quinta-feira, abril 30, 2015

Há 40 anos, o fim da guerra do Vietnã

No dia 30 de abril de 1975, terminava a Guerra do Vietnã, o conflito que proporcionou à maior potência mundial, os EUA, a grande derrota de sua História. Enquanto os cidadãos americanos eram retirados da embaixada do país em Saigon - por ordem do presidente Gerald Ford - a capital, tomada pelos guerrilheiros vietcongues, passava a se chamar Cidade de Ho Chi Minh.

O desfecho da guerra começara a ser traçado em 1973, com os acordos firmados em Paris pelos negociadores dos EUA, Henry Kissinger, e do Vietnã do Norte, Le Duc Tho, que dividiram o Prêmio Nobel da Paz. Em janeiro daquele ano, o presidente Richard Nixon suspendera todos os ataques contra o Vietnã do Norte, gesto que consolidava a sua política de retirada e vietnamização do conflito. Dois anos depois, a maioria dos americanos já havia abandonado Saigon.

O avanço dos vietcongues sobre Saigon foi vertiginoso na última semana de abril: ataques por terra e ar deixavam claro que a vitória final estava próxima. Em 29 de abril, ocuparam Da Nang, a segunda cidade do Vietnã do Sul, e seguiram para a capital, Saigon. No dia seguinte, o presidente Ford ordenou o fechamento da embaixada americana. Os revolucionários comunistas estavam próximos da cidade e o embarque precisava ser rápido. Mas, além dos americanos, milhares de sul-vietnamitas foram para a embaixada na tentativa de embarcar nos helicópteros. Desesperados por se verem abandonados à própria sorte, saquearam e destruíram o prédio da embaixada.

Ao final de uma década de conflito, haviam morrido cerca de um milhão de guerrilheiros, 200 mil sul-vietnamitas, 50 mil americanos e um milhão de civis. Um número não calculado de pessoas ficaram mutiladas ou sofreram as sequelas do uso de armas químicas pelos EUA, como as bombas de napalm e o desfolhante agente laranja.

Jornal O Globo

Nota do Blog: Kim Phuc (a criança que aparece nua na foto) hoje mora no Canadá e é embaixadora da Boa Vontade da ONU. Seu corpo ainda carrega as marcas de queimaduras do agente laranja.

Dilma é contra terceirização

A presidenta Dilma Rousseff declarou hoje (30), em reunião com sindicalistas, apoio formal do Executivo para que a terceirização não seja regulamentada na atividade-fim, conforme prevê o Projeto de Lei 4.330, aprovado na Câmara dos Deputados no último dia 22, e em tramitação no Senado. No encontro, que teve a participação de oito ministros, a presidenta comprometeu-se também a aprofundar o diálogo com os dirigentes sindicais e anunciou a criação de um fórum multissetorial, de caráter quadripartite, para discutir questões trabalhistas e previdenciárias.
Segundo Dilma, as conquistas históricas dos trabalhadores brasileiros devem ser preservadas. "Em março de 2015 nós enviamos para o congresso a política de valorização do salário mínimo para o período de 2015-2019. Eu acho fundamental que nós possamos garantir por lei até 2019, garantir o aumento do poder de compra do salário. Eu queria lembrar que, nos últimos quatro anos, por conta da política de salário mínimo que nós adotamos em 2011, nós tivemos um aumento do salário, acima da inflação, de 14,88%”,
O fórum, a ser instituído por meio de decreto assinado hoje, terá o objetivo de discutir questões relacionadas à Previdência Social (sobretudo o fator previdenciário) e medidas de proteção ao emprego (embora não tenha sido detalhadas quais sejam as primeiras medidas). Programada de última hora, a reunião contou com a participação de representantes da CSB, CTB, CUT, Nova Central, Força Sindical, UGT e Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag).
O encontro foi visto como um aceno de proximidade do Planalto com as centrais, mas também um recado implícito de que a presidenta busca apoio para a aprovação do pacote fiscal do governo – atualmente em tramitação no Congresso (e programado para ser votado pela Câmara em poucas semanas).
“O que achei mais importante do encontro foi o fato de a presidenta ter se posicionado, de maneira firme, contra a terceirização na atividade-fim”, avaliou o presidente da CUT, Vagner Freitas. Ele disse que Dilma também deixou clara a importância de se apoiar a regulamentação da terceirização para os quase 13 milhões de trabalhadores que hoje são terceirizados, mas mantendo o compromisso de evitar supressão de direitos trabalhistas.
O dirigente cutista afirmou que as centrais querem ter a chance de participar amplamente do fórum e apresentar propostas para questões tidas como de extrema importância para os trabalhadores, como o fator previdenciário. Ele entendeu a reunião como uma aproximação do Executivo com as centrais.
Dilma enfatizou que “o governo respeita as reivindicações das centrais” e mencionou que os trabalhadores brasileiros "tiveram conquistas nos primeiros meses do novo governo".

Dia do Trabalho

A reunião teve o simbolismo de ter sido realizada na véspera do Dia do Trabalho, tradicionalmente marcado por manifestações e atos públicos diversos. Poucos dias atrás, o Executivo anunciou que Dilma não fará pronunciamento em cadeia de rádio e TV, apenas por redes sociais. Por isso, um vídeo gravado por ela falando aos sindicalistas foi divulgado e será reproduzido por meio de várias redes sociais neste 1º de Maio, em substituição ao pronunciamento tradicional, conforme explicou o ministro da Secretaria de Comunicação (Secom), Edinho Silva.
A reunião também explicitou interesse, por parte do governo, de reduzir desgastes observados com o movimento sindical nos últimos meses. De acordo com um dos ministros presentes no encontro, o anúncio do fórum multissetorial foi uma forma de Dilma deixar claro que não serão repetidos episódios como o de dezembro passado, quando as medidas provisórias referentes ao ajuste fiscal foram anunciadas sem que tivessem sido discutidas de forma mais detalhada com as centrais.
De acordo Edinho Silva, até parlamentares da base aliada demonstraram insatisfação com essa falta de comunicação, na época. "Foi um tiro no pé que não pode mais se repetir", acentuou.
Além disso, ao falar na terceirização, o governo tentou minimizar o ruído provocado por reclamações de que não tinha sido feita, até hoje, uma declaração de apoio mais contundente por parte de Dilma sobre a luta travada pelos sindicatos e centrais sindicais para combater o projeto – considerado desde a origem, uma tentativa de retirada de direitos trabalhistas.
Embora a votação do texto pela Câmara tenha sido acompanhada de perto por ministros como Miguel Rossetto (ministro da Secretaria-Geral da Presidência) e Ricardo Berzoini (Comunicações), até mesmo parlamentares da base aliada reclamaram que o apoio do Executivo estava sendo feito de maneira muito reservada.

'Medidas essenciais'

Dilma disse ainda que o 1º de Maio é um dia de se "avaliar, celebrar e avançar em conquistas". Ela destacou, neste contexto, o que chamou de necessidade de serem feitos “ajustes necessários na economia do país em razão da crise internacional e de fatores de ordem interna”. “Tomamos um conjunto de medidas e fizemos esse ajuste, porque nós queremos reduzir a inflação e queremos fazer o Brasil voltar a crescer em bases sólidas.”
Ela reiterou que considera a votação das medidas para o ajuste “essenciais” para o país e acentuou que o governo, mesmo tendo passado por esses problemas, tem mantido os direitos históricos dos trabalhadores. "É importante afirmar que nós mantivemos os direitos trabalhistas, os direitos previdenciários e nossas políticas sociais. O que nós propusemos ao Congresso Nacional foram correções nas políticas de seguridade social para evitar distorções.”
Além de Edinho Silva, os ministros Joaquim Levy (Fazenda), Nelson Barbosa (Planejamento), Carlos Gabas (Previdência), Manoel Dias (Trabalho e Emprego), Miguel Rossetto (Secretaria-Geral) e Aloizio Mercadante (Casa Civil) participaram da reunião.
Rede Brasil Atual

Compesa fechada no feriado

Nesta sexta-feira, dia 1º de maio, todas as lojas de atendimento da Compesa, inclusive as localizadas nos Expressos Cidadãos, estarão fechadas em virtude do feriado do Dia do Trabalhador. Os clientes que precisarem de atendimento poderão solicitar os serviços pelo site da companhia (www.compesa.com.br), incluindo emissão da segunda via da conta de água e negociação de débitos. Também é possível obter informações pelo 0800 081 0195, assim como solicitar reparos de vazamento de água e extravasamento de esgoto pelo 0800 081 0185. No sábado, 2, todas as unidades de atendimento da Compesa retomarão as atividades normalmente.




Imprensa Compesa

Arroz, ovo e charque salgados

A cesta básica do mês de abril aumentou 1,32% na Região Metropolitana do Recife (RMR). Os itens que sofreram maior aumento nos preços: alimentação subiram os preços do arroz, da farinha de mandioca, dos ovos, alho, carne de charque, carne de segunda sem osso e salsicha. 
No setor de limpeza doméstica o sabão em pó, sabão em barra e lã de aço apresentou aumento. Já na higiene pessoal papel higiênico, sabonete e absorvente estão entre os mais caros.O preço médio da Cesta Básica na Região Metropolitana é de R$ 313,36; R$ 294,31 em Caruaru; R$ 287,65 em Vitória de Santo Antão e R$ 295,18 no Cabo de Santo Agostinho.
O levantamento é realizado em 21 estabelecimentos da RMR (Recife, Olinda, Paulista, Abreu e Lima), 12 no Cabo de Santo Agostinho, 13 em Vitória de Santo Antão e 20 em Caruaru. A análise dos preços é feita nos 27 itens de maior participação na variação do valor médio da Cesta Básica, entre alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal.

O objetivo da pesquisa da cesta básica, realizada pelo PROCON-PE, é oferecer ao consumidor pernambucano um instrumento auxiliar para a determinação de compras mais racionais do ponto de vista do preço, permitindo-o ter uma visão mais clara da incidência de cada produto sobre seu orçamento doméstico. A pesquisa toma como base a cesta básica mensal para uma família composta por quatro pessoas, sendo dois adultos e duas crianças.



Imprensa Procon/PE

#MeuProfessorMerece

Estudantes da rede estadual de ensino fizeram protesto em apoio aos professores, na manhã desta quinta-feira (30), no bairro da Várzea, na Zona Norte do Recife. Os alunos se concentraram na Praça da Várzea às 9h e seguiram em caminhada até a Secretaria Estadual de Educação, no mesmo bairro. 
O movimento, chamado "#MeuProfessorMerece", foi convocado pelas redes sociais e conta com cerca de cem pessoas, entre alunos e ex-alunos das escolas estaduais.
“Esse ato é em prol dos professores e também pedindo melhoria nas escolas estaduais, porque a gente sabe que a situação da maioria delas não é boa”, explica a estudante Isa Gabriela, aluna do Ginásio Pernambucano da Rua da Aurora, no Recife. Segundo ela, os estudantes elaboraram um dossiê expondo os problemas estruturais das escolas da rede estadual e apoiando a greve dos professores.
Um dos objetivos do protesto também é entregar esse dossiê na Secretaria de Educação, para cobrar providências em relação às escolas e a reabertura da negociação com os professores. De acordo com o estudante Magno Rodrigues, que também participa do movimento, uma comissão formada por cinco pessoas foi recebida pela Secretaria de Educação, para entregar o documento. "São quatro alunos da rede estadual e um ex aluno", explica.
A Secretaria de Educação do Estado informou que recebeu a comissão, ouviu as colocações deles em relação à greve dos professores, prestou esclarecimentos e, inclusive, reforçou a disposição do Governo do Estado em manter o diálogo com a categoria.
Os docentes da rede estadual estão em greve desde o último 10 de abril. Eles cobram do governo que o aumento salarial de 13,01%, concedido apenas aos professores que possuem nível médio (equivalente ao magistério), seja para todos os docentes da categoria.
Portal G1

Plenária da Força Sindical

A Força Sindical de Pernambuco reuniu na manhã desta quinta-feira (30) muitos trabalhadores em uma plenária que abordou temas de interesse da classe. O evento, com foco no Dia do Trabalhador, aconteceu no auditório da Sede da Central, no Recife, e contou com a participação do DIEESE, da Previdência Social e de representantes dos sindicatos do estado.
A mesa da plenária foi composta pelo Presidente da Força Sindical de Pernambuco, Rinaldo Júnior,  pelo o secretário geral da Força Sindical - PE, Jefserson Santos, o assessor jurídico do Sindicato dos Aposentados de Pernambuco, Ney Araújo, o presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores, Israel Torres, além da supervisora técnica do DIEESE de Pernambuco, Jaqueline Natal e da representante do PEP (Programa de Educação Previdenciária), Lindinalva Amorim.
A abertura do evento foi feita pelo presidente da Força Sindical - PE, Rinaldo Júnior, que trouxe aos trabalhadores uma reflexão sobre o Dia 1º de maio. Logo após, Jaqueline Natal (DIEESE) explorou os dados recentes da instituição e compartilhou com os trabalhadores assuntos como o cenário econômico atual, a conjuntura internacional, a instabilidade política no mundo, a taxa de juros e de câmbio no Brasil, a evolução de emprego formal, além de fazer um comparativo com a inflação de 2014 e de 2015.
Em seguida, Lindinalva Amorim (PEP) apresentou aos trabalhadores as mudanças da Legislação Previdenciária, além de outros assuntos que estão relacionados à vida do trabalhador, como a contribuição previdenciária, o fator previdenciário, os benefícios programados e os não programados e os serviços da Previdência Social, como a Central 135 e a Ouvidoria. Na ocasião, muitos trabalhadores aproveitaram o momento para tirar dúvidas sobre diversos assuntos da Previdência.
Para Renon Vieira, representante do Sindicato de Auto Escolas, o evento é de grande importância para os trabalhadores. "Essa plenária é necessária para todas as categorias, é importante estarmos sempre atualizados e com isso, disseminarmos a informação para todos os nossos colegas de trabalho, pois muitos não têm acesso a essas informações", contou Renon.
Israel Torres, da Nova Central de Trabalhadores, afirmou que a plenária é muito positiva, apesar dos trabalhadores não terem nada para comemorar neste 1º de maio. "Temos a questão da Terceirização no Senado, as medidas provisórias 664, 665 que contraria o trabalhador. Temos que partir para a luta e nós estamos junto com a Força Sindical de Pernambuco. As palestras de hoje foram muito esclarecedoras e fundamentais", declarou Torres.
"Acho que qualquer meio de levar ao trabalhador informações sobre seus direitos é um espaço que deve ser privilegiado. A previdência está presente na vida de todo o cidadão e é fundamental o reconhecimento dos direitos, disseminação das informações previdenciárias", informou Lindinalva Amorim, do PEP.
 Segundo Jaqueline Natal, o Dia 1º de Maio é um dia de luta para os trabalhores do País. "A conjuntura econômica no momento se torna adversa da ação sindical, com a redução do crescimento da economia, a possibilidade de aumento da taxa de desemprego, a inflação um pouco mais alta do que nos períodos anteriores, principalmente para os trabalhores de baixa renda", ressaltou Natal.
De acordo com Natal, esses são elementos importantes para a luta dos trabalhadores.” É fundamental a mobilização da classe trabalhadora, para garantir nossos direitos, garantir que continuemos crescendo, gerando emprego e renda, distribuindo esta renda que é gerada na economia," completou.
No final, Rinaldo Júnior agradeceu a todos que compareceram à plenária e destacou a importância da participação dos trabalhadores. "Tivemos uma manhã de conhecimento sobre vários assuntos, voltados à classe trabalhadora, como a luta pelo fim do Fator Previdenciário. Nossa chamada este ano - Dia do Trabalhador: Nada a Comemorar! - reflete sobre o momento em que o trabalhador precisa ir para a rua lutar pelos seus direitos, não podemos pagar o preço da corrupção do País", defendeu Rinaldo.

Eufrásio Barbosa revitalizado

Uma semana após garantir a restauração do Forte de Tamandaré, o Governo do Estado deu mais um passo no sentido de fortalecer a atividade turística em Pernambuco. O governador Paulo Câmara autorizou, nesta quarta-feira (30), a requalificação do Mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda, e a implantação no local de um Centro Cultural de Arte Popular. O equipamento vai mudar o perfil do mercado, que será transformado em um espaço de visitação e de valorização da cultura pernambucana.
As obras, que vão durar 12 meses, receberão um investimento de R$ 13 milhões, recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O ato de hoje foi realizado no Palácio do Campo das Princesas.
O governador destacou os benefícios para o Eufrásio Barbosa, uma construção do século XVII. "Trata-se de um equipamento importante, que, após as intervenções, passará a oferecer uma opção turística para a cidade, valorizando a cultura do nosso Estado", pontuou. "Eu tenho tido muito cuidado ao longo do planejamento das nossas ações, procurando ter um olhar especial para a nossa história e patrimônio. Já pedi um mapeamento completo do Estado para vermos quais equipamentos precisam de uma atenção. Temos que verificar a situação de todos os nossos teatros, museus e cinemas", adiantou Paulo.
Além de resgatar e preservar o valor histórico do mercado, que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a requalificação também contemplará a inserção de equipamentos que vão promover a interatividade com os visitantes. O prédio terá nove salas para exposições e um setor de educação e pesquisa, que contará com salas multiuso, biblioteca virtual e oficinas, além de uma área para lazer e serviços.
De acordo com o governador, investimentos em ações do tipo dialogam com o futuro. "As novas gerações precisam valorizar o nosso passado. Pernambuco, que sempre foi conhecido por suas lutas libertárias, um estado que sempre foi protagonista, deve manter vivo tudo aquilo que precisa ser conhecido pelas próximas gerações", afirmou Paulo Câmara.
O secretário de Turismo, Esportes e Lazer, Felipe Carreras, ressaltou a sensibilidade do Governo do Estado no tocante à preservação da cultura popular e o desenvolvimento do turismo. "Pernambuco se preocupa com o seu patrimônio e sua história", salientou, lembrando que o projeto foi bastante debatido pela sociedade. 
INTEGRAÇÃO - A requalificação contempla ainda a criação de um acesso de pedestre ao pátio do Mosteiro de São Bento. O objetivo é integrar o equipamento aos roteiros turísticos do Sítio Histórico. A ligação será entre o pátio do mosteiro e o jardim do centro, através de uma passarela suspensa que levará até uma escada e um elevador.
Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Estudante é assassinada em Petrolina

Uma estudante do curso de enfermagem da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) foi morta pelo ex-namorado na tarde desta quinta-feira (30) em Petrolina, Pernambuco. Rosilene Ramos do Rio, 31 anos, foi atingida por cerca de 40 golpes de faca. 
O crime aconteceu na cantina do restaurante do campus Sede, em Petrolina. O suspeito, o ex-namorado da vítima, foi preso em flagrante. Ele foi detido por vigilantes do campus e levado pela Polícia Militar  para a Delegacia de Homicídios.
A jovem, que era do Programa de Residência em Enfermagem, Urgência e Emergência, chegou a ser socorrida para o hospital universitário, mas não resistiu a uma parada cardíaca depois de perder muito sangue. As aulas foram suspensas nesta quinta (30) após o crime.
Em nota, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) lamentou o crime contra a estudante e informou que decretou luto oficial de três dias.
Leia nota da Univasf na íntegra
É com grande pesar que comunicamos a morte trágica da estudante da Universidade Federal do Vale do São Francisco, do Programa de Residência em Enfermagem, Urgência e Emergência, Rosilene Ramos do Rio, 31 anos, vítima de homicídio. O ato praticado supostamente pelo seu ex-companheiro ocorreu na tarde de hoje (30), nas dependências da cantina do Campus Sede, em Petrolina (PE). O agressor foi detido pela vigilância do campus e conduzido pela Polícia Militar.
Neste momento de profunda dor e perda para toda a comunidade acadêmica, a Reitoria da Univasf, professores e colegas manifestam a sua indignação pelo ato de violência de gênero, praticado contra um de seus membros, e também a sua solidariedade à família, já comunicada do fato.
A Reitoria da Univasf informa ainda a suspensão das atividades letivas no dia de hoje e decreta luto oficial de três dias.
Correio da Bahia

quarta-feira, abril 29, 2015

Contra o tráfico de pessoas

Com o objetivo de conscientizar crianças, adolescentes e adultos a cerca do tráfico de pessoas, abordando suas modalidades e penas previstas pela legislação, a Secretaria de Defesa Social – SDS, através do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas – NETP, desenvolve jornadas preventivas contra o tráfico de pessoas da Capital ao Sertão pernambucano. 
Durante as jornadas o conhecimento das ações preventivas, os meios de denúncia e outras ferramentas que auxiliem no enfrentamento ao crime são repassados atendendo as diretrizes do plano estadual de segurança pública, o Pacto pela Vida. 
O tráfico de pessoas é uma prática que viola os direitos humanos, pois explora pessoas para fins de escravidão, seja no trabalho forçado, prostituição e até mesmo para a aquisição de seus órgãos. Fatores como vulnerabilidade econômica, de gênero, social e a falta de oportunidades são alguns dos indicadores que propiciam e alimentam esse mercado criminoso. 
Em 2014 o Núcleo capacitou 2.810 pessoas e só no primeiro trimestre de 2015 foram 757 atendimentos que ressaltam a importância das ações e do trabalho integrado no enfrentamento ao crime, “O núcleo busca uma maior integração entre a sociedade civil e o governo em prol da causa, visando fortalecer ainda mais as redes de combate. Para isto desenvolvemos, no âmbito estadual, palestras preventivas no enfrentamento ao tráfico de pessoas nas escolas, universidades, comunidades, organismos governamentais e não governamentais, além de capacitações de agentes multiplicadores e policiais”, contou a coordenadora do NETP, Jeanne Aguiar. 
A tenente do Batalhão de Policia Rodoviária – BPRv  Eunice Batista  participou de uma das capacitações do NETP e contou a importância do aprendizado. “Em 2012 desenvolvemos um mapeamento de pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes, nas rodovias estaduais de Pernambuco. Nesse momento apresentamos os resultados obtidos à SDS, que promoveu uma parceria entre o BPRv e o NEPT para que todos os policiais do Batalhão fossem capacitados”, informou a tenente.
Ainda sobre a capacitação, a tenente comentou que as jornadas foram fundamentais para o aprimoramento das ações coercitivas presentes nas rotinas operacionais dos patrulheiros rodoviários. “Durante as aulas foram abordados conteúdos inerentes aos aspectos necessários para uma atuação eficiente, desde  a prática de abordagens até os aspectos jurídicos das ações policiais e condução da ocorrência. Isso nos tornou mais vigilantes, atentos e sensíveis na identificação de pontos vulneráveis e no atendimento das possíveis vítimas”, declarou. 
Para auxiliar nas jornadas preventivas, o Núcleo de Enfrentamento conta com um micro-ônibus, adaptado para funcionar como Núcleo Itinerante. A criação da unidade móvel se deu a partir de um convênio firmado no ano de 2010 entre a SDS e a Secretaria Nacional de Justiça - SNJ, do Ministério da Justiça. O veículo é devidamente equipado com monitor, câmera, gabinete, computador usado nos atendimentos, toldo e cadeiras para acomodar quem vai participar das palestras, tudo isso para atender bem os municípios do Estado de Pernambuco. 
“Com o micro-ônibus expandimos as ações preventivas, realizando atendimentos às vítimas e familiares de vítimas. Por meio da unidade móvel itinerante foi possível capacitarmos agentes multiplicadores, policiais e a rede de proteção, além de integrarmos a rede de enfrentamento. Desta forma transmitimos ao público em geral, conhecimentos sobre o crime de tráfico de pessoas e a identificar grupos em situações de vulnerabilidade”, destaca Jeanne. 
Na agenda de ações do Núcleo de Enfrentamento, para 2015, estão previstas jornadas preventivas nas cidades de Recife, Jaboatão dos Guararapes, Brejo da Madre de Deus, Caruaru e Petrolina.
Secretaria de Defesa Social de Pernambuco

Festival Viva Dominguinhos

A 2ª edição do Festival Viva Dominguinhos acontece a partir desta quinta (30) e segue até o sábado (2), em Garanhuns. Uma das atrações do primeiro dia do evento é a cantora Nádia Maia, que além de prestar uma homenagem a Dominguinhos, fará o show completo da sua turnê 2015, com uma mistura de música e poesia. Além dela, sobem ao palco na mesma noite Quinteto Violado e Flávio José. 

Paintball no Vitória Park Shopping

Vitória Park Shopping, em Vitória de Santo Antão, integra em sua gama de atividades um espaço para a prática do Paintball – esporte jogado em equipe com o objetivo de capturar uma bandeira na base do adversário, ao mesmo tempo tentando eliminar o oponente através de um marcador que projeta bolinhas de tinta. A ação permanece até o dia 25 de maio.
A Eco Paintball Pocinho, de Moreno, cidade vizinha ao centro de compras, é a responsável pela montagem e organização do espaço. Uma área de 18mx12m, na modalidade speed, campo montado com bunk´s infláveis estará preparada em frente à loja Nagem. Entre os tipos de jogos será oferecido: Pega bandeira, encontrar o tesouro, caçada e tiro ao alvo. Cada partida tem duração de uma hora, com capacidade para duplas ou grupos de até doze pessoas.    
Para participar os jogadores devem ter mais de oito anos, porém para as modalidades de tiro ao alvo e caçada podem ser com menos idade. O espaço estará disponível das 15h às 22h - todos os dias da semana.
A participação na brincadeira da direito a um kit composto por 100 bolinhas de tinta (não tóxica e antialérgica), equipamentos de segurança (máscara, colete e pescoceira), marcador (equipamento que dispara as bolinhas de tinta), além de um monitor e um juiz que orientam e coordenam a brincadeira.

JUMP capacita jovens

A FCAP-JR promove dias 5, 18 e 30 de maio 1ª Jornada Universitária para o Mercado Profissional – JUMP,realizado pelos estudantes da Faculdade de Ciência da Administração de Pernambuco – FCAP. A FCAP – JR é uma consultoria ligada à Universidade de Pernambuco (UPE). A 1° edição do evento realiza capacitações voltadas para jovens universitários e acontece no auditório da FCAP, localizado na Avenida Sport Club do Recife, 252, Madalena. 
      Os jovens vêm ganhando destaque no mercado de trabalho e ocupam a nova safra de empreendedores. Eles chegam sem medos ou receios e com uma boa dose de autoconfiança e ousadia. Os jovens estão recriando o modo de fazer negócios. Com o intuito de ajuda-los, o Jump, visa ampliar os conhecimentos para a vida profissional. Este ano o evento espera reunir cerca de 300 estudantes universitários. 
      As capacitações abordam temas de gestão, inovação e criação. De acordo com a Gerente de Eventos da FCAP JR Consultoria, Bruna Brendel, O Jump é um evento diferenciado. “O evento é uma grande oportunidade para jovens empreendedores que buscam se desenvolver profissionalmente, aliando a pratica com a teoria”afirmou Brendel. 
        A primeira edição conta com três dias de programação que prometem diversas atividades direcionadas aos jovens universitários: palestras, workshops, mesas redondas, mini cursos, desafios com processos seletivos, premiações e exposições. No último dia o evento, será aberto ao público em geral e estima-se reunir cerca de 1.500 pessoas.          

Queda de árvore causa vazamento

Uma árvore caiu e atingiu o portão de um prédio na madrugada desta quarta-feira (29), na Rua da Amizade, bairro das Graças, Zona Norte do Recife. Ninguém ficou ferido. O acidente, que aconteceu por volta das 4h da manhã, estourou um cano e provocou um vazamento de água na rua. Segundo moradores do local, a árvore apresentava sinais de desgaste e uma queixa já tinha sido protocolada na Prefeitura do Recife, mas a vistoria não tinha sido feita.
De acordo com Gilberto Xavier, que mora há vinte anos no prédio cuja entrada foi atingida, a árvore tinha sido podada apenas do lado por onde passa a fiação elétrica. “Ela foi podada de um lado, então estava inclinada. A maior parte estava virada para a rua e o peso acabou derrubando a árvore”, comentou.
Por causa da queda, a rua ficou bloqueada durante parte do dia. Uma equipe da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) orientou o trânsito no local. A Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) informou que a árvore foi retirada ainda na manhã desta quinta (29). O órgão esclareceu ainda que a queda da árvore foi ocasionada pelo comprometimento das raízes em decorrência de um vazamento de água.

Resposta - A Compesa esclarece que o rompimento da tubulação de água na Rua da Amizade, no bairro das Graças, foi ocasionado pela queda de uma árvore no local. Não procede a informação que o vazamento já havia sido comunicado à companhia, uma vez que no teleatendimento da empresa (0800 081 0185) não havia qualquer registro. Uma equipe de manutenção da Compesa já está no local realizando o reparo da tubulação. Para permitir o conserto do vazamento, foi necessário interromper o abastecimento da área. A previsão era que a rua estivesse liberada na tarde de hoje.

Com informações do Portal G1 e da Imprensa Compesa

Nada a comemorar

O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional, dedicado a festas, manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios. Para a Força Sindical de Pernambuco, não há motivos para comemoração.

A central promove nesta quinta-feira (30) uma grande plenária que trará temas de interesse à classe trabalhadora. O DIEESE, INSS e a Superintendência do Trabalho do Recife participam do evento com palestras sobre medidas provisórias, a terceirização, os direitos dos trabalhadores, entre outros assuntos que atingem a vida do trabalhador pernambucano.

“O Brasil está passando por um momento de arrocho salarial e uma corrupção desenfreada. Queremos mostrar nossa insatisfação neste dia que não temos nada para comemorar. A classe trabalhadora está pagando a conta da corrupção e a gente tem muito que lutar para que não aconteça mais isso, para que o País volte a crescer e a relação capital-trabalho tem que ser equilibrada, boa para os dois lados”, ressalta Rinaldo Júnior, presidente da Força Sindical de Pernambuco.

Segundo o presidente, o trabalhador pernambucano é um dos mais prejudicados com a crise econômica do País.  “O estado de Pernambuco é um dos estados que mais empregou ao longo dos últimos e passa agora a não empregar tanto, pior, gerando um alto índice de seguro desemprego, isso é grave e estamos lutando por isso. As empresas já estão deixando de investir nos grandes pólos industriais, a construção civil, a construção pesada também. O debate é importante para a gente saber quais serão os rumos a serem tomados a partir deste 1º de maio”, explica Rinaldo Júnior.

As palestras acontecem no auditório da Força Sindical de Pernambuco, localizado na Rua da Concórdia, 773, bairro de Santo Antônio, Centro do Recife. A entrada é gratuita.

Confira a programação completa:

1º de Maio Dia do Trabalhador: Nada a Comemorar!

8h - Composição da mesa
8h10 - Hino Nacional
8h15 - Abertura com o presidente da Força de Pernambuco - Rinaldo Júnior
8h30 às 9h30 - Palestra - Superintendência do Trabalho do Recife
9h30 às 10h30 - Palestra - INSS
10h30 - 10h45 - intervalo
10h45 às 11h45 - Palestra DIEESE
11h45h - Fechamento do evento com o presidente da Força de Pernambuco - Rinaldo Júnior

Serviço:
1º de Maio Dia do Trabalhador: Nada a Comemorar!
Quinta-feira (30) | 8h às 12h
Auditório da Força Sindical: Rua da Concórdia, 773 - bairro de Santo Antônio, Recife
Gratuito
(81) 3034 3457

Obra da Compesa na Zona Norte

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) registrou tráfego intenso na Avenida Rosa e Silva, na Zona Norte do Recife, na tarde desta quarta-feira (29). De acordo com a central de monitoramento da CTTU, uma obra realizada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na Estrada do Arraial provocou o congestionamento, que chegou a se estender até a Avenida Agamenon Magalhães, atingindo também ruas do entorno, especialmente nos bairros das Graças, Aflitos, Espinheiro e Rosarinho.

A Compesa informa que iniciou, nesta quarta-feira (29), uma obra emergencial para reparo da rede coletora de esgoto na Estrada do Arraial, no bairro de Casa Amarela, em frente ao Hospital Agamenon Magalhães. Um trecho da tubulação de esgoto, que está a dois metros e meio de profundidade e apresenta 200 mm de diâmetro, rompeu e precisará ser trocado.
 
Por causa da intervenção, estão interditadas as faixas da esquerda e do meio, sentido Mercado de Casa Amarela. Os veículos que trafegarem pelo local devem pegar a faixa da direita. A via já está sinalizada e a CTTU no local, orientando o trânsito. A previsão é que o serviço seja concluído ainda hoje. A obra está sendo executada pela Odebrecht Ambiental, parceira da Compesa no Programa Cidade Saneada.

Com informações do Portal G1 e da Imprensa Compesa

Franceses acusados de estuprar crianças africanas

Investigadores de direitos humanos da ONU conduziram uma investigação no ano passado depois de "acusações importantes" de abuso e exploração sexual por soldados franceses na República Centro-Africana, indicou um porta-voz nesta quarta-feira (29).
De acordo com o porta-voz adjunto da ONU, Farhan Haq, um funcionário da organização foi suspenso por ter vazado em julho 2014 os resultados da investigação para as autoridades francesas.
O relatório confidencial documenta a exploração sexual de menores por parte de soldados franceses estacionados na República Centro-Africana, incluindo detalhes sobre as vítimas e dos soldados envolvidos.
O ministério da Defesa francês confirmou que Paris abriu sua própria investigação após a da ONU.
O jornal britânico "The Guardian" identificou o funcionário que vazou o relatório confidencial como sendo o sueco Anders Kompass.
A ONU, que não havia identificado o diplomata, disse que "tal conduta não faz dele um informante".
Kompass vazou o documento confidencial antes de ser apresentado a altos funcionários do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos.
Os abusos descritos no documento ocorreram antes da implementação da missão das Nações Unidas na República Centro-Africana (MINUSCA) e foram investigadas pelo Gabinete de Direitos Humanos da ONU, em Bangui, no final do segundo trimestre do ano passado.
Segundo o jornal "The Guardian", o relatório pode conter testemunhos de crianças que afirmaram terem sido estupradas por soldados franceses entre dezembro de 2013 e junho 2014 em um campo para deslocados no aeroporto de Bangui.
A França enviou tropas para a República Centro-Africana em dezembro de 2013, quando o país estava mergulhado na violência após um golpe que depôs o líder Francois Bozizé.
Agência France Presse

Karl Max traficante: "Eu sou capitalista"

Um jovem de 23 anos, morador no Flamengo, na Zona Sul do Rio, foi preso no início da tarde desta terça-feira por agentes da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), após 30 dias de investigações. De acordo com a polícia, Karl Max Azevedo Wiborg é ex-estudante de pedagogia na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mas trancou o curso para dedicar-se à importação e venda de anabolizantes, termogênicos, comprimidos para impotência sexual e drogas como o LSD.

O rapaz foi localizado em um apartamento no Rocha, Zona Norte do Rio, que utilizava para guardar os entorpecentes e outras substâncias proibidas. Vestindo camisa da Nike, Karl Max justificou-se aos agentes: “Apesar do nome, sou capitalista” — na verdade, a grafia do nome do filosófo alemão considerado o pai do comunismo é Karl Marx. Com o jovem, havia cerca de R$ 60 mil só em suplementos.

Em seguida, os policiais seguiram com o suspeito para a Rua Senador Vergueiro, no Flamengo, onde mais material ilegal foi apreendido em sua casa, além de comprovantes de depósitos de altos valores. Filho de arquitetos, o traficante faz parte de uma família de classe média e repassava as drogas por academias da Zona Sul da cidade.

Ainda segundo a Polícia Civil, a mãe do rapaz ficou em choque com a prisão. Ela contou aos agentes que o filho dizia atuar como microempresário no setor de suplementos alimentares. Karl Max será autuado por tráfico de drogas e crimes contra a saúde pública, cujas penas podem chegar a até 15 anos de reclusão.
— Que os pais fiquem atentos à prosperidade financeira sem explicação dos jovens. Normalmente, é sinônimo de atividades ilícitas cujas consequências são gravíssimas. Lamento que um jovem com todas as oportunidades jogue sua vida fora traficando drogas — disse o delegado Antenor Lopes, titular da Dcod.

Jornal Extra (Rio)

Lula: "Dilma vai vetar PL 4330"

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silvagarantiu que, se aprovada no Senado, o Projeto de Lei (PL) 4330, que autoriza a terceirização em todas as atividades de uma empresa, será derrubado pela presidenta Dilma Rousseff, com quem se reuniu na segunda-feira (27). “Tranquilamente a companheira Dilma vai vetar”, disse em evento realizado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, na noite de terça-feira 28.
O ato convocado em homenagem aos 35 anos da greve de 1980, quando 140 mil operários cruzaram os braços por 41 dias em negociação salarial, contou com discurso de Lula contra a precarização do trabalho. “É um retrocesso para antes do governo Getúlio Vargas, estamos voltando a 1930 tentando estabelecer uma relação de trabalho que tem um só ganhador, o patrão, e milhões de perdedores, que são os trabalhadores”, discursou o petista.
A preocupação do ex-presidente é comprovada com dados. Os funcionários terceirizados ganham em média 25% a menos que trabalhadores em regime CLT apesar de trabalharem três horas semanais a mais, segundo o estudo Terceirização e desenvolvimento, uma conta que não fecha, divulgado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) no começo de abril.
Mais otimista que o ex-presidente Lula em relação ao avanço da terceirização das atividades-fim, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, espera uma “cooperação” do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) para barrar a iniciativa, já aprovada na Câmara, no Congresso. O peemedebista já se posicionou contrário à proposta apresentada pelo deputado e empresário Senador Mabel (PMDB).
Ainda durante o evento, Lula também alertou os jovens para estudarem a conquista da democracia e dos direitos trabalhistas para não caírem nas “armadilhas” dos conservadores.
"Eles querem voltar ao passado, a um passado onde a classe trabalhadora era tratada da forma mais perversa possível. Nós, trabalhadores temos que dizer não", acrescentou sobre o PL. O ex-presidente indicou os documentários ABC da Greve, do cineasta Leon Hirszman, e Linha de Montagem, dirigido por Renato Tapajós para que sejam vistos de forma didática. Ambos contam com imagens históricas da paralisação que afrontou a ditadura militar. 
Há poucos dias do Dia Mundial dos Trabalhadores, a CUT organiza atos descentralizados na cidade de São Paulo com foco na derrubada na proposta. “Será um 1º de maio massivo, nós vamos ter caminhadas em vários pontos e concentrando depois no Vale do Anhangabaú contra o projeto de terceirização”, garantiu o líder da central sindical, Vagner Freitas.
Carta Capital

Estatuto "da Família" afasta gays de adoção

A família de Marcos Gladstone (foto) é formada por quatro homens e um bulldog francês. Agora o casal gay, os dois filhos adotivos e o cachorro esperam a chegada de mais uma integrante: uma menina.
A decisão de adotar mais uma criança, entretanto, está ameaçada pelo projeto de lei 6583/13, mais conhecido como Estatuto da Família, que tramita na Câmara dos Deputados.
Polêmico, o projeto define como família apenas casais formados por um homem e uma mulher, ou um dos pais e seus descendentes. Na prática, impede casais homossexuais de se casarem e adotarem crianças – ambos direitos já reconhecidos pela Justiça, mas não previstos em lei.
O projeto também afetaria a famílias compostas por casais heterossexuais com filhos adotivos, ou por tios e sobrinhos, ou mesmo irmãos – em nenhum desses casos há relação de descendência.
"Estamos muito preocupados e, por isso, estamos até correndo com o processo de adoção", diz Marcos, de 39 anos. Caso o projeto seja aprovado, a lei não poderá ser aplicada retroativamente a famílias já constituídas, mas poderá impedir a adoção da futura filha pelo casal.
"Ela não teria os mesmos direitos que os meninos. Teria que ser adotada por apenas um de nós, como se fôssemos solteiros. Caso eu a adotasse, ela não poderia entrar como dependente no plano de saúde da empresa onde o meu marido trabalha, como ocorreu com os meninos. Não teria direito à herança dele, nada. Seria o caos", explica Marcos, que é advogado e pastor.
Para Maria Berenice Dias, presidente da comissão de diversidade sexual da Ordem dos Advogados Brasil, o projeto de lei é um retrocesso. "Tem perfil homofóbico, é uma maneira de tirar os direitos que as uniões homoafetivas vêm conquistando no âmbito do poder judiciário", afirma ela, que também é vice-presidente nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família (Ibdfam).
Segundo a advogada, o projeto de lei é inconstitucional, por fazer distinção entre filhos adotivos e biológicos, além de ir contra a decisão de 2011 do Supremo Tribunal Federal, que reconheceu a união estável homoafetiva como entidade familiar.
De acordo com a advogada Silvana do Monte Moreira, que é diretora jurídica da Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção (Angaad), o projeto de lei tem afastado homossexuais interessados em adotar crianças.
"O número de atendimentos realizados para casais homoafetivos diminuiu. As pessoas estão muito tensas com isso. Já é tão difícil adotar, a partir do momento em que você pode perder a proteção do Estado para a sua família adotiva, muita gente desiste", afirma.
A advogada afirma que a procura por parte de casais homoafetivos vinha aumentando na última década. Segundo a sua experiência, os homossexuais impõem menos restrições na hora de adotar que os heterossexuais, o que permite com que o processo seja mais rápido.
"Eles adotam justamente os perfis que a maioria não quer, como crianças mais velhas e grupos de irmãos. Na minha opinião, eles passaram tanto tempo sendo marginalizados que buscam exatamente adotar as crianças que são colocadas para debaixo do tapete", diz Moreira.
Para ela, o projeto de lei está tirando de certas crianças a sua única chance de ter uma família. "Nós temos um monte de adolescentes inadotáveis, que estão em acolhimento institucional no Brasil, e as pessoas que poderiam adotá-los estão com medo. Esse projeto de lei é um desserviço", afirma.
Os deputados que apoiam o Estatuto da Família, muitos deles religiosos, acreditam que o projeto de lei beneficia as crianças ao impedir a adoção por homossexuais.
"Não podemos subordinar as crianças a obterem adoção que cristalize a impossibilidade de suprirem o trauma da perda e falta de convívio com seu pai e sua mãe", afirma o relator do projeto, o deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF), em texto anexado à proposta.
O projeto de lei determina que pessoas solteiras, entretanto, podem adotar, porque não estaria excluída a possibilidade de um casamento e "teria paralelo com a família monoparental".
Para o psicólogo Luis Saraiva, presidente da comissão de ética do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo, o projeto de lei erra ao enfatizar a procriação como principal função social da família.
"A gente sabe que não é necessariamente com esse fim que as pessoas formam famílias. São relações baseadas em laços de consanguinidade, afeto e solidariedade", diz.
Por não colocarem restrições ao perfil da criança, a adoção realizada por Marcos e seu marido, Fábio Canuto, de 35 anos, foi extremamente rápida para os padrões brasileiros: demorou apenas seis meses.
"Nós éramos o único casal habilitado no estado do Rio de Janeiro, na época, a receber uma criança de seis anos, por exemplo. Também não determinamos cor ou gênero e concordamos com doenças tratáveis", conta Marcos.
No início, o casal queria apenas uma criança, mas acabaram aceitando adotar duas. Felipe e Davidson chegaram à família em 2011, com sete e oito anos de idade, respectivamente.
Segundo Marcos, nos casos em que o adotado é mais velho, o tema da orientação sexual dos pais é tratado antes, durante um período de aproximação, quando a criança passa fins de semana com a família.
"Com o Felipe, nós explicamos que ele não teria uma mãe, mas dois pais. Perguntamos se ele tinha preconceito e preferia esperar por outra família, mas ele escolheu ser adotado. Ele disse: 'eu amo vocês do jeito que vocês são'", conta Marcos, orgulhoso.
A história de Airton Gonçalves de Oliveira, de 53 anos, e Marco Antonio Scopel Buffon, de 52 anos, é parecida. O processo de adoção dos dois filhos demorou apenas 10 meses.
"As pessoas querem filhos com cor de pele, cabelo e olho igual. Aí ficam cinco anos esperando, claro, até fabricarem exatamente aquilo que eles querem. A gente já não é um casal padrão, por que a gente vai querer uma criança padrão? Nós somos uma família dégradé, cada um de uma cor", conta o casal, entre risos.
Marco e Airton adotaram os irmãos – por parte de mãe – Guilherme e Henrique, há cinco anos, em Porto Alegre. Na época, o mais velho tinha nove anos e o mais novo, quatro.
Sobre o Estatuto da Família, Marco Antonio e Airton acreditam que eles provam, na prática, que o projeto de lei está errado. "Se eles virem a gente, podem pensar: 'Espera aí... Acho que esses guris estão bem'", explicam, bem-humorados, "acabamos virando um exemplo na rua e na escola."
Deustche Welle Brasil
Nota do Blog: A autoria do projeto é do deputado pernambucano Anderson Ferreira (PR)