Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

quinta-feira, setembro 28, 2017

Henrique, o que faz Celibi

1978, 

Surge da periferia olindense, no antro da irreverencia e subversão do Vivencial Diversiones, Henrique Celibi. Diretor, ator e autor de diversas obras da comédia pernambucana, Celibi ficou conhecido por suas performances nas noites recifenses e posteriormente pelos espetáculos de sua autoria, dentre eles o maior sucesso do teatro pernambucano: " Cinderela, a história que sua mãe não contou" montado pela trupe do barulho na década de 90. Este documentário relata a história de vida e resistência de um dos artistas mais versáteis e polêmicos do estado de Pernambuco, trazendo toda a sua alegria e irreverência apresentadas dentro e fora dos palcos. 

O artista faleceu durante as filmagens deste projeto, que contém seus últimos registros em vídeo, incluindo entrevista inédita realizada 19 dias antes de sua morte repentina. "Henrique, o que faz Celibi se tornou uma homenagem em sua memória.

O documentário - A ideia de fazer um documentário sobre Henrique Celibi surgiu em 2015 quando Brunna Martins, produtora e assistente de direção do doc, assistiu a peça “Cabaré Diversiones” que estava em cartaz no teatro Hermilo Borba Filho. Prestes a cursar os dois últimos períodos da universidade e tendo que elaborar seu trabalho de conclusão de curso, Brunna viu na figura e historia de Celibi algo muito precioso a ser registrado e encontrou uma forma de juntar dois de seus amores profissionais: O Audiovisual e o Teatro. Com a aprovação de Celibi, filmou com a ajuda de um amigo os bastidores e a peça completa. 

Devido aos contratempos engavetou o projeto, retomando em 2017 quando se uniu a Luis Bringel e Sandri Rodrigues. Os três com a missão de se formar no curso de Radio, TV e internet da faculdade Aeso Barros Melo, revisitaram as filmagens feitas em 2015 e retomaram o contato com Henrique Celibi que agora estava em cartaz com o espetáculo: As perucas de Bibi. Feito o contato, as filmagens das entrevistas e do espetáculo foram feitas entre 1 de abri e 22 de maio. Nesse meio tempo, Henrique Celibi morre devido a um acidente domestico em seu apartamento. 

As filmagens do trio foram os últimos registros de Celibi no palco e dando depoimentos de sua vida. Mesmo com a fatalidade, os radialistas dão continuidade as gravações com pessoas convidadas e indicadas pelo próprio Celibi, utilizando o documentário como forma de homenagear o artista. No dia 05 de Outubro pelo Festival Independente Outubro ou Nada, estreia “Henrique, o que faz Celibi”, sendo uma das atrações da noite de abertura do festival no Solar da Marquesa em Olinda. Brunna Martins é atriz e produtora, Luiz Bringel é ator e produtor e Sandri Rodrigues é videomaker e editora audiovisual, todos radialistas formados pela Aeso Barros Melo.


Chegou a hora!!!

Dia 05/10, abrindo o festival Outubro ou Nada, você é nosso convidado para a ESTREIA do documentário: Henrique, O que faz Celibi.

Ás 22:30, no Solar da marquesa, em Olinda.

Uma produção: Zás! Filmes 

DIREÇÃO: Luís Bringel
PRODUÇÃO: Brunna Martins
EDIÇÃO: Sandri Rodrigues e Chris Oliver

Assista o teaser


Balcão de Direitos realiza amanhã e sábado emissão gratuita de documentos

O Balcão de Direitos, programa da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), executado através da Executiva de Direitos Humanos (SEDH), realiza emissão gratuita de documentos, nesta sexta (29) e sábado (30), nos bairros de Peixinhos, Imbiribeira e Derby, ambos na Região Metropolitana do Recife. A população poderá solicitar 2ª vias de registros de nascimento, casamento e óbito. Para solicitar a 2ª via dos documentos é preciso apresentar a certidão antiga ou xerox, ou até mesmo o Registro Geral (RG).

Nas três ações o atendimento será realizado das 8h às 12h. Em Olinda, a população pode acessar o serviço no CAIC Norma Coelho, na Avenida Presidente Kennedy, s/nº, no bairro de Peixinhos. No Derby, a ação acontece no Colégio da Polícia Militar, localizado na Rua Henrique Dias, nº 609, Derby. Já na Imbiribeira a ação acontece na Escola Estadual São Francisco de Assis, situada na Rua Sargento Silva Delmar Holeback, s/nº. As ações serão realizadas em parceria com os programas Governo Presente e Resgatando Cidadania.

POSTO FIXO - O Balcão de Direitos também emite documentos gratuitamente no posto fixo, situado na Praça Arsenal da Marinha, s/nº - Bairro do Recife. O horário de funcionamento é das 8h às 12h e das 14h às 17h. O agendamento do serviço e a obtenção de outras informações devem ser realizados através do telefone (81) 3182-7654 ou 3182-7642.

SERVIÇO

Balcão de Direitos - emissão gratuita de 2ª via de documentos
Dia: Sexta-feira (29/09)
Horário: 8h às 12h
Local: CAIC Norma Coelho. Avenida Presidente Kennedy, s/nº, Peixinhos - Olinda


SERVIÇO

Balcão de Direitos - emissão gratuita de 2ª via de documentos
Dia: Sábado (30/09)
Horário: 8h às 12h
Local: Escola Estadual São Francisco de Assis. Rua Sargento Silva Delmar Holeback, s/nº, Imbiribeira - Recife


SERVIÇO

Balcão de Direitos - emissão gratuita de 2ª via de documentos
Dia: Sábado (30/09)
Horário: 8h às 12h
Local: Colégio da Policia Militar. Rua Henrique Dias, nº 609, Derby - Recife

Imprensa SEDH PE

Procon móvel estará amanhã em ação do Olinda Mais Presente

Amanhã (29.09) o Procon-Móvel estará participando do programa Olinda Mais Presente. A ação será realizada na Escola Municipal Professora Norma Coelho - Caic, localizado na Avenida Presidente Kennedy, no bairro de Peixinhos, em Olinda, das 8h às 12h.

O cidadão que tiver problema com compra ou serviço, com lojas de móveis ou eletroeletrônica, telefonia, bancos, cartão de crédito, TV fechada, fornecimento de energia ou água poderá comparecer ao Procon-Móvel e formalizar uma reclamação. No prazo de até 30 dias será agendada uma audiência de conciliação entre as partes – consumidor e empresa.

O Procon-Móvel é um micro-ônibus adaptado para o atendimento ao consumidor - inclusive com acessibilidade às pessoas com locomoção reduzida - onde é possível realizar todo o processo antes feito apenas nas unidades físicas do Procon-PE.

Para prestar uma reclamação, o consumidor que chegar ao espaço deverá portar originais e (duas) cópias de RG (carteira de identidade), CPF, comprovante de residência, além de documentos que possam comprovar a reclamação, como nota fiscal, ordem de serviço, faturas, comprovante de pagamento, contrato, entre outros.

O programa Olinda Mais Presente é uma parceria entre a Prefeitura de Olinda e o Governo de Pernambuco. Na semana passada o Procon-Móvel participou da mesma ação no bairro de Rio Doce


Imprensa Procon PE

Concurso NETLABTV de novas ideias de séries brasileiras

O Instituto NET Claro Embratel anuncia a abertura das inscrições para a 3ª edição NETLABTV. Até o dia 27 de outubro, criadores de todo o Brasil poderão inscrever seus roteiros de séries nas categorias Ficção e Não Ficção (variedades, documental, reality show e doc-reality), com foco nas grades dos canais de TV por assinatura. A novidade desta edição é a categoria Social Video, que receberá roteiros de séries de curta duração (2 a 5 minutos por episódio) destinados às redes sociais e inscritas por jovens talentos de universidades, cursos livres, técnicos e ensino médio.

Criado em 2013 com o objetivo de identificar e premiar novas ideias e formatos de séries brasileiras, a iniciativa patrocinada peloInstituto NET Claro Embratel e realizada pela Casa Redonda, gera oportunidades de negócios e fomenta o surgimento de ideias e formatos inovadores de séries brasileiras, fortalecendo a cadeia de valor do audiovisual no Brasil.

Originalidade, qualidades técnica e artística, além do potencial comercial do projeto, são os critérios a serem utilizados pelas equipes de seleção para definir os 24 projetos de séries finalistas. Dentre eles, serão escolhidos 12 vencedores no total: quatro projetos de ficção, quatro de não ficção e quatro de Social Video, sendo que o público elegerá um vencedor em cada categoria, votando por meio do site do NETLABTV.

Os vencedores recebem a consultoria de especialistas para o aprimoramento dos roteiros e verba de apoio para o desenvolvimento dos projetos. “Eles também participam do Laboratório NETLABTV, que será realizado em São Paulo, no início de 2018, de pitching paraplayers do mercado audiovisual e de um programa de imersão criativa, que inclui encontros e visitas a canais de TV, produtoras independentes, agregadores de social video e distribuidores”, conta Daniely Gomiero, Vice-Presidente de projetos do Instituto NET Claro Embratel e responsável pela área de responsabilidade corporativa da Claro Brasil.

O NETLABTV realiza ainda seminários, oficinas, encontros e oferece, via Blog e redes sociais do projeto, conhecimentos úteis à criação de séries brasileiras de sucesso com a publicação de entrevistas, vídeos tutoriais, estudos de casos, dicas e links de interesse.

Nesta 3ª edição, o NETLABTV promove também uma programação especial de atividades, que inclui eventos de lançamento do concurso e oficinas gratuitas nas cidades de Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, ampliando as ações de formação na área de criação e roteiro audiovisual.

Com o apoio institucional da ABRA – Associação Brasileiras de Autores Roteiristas, da Spcine – Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo, BRAVI – Brasil Audiovisual Independente, SIAESP – Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo, SICAV RJ – Sindicato da Indústria Audiovisual e APRO – Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais, o NETLABTV possui ainda como parceiros os principais canais e programadoras de TV por assinatura e agregadores de internet do país. 

As inscrições são gratuitas e realizadas pelo site www.netlabtv.com.br. Confira o Regulamento e participe.

SOBRE O NETLABTV

Nas duas edições anteriores, realizadas em 2013 e 2014, o NETLABTV recebeu inscrições de três mil novas ideias de séries de criadores de 26 estados brasileiros. Dos 16 projetos vencedores, dois já foram produzidos e 12 firmaram contratos com produtoras independentes brasileiras.

Os destaques ficam por conta de “Dia 1”, série reality de Patrícia Leme e Bruno Souto, que teve produção da O2 e foi exibida em 2016 pela HBO, e “A Benção”, série de ficção de Leo Garcia, Frederico Ruas e Pedro Marques Ares, produzida pela Coelho Voador, que venceu o edital do Canal Brasil – 2017, viabilizando sua realização.

A programação de atividades de formação do NETLABTV já trouxe ao Brasil nomes como Elizabeth Devine, roteirista e produtora da série “CSI: Investigação Criminal”; David Zabel, showrunner de “Plantão Médico”; e Dan Attias, diretor de “Homeland” e “The Walking Dead”.

SOBRE O INSTITUTO NET CLARO EMBRATEL

A área de Responsabilidade Social do Grupo Claro, composta pelas marcas NET, Claro e Embratel, investe continuamente em ações relacionadas à Educação e à Cidadania, por meio do Instituto NET Claro Embratel, com o objetivo de atuar em frentes sociais que integram a tecnologia e a informação como fonte de desenvolvimento e conhecimento. Desta forma, realiza e apoia projetos como o Campus Mobile, o Educonex@o, o Programa Dupla Escola, NET Educação, entre outros.

O Instituto NET Claro Embratel é qualificado como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo Ministério da Justiça, e é reconhecido pelo Departamento de Informação Pública das Nações Unidas (DPI/ONU) como uma organização não governamental corporativa que promove os ideais e princípios sustentados pela Carta das Nações Unidas.

Além disso, através de sua Plataforma Institucional, as marcas NET, Claro e Embratel propõem a conexão entre as pessoas para a construção de um amanhã gigante. O movimento é parte de uma iniciativa que aborda a gestão corporativa e manifesta o compromisso com a sociedade. Entre as iniciativas estão os Theatros NET São Paulo e Rio de Janeiro, Estação NET Cinema, NET Live Brasília, entre outros. Conheça outras realizações no Relatório Social de 2016 do Instituto:https://www.institutoclaro.org.br/relatorio2016/index.html.

SOBRE A CASA REDONDA

A Casa Redonda cria, planeja e executa plataformas criativas e de desenvolvimento setorial como editais, fundos de investimento cultural, festivais, concursos, prêmios, laboratórios, além de colaborar com programas de formação e qualificação de profissionais de diversos segmentos.

As plataformas criativas permitem estabelecer novos diálogos e criam oportunidade de relacionamento com redes culturais e criativas de todo o país, mobilizando artistas, produtores, governos, empresas, instituições e organizações sociais.

CONCURSO NETLABTV – 3ª EDIÇÃO

Inscrições abertas até 27 de outubro pelo site www.institutonetclaroembratel.org.br/netlabtv
Mais informações em www.facebook.com/concursonetlabtv

Flores Astrais no Quilombo Experimental


Filme sobre Onildo Almeida "Groove Man" tem exibição no Cinema do Museu

O filme "Onildo Almeida – Groove Man" será exibido neste sábado (30), de forma gratuita no Cinema do Museu. A apresentação marcada para às 14h faz parte da programação da Mostra Play The Movie, do festival No Ar Coquetel Molotov que acontece no próximo dia 21 de outubro, no Caxangá Golf Country Club.

O documentário dirigido por Hélder Lopes e Cláudio Bezerra destaca o trabalho do artista caruaruense que é autor de músicas como "A Feira De Caruaru", "Capital Do Agreste" e "Hora do Adeus". Onildo já teve canções gravadas por Luiz Gonzaga, Chico Buarque, Jackson do Pandeiro, Caetano Veloso, Maysa e Gilberto Gil.

No filme, que revela a importância de Onildo na evolução da música popular brasileira, acompanhamos o personagem com 88 anos, relembrando suas histórias e canções. A classificação indicativo é livre.

Com patrocínio da Baterias Moura através da Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal e o apoio da Fundação Joaquim Nabuco através do Cinema do Museu, esta é a 11ª edição da Mostra Play The Movie, que segue até o dia 14 de outubro trazendo lançamentos, Cine-Concertos e documentários inéditos.

Serviço:

Mostra Play The Movie exibe Onildo Almeida – Groove Man
Neste sábado (30), às 14h, no Cinema do Museu – Av. 17 de Agosto, 2187, Casa Forte
Entrada: R$ 2,00
Informações: (81) 9 9618.1947

Alexandre Farias transferido para o Recife

BOLETIM MÉDICO

O paciente Carlos Alexandre Farias da Silveira, de 39 anos, foi admitido no Hospital Esperança Recife às 11h30 desta quinta-feira. O transporte dele de Caruaru até o Recife aconteceu sem qualquer intercorrência. O paciente está internado na Unidade de Terapia Intensiva, hemodinamicamente estável, está sedado e em uso de ventilação mecânica. Ele permanecerá sendo acompanhado pelo neurocirurgião assistente. Um próximo boletim médico será divulgado amanhã (29), às 17h.

Drª. Adriana Passos
Diretora Médica do Hospital Esperança Recife




Nota do Blog: Torcendo pela recuperação plena de Alexandre. A imagem abaixo veio de seu Twitter:

Hábitos para um coração saudável

No próximo dia 29 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Coração. A data serve para conscientizar a população sobre os riscos das doenças do coração. Nos últimos anos houve um aumento considerável no número de problemas de saúde relacionados aos maus hábitos alimentares, sedentarismos, consumo exagerado de bebidas alcoólicas, entre outros. É preciso ficar atento, pois engana-se quem começa a se preocupar com os cuidados com o coração apenas na fase adulta da vida.

Um bom coração na infância, terá grandes chances de envelhecer bem se os cuidados com ele forem sempre respeitados. A partir dos 18 anos a aferição da pressão deve ser feita, pelo menos de 6 em 6 meses, já que sabemos que uma das doenças que mais acometem a população é assintomática e silenciosa: a hipertensão.

“Estar em dia com as consultas médicas é o primeiro passo para manter o bom funcionamento cardiovascular e afastar os riscos de ser surpreendido com alguma cardiopatia”, afirma Tomás Mesquita, cardiologista do Hospital Jayme da Fonte. O médico reforça ainda que manter uma alimentação equilibrada, evitar o fumo e a bebida alcoólica e fazer atividades físicas regulares é a eterna dica do coração saudável.

Um paciente que tem no seu histórico familiar, hipertensão, diabetes, alterações do nível de colesterol e triglicerídeos e obesidade, é um forte candidato a desenvolver problemas cardiovasculares. Esse indivíduo deve estar sempre vigilante aos sinais que podem indicar que algo não está indo bem; sensação de opressão no peito;  dor no lado esquerdo ou no meio do peito — que pode irradiar para o pescoço e para o braço esquerdo; suor frio e intenso; desconforto acompanhado de tontura; desmaio; náuseas e falta de ar já acende o sinal amarelo. 

“Quando há uma queixa de pelo menos dois destes sintomas associados, os exames solicitados passam a ser mais específicos para que possamos ter um diagnóstico mais preciso na confirmação de que algo não está indo bem”, explica o cardiologista.

Sabe-se que 80% do risco podem ser eliminados com mudanças no estilo de vida e/ou medicações. Apenas 20% do risco podem ser atribuídos ao fator genético. Sendo assim, cabe a cada um de nós a responsabilidade no cuidado e o carinho para manter o coração distribuindo amor por onde passar.

Principais exames para manter seu coração sempre saudável

1. Exames de sangue

2. Eletrocardiograma de repouso (ECG)

3. Radiografia de tórax

4. Ecocardiograma

5. Teste Ergométrico - Teste de esforço

Evento marca Dia Nacional de Doação de Órgãos no HMA

O Hospital Miguel Arraes (HMA), em Paulista, integra-se às atividades pela passagem do Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos, comemorado nesta quarta-feira, 27. O HMA ocupa a quarta posição entre as principais unidades captadoras de córneas em Pernambuco, colaborando para que o estado ocupe a primeira colocação no Norte e Nordeste no ranking nacional de transplantes.

Para alertar sobre a importância da doação, a Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes – CIHDOTT promove na sexta-feira, dia 29, uma palestra no auditório do hospital, com a participação da Central de Transplantes de Pernambuco e de pacientes transplantados. Com o tema “A importância da doação de órgãos e tecidos, um gesto de solidariedade que pode salvar vidas”, o evento estará aberto a funcionários, pacientes e acompanhantes a partir das 14h. 

A Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes – CIHDOTT é responsável pela busca de potenciais doadores dentre os mortos na unidade de saúde. Cinco técnicos de enfermagem coordenados pela enfermeira Enirlei Penalva trabalham dia e noite nessa procura. São realizadas rondas, de três em três horas, nos chamados setores neurocríticos, onde há o acompanhamento dos prontuários dos pacientes e a evolução do quadro clínico.

O Hospital Miguel Arraes registra uma média de 80 a 90 óbitos por mês. Porém, a grande maioria está fora da faixa etária para doação de órgãos e tecidos (entre 5 e 75 anos) ou apresenta uma contra-indicação médica (portadores de doenças como sepse, HIV, tuberculose, arboviroses ou leptospirose). São justamente os pacientes viáveis a finalidade do esforço diário e constante da CIHDOTT para salvar vidas, contribuindo no aumento do número de transplantes em Pernambuco. 


Com informações da jornalista Iana Gouveia

Forrólindense na Casa Astral

O grupo Forrólindense traz a ideia de reinterpretar, no balanço do forró, músicas de artistas do cenário independente de Olinda e Recife, fortemente presentes na memória e trajetória musical dos componentes da banda.

Estão no repertório, canções da Orquestra Contemporânea de Olinda, Academia da Berlinda, Banda Eddie, Bonsucesso Samba Clube, Erasto Vasconcelos, Mundo Livre S/A, Nação Zumbi, Otto, Siba, entre outros.

Serviço
Forrólindense na Casa Astral
Sábado 30 setembro

Casa Abre às 17h - Baile 18h30
Rua Joaquim Xavier de Andrade, 104 - Poço da Panela


Pernambuco tem mais de 16 mil cavalos da raça Quarto de Milha registrados

A exemplo do que vem ocorrendo no Brasil, o mercado de cavalos Quarto de Milha em Pernambuco não para de crescer. De acordo com a Associação dos Criadores de Quarto de Milha em Pernambuco (ACQM-PE), o Estado possui cerca de 16 mil animais da raça registrados, número que vem crescendo a uma média de 10% ao ano.

Rodrigo Amorim, presidente da ACQM-PE, atribui a expansão da demanda por cavalos Quarto de Milha no Estado ao crescimento dos participantes em vaquejadas e ao aumento de competições equestres das quais participam mulheres e crianças com idades a partir dos 3 anos, como as provas de tambor. “Os principais parques de vaquejada já estão construindo arenas anexas para esse tipo de prova da qual toda a família pode participar”, revela.

Atenta ao potencial do mercado, a associação está investindo na divulgação da raça por meio da realização do I Congresso ACQM-PE, que acontecerá no Parque Santa Fé, em Bezerros, a partir da próxima quinta-feira (28). O evento terá cursos para competidores e de ferrageamento, além de provas de vaquejada para aspirantes e provas de tambor para competidores de todas as idades. Durante o evento será realizado ainda o 3º Leilão Quarter Horse, no qual serão oferecidos 38 lotes de animais de alta linhagem. 

No ano passado, o número de cavalos da raça Quarto de Milha comercializados em leilões no País registou um crescimento de 36,6% em relação a 2014, passando de 4.544 animais vendidos para 6.179, movimentando um total R$ 232 milhões, segundo dados da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM).

Com um total de 1.228 cavalos adquiridos, o Nordeste foi responsável por uma fatia de 28% do total de cavalos Quarto de Milha comercializados, em sua maioria, para práticas esportivas em vaquejada, provas de Tambor e de Trabalho. Os criadores nordestinos ficaram em segundo lugar no índice de compras, atrás apenas dos pecuaristas do Sudeste, que compraram 2.291 animais.

Projeto Ideia em Limoeiro

Na noite da última terça-feira (26) a Secretaria Executiva de Indústria e Comércio deu início às aulas do Projeto Ideia para 30 microempreendedores de Limoeiro que começará um curso gratuito de Gestão de Negócios em Doces e Salgados para Festas. Estiveram presentes o vice-prefeito Marcelo Motta, o presidente da pasta, Wellington Vasconcelos e a representante da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação de Pernambuco, Irenilda Ramos.

Irenilda Ramos frisou que esse tipo de ação é um avanço para a cidade. “Esse evento é muito importante para o município, especialmente em um momento de crise que estamos vivendo. O Projeto Ideia terá uma carga horária de 52 horas, contemplando a parte de gestão, que terá 12 horas e a parte prática que terá 40 horas”, pontuou a representante.

De acordo com Wellington Vasconcelos, o foco principal do projeto é o sucesso nas vendas dos participantes. “O nosso grande objetivo é capacitar e profissionalizar os microempreendedores da nossa cidade. Serão cinco semanas de conhecimento e a nossa secretaria estará de portas abertas para tirar as dúvidas existentes sobre as aulas”, salientou.

Por fim, Marcelo Motta destacou o empenho da gestão municipal na qualificação dos empreendedores locais. “Nosso governo está sempre estimulando os microempreendedores da nossa cidade, nós acreditamos na capacidade deles. Além disso, é importante a formalização que, além de custar pouco, deixará todos com os direitos trabalhistas assegurados”, ressaltou.

As aulas são nas segundas, terças e quartas, das 18h às 22h e os empreendedores devem receber um certificado de conclusão de curso estando com, no mínimo, 75% da carga horária completa.


Secretaria de Imprensa de Limoeiro

Carlos Ruas e outras atrações na Bienal de Pernambuco

A Bienal Internacional do Livro de Pernambuco ganha nesta sua décima primeira edição novas ambiências no evento, a ser realizado no Pavilhão do Centro de Convenções, de 6 a 15 de outubro de 2017, que reforça cada vez mais a importância da integração da literatura com as mais variadas vertentes da cultura, da leitura e do comportamento humano. Com o tema “Literatura, Democracia & Liberdade”, a XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco homenageia os escritores Fernando Monteiro (vencedor do I Prêmio Pernambuco de Literatura com o romance "O livro de Corintha") e Lima Barreto (in memoriam), o aclamado autor de clássicos de nossa literatura como “Triste fim de Policarpo Quaresma” (1915) e “Clara dos Anjos” (1948), que se tornou uma das principais vozes da população destacando as grandes injustiças sociais e fazendo críticas ao regime político da República Velha. Desta forma, a temática da XI Bienal figura como mais do que oportuna e sua agenda promete ser rica de atividades para os mais distintos públicos e destacando as mais variadas vertentes.

