Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

WTF? Translate here!

sábado, dezembro 19, 2020

#Eleições2020 Povo Preto no Poder [4]

 

Macaé Evaristo nasceu na cidade de São Gonçalo do Pará, a 126 km de Belo Horizonte na região centro-oeste de Minas Gerais. Filha de professora, inspirou-se na mãe e seguiu a profissão de docente, começando a dar aula na Rede Municipal de Belo Horizonte em 1984. Atuou por anos na Secretaria de Educação da capital mineira e também ocupou as secretarias nacional (2013 a 2014) e estadual (2015 a 2018) de Educação. 

A educadora é referência na articulação de ações que dialogam com a educação de jovens e adultos, educação ambiental, educação em direitos humanos, educação especial, do campo, escolar indígena, quilombola e educação para as relações étnico-raciais. Ela coordenou o  Programa de Implantação de Escolas Indígenas de Minas Gerais, entre 1997 e 2004.

A petista obteve 5985 votos nas eleições de 2020. “Só tenho que agradecer a todas e todos que apoiaram nossa candidatura. Chegamos à Câmara de Vereadores de Belo Horizonte. Continuamos juntas e juntas construindo um mandato popular, antirracista, feminista e, principalmente, focado na Educação”.


Aos 39 anos, ela é graduada e tem Mestrado em Serviço Social pela Universidade Estadual da Paraíba, e foi lá onde começou sua militância, no movimento estudantil. Jô é a primeira mulher preta a se eleger vereadora em Campina Grande, a 131 km de João Pessoa e promete levar ao plenário, assuntos relativos às mulheres e ao povo preto.

A cidade paraibana - conhecida por ter uma festa junina que rivaliza com a de Caruaru - PE - elegeu este ano a maior bancada feminina de sua história. Além de Jô, outras cinco mulheres também conquistaram a vereança, no entanto, de todos que se elegeram na cidade, ela é a única das esquerdas.

“Minha gente, eu estava tão emocionada que errei até a nossa votação, então, como correção: 3.050 votos! Agora bateu a realidade... Não consigo parar de chorar! Estamos alargando o caminho, para que amanhã sejam outras/outres de nós! VAI TER PRETA NA CÂMARA DE VEREADORES DE CAMPINA GRANDE”.


Sua eleição foi duplamente histórica em Feira de Santana - BA, a 116 quilômetros de Salvador. Além de ser o primeiro preto a ser eleito, foi o recordista na história da cidade, com 8292 votos, sendo o campeão do município. Conhecido como “Rasta” pelos amigos, Monteiro é cria da periferia e pretende levar os anseios de sua gente para o plenário da Câmara de Vereadores.

Professor de formação, ele é mestre e doutorando em História e atua na Rede Pública de Ensino. Aos 37 anos, e tendo participado de outras eleições como candidato a prefeito e deputado estadual pelo PSol, Jhonatas está à frente de uma equipe chamada Gabinete de Rua, cujo objetivo é ser a ponte entre o povo e o poder público.

“Foram 8.292 pessoas que depositaram em nosso projeto político esperanças de mudar Feira pela raiz, começando pela Câmara. Muito obrigado a todas e todos que votaram e colaboraram de várias formas com a campanha, construindo essa conquista coletiva”, comemora Jhonatas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário