Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

quarta-feira, dezembro 30, 2020

Câncer de colo do útero: Diagnóstico precoce pode evitar em 80% dos casos os riscos de metástases e outras complicações

 

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o tumor de colo do útero atinge mais de 16 mil mulheres no Brasil por ano, o que já faz dele o terceiro tipo de câncer mais prevalente entre a população feminina. A doença é silenciosa e, por isso, em cerca de 35% dos casos acaba levando à morte. A preocupação acerca dos crescentes índices da doença aumenta quando analisado o principal causador da condição: o contágio pelo chamado papilomavírus humano – conhecido como HPV.

Mais comum tipo de infecção sexualmente transmissível em todo o mundo, o vírus HPV atinge de forma massiva as mulheres. Segundo o Ministério da Saúde, 75% das brasileiras sexualmente ativas entrarão em contato com o HPV ao longo da vida, sendo que o ápice da transmissão do vírus se dá na faixa dos 25 anos.  Após o contágio, ao menos 5% delas irá desenvolver câncer de colo do útero em um prazo de dois a dez anos, uma taxa que preocupa os especialistas.

“A cada ano, mais de 500 mil mulheres são diagnosticadas com câncer de colo uterino no mundo. Cerca de 300 mil óbitos ao ano são atribuídos a essa doença, o que configura um desafio na saúde mundial, apesar de se tratar de uma doença prevenível. Aproximadamente 90% dos casos ocorrem em países pobres ou emergentes, sobretudo por estratégias de implementação vacinal e programas de rastreio populacional inadequados. A mortalidade nesses países é cerca de 18 vezes maior que em países desenvolvidos. No Brasil, a taxa de mortalidade ajustada para a população mundial de 4,70 óbitos para cada 100 mil mulheres”, revela Michelle Samora, oncologista do Grupo Oncoclínicas.

Segundo a médica, esse tipo de infecção genital é muito frequente, o que pode ocasionar alterações celulares no corpo da mulher, evoluindo para um tumor maligno. “O processo de oncogênese do HPV consiste em algumas etapas principais: infecção pelo HPV de alto risco oncogênico, acesso do vírus ao epitélio metaplásico na zona de transformação do colo uterino, persistência da infecção com integração do genoma viral ao DNA da célula hospedeira. A partir daí, o vírus passa a expressar suas proteínas relacionadas ao câncer, promovendo a imortalização celular. Como conseqüência, a depender da condição de cada indivíduo, ocorrerá o aparecimento das lesões precursoras ou mesmo o câncer”, explica.

Para a Dra. Michelle, a prevenção é um dos principais aliados no combate ao câncer de colo do útero. “A vacinação contra o HPV representa a melhor forma de prevenção primária. Ela resulta numa resposta imune 10 vezes mais eficiente que a viral e está disponível contra os seguintes subtipos: vacina bivalente contra HPV 16 e 18; vacina quadrivalente contra HPV 6,11,16 e 18; e a vacina nonavalente que inclui mais 5 subtipos oncogênicos os 31, 33, 45, 52 e 58. 8. Todas as vacinas possuem soroconversão próximas a 100%. A duração total do proteção ainda é incerta, estima-se em aproximadamente 9 anos; porém, estudos matemáticos indicam alta concentração de anticorpos por no mínimo 20 anos”.

Em complemento à prevenção primária, a médica destaca os exames periódicos para detecção da doença.

“Quando diagnosticado precocemente, é possível que haja uma redução de até 80% de mortalidade por este câncer. Considerando que o tumor de colo do útero é uma doença com sintomas silenciosos, muitas vezes as mulheres perdem a chance de descobrir a condição ainda na fase inicial. Sempre aconselho as mulheres a realizarem os exames como o Papanicolau periodicamente, para que aumentem as chances da doença ser diagnosticada precocemente”, explica Dra. Michelle.

Fique atento aos primeiros sinais

O tumor ocorre quando as células que compõem o colo uterino sofrem agressões causadas pelo HPV. Os primeiros sinais aparecem por meio de sangramento vaginal, seguido de corrimento e dor na pelve.

Quando a doença já se encontra em um estágio mais avançado, a mulher pode apresentar um quadro de anemia devido à perda de sangue, além de dores nas pernas, nas costas, problemas urinários ou intestinais e até perda de peso sem intenção. “Os sangramentos podem ocorrer durante a relação sexual, fora do período menstrual e em mulheres que já estão no período da menopausa”, diz a oncologista.

Quando detectado, os procedimentos para o tratamento do câncer são cirurgia, radioterapia e/ou quimioterapia. “A cirurgia pode consistir na retirada do tumor ou na retirada do útero, o que pode impossibilitar a mulher de engravidar. Para os estágios mais avançados da doença, são recomendados os tratamentos de radioterapia e quimioterapia”, finaliza a Dra. Michelle Samora.

Chamamento da Compesa para Estações de Tratamento de Esgoto

 

A busca por soluções inovadoras e sustentáveis para atender a demanda por mais água em Pernambuco é um caminho que vem sendo trilhado pela Compesa. Nesse sentido, um Grupo de Trabalho foi instituído para reunir e pensar o futuro das iniciativas de reaproveitamento das águas de efluentes, e ainda do lodo e biogás gerado nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs). Um dos frutos recentes desse trabalho foi a publicação de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), lançada este mês, com o objetivo de receber projetos e estudos que auxiliem a viabilização de novos modelos de negócio de reuso e ampliem a perspectiva das atividades para fins industriais, comerciais, agricultura e aquicultura. Na etapa inicial do PMI, as empresas têm até 07/01/2021 para apresentar manifestação de interesse.

 

A partir daí, as empresas entrarão na fase de habilitação e posteriormente serão autorizadas a apresentar seus modelos. As propostas devem ser direcionadas de acordo com a divisão de lotes instituída pela Compesa, sendo para 9 ETEs localizadas na mesorregião do Agreste (Lote 1); 5 ETEs localizadas na mesorregião da Mata e 2 ETEs localizadas no distrito de Fernando de Noronha (Lote 2); 7 ETEs localizadas nas mesorregiões do Sertão e São Francisco, exceto as do município de Petrolina (Lote 3); 9 ETEs localizadas no município de Petrolina (Lote 4). Será selecionada pelo menos uma proposta para cada lote, podendo ser a mesma empresa selecionada em um ou mais lotes.

 

Para a presidente da Compesa, Manuela Marinho, as iniciativas sustentáveis estão cada vez mais alinhadas aos planos da companhia. “A Compesa está empenhada em ações e projetos de reuso por entender que esse é um dos caminhos a ser seguido na trilha da sustentabilidade. Temos que desenvolver soluções cada vez mais inovadoras e de vanguarda, e um ponto de partida é sem dúvida a expansão dos projetos já desenvolvidos na empresa por meio da PMI”, avalia Manuela.

 

Um exemplo de iniciativa de reuso já praticada pela Compesa está no Agreste. A ETE Rendeiras, em Caruaru, possui um sistema de reuso implantado que fornece o recurso para irrigação de áreas verdes e limpeza em geral da própria unidade. No Sertão do Estado, na ETE Centro de Petrolina já foram realizados diversos estudos científicos sobre reuso das águas, incluindo caracterização dos efluentes e análise de adequação para uso em serviços de desobstrução e irrigação. Também esta unidade foi pioneira no estudo da caracterização do lodo produzido em uma parceria com a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

 

SERVIÇO:

PMI – Modelos de negócio de reuso

Prazo: 07/01/2021

Chamamento público disponível no site https://servicos.compesa.com.br/portal-de-parcerias/reuso-para-etes/


lmprensa Compesa

Esquema da Celpe para o Ano Novo

 

A partir desta quinta-feira (31), a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) coloca em operação o esquema especial para assegurar o fornecimento de energia elétrica para os que vão com aproveitar as comemorações do Réveillon em todo o estado, principalmente no Litoral. Apesar da proibição das tradicionais festas da virada, a Celpe já identificou um aumento de carga nas principais praias pernambucanas. Para preservar a qualidade no fornecimento, a concessionária realizou diversas ações preventivas na região. Foram promovidas inspeções termográficas na rede de distribuição e transmissão, medições de nível de tensão, serviços de poda de árvores e manutenções preventivas e corretivas. No total, foram inspecionados 3,2 mil quilômetros de rede elétrica. Mais 3,6 mil quilômetros de condutores foram blindados, aumentando assim a segurança, a confiabilidade e a qualidade no serviço. Também foram realizadas vistorias preventivas nas subestações que suprem as regiões.


A estrutura de atendimento à população também foi ampliada pela Celpe. O Centro de Operações Integradas, que monitora toda a distribuição de energia no estado, contará com 40 operadores por 24h por dia. Nas ruas, 192 equipes atuarão em esquema especial apenas no Litoral. O tele-atendimento, que normalmente é o primeiro contato do consumidor com a companhia, receberá um reforço de 20% no número de tele-atendentes. Além disso, diversos profissionais devem atuar em regime de sobreaviso, para acionamento em caso de ocorrências. 


IMPORTANTE - Em caso de ocorrência, os clientes podem entrar em contato com a Celpe por meio dos diversos canais de relacionamento da empresa. Além do tele-atendimento gratuito 116, a concessionária oferece um aplicativo para smartphones no qual os usuários podem solicitar o serviço de prontidão. A concessionária disponibiliza, ainda, um serviço para comunicar falta de energia por meio de torpedos via celular. É preciso enviar uma mensagem de texto para o número 28116, informando apenas o número da conta contrato do imóvel onde esta ocorrendo a interrupção de energia. A resposta da concessionária com o registro do protocolo e a informação sobre o prazo de atendimento da solicitação será enviada ao cliente em até 3 minutos. 


lmprensa Celpe

Pernambuco vai distribuir mais um milhão de máscaras para a população

 

O Governo de Estado anunciou, por meio de coletiva online, nesta quarta-feira (30), a aquisição de mais um milhão de máscaras de tecido, neste final de ano. Todo esse material virá do Polo de Confecções. Através da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), a gestão estadual já havia realizado a compra de outro lote de um milhão de máscaras. O montante já distribuído para a população, desde o início da pandemia, ultrapassa 2,5 milhões de itens, entre o material adquirido e as doações recebidas. A AD Diper lancará, em 8 de janeiro, um edital para aquisição deste novo lote.

 

A iniciativa será viabilizada por meio do credenciamento de empresas produtoras de confecção em todo o Estado, que tenham o selo de qualidade reconhecido pelo Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE). Para permitir a participação de fabricantes de diversos portes, serão adquiridos lotes com quantidades variando de 20 mil a 100 mil peças. Por meio do Programa Máscara Para Todos, mais de 100 empresas do Polo de Confecções já receberam essa chancela.

 

“É um bom reforço e uma injeção de recursos no setor de confecções em um momento de baixa nas vendas. As máscaras são imprescindíveis para uso e proteção de todos. Estamos acompanhando o setor de perto e sabemos da capacidade para produzir artigos de qualidade”, reforça o secretário de Desenvolvimento Econômico em exercício, Roberto Abreu e Lima. O Polo já comercializou mais de 12 milhões de EPIs, sendo mais de 10 milhões só de máscaras de tecido.

 

É possível adquirir, no site www.mascarasparatodos.org.br, pacotes de cinco, dez, 50 ou 100 máscaras brancas e lisas, e pagar com cartão de crédito, débito ou boleto bancário. Até o momento, já foram vendidas quase 19 mil unidades através da loja virtual.

 

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA - O secretário estadual de Saúde, André Longo, informou, durante a coletiva, que após cinco semanas seguidas de alta nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), Pernambuco registra queda de 20% nas ocorrências da Semana Epidemiológica (SE) 52 em comparação com a 51. Quando analisados os números da semana 50, a diminuição foi de 8% nesses 15 dias. 

 

“Apesar da queda, precisamos continuar avaliando o indicador, porque, no feriado, há acúmulo de notificações. Assim, é possível que este número sofra correção nos próximos dias", informou o secretário, destacando ainda que, na última Semana Epidemiológica, foram computados 801 pedidos por leitos de internação na Central de Regulação do Estado.

 

O número apresentado significa uma queda de 13% e 7% em comparação com as semanas 51 e 50, respectivamente. A diminuição foi puxada pelas solicitações por enfermaria, que tiveram uma queda de 29% em relação à semana 51 e de 19% na comparação com a 50. Em relação às UTIs, os pedidos permaneceram estáveis entre as semanas 52 e 51 e um aumento de 1,6% em relação à 50.

 

"Quando analisamos o número de pacientes internados em leitos de UTI na rede pública de saúde, ainda vemos uma situação que nos causa preocupação. Atualmente, são cerca de 760 pacientes internados. Há 15 dias, eram 750. Portanto, ainda vivemos um momento que requer atenção e o reforço na adoção de cuidados, porque nossas atitudes serão determinantes para os indicadores das próximas semanas", ratificou Longo.

 

ANO NOVO – O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, ressaltou que, além da fiscalização realizada pelo Estado durante as festas de Ano Novo, os municípios também foram acionados para colaborar, atuando através das Guardas Civis e Municipais e da Vigilância Sanitária.  “Aqueles que descumprirem as regras mínimas vão ser autuados, respondendo criminalmente. Não somente o responsável pela festa, mas também o proprietário da casa de eventos, hotel, todos serão responsabilizados. Inclusive, quero deixar bem claro, que também pode acontecer posteriormente. Nem sempre vamos conseguir chegar na primeira hora, mas vamos levantar o que vai sair nas redes sociais e autuar posteriormente. As multas vão de R$ 1 mil a 100 mil, independente da responsabilização criminal que vai acontecer através de inquéritos abertos pela Polícia Civil”, pontuou o secretário.


Secretaria de lmprensa de Pernambuco

Hospital Veterinário do Recife agenda castrações gratuitas em janeiro dias 04 e 05

 

A  Prefeitura do Recife, através da Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais - SEDA, informa que o Hospital Veterinário do Recife Robson José Gomes de Melo (HVR) abre o agendamento para castrações gratuitas de caninos e felinos na próxima segunda-feira (04) e terça-feira (05). A marcação poderá ser realizada por cidadãos residentes no Recife, pelo site seda.recife.pe.gov.br ou pelos telefones 3224-3001,3224-4001, e 3446-9808, das 09h às 13h.

O ano de 2021, vai começar ainda com uma novidade: a inauguração do quinto consultório da HVR, que será exclusivo para receber os animais silvestres e exóticos que passaram a ser atendidos na unidade de saúde desde novembro de 2020. "A ideia é que esse consultório a mais, de uso exclusivo, possibilite que os outros quatro permaneçam apenas para consultas dos cães e gatos.", explica Carlos Augusto Steinen, secretário Executivo dos Direitos dos Animais do Recife.

Para ter a castração de cães e gatos realizada no HVR é preciso levar comprovante de residência no Recife, documento de identificação do tutor com foto e o pet deve estar em jejum de 12 horas, tanto de comida, quanto de água. Vale ressaltar que todas as dependências do hospital vêm recebendo sanitização diária contra o novo coronavírus. A ação é uma parceria da SEDA com a Secretaria de Saúde do Recife, através do Centro de Vigilância Ambiental - CVA.

Até o momento, a SEDA realizou cerca de 37 mil castrações, sendo mais de 22 mil só no HVR. Inaugurado em 2017, o Hospital Veterinário do Recife Robson José Gomes de Melo é o primeiro do Norte/ Nordeste e computa mais de 7.900 cirurgias e, somando com os atendimentos ambulatoriais, mais de 88 mil procedimentos.

O hospital fica situado à Avenida Professor Estevão F. da Costa, S/N, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste da cidade e funciona de segunda a sexta, das 7h às 18h. 

lmprensa Recife 

IPA define metas e plano de negócios para 2021

O Conselho de Administração do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), definiu as metas e as diretrizes do Plano Anual de Negócios do Instituto para 2021, além do monitoramento do Índice de Adequação ao Sistema de Controle Interno do Governo do Estado (também conhecido como Índice de Adequação das Estatais), com análise e aprovação da Carta Anual de Políticas Públicas e Governança Corporativa (Exercício 2020/2024) e assinatura da Carta Anual de Compromisso da instituição. As decisões foram tomadas durante reunião realizada na segunda-feira (28).

 

Presidente do Conselho de Administração do IPA, o secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, destacou a importância de o IPA ampliar o diálogo com os médios e grandes produtores rurais das diversas cadeias produtivas da agropecuária pernambucana, com o intuito de estudar as possibilidades de atuação do IPA na oferta de serviços para este setor produtivo. “O IPA, assim como a Secretaria de Desenvolvimento Agrário precisam um olhar para o setor agropecuário como um todo, com foco na agricultura familiar mas sem esquecer as cadeias produtivas de médio e grande porte”, destacou.

 

Neste sentido, o Conselho de Administração deliberou pela realização, durante o mês de janeiro de 2021, de um debate interno, envolvendo profissionais da extensão e pesquisa, como preparação para dialogar com representantes do setor produtivo, na perspectiva de identificar produtos e serviços a serem incorporados no Plano Anual de Negócios do IPA.

 

Para o conselheiro e Presidente do IPA, Reginaldo Alves, a estruturação do Plano Anual de Negócios, dialogado com os setores produtivos, será uma excelente oportunidade para o IPA se inserir no mercado de produtos e serviços agropecuários demandados pela agricultura e pecuária de médio e grande porte. “Temos como prioridade o atendimento das demandas da agricultura familiar, mas esse diálogo com as cadeias produtivas será uma grande oportunidade para ampliar a atuação do IPA com foco no desenvolvimento da agropecuária pernambucana”, ressaltou.

 

Além do secretário e do presidente do IPA, participaram também do encontro os conselheiros Gleybson Maciel, Secretário Executivo da Agricultura Familiar, Altair Patriota, presidente do ITERPE, e Danusa Rodrigues, representante dos empregados do IPA. 


lmprensa lPA 

 

Recife entrega mais de 100 smartphones para profissionais da Vigilância Sanitária

 

Os inspetores da Vigilância Sanitária (Visa) do Recife começaram a receber mais de 100 smartphones que vão auxiliar no trabalho de fiscalização de estabelecimentos do município que estão sob vigilância e controle sanitário. Todos os aparelhos contam com o aplicativo Sistema de Infrações Não Tributárias, desenvolvido pela Empresa Municipal de Informática (Emprel), ligada à Prefeitura do Recife.


Durante o ato de entrega dos aparelhos, o secretário municipal de Saúde, Jailson Correia, destacou o empenho dos profissionais nos últimos anos para inovar os serviços prestados pela Vigilância Sanitária. “Com o comprometimento dos técnicos da Visa, e apoio de entidades parceiras, estamos conseguindo encerrar essa gestão com importantes contribuições para o avanço e modernização do nosso Sistema Único de Saúde”, frisou.

 
O uso dos equipamentos pelos inspetores tem o objetivo de desburocratizar e tornar mais eficiente o processo de fiscalização, por exemplo, de bares, restaurantes, lanchonetes, supermercados, padarias, entre outros. “Os smartphones vão facilitar o trabalho dos inspetores e também da Vigilância, porque através da autuação sanitária digitalizada, damos mais um passo e avançamos no processo de informatização das ações de fiscalização”, explica a gerente de Vigilância Sanitária do Recife, Daniele Feitosa.

 

Com o aplicativo Sistema de Infrações Não Tributárias, o inspetor sanitário que constatar qualquer descumprimento no estabelecimento fiscalizado, vai preencher as informações do auto de infração de forma online, agilizando e otimizando a notificação. “Já fizemos alguns projetos com a Vigilância Sanitária do Recife e dois foram premiados. Com esses aplicativos, a gente rompe a barreira do analógico para o digital, promovendo a digitalização dos serviços e, através da Secretaria de Saúde, prestando serviço ao povo do Recife” afirma o diretor-presidente da Emprel, Eugênio Antunes.  


LICENCIAMENTO DIGITAL - Para tornar mais ágil e eficaz o processo de emissão do licenciamento sanitário, em 2019 a Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife implantou o Sistema de Licenciamento Digital. Através do site da Vigilância Sanitária do Recife, os proprietários de estabelecimentos podem solicitar o documento online.


Além da solicitação da licença, o site permite que os responsáveis técnicos das empresas realizem o acompanhamento dos processos, cumprimento de exigências e atualização de documentações. Isso facilita a dinâmica e evita que haja o deslocamento até a sede da Diretoria Executiva de Vigilância em Saúde


Em setembro deste ano, a Vigilância Sanitária implantou também o Sistema de Licenciamento Sanitário Digital automático. Com ele, lanchonetes, restaurantes, supermercados, salões de beleza, clínicas de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e psicanálise, entre outros estabelecimentos classificados como de risco l e ll, podem emitir a licença sanitária sem inspeção preliminar. Os estabelecimentos que se encaixam nesses grupos têm os seus documentos validados e a sua licença sanitária liberada para, posteriormente, passar pela inspeção da equipe da Visa.

lmprensa Recfe

Influência das mídias digitais na sociedade pode entrar no currículo escolar

 

Livros, documentários e estudos recentes têm alertado sobre a influência das mídias digitais no comportamento e na tomada de decisões dos indivíduos. Especialistas afirmam que as redes sociais afetam o cérebro por meio de respostas químicas geradas por um mecanismo de recompensa provocado pelas interações virtuais: visualizações, curtidas e comentários, o que pode levar à dependência psicológica e causar ansiedade, irritabilidade, falta de autocontrole e à depressão. “Estamos conseguindo avançar com relação ao combate às fakes news, o que é muito importante, mas precisamos também atuar de forma preventiva, a fim de minimizar danos que podem ser irreparáveis. E a escola e o parlamento devem assumir suas responsabilidades sobre esse tema”, avalia o deputado federal Carlos Veras (PT/PE), autor do Projeto de Lei 5597 de 2020, que inclui o conteúdo sobre a influência das mídias digitais na sociedade nos currículos do ensino fundamental, por meio de alteração na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

A proposta foi protocolada na última sexta-feira (18), na Câmara dos Deputados. O próximo passo, segundo o parlamentar, é promover amplo debate com a comunidade escolar e movimentos sociais que representam trabalhadores em educação e estudantes. “Serão as professoras e os professores que apontarão a melhor forma de aplicação da lei, queremos dialogar com a comunidade escolar, com toda a sociedade. Uma coisa é certa: não podemos fugir deste diálogo, em defesa da saúde das pessoas e da nossa democracia”, acrescenta Veras. “Espero que a gente avence com o assunto neste primeiro semestre de 2021”, finaliza. 

Brasil no topo

Dados contidos no projeto de Carlos Veras apontam que, em janeiro de 2020, o número de pessoas que utilizavam a internet em todo o mundo atingiu o total de 4,5 bilhões, um aumento de 7% em comparação a janeiro de 2019 (298 milhões novos usuários). Destes, 3,8 bilhões faziam uso de alguma mídia social em janeiro de 2020. Segundo o relatório Hootsuite e We are social, o Brasil é o terceiro país em quantidade de horas gastas na internet por usuário, um total de 9 horas e 17 minutos por dia, sendo que 3 horas e 31 minutos são dispendidas em plataformas sociais como Youtube, Facebook, Instagram, Twitter e Tiktok

E nesse domínio digital, os mais jovens são os mais vulneráveis. Por isso, é urgente esclarecer estudantes, crianças e adolescentes, pais e responsáveis quanto aos perigos e consequências da superexposição às mídias digitais, quanto à necessidade de saber filtrar os conteúdos acessados, os ajudando a desenvolverem senso crítico quanto ao conteúdo exposto e habilidades que evitem riscos desnecessários.

Confira o teor do projeto: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=node01t0wezoo1jvlt1t22asrx3gz2j3439529.node0?codteor=1954568&filename=PL+5597/2020


#NãoProcede "Prevenção" da Covid-19

 


E novamente os celulares foram inundados por recomendações para prevenir (?) a Covid-19 e fui confirmar com quem trabalha no ramo, os médicos - e guerreiros da linha de frente contra o coronavirus -  João Alho - que já tinha me dado uma força nesta matéria aqui e o Pedro Opará - que ficou conhecido por dançar com uma paciente recém-recuperada lá no começo da pandemia e pra quem não lembra ou não viu, no final da matéria eu posto o vídeo.

Mas vamos lá: o Tal Kit não é recomendável porque o Painel de Diretrizes de Tratamento COVID-19 não recomenda o uso de quaisquer agentes para prevenção da síndrome respiratória aguda grave do coronavírus (SARS-CoV-2), exceto em casos muito específicos, só determinados pelo seu médico. Você pode ler com maior propriedade aqui (link: ) (está em inglês, mas você pode traduzir)

Paralelamente a isso, o médico Pedro Opará, de Petrolina - PE fez uma postagem em seu Twitter 

Nova epidemia de prescrições erradas para pacientes com COVID-19. Depois da HCQ e ivermectina, a bola da vez são os corticóides. Muitos pacientes chegando à UTI com uso prévio de prednisona. Leitura errada perigosa do RECOVERY, estudo que mostrou benefício da dexametasona. A dexa reduziu morte e intubação EM PACIENTES HOSPITALIZADOS, intubados ou em uso de oxigênio. Esses receberam a droga, em média, a partir do dia 8 da doença. O uso precoce de corticóides pode aumentar a quantidade de vírus no organismo. NÃO DEVE SER USADO PRECOCEMENTE E/OU CASOS LEVES!!  

E para a prevenção não há outra receita : uso de máscara, distanciamento social, álcool gel e lavagem das mãos.

Nota do Blog: Pedro Opará é médico defensor do SUS; trabalha em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Membro da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares e da Consulta Popular. Membro do Podcast Medicina em Debate. Veja o vídeo que o tornou nacionalmente conhecido:


 




Olinda proíbe comércio, toldos, cadeiras e mesas durante o réveillonna praia e no calçadão

 

Diante do cenário de pandemia da Covid-19 e tendo como prioridade a saúde da população, a Prefeitura de Olinda proíbe toldos, comércio, cadeiras, bancos, mesas, queima de fogos, som na praia e no calçadão durante as festividades do réveillon deste ano. O comércio na praia da cidade só poderá acontecer até as 17h da quinta (31.12).

A partir das 8h do dia 31 a fiscalização será intensificada em toda extensão da orla da cidade, como explica o secretário de Meio Ambiente e Planejamento Urbano, André Botelho. “Todos os anos a colocação de toldos só era permitida após cadastro e autorização na Prefeitura. Este ano não estamos autorizando e pedimos que a população contribua. Temos a saúde como prioridade”, afirmou. 

A fiscalização será realizada por funcionários das secretarias de Meio Ambiente e Planejamento Urbano; Segurança Urbana; Transportes e Trânsito. 

lmprensa Olinda

Brasil passa a exigir teste negativo de covid-19 para entrada no País

 

A partir de hoje (30), passageiros de voos internacionais que embarcarem para o Brasil precisarão apresentar um teste RT-PCR negativo ou não reagente para covid-19. O exame deve ter sido feito até 72 horas antes da viagem. A obrigatoriedade vale para todos os viajantes, brasileiros ou estrangeiros, independentemente de sua origem.

Crianças menores de 2 anos estão dispensadas da apresentação do teste, assim como crianças com idade entre 2 e 12 anos, desde que seus acompanhantes cumpram todas as exigências. Já crianças entre 2 e 12 anos viajando desacompanhadas são obrigadas a apresentar o exame, da mesma forma que os demais viajantes.

A medida está prevista na portaria nº 648/2020, publicada na semana passada, que e também trata da proibição, em caráter temporário, da entrada no Brasil de voos com origem ou passagem pelo Reino Unido e Irlanda do Norte. No último dia 17, o governo já havia determinado a exigência do exame na portaria nº 630/2020.

Declaração de Saúde do Viajante

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), brasileiros e estrangeiros que vierem do exterior por via aérea deverão preencher a Declaração de Saúde do Viajante (DSV) e apresentar o e-mail de comprovação de preenchimento para a companhia aérea.

O teste deverá ter sido realizado em laboratório reconhecido pela autoridade de saúde do país do embarque. Na hipótese de voo com conexões ou escalas em que o viajante permaneça em área restrita do aeroporto, o prazo de 72 horas será considerado em relação ao embarque no primeiro trecho da viagem.

As obrigações fixadas pela norma não valem para voos procedentes do exterior com paradas técnicas ou conexão no Brasil desde que não ocorra qualquer procedimento de desembarque seguido de imigração.

O descumprimento da exigência pode gerar responsabilização civil ou penal, deportação de volta ao país de origem ou a invalidação do pedido de refúgio, caso ele existe.

Agência Brasil 

Réveillon no Recife será colorido e iluminado

 

Luzes e cores vão levar esperança à janela das pessoas para a chegada de 2021. Encerrando um ano tão desafiador em todos os aspectos e com uma virada de ano que também marca a restauração da esperança e a renovação de pensamentos positivos, a Prefeitura do Recife, por meio das Secretarias de Turismo, Esportes e Lazer, Cultura e da Fundação de Cultura da Cidade do Recife (FCCR), organizou uma festa de Ano Novo com muita criatividade. Projetados a partir de oito pontos estratégicos da cidade, os jogos de luzes e lasers prometem um espetáculo de alcance entre 5 e 7 quilômetros, nas zonas Norte, Sul e Oeste da cidade.

A dança colorida no céu recifense está prevista para iniciar às 23h45, já colocando as pessoas no clima da celebração. No primeiro segundo do ano de 2021, a iluminação será intensificada com cometas luminosos. Serão, ao todo, 30 minutos de festejo, com a trilha sonora garantida pela Frei Caneca FM, executada na frequência 101.5 FM. No ar estarão tocando nomes potentes da música brasileira como Elza Soares, Otto e Dona Onete, entre outros.

“O Ciclo Natalino da Prefeitura do Recife vem promovendo uma série de atividades virtuais e volantes, levando encantamento e o melhor da nossa cultura para a população. Vamos iniciar o próximo ano com muita luz, reforçando essa mensagem de amor e esperança para as pessoas”, disse a secretária de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, Ana Paula Vilaça. 

A festa da Virada de Ano com luzes substitui a tradicional queima de fogos na Orla de Boa Viagem e em outros pontos da cidade, incentivando a celebração dentro de casa, evitando a disseminação do novo coronavírus neste enfrentamento à pandemia. 

Apesar de um ano tão desafiador para o setor, o Recife se destacou liderando as pesquisas entre os destinos mais procurados. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco (ABIH-PE), a taxa de ocupação hoteleira é de 80%, com permanência média de três dias.

lmprensa Recife

Prorrogado prazo de pagamento de auxílio ao setor cultural

 

Foi editada ontem  (29)  medida provisória (MP) que prorroga o prazo da utilização do auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc para 2021. A MP autoriza o pagamento do benefício com os recursos já aprovados em 2020 e destinados ao cumprimento da lei, mas que ainda não tenham sido utilizados.

“[...] a MP, além de não representar aumento dos gastos públicos, busca conferir maior segurança ao trabalhador e à trabalhadora da cultura e maior efetividade à Lei Aldir Blanc, assegurando a continuidade das ações emergenciais, a manutenção do apoio aos beneficiários e a efetividade do socorro ao setor cultural”, afirmou a Presidência da República, em nota.

A Lei Aldir Blanc, originada da MP 986/2020 e promulgada pelo Congresso em agosto, prevê o repasse de R$ 3 bilhões de recursos federais para ações emergenciais do setor cultural em estados e municípios. 

A aplicação dos recursos está limitada aos valores liberados pelo governo federal. Caso prefeitos e governadores queiram aumentar o valor dos benefícios repassados, deverão fazer a complementação com recursos próprios.

A Lei nº 14.017/2020, que instituiu o auxílio financeiro, foi chamada de Lei Aldir Blanc em homenagem ao escritor e compositor de 73 anos que morreu após contrair covid-19, em maio, no Rio de Janeiro. O texto da lei prevê o pagamento de três parcelas de um auxílio emergencial de R$ 600 mensais para os trabalhadores da área cultural.

Está previsto ainda o pagamento de subsídio para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas e organizações comunitárias. Esse subsídio mensal terá valor entre R$ 3 mil e R$ 10 mil, de acordo com critérios estabelecidos pelos gestores locais.

Agência Brasil

Socioeducandos usam arte para humanizar espaços em Vitória de Santo Antão

 

Espaços do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Vitória de Santo Antão, na Mata Sul de Pernambuco, estão ganhando nova roupagem por meio do grafite e da tinta látex. O trabalho vem sendo desenvolvido, nas últimas semanas, por adolescentes atendidos no local e conta com a condução de agentes socioeducativos. Além de estimular o cuidado com alojamentos e outros ambientes, o objetivo da atividade é possibilitar, por meio da arte, a expressão de sentimentos e a transformação pessoal.

 

O processo de humanização de espaços foi proposto pela agente socioeducativa Jéssica Menezes, após uma ação anterior, também envolvendo pintura, da qual os adolescentes haviam participado. O agente socioeducativo Wemison Araújo também está envolvido no projeto. A iniciativa tem a contribuição de instituições parceiras, como o Centro Universitário Vitória de Santo Antão (Univisa), por meio do Projeto Integrar. A doação das tintas usadas na ação foi feita pela Veneza Material de Construção.

 

A coordenadora técnica do Case Vitória de Santo Antão, Karolinna Ferreira, explica que o caráter coletivo do projeto se deu até mesmo na escolha de cores e desenhos, feita em conjunto entre socioeducandos e agentes socioeducativos. “A pintura é uma das mais diversas formas de expressão da arte. Essa atividade tem sido uma excelente ferramenta pedagógica de inclusão social e transformação pessoal para nossos adolescentes e uma possibilidade de deixar os espaços mais humanizados e acolhedores”, diz.

 

PROJETO INTEGRAR – Buscando diminuir a reincidência em atos infracionais praticados por adolescentes em cumprimento de medida de internação na unidade da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) em Vitória de Santo Antão, o Núcleo de Educação em Direitos Humanos (NEDHU) da Univisa passou a realizar atividades de extensão no local, envolvendo o diálogo e ações multidisciplinares. A parceria entre as instituições tem possibilitado atividades integradas e divididas em cinco eixos: atendimento psicossocial, atenção à família, cuidado com os profissionais, pesquisa e humanização da estrutura física.


lmprensa Funase

Trabalhador pode solicitar saque de R$ 1.045 do FGTS até quinta-feira

 

O prazo para saque emergencial de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) termina nesta quinta-feira (31). O valor do saque considera a soma dos saldos de todas as contas ativas e inativas no FGTS.

Segundo a Caixa, cerca de R$ 7,9 bilhões do saque emergencial, creditados nas contas poupança social digital e que não foram movimentados, retornaram no dia 30 de novembro para as contas vinculadas dos trabalhadores, com correção dos valores.

Entretanto, caso o trabalhador ainda queira ter acesso aos recursos deve fazer pedido pelo aplicativo do FGTS até esta quinta-feira, para que a Caixa transfira novamente o valor para a conta digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. O saque emergencial poderá ser utilizado em transações eletrônicas, saque em espécie ou transferência, sem custo, para outras contas.

A Caixa informa que é preciso estar com os dados cadastrais atualizados para receber o saque emergencial FGTS. Por isso, é preciso acessar o aplicativo FGTS, complementar os dados cadastrais e solicitar o saque dos valores, que serão creditados na poupança social.

O Saque Emergencial FGTS foi criado pela Medida Provisória 946/20 para auxiliar os brasileiros no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. O calendário de pagamentos foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador, com crédito na poupança social a partir do final de junho deste ano e posterior saque dos recursos pelo trabalhador.

Segundo a Caixa, desde o início do calendário de saques, foram disponibilizados R$ 37,8 bilhões para mais de 60 milhões de trabalhadores.

De acordo com o banco, dúvidas podem ser esclarecidas pelo aplicativo FGTS, pelo site, pela Central de Atendimento Caixa 111, opção 2; e por meio do internet banking Caixa.

O banco alerta que não envia mensagens com solicitação de senhas, dados ou informações pessoais. A Caixa também não envia links ou pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

Agência Brasil