“Como o mais importante evento literário do Norte e Nordeste e o terceiro maior do Brasil, construímos uma programação repleta de ações de conteúdos e atividades que reforçam o papel da literatura, da cultura e da educação como formadores de cidadão com senso crítico diante de um novo cenário de abruptas transformações, como as tecnologias, a sustentabilidade e a inovação. E estamos consoantes com a necessidade de integrarmos essa corrente junto à sociedade”, destaca Rogério Robalinho, empreendedor cultural e diretor da Cia. De Eventos, responsável pela produção da Bienal Internacional do Livro de Pernambuco. E, seguindo os modelos das demais edições, o público poderá esperar boas novidades nos mais diferenciados espaços do Pavilhão do Centro de Convenções, em Olinda: Espaço Além das Letras, auditório Circulo das Ideias, Plataforma de Lançamento, Sala de Oficinas e Bienalzinha. Contudo, nesta edição contará com espaços diferenciados para palestras, oficinas, bate-papos, apresentações infantis e culturais e outras atividades.

Grandes nomes nacionais marcam presença como o filósofo e professor chileno-brasileiro Vladmir Safatle que abordará em conferência “O fim da democracia representativa e a emergência da soberania popular; o editor, educador e escritor brasileiro Allan da Rosa, que ministra a oficina de escrita “Branco faz letra e negro faz treta”, a partir da perspectiva afro-brasileira; o escritor, médico e dramaturgo brasileiro Ronaldo Correia de Brito que conversa e realiza sessão de autógrafos sobre “Faca e livro dos homens”, a nova edição conjunta dos seus dois primeiros livros de contos com o curador da Bienal, Schneider Carpeggiani; a escritora paulista radicada em João Pessoa Maria Valéria Rezende que conversa sobre o projeto Mulherio das Letras, que discutirá o lugar da mulher na literatura brasileira em João Pessoa durante o mês de outubro; e o tradutor e professor paranaense Caetano Galindo, que discutirá o romance “Ulysses” de James Joyce, em master class na terça-feira (dia 10). Doutor em linguística pela Universidade de São Paulo, Galindo tem concentrado seu trabalho nos últimos anos numa visita guiada à obra de Joyce, explicando a obra inclusive em seu mais recente livro: “Sim, Eu Digo Sim — Uma Visita ao Ulysses de James Joyce”, finalista do Prêmio Rio de Literatura, categoria Ensaio, 2017.

Mas outros destaques importantes são a escritora e ensaísta paulista Walnice Nogueira Galvão e a historiadora e antropóloga paulista Lilia Schwarcz, que contemplam as ações de celebração à Lima Barreto. “Nesta celebração à Lima Barreto, lembraremos como ele dedicou sua obra e sua vida à defesa da República e dos direitos humanos. Escritores de seu tempo, como Euclides da Cunha e Machado de Assis, relacionaram-se de diferentes maneiras com esses mesmos problemas, como veremos”, lembra Walnice. Com trabalho voltado ao estudo da obra de Euclides da Cunha e de Assis neste sentido, a professora emérita de teoria literária e literatura comparada da USP discutirá em palestra “Lima Barreto: República e os Direitos Humanos”.

O saudoso e renomado autor de “O Triste Fim de Policarpo Quaresma” será foco de Lilia Schwarcz, em conversa sobre o trabalho recentemente publicada, a bibliografia “Lima Barreto – Triste Visionário” (Companhia das Letras). Ganhadora em 1999 do prêmio Jabuti de Livro do Ano pelo seu “As barbas do imperador: D. Pedro II”, seus trabalhos se focam em diversos momentos e expoentes da nossa formação e com grande destaque no mundo das letras como a coleção “História do Brasil Nação” (organizada em seis volumes), que também conquistou três premiações Jabuti ao longo dos anos. Professora titular no Departamento de Antropologia da USP, Global scholar na Universidade de Princeton (EUA), tem atuado como curadora adjunta do Masp e em sua trajetória contabiliza uma série de exposições, entre as quais “Um Olhar sobre o Brasil” (2012, com Boris Kossoy) e “Histórias Mestiças” (2014, com Adriano Pedrosa), ambas no Instituto Tomie Ohtake.

Mas outras discussões igualmente importantes tomam posse na programação como a Mesa de Debate sobre o PELLLB (Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas), a acontecer no dia 11 de outubro, das 20h às 22h, que envolverá conversa entre Cida Fernandez (Centro de Cultura Luiz Freire e Fórum Pernambucano em Defesa das Bibliotecas Livro Leitura e Literatura - FPDBLLL), Carla Denise (dramaturga), Mariane Bigio (Secult-PE) e Simone Santiago (SEE-PE). Na ocasião, integrantes do Grupo Executivo do PELLLB farão uma explanação sobre o Plano e os mecanismos utilizados para sua construção, a exemplo das consultas públicas realizadas nas 12 regiões do Estado, e responderão dúvidas do público sobre o processo de elaboração do PELLLB. 

E, claro, o homenageado da XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, Fernando Monteiro, terá momentos importantes. Escritor, poeta e cineastas, ele comandará entre outras ações uma sessão especial, a ser realizada no dia 14 de outubro, no Cinema São Luiz, na Boa Vista, numa atividade agregadora da plataforma Circuito Bienal. “O escritor cedeu para uma exibição gratuita na histórica sala de uma cópia rara em 35 mm de ‘Ivan, O Terrível’ de Serguei Eisenstein. A sessão será intitulada de Cine Aspades, em referência ao cineasta que protagoniza o primeiro romance de Monteiro, Vasco Aspades de Aspades, ETs, ETc, que completa 20 anos este ano”, destaca o curador Schneider Carpeggiani. Esta exibição deste clássico do renomado cineasta russo (autor de outras obras primas como “O Encouraçado Potemkin”) será acompanhada de uma fala do homenageado sobre a importância da obra, resgatando assim uma das suas importantes vertentes para a cultura dentro de um contexto mais amplo.

Parcerias literárias - Através da parceria com a UBE – União Brasileira do Livro, a Bienal promove entre outros destaques a Plataforma de Lançamento que dará oportunidade a autores independentes mostrarem seus projetos de 6 e 15 de outubro. Os selecionados no processo, realizado a partir de cadastro no site da Bienal e análise das indicações pela entidade, terão espaço, datas e horários definidos para apresentar seus trabalhos para o grande público, em quaisquer segmentos de leitura geral: poetas, cronistas, contistas, romancistas independentes, entre outros. “Reunimos assim um grupo expressivo de produtores que têm trabalhos interessantes, mas que não detém de espaço para reverberar ou dividir suas experiências com um grande público. Com esta plataforma, que já é uma tradição em nossa Bienal, os visitantes também tem a oportunidade de conhecer novos realizadores. E isso contribui para que o cenário independente cresça cada vez mais e fortalece o universo editorial, mexendo de forma positiva com a cadeia produtiva”, enfatiza Rogério Robalinho.

Dentro desta motivação de congregar boas novas para produtores, a agenda da XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco contempla parceria com a PUC-RS para a realização do I Seminário Nacional de Escrita Criativa, organizado pelo escritor e professor gaúcho Luiz Antonio de Assis Brasil, idealizador da tradicional e famosa Oficina de Escrita Criativa (pioneiro na fundação de oficina de Escrita Criativa no Rio Grande do Sul, há 30 anos) com a colaboração da pernambucana e doutoranda em Escrita Criativa naquela instituição Patrícia Gonçalves Tenório. “Com o Seminário, iremos tentar aproximar o polo literário pernambucano do polo literário gaúcho, trazendo uma maior aproximação às ferramentas de escrita criativa e abrir novos olhares sobre a escrita, possibilitando também uma maior construção de grupos de estudos nessa área dentro de diversos cenários aqui no estado, especialmente o ambiente acadêmico. Mas, teremos ainda a oportunidade de divulgar os mais diversos trabalhos que estão sendo realizados em todo Brasil, inclusive com o lançamento da coletânea de artigos dos participantes, ‘Sobre a escrita criativa’, pela Raio de Sol, no dia 13/10/2017, a partir das 19h00”, diz Patrícia Tenório.

A proposta é apresentar a Pernambuco como funciona a área de Escrita Criativa e o Programa de Pós-Graduação em Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, trazendo os doutorandos e mestrandos Alexandra Lopes da Cunha, Daniel Gruber, Gustavo Melo Czekster, Guilherme Azambuja Castro, Luís Roberto Amabile, María Elena Morán, e Prof. Luiz Antonio de Assis Brasil e a escritora Valesca de Assis, para ministrarem oficinas, debaterem sobre Criação Literária e divulgarem seus trabalhos, ao mesmo tempo dialogando com escritores da terra, teóricos e ficcionistas, tais como Raimundo Carreiro, Lourival Holanda, Cida Pedrosa, Maria do Carmo Nino, Adriano Portela, André Balaio, Bernadete Bruto, Elba Lins, Luisa Bérard, Talita Bruto, Robson Teles, Sidney Nicéas, e teóricos, poetas e ficcionistas do Brasil e exterior, tais como Carlos Enrique Sierra (Colômbia), Daniel Perroni Ratto (Ceará/São Paulo), Fernando de Mendonça (São Paulo/Sergipe), Igor Gadioli (Paraíba/Sergipe). E não menos importante teremos esses realizados e outros nomes em destaque na obra “Sobre a escrita criativa”, que traz uma coletânea de trabalhos diversos, e que será lançado em primeira mão na Bienal.

Parceria fechada também com a Rede Globo, através da Diretoria de Responsabilidade Social, envolverá ações como a mesa “Assista a esse livro” que irá discutir o papel da TV no acesso a grandes obras literárias e na formação de novos leitores. “Esta iniciativa promovida pela Diretoria de Responsabilidade Social reforça o compromisso da Globo com a educação. O debate contará com a roteirista e escritora Adriana Falcão e mais dois convidados, e com a mediação do jornalista Francisco José”, diz Mariana Vasconcellos, supervisora executiva.

“O Assista a Esse Livro” é uma parceria da Globo, Cia. das Letras e Amazon.com.br que permite ao leitor a experiência de ler o livro e poder assistir às cenas adaptadas para a TV em novelas e minisséries. O e-book pode ser acessado no aplicativo Kindle para smartphones, tablets e computadores. É como ler o livro e assistir à série de TV ao mesmo tempo, na mesma tela. Desde abril de 2017 já foram lançados os títulos Gabriela, Cravo e Canela, Ligações Perigosas, O Canto da Sereia, Dois Irmãos, O Homem que Sabia Javanês e Dom Casmurro (Capitu), que podem ser acessados pelo link amazon.com/assistaaesselivro.

SOBRE A BIENAL - A XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, com o tema “Literatura, Democracia & Liberdade”, homenageia os escritores Fernando Monteiro e Lima Barreto (in memoriam). A Bienal é realizada pela Cia. de Eventos e a Ideação, com os apoios da CBL – Câmara Brasileira do Livro, MEC – Ministério da Educação, FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana, MinC – Ministério da Cultura, Iphan, Fundarpe, Secretaria de Cultura do Governo do Estado de PE, PUC-RS, Rede Globo (Diretoria de Responsabilidade Social), Colégio Saber Viver, Faculdade Santa Helena, Instituto JCPM, Secretaria de Segurança Urbana do Recife/COMPAZ, Pitú, da UBE – União Brasileira de Escritores, entre outros.

SERVIÇO:
XI BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DE PERNAMBUCO – ANO 2017
Quando: 06 a 15 de Outubro, das 10h às 22h
Onde: Centro de Convenções de Pernambuco
Endereço: Av. Prof. Andrade Bezerra, s/n, Complexo de Salgadinho. Olinda – PE.
Acesso/ via ingressos: Inteira R$ 10,00 , Ingresso Social R$ 7,00 mediante entrega de 1kg de alimento não perecível; Meia-entrada R$ 5,00. É concedida gratuidade para crianças até 12 anos, alunos da rede pública de ensino com camisa ou uniforme do sistema de ensino, excursão escolar uniformizada, professores, escritores associados da UBE, Policial Civil e Militar e Corpo de Bombeiros, portando carteira.
Programação completa: http://www.bienalpernambuco.com/


Com informações das jornalistas Ivelise Buarque e Juliana Isola

terça-feira, setembro 26, 2017

#VcNoBlog Crônica - "Na Esquina"

Ontem resolvi convidar geral pra escrever aqui no blog sobre o que quisesse: causa animal, política, economia, literatura, etc. A primeira que topou participar foi a jornalista e pós-graduada em Marketing,  Ana Claudia Nogueira, de 46 anos, a jovem senhora sorridente da foto.
Pra mim vai ser uma honra essa estreia, pois Ana foi minha chefe na Secretaria de Imprensa de Camaragibe, entre junho de 1999 e março de 2000. Da relação profissional nasceu uma grande amizade. Sigam o exemplo da Ana e entre nessa: #VcNoBlog


Na Esquina

Todos os dias eu o encontrava na esquina da minha rua. Sentado em cima de um papelão cuidadosamente estendido, a planta dos pés rosinha como pés de bebê. Barba grande, totalmente branca, o que me levou secretamente a apelidá-lo de Papai Noel. Ao seu lado, livros empilhados no chão mesmo, uns oito. Do outro lado, um cobertor cuidadosamente dobrado e colocado em cima de algumas coisas que não consegui distinguir - penso que algumas peças de roupa ou talvez mantimentos podiam estar ali entre o chão e o cobertor.

Morria de vontade de abordá-lo, saber que livro era aquele que lia tão absorto, que o fazia aparentemente esquecer que estava sentado no chão quente debaixo da marquise de uma loja do tipo quitanda em pleno centro do Recife. Parecia não se dar conta dos pivetes que passavam a todo instante, algumas vezes soltando graça, ameaçando, gritando. Aquele livro tão poderoso, que eu não sabia qual era, fazia com que o pobre mendigo ignorasse fome, sede, miséria absoluta. “Que livro seria aquele?”, me perguntava.

O homem era branco, de rosto muito afilado, face rosada. Um tipo bem incomum. Devia ter uns 50 anos. Era pouco menos gordo que Papai Noel de Shopping. Claramente educado, tinha modos gentis. Imaginei mil histórias para explicar aquele abandono de si mesmo: seria um ermitão, um desiludido, um viúvo, um doente desenganado, enlouquecera depois de velho, perdera a memória, fugia de uma família incompreensiva, falido, foi colocado para fora de casa após uma traição, cometeu um crime, seria um filósofo, alguém que descobriu que os bens materiais não trazem felicidade... Papai Noel era um exercício criativo diário para mim.

Com quase dois meses de estadia na esquina da rua, o comportamento do meu vizinho começou a mudar. Estava mais aberto para o mundo, menos focado em suas leituras, mais atento ao que acontecia ao redor. Conversava com os moleques de rua. Aliás, conversava muito com os moleques de rua. Vez por outra o flagrei tomando cachaça. Os pés, antes admiravelmente cor de rosa como pele de bebê, agora estavam pretos como quem pisa em piche. A barba branca começou a amarelar. Seus parcos pertences, antes cuidadosamente arrumados, agora estavam dispostos em uma trouxa de cobertor imundo. E ele falava alto.

Menos de três meses e Papai Noel virou o mendigo bêbado da esquina, o cara que soltava graça para todo mundo que passava, grunhia indignidades, gargalhava alto, era colocado para fora do local pelo segurança da quitanda, vivia bêbado e cheirando cola com um bocado de meninos e adolescentes da rua. Nem sinal dos livros, nem do leitor. De longe a gente sentia o seu fedor.

Certa noite eu vi. Papai Noel estava transando com uma menina de, no máximo, 12 anos. Menina de rua. Outro casal de meninos transava também, na rua, ao lado de Papai Noel. Outros moleques estavam ao redor cheirando cola como se o sexo animado que acontecia ali fosse uma conversa comum. A essa altura, o mendigo bêbado da esquina não tinha mais nem um papelão para chamar de seu. Os vizinhos deixaram de levar alimentos para ele, com medo do antro que havia se formado.

Uma semana depois disso, já com duas acusações de arrombamento de lojas vizinhas em suas costas, o mendigo abandonou o seu “lar” durante o dia e só voltava à noite. Sempre com seus muitos moleques de rua, bêbados de cachaça, álcool e cola comprados com produto de furto.

Não chegou ao quarto mês. Papai Noel, que virou mendigo da esquina, depois o bêbado, o cheira-cola, o estuprador, o ladrão, amanheceu morto com uma facada que lhe cortou o pescoço de ponta a ponta, abrindo um irônico sorriso vermelho por entre sua barba multicolorida de sujeiras diversas. Não se sabe quem matou: se um comparsa, um segurança, um lojista, um vingador, sei lá. Sei que todos aqueles homens que ocuparam minha imaginação por quatro meses de repente ganharam uma vida efetiva no papel de morto.

Papai Noel era fugitivo da polícia. O morador de rua tinha uma família em Jaboatão dos Guararapes e saiu de casa na carreira para evitar ser preso. O bêbado desgraçado estuprara duas filhas, e a mais velha, com 14 anos, estava grávida dele. Na fuga, o ladrão só teve tempo de reunir oito livros, um cobertor, umas duas mudas de roupa e alguns trocados. Por fim o defunto acomodou-se no local e do jeito que foi possível: na esquina da minha inventiva imaginação.

Siba e outras atrações no Coquetel Molotov Etapa Belo Jardim

Após divulgar as atrações da 14ª edição do Recife, Ana Garcia e Jarmeson Lima anunciam a programação da etapa Belo Jardim, que conta com Boogarins, Siba e Catarina dee Jah no line-up, além das atrações A dOBRA, Gabi da Pele Preta, Pierre Tenório e o rapper Luiz Lins, vencedores do edital que selecionou artistas do interior de Pernambuco. Apresentado pelo Instituto Conceição Moura pelo terceiro ano consecutivo, o festival divulga também a Mostra Play The Movie, oficinas, dentre outras atividades. 

Shows



No dia 28, a programação no Parque do Bambu começa às 16h com A dOBRA e Luiz Lins no Som na Rural. A dOBRA é um projeto artístico de Serra Talhada (PE), composto por Caio Sotero (voz/violão), Marcio Abreu (guitarra), Tony Apolinário (baixo/pife), Paulo Bezerra (bateria) e Alex Nicolas (teclados). Desde 2011, os músicos trabalham em composições que fazem parte de um repertório que sugere deslocamentos e vivências diversas. Já Luiz Lins vem de Nazaré (PE) e iniciou seus trabalhos em 2016 pelo selo PE SQUAD. Em apenas um ano de trabalho, LL alcançou números expressivos e parcerias importantes no Rap/R&B e dividiu palco com artistas como Diomedes Chinaski, Filipe Ret e Racionais. Em fase de finalização do seu primeiro disco, que está previsto para o final do ano e será recheado de referências musicais refletindo a riqueza de fontes que absorveu por viver em um estado multicultural, o artista também trabalha paralelamente em projetos conceituados na cena hip hop, como Freeverse RND, Perfil Pineapple e Tudo Clone ODB.

E a partir das 18h, sobem ao palco as atrações Gabi da Pele Preta, Pierre Tenório seguidos de Boogarins, Siba (foto) e Catarina dee Jah. A cantora Gabi da Pele Preta conta que descobriu a música ainda criança, no grupo de louvor da igreja que integrava. A partir daí, ingressou no teatro, quando fez parte do extinto grupo Samba De Tamanca e, desde então, não parou mais. Depois de deixar a banda em 2010, passou a investir em projetos solo com grupos de diferentes formações até descobrir-se encantada pela sonoridade das músicas da década de 70. Já se apresentou em expressivos festivais, como o Palco Alternativo do São João de Caruaru (PE) e o Festival Viva Dominguinhos, em Garanhuns (PE), além de já ter cantado nos musicais “Amor em tempo de servidão” (2006), “Conversas de Botequim” (2009) e “Cânticos da Paixão” (2010, 2011 e 2012). Pierre Tenório vai se apresentar em casa, natural de Belo Jardim (PE), o poeta, cantor, performer e professor, nasceu em 1989 e estuda no curso de Licenciatura em Música, no Instituto Federal de Pernambuco. Seus shows são apontados com poemas musicados e um jeito performático de ser bastante peculiar. 

Já o Boogarins vai apresentar as faixas do disco Lá Vem a Morte, lançado este ano, e outras músicas dos dois álbuns anteriores, As Plantas Que Curam (2013) e Manual (2015). A banda goiana formada por Dinho Almeida (vocais e guitarra), Benke Ferraz (guitarra), Raphael Vaz (baixo) e Ynaiã Benthroldo (bateria) é uma das que mais se destaca no cenário independente no exterior. Só em 2016, o Boogarins fez duas turnês pela Europa e pelos Estados Unidos. Além disso, já tocou em grandes festivais como o Lollapalooza, Primavera Sound e Rock in Rio Lisboa e o segundo disco, Manual chegou a ser indicado ao Grammy Latino. Já o cantor e compositor pernambucano Siba também marca presença com o álbum "De Baile Solto", lançado em 2015, que mistura a música congolesa com os ritmos da ciranda e do Maracatu de Baque Solto. 

Conhecida como a anti diva da Babilônia, a DJ Catarina dee Jah toca ao longo da noite nos intervalos dos shows no palco do festival com perfomance marcada por explorar diversos gêneros, como a cúmbia, o reggae e a música brega. A artista estreou com o disco “Mulher Cromaqui”, em 2013, e vem para esta edição do No Ar como mestra de cerimônia, apresentando seu baile com perfume de churrascaria jamaicana.

Oficinas

As oficinas vão acontecer no Cine Teatro Cultura, a partir do dia 25 de outubro. O jornalista e professor da Universidade Federal de Pernambuco, Bruno Nogueira, abre a programação, às 14h e vai apresentar como funciona o processo de divulgação no mercado musical. Numa época onde todos podem gravar e encontrar uma plataforma para lançar sua música, as estratégias de comunicação são fundamentais para o diferencial de um artista. A proposta da oficina é categorizar, detalhar e exercitar quais as formas de divulgação tem sido mais eficientes hoje.

No dia seguinte, também às 14h, a designer gráfica e artista visual de Goiânia, Beatriz Perini vai ministrar uma oficina de cartazes. Os presentes poderão aprender como criar pôsteres destinados a shows, eventos musicais e variados. Apresentando exemplos e discutindo processos, Beatriz vai ensinar como funcionam as etapas, técnicas manuais, composição e possibilidades.

Os DJs Felipe Machado e DJ Damata fecham a programação das oficinas no dia 27, às 10h, e vão ensinar noções básicas, dicas e atalhos, para discotecagem digital, Djing, tanto no âmbito profissional quanto para discotecagem como hobby.

Imersão IFPE

A banda Boogarins vai promover dois dias de imersão no IFPE - Instituto Federal de Pernambuco - e, junto com os participantes, vai produzir uma música com áudio captado por celulares. Essa ideia surgiu, pois, apesar da tecnologia se encontrar à disposição da maioria, alguns tabus deixam músicos, que muitas vezes não conseguem ter acesso a um estúdio apropriado, inseguros em utilizar ferramentas mais acessíveis para produzir seus próprios trabalhos. 

Nessa imersão com a banda goiana, que conquistou reconhecimento internacional com seu primeiro disco “As Plantas Que Curam” gravado totalmente em casa, o Boogarins vai tentar quebrar alguns desses tabus de forma prática - falando sobre e mostrando detalhadamente o processo de gravação do seu último álbum “Lá Vem a Morte”.

Mostra Play The Movie

Com patrocínio da Baterias Moura através da Lei de Incentivo à Cultura, programação da Mostra Play The Movie rola entre os dias 25 e 27 de outubro, com sessões dos filmes “Yorimatã”, “Divinas Divas” e “Danado de Bom” no Cine Teatro Cultura com entrada gratuita. O encerramento fica por conta do grupo Radiola Serra Alta no dia 27, fazendo uma trilha sonora ao vivo para o filme “Na Quadrada das Águas Perdidas”.

PROGRAMAÇÃO

QUARTA - 25/10

CINE TEATRO CULTURA

14h - Divulgando sua música com Bruno Nogueira

19h - Mostra Play the Movie - “Yorimatã" (Dir. Rafael Saar)

(Direção: Rafael Saar, 2014) - 116 minutos

Luhli e Lucina são duas mulheres brasileiras que buscam liberdade no movimento hippie, nos anos 1970. Elas desenvolvem composições musicais experimentando instrumentos e são pioneiras da música independente brasileira. Luhli e Lucina vivem um relacionamento a três com o fotógrafo Luiz Fernando Borges da Fonseca, que registra a vida deles em filmes 8mm.

Classificação Indicativa: 12 anos



QUINTA - 26/10

CINE TEATRO CULTURA

14h - Oficina de cartazes com Beatriz Perini

19h - Mostra Play the Movie - “Divinas Divas” (Dir. Leandra Leal)

Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia repleta de cinemas e teatros. O documentário acompanha o reencontro das artistas para a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.

Classificação Indicativa: 14 anos



IFPE

14h - Imersão com Boogarins



SEXTA - 27/10

CINE TEATRO CULTURA

10h - Oficina de DJs com Felipe Machado e DJ Damata

18h - Mostra Play the Movie - “Danado de Bom” (Dir. Debby Brennan)

(Direção: Deby Brennand, 2017) - 75 minutos

A vida, a obra e a trajetória de João Leocádio da Silva, mais conhecido como João Silva, um dos maiores letristas da história da música brasileira. Através de depoimentos de artistas e amigos, de alguns materiais de arquivo e da reconstituição do trajeto realizado por João Silva durante sua vida, este é um retrato aprofundado de um homem que compôs a letra de inúmeros sucessos e que chegou a ser declarado Patrimônio Vivo de Pernambuco.

Classificação Indicativa: Livre

20h30 - Cine Concerto com Radiola Serra Alta (PE) 



IFPE

14h - Imersão com Boogarins



SABADO - 28/10

PARQUE DO BAMBU



16h - Som Na Rural

A dOBRA

Luiz Lins



18h- Palco

Gabi da Pele Preta

Pierre Tenório

Boogarins

Siba

DJ Catarina dee Jah



Instituto Conceição Moura apresenta No Ar Coquetel Molotov 2017 - etapa Belo Jardim.



Local | Parque do Bambu - R. Antônino Gonzaga, 363 - São Pedro
Data | 28.10
Horário | Shows a partir das 16h.
EVENTO GRATUITO 

Obras de implantação do sistema de esgotamento sanitário avançam em Candeias

As obras de implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Jaboatão dos Guararapes continuam avançando no bairro de Candeias. Amanhã (27), a partir das 8h, mais uma intervenção estará sendo iniciada, agora numa via de grande tráfego de veículos – a Rua Alfredo Régis Mota. A interdição será parcial, sendo realizado desvios temporários na própria via. Os motoristas devem ficar atentos à sinalização no local. Os serviços serão realizados no período diurno e a previsão é que seja concluído em até 60 dias.

Serão implantados 7 poços de visita - locais por onde são realizadas as inspeções na rede de esgoto - e, aproximadamente, 460 metros de tubulação com 150mm de diâmetro, nas imediações do número 1086, sentido Avenida Presidente Castelo Branco. Há cinco meses, a Compesa em parceria com a BRK Ambiental vem implantando rede coletora de esgoto no bairro de Candeias, Jaboatão dos Guararapes.

Até agora, já foram concluídas a implantação de rede coletora de esgoto em 22 ruas do bairro de Candeias. Desde o início da obra, em maio desse ano, mais de cinco mil metros de tubulações foram assentados no bairro, o que corresponde a 30% da totalidade das obras de rede.

Atualmente, quatro frentes de trabalho estão executando obras, duas na avenida presidente Kennedy e duas nas ruas Hermano de Barros e Campo Grande. 

O município de Jaboatão dos Guararapes é uma das cidades dentre as 15 beneficiada com as obras de implantação do sistema de coleta e tratamento de esgoto sanitário através do programa Cidade Saneadas - maior parceria público-privada de saneamento do Brasil - firmada entre a Compesa e a BRK Ambiental. 

Nessa primeira fase do projeto no município, está previsto um investimento de R$ 85 milhões, com conclusão até junho de 2019. No total, serão realizadas a implantação de, aproximadamente, 61 mil metros de rede coletora, uma estação de tratamento e cinco estações elevatórias de esgoto, beneficiando mais de 55 mil pessoas nos bairros de Candeias, Piedade e Barra de Jangada.

Imprensa Compesa

Inscrições abertas para o Programa de Estágio 2018 da BRK Ambiental

A BRK Ambiental inicia as inscrições para seu Programa de Estágio, que oferecerá oportunidade a universitários dos cursos de Administração, Comunicação, Contabilidade, Direito, Economia, Engenharias, Jornalismo, Psicologia, Publicidade e Propaganda e Química.

Os interessados devem se inscrever até o dia 22 de outubro diretamente no site www.estagiobrkambiental.com.br. Podem participar universitários que se formarão entre dezembro de 2018 e dezembro de 2019. As oportunidades são oferecidas nos estados da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. O estágio, para os escolhidos, começa a partir de janeiro do próximo ano.

A BRK Ambiental é a maior empresa privada de saneamento do Brasil e atua em cerca de 180 municípios de 11 estados do país. A companhia é controlada pelo grupo canadense Brookfield, que investe e administra ativos em mais de 30 países, nos cinco continentes. Hoje, são US$ 250 bilhões investidos nos segmentos de Energia Renovável, Imobiliário, Infraestrutura e Private Equity.

Processo de seleção

O processo seletivo acontece em seis etapas: inscrição, Game (online), testes de inglês (online), speak up (entrevista via Skype para algumas localidades), dinâmicas de grupos presencial (para algumas localidades), entrevistas finais. O programa oferece como benefícios bolsa-auxílio compatível com o mercado, seguro de vida, vale-refeição (aplicável apenas em algumas localidades) e vale-transporte (ou Estacionamento do Local).

Serviço

Inscrições: até o dia 22 de outubro no site www.estagiobrkambiental.com.br

Cidades participantes

SÃO PAULO 

Limeira
Mauá
Rio Claro
São Paulo

TOCANTINS
Araguaína
Dianópolis
Gurupi
Palmas
Paraíso
Porto Nacional

OUTRAS

Salvador (BA)
Cachoeiro de Itapemirim (ES)
Aparecida de Goiânia (GO)
Paço do Lumiar (MA)
Redenção (PA)
Xinguara (PA)
Recife (PE)
Triunfo (RS)
Uruguaiana (RS)
Blumenau (SC)

Com informações da jornalista Débora Carvalho



Obra da Compesa na Cidade Universitária

A Compesa continua trabalhando para melhorar o abastecimento de água em diversos bairro da Região Metropolitana. Dessa vez, o bairro da Várzea está sendo beneficiado com a substituição e remoção de 140 metros de uma tubulação de 250 mm da rede principal que abastece o bairro. A obra será concluída dentro de 60 dias. A adutora está sendo removida da avenida Professor Artur de Sá para a Rua Visconde de Barbacena. Os serviços não irão impactar no tráfego de veículos nem será preciso suspender o abastecimento, em virtude de somente após a implantação total da nova tubulação, é que a antiga rede de distribuição será desativada.

De acordo com gerente de Unidade de Negócio da Compesa, Isabelle Souto, a remoção desse trecho de tubulação vai acabar com os frequentes estouramentos ocultos na tubulação antiga de ferro, cujo conserto é dificultado por ela passar por dentro de uma galeria. “Com essa substituição iremos reduzir as perdas provocadas pelos vazamento e, dessa forma, melhorar o abastecimento no bairro da Várzea, “ disse a gerente.

Imprensa Compesa




CECH fortalece política de direitos humanos para população LGBT em unidades prisionais


Com o objetivo de fortalecer a política de prevenção às violações e garantir a promoção dos direitos humanos para população LGBTI privada de liberdade, o Centro Estadual de Combate à Homofobia (CECH) tem realizado formações nas unidades prisionais pernambucanas para discutir a temática com profissionais da área. No total, cinco das 22 penitenciárias do Estado já foram visitadas. As demais serão contempladas ao longo do ano. O Centro é um programa da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), realizado através da Executiva de Direitos Humanos.

As formações, que são ministradas pela equipe técnica do CECH formada por psicólogos, advogados e assistente social, são voltadas para gestores, agentes penitenciários, profissionais da área psicossocial e saúde, além dos reeducandos e reeducandas. Entre os temas abordados estão a diversidade sexual, o respeito à identidade de gênero e a orientação sexual, além dos direitos assegurados pela legislação como a visita íntima e o uso do nome social. As unidades contempladas até momento foram as Colônias Penais Femininas do Recife, Buíque e Abreu e Lima, além do Complexo do Curado e do Presídio de Igarassu.

Secretário executivo de Direitos Humanos, Eduardo Figueiredo, justifica a importância do fortalecimento da política de direitos humanos para população LGBT privada de liberdade. “O CECH, através das formações, tem fomentado a criação de redes de proteção dos Direitos Humanos. A sensibilização dos técnicos que atuam com as pessoas privadas de liberdade busca a garantia do respeito à livre orientação sexual e identidade de gênero nas unidades prisionais”, explica.

"Essa parceria com a Executiva de Direitos Humanos veio fortalecer as ações já implementadas pela Seres na garantia dos direitos da população LGBT privada de liberdade. A meta é humanizar o atendimento nas unidades prisionais do Estado atendendo aos direitos do segmento", destaca a superintendente de Capacitação e Ressocialização da Seres, Valéria Fernandes. 

Coordenadora do CECH, Suelen Rodrigues, destaca a expectativa com o resultado da ação. “Esperamos que estas pessoas envolvidas nestas ações sejam multiplicadoras do respeito à diversidade de gênero e orientações afetivo/sexual tanto dentro das unidades quanto fora, combatendo assim a LGBTfobia no Estado”. 

PAVILHÃO LGBT – O Presídio de Igarassu (PIG) dispõe de um pavilhão específico para população LGBT privada de liberdade que cumpre pena na unidade. Mais conhecido como Pavilhão Sem Preconceito, o espaço foi implantado em 2015 e abriga 15 detentas, entre travestis e transexuais. Assim como toda a população carcerária do PIG, as reeducandas do Pavilhão LGBT participam dos cursos de qualificação oferecidos pela unidade ao longo do ano com o intuito de promover a ressocialização e garantir uma geração de renda ao saírem da unidade. Entre os cursos estão maquiagem; unhas em gel; desenhos e pinturas; oficinas de teatro, música, xadrez e de fotografia; gestão de pequenos negócios; além de palestras sobre combate às drogas, gênero e respeito e boas maneiras. 

Imprensa SEDH PE

Pernambuco reduz jornada de servidores cujo dependente tem deficiência

Servidores estaduais de Pernambuco passam a contar, a partir desta terça-feira (26.09), com o benefício da redução da jornada de trabalho para dedicar mais tempo e atenção aos seus filhos ou dependentes com deficiência. A medida foi oficializada pelo governador Paulo Câmara nesta manhã, em solenidade no Palácio do Campo das Princesas, durante a assinatura de Ato complementar que altera a Lei nº 6.123, de 20 de julho de 1968, estabelecendo a concessão do benefício. O novo artigo 147-A concede horário especial de trabalho sem a necessidade de compensação de horários ou abatimento salarial, desde que comprovada a necessidade pelo Serviço de Perícias Médicas do Estado. Na ocasião, o chefe do Executivo estadual defendeu a medida como meio de promoção da justiça de igualdade e direitos humanos.

A mudança da Lei se dará através do incremento do Art. 1º, que passará a vigorar acrescido do artigo 147-A. A redução do horário poderá ser concedida em dias consecutivos ou intercalados. Poderá ocorrer ainda a concessão de ausência ao trabalho em dia específico por semana, conforme a necessidade ou programa de atendimento da pessoa com deficiência. Para todas as hipóteses, é necessário o cumprimento mínimo de quatro horas diárias ou 20 horas semanais da jornada de trabalho.

Pai de Kayros Emanuel, de 13 anos, portador da síndrome do espectro autista, o servidor Cristiano Vilanova comemorou a concretização de um anseio antigo. “Meu filho é autista. Às vezes ele realmente precisa de um acompanhamento na escola, na fisioterapia, na terapia ocupacional, no psiquiatra. Então, há realmente um esforço dobrado para o pai ou para a mãe que está dentro do serviço público em dar esse acompanhamento. E quando você vê essa carga horária ausente não precisando mais ser compensada, apenas ajustada, é muito bom. Agora, nós conseguiremos dar assistência aos nossos filhos com qualidade e desenvolver o nosso trabalho sem precisar estar em um atropelo de carga horária”, declarou, completando: “A partir de agora, eu vou conseguir ser presente na vida do meu filho sempre que ele precisar”.

Para a renovação da portaria de concessão, o portador da deficiência deve ser periciado, no máximo, a cada 24 meses, exceto quando a deficiência, devidamente atestada, for permanente. Caso haja dois ou mais servidores responsáveis pelo mesmo dependente, somente um poderá requerer a concessão de horário especial. Além de eliminar barreiras que possam impedir a participação plena e efetiva dos servidores que necessitam prestar auxílio direto aos seus dependentes, a nova norma contribui para assegurar que as pessoas com deficiência possam gozar ou exercer, em igualdade, de oportunidades com as demais pessoas, todos os direitos humanos e liberdades fundamentais. 

A nova Lei se baseia no texto da Convenção Internacional sobre os direitos da Pessoa com Deficiência, e, ainda, na aprovação pelo Congresso Nacional da Lei Federal 13.146, de 2015, chamada de Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência.

Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Mulher com rara doença cardíaca é salva no Hospital Dom Helder

Paciente de 20 anos recebeu alta do IMIP hoje (26), após ter atendimento inicial, que salvou sua vida, realizado no Hospital Dom Helder Câmara (HDH), no Cabo de Santo Agostinho.

A paciente deu entrada no HDH no dia 29 de agosto com miocardite periparto, uma causa rara de insuficiência cardíaca que ocorre em mulheres no final da gestação ou no puerpério, mas com alto índice de mortalidade. “Ela estava praticamente sem vida quando deu entrada aqui no hospital e o que a salvou foi a aquisição do aparelho de oxigenação por membrana extracorpórea, o ECMO, que faz o trabalho de um coração fora do corpo. Toda a equipe de cirurgia cardíaca, coordenada por Fernando Figueira e Diogo Ferraz, foi mobilizada - de forma rápida - para o sucesso do tratamento ” explica o coordenador da Unidade de Cirurgia Cardíaca e hemodinâmica do Dom Helder, André Lima.

A paciente contou com o suporte de toda a equipe do hospital que montou uma força-tarefa para salvar sua vida. No dia 2 de agosto foi colocado o ECMO e ela foi transferida para o IMIP para continuar o tratamento ou ser submetida a um transplante de coração, caso fosse necessário. “Ela é jovem e não apresentava problemas de saúde. Teve uma recuperação excelente e, após, quase um mês está voltando para casa”, complementa Lima.

Ainda não foi descoberta a causa da miocardite periparto e a doença raramente ocorre com menos de 36 semanas de gestação.


Com informações da jornalista Roberta Vasconcelos

Bônus de Desempenho Educacional tem valor aumentado

O Governo de Pernambuco ampliou novamente o valor do Bônus de Desempenho Educacional (BDE), que cresceu de R$ 15 milhões para R$ 20 milhões. Em 2016, foram contempladas 502 escolas da rede estadual com o Bônus. Agora, 532 escolas receberão o BDE em virtude de atingir, total ou parcialmente, as metas pactuadas no ano passado. Também houve crescimento das escolas que cumpriram a meta de 100% do BDE. O número passou de 342 para 355 escolas estaduais.

Nesse contexto, 21.599 servidores, entre professores e demais profissionais da Educação, serão contemplados com o Bônus, que também superou em 42,7% (R$ 1.294) o valor integral do benefício pago aos profissionais em relação ao ano passado (R$ 907). Os valores serão incluídos na folha de pagamento do mês de setembro.

BÔNUS - O BDE existe desde 2008, pela lei de nº 13.486, para premiar os profissionais das escolas que cumprissem parcial ou integralmente as metas para o Idepe. A partir de 2009, o BDE passou a incluir também as GREs. O cálculo do BDE corresponde ao percentual de atingimento de metas acordadas em Termo de Compromisso assinado por cada unidade de ensino e o Secretário de Educação do Estado.

Secretaria de Imprensa de Pernambuco