, marcações e mensagens na linha do tempo.

Avanço parcial

Na avaliação de Maria Cecília Oliveira Gomes, especialista em regulação de novas tecnologias e monitora do curso de proteção de dados da Universidade Mackenzie, de São Paulo, a divulgação dos princípios de privacidade é um movimento positivo do Facebook de ampliação da transparência sobre suas atividades. Para ela, parte da motivação da empresa está relacionada à adaptação aos princípios da nova legislação europeia, que entrará em vigor neste ano.

“A plataforma está tentando se tornar mais transparente e fazendo ações de educação, mas não acho que são ações suficientes. Não há transparência absoluta em relação ao que é feito com os dados dos usuários. O Facebook inclusive já enfrentou questionamentos sobre a falta de transparência em relação a isso e aos algoritmos que usa”, disse.

Um exemplo de medida de transparência, sugere a especialista, seria deixar mais claras as informações coletadas para a publicidade direcionada. “A própria pessoa que faz anúncio direcionado não tem conhecimento geral de quais dados são coletados. Isso seria algo interessante, até porque neste ano teremos eleições e este recurso será adotado”, complementa Maria Cecília.

Poder excessivo

Para Amanda Yumi Ambriola, especialista em tecnologia e integrante da associação Garoa Hacker Clube, a despeito dos princípios ainda há sérios riscos à privacidade dos usuários do Facebook.

A rede social concentra informações de mais de dois bilhões de usuários, segundo site oficial da empresa, e pode mudar sua política de privacidade. “As regras do jogo podem mudar com frequência e não são válidas para apenas publicações e contatos novos, mas sim, para todo seu histórico lá salvo”, alerta Amanda.

A pesquisadora acrescenta que, mesmo afirmando estar preocupado com a privacidade dos usuários, o Facebook ainda coleta uma grande quantidade de dados e os fornece para anunciantes sem que o usuário saiba como suas informações estão sendo geridas.


Agência Brasil