quinta-feira, junho 16, 2022

#JustiçaParaDomEBruno

 

O indigenista pernambucano Bruno Pereira (1980-2022) e o jornalista britânico Dom Phillips (1965-2022) foram mortos no Vale do Javari, na Floresta Amazônica de forma brutal, chocando o Brasil e o Mundo. Pereira era um grande defensor da causa indígena e Phillips estava escrevendo um livro chamado Como Salvar a Amazônia. Eles desapareceram no dia 05 de junho e desde então, houve uma mobilização para procurá-los. Grupos de indígenas fizeram a diferença nas buscas. Amigos dos dois fizeram uma Vakinha e vamos reproduzir o texto abaixo.


O corajoso jornalista Dom Phillips e o respeitado indigenista Bruno Pereira desapareceram enquanto faziam um trabalho importante e perigoso na Amazônia. Enquanto convivem com essa angústia, suas famílias precisam de nossa ajuda urgentemente.

Dom estava em viagem para uma reportagem que fará parte de um livro chamado “Como Salvar a Amazônia”. Ele visitava um lugar particularmente inseguro do Vale do Javari quando sumiu. Ele estava viajando com o Bruno, que trabalha com indígenas dedicados a proteger suas terras de invasores criminosos na ausência do governo brasileiro.

Bruno tem dedicado sua vida à defesa dos direitos dos indígenas brasileiros. Ele é reverenciado nacionalmente como um lutador incansável e, há anos, é ameaçado pelo trabalho que ama. Ele é marido de Beatriz de Almeida Matos e pai de três lindos filhos de 2, 3 e 16 anos de idade.

Dom e sua esposa brasileira Alessandra Sampaio fizeram enormes sacrifícios para tornar possível este projeto de livro. Alê desistiu de seu emprego trabalhando com mulheres refugiadas para se mudar do Rio para Salvador para reduzir os custos do casal. Dom sempre foi um freelancer precarizado e abriu mão da renda que recebia escrevendo reportagens para jornais em janeiro de 2021 para se concentrar inteiramente no livro. O dinheiro está apertado e o casal está contando com a entrega de um novo rascunho do livro para receber seu próximo pagamento – agora não está claro quando isso será possível.

Dom e Bruno amam o Brasil e colocam suas vidas em risco há anos para torná-lo um lugar melhor, mais justo e mais sustentável para todos. A essa altura já não faz sentido distinguir nacionalidades. Estamos falando de dois heróis brasileiros, comprometidos com as nossas lutas mais urgentes. São pessoas que lutam para impedir que os madeireiros ilegais, garimpeiros e gângsteres instalados na região a destruam irreparavelmente para as gerações futuras.

Dom, Bruno, Alê, Beatriz e seus filhos precisam de nossa ajuda não apenas para pagar as contas diárias e os novos custos que surgirão por causa desse episódio, mas também para continuar a busca por seus entes queridos. Mesmo a menor doação é valiosa para mostrar que Dom e Bruno não estão sozinhos, não agiram em vão. Estamos unidos com eles!

Obrigada!

Forte abraço,

Amigos do Dom e Bruno

Obs. Todos os recursos arrecadados serão divididos igualmente entre as famílias. Como a situação e as necessidades podem mudar drasticamente, preferimos deixar que eles decidam a melhor maneira de usá-lo.

Nota do Blog: A charge que ilustra este texto é de lran Jr. Eu gostaria de dizer que em meio ao choque e à tristeza, gostaria de dizer duas coisas: 1) O legado deles é para sempre; 2) Orgulho tenho de ser colega do Dom Phillips e conterrânea do Bruno Pereira.

sexta-feira, junho 03, 2022

Vacinação contra covid e influenza

Até o próximo sábado (04/06), a Ferreira Costa da Tamarineira terá um ponto de vacinação contra a COVID-19 e gripe, em parceria com a Secretaria de Saúde.

O mutirão de vacinação contra a Covid-19 e gripe está sendo realizado das 08h às 16h, na Ferreira Costa da Tamarineira, localizada na Rua Cônego Barata, 275.

Para se vacinar, basta comparecer ao local com cópia do CPF ou Cartão do SUS e o cartão de vacinação.

Para quem irá se vacinar contra o coronavírus, no local será disponibilizada a primeira, segunda e terceira doses (primeira e segunda doses para crianças a partir de 05 anos; e a terceira dose para adolescentes a partir de 12 anos).

Ja contra a gripe, estão aptos a se imitar apenas: gestante, puérperas, professores da rede pública ou privada, pessoas com comorbidades ou deficiências permanentes, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, trabalhadores portuários, profissionais das forças de segurança, salvamento e das forças armadas, funcionários do sistema prisional, idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde e crianças entre 6 meses e 5 anos.

O objetivo é oferecer mais um ponto de vacinação para ajudar a população a completar o esquema vacinal e se prevenir das influenzas, nesse momento mais frio, quando as doenças por vias respiratórias atingem a população pernambucana. 

quinta-feira, junho 02, 2022

Mercado de beleza com propósito cresce acima da média de 10%

Quando pesquisadas as palavras chaves “mercado de cosméticos naturais”, encontram-se mais de 10 mil resultados, incluindo as mais variadas marcas. O movimento #useorganico está cada vez mais em crescimento no país em virtude de uma mudança de atitude do público preocupado com o consumo consciente e a procura por produtos de beleza sustentáveis. Para muitos, pode ser apenas um movimento de beleza militante, porém, este nicho cresceu exponencialmente na pandemia entre o público e o empresariado brasileiro que apostou no investimento e/ou na expansão de negócios “clean beauty”. Os números das empresas do segmento desta chamada “beleza limpa”, conforme tradução em inglês, está na esteira dos produtos de cuidados com a saúde, consciência do meio-ambiente e a redução de ingredientes “ruins” na rotina pessoal. “Uma das grandes características é o fato de não terem produtos que alteram a estrutura do fio como as químicas e que sempre prezam pela beleza do cabelo natural. Sendo assim, não utilizam nenhuma matéria prima que faz algum tipo de ‘efeito’ que não seja natural, para proporcionar assim produtos com benefícios reais que acontecem de dentro para fora dos fios”, enfatiza a empresária Ana Rita Lube Kelher, criadora da marca Apse Cosmetics, uma fábrica de cosméticos em Vitória do Espírito Santo, que leva a sério esse conceito dentro do mercado.

E isso não é à toa, pois um levantamento feito pela Nielsen em 2021 mostra que os produtos considerados limpos, que é uma das cinco tendências mais forte no mercado de beleza, movimentaram US$ 406 milhões nos Estados Unidos e registra crescimento de 8,1%. Não existem dados de quanto essa indústria movimenta no Brasil atualmente, contudo, é presumível que vem crescendo progressivamente a busca por linhas que rejeitam elementos sintéticos (como parabenos, sulfatos, ftalatos, corantes e fragrâncias artificiais e +600 outros ingredientes) e que os substituem por ingredientes naturais, veganos e orgânicos, extraídos de forma sustentável da natureza. “Cosméticos veganos e liberados para low e no poo eram de difícil acesso há 10 anos, mas agora é um produto acessível para todos os tipos de cabelos de um público que vem abraçando cada vez mais matérias primas veganas, levando a aumentar também a comercializando para salões de beleza e algumas lojas de cosméticos, uma vez que não existe nenhuma dificuldade em relação a encontrar fornecedores”, diz Ana Rita, que empreendeu com a marca em 2017 e vem trazendo há pelo menos três anos sua Apse para o Nordeste, durante a Feira da Beleza do Nordeste.

Confiante na nessa perspectiva, que vem inclusive aproximando empresas nacionais e internacionais aos cosméticos sustentáveis como a Alfaparf (com a marca Yellow Professional), a Apse Cosmetics aposta no próximo sábado (dia 04) na 12ª Hairnor, no Centro de Convenções de Pernambuco. “Para nós da Apse Cosméticos, o mercado já mudou muito e existem muitos fornecedores. Por isso, atendemos hoje todo o Brasil e conseguimos crescer nos últimos dois anos mais de 200%, mesmo durante a pandemia. E, por isso, estamos apostando nesta 12ª Hairnor em um estande que terá bem a cara da linha da marca, sempre remetendo ao natural, ou ao vegano. E nele haverá muitas promoções tanto para os salões de beleza como aos clientes finais”, comenta. Durante três dias, a Feira da Beleza do Nordeste congregará diversas atividades de conteúdo e reunirá grandes marcas nacionais e de respaldo internacional a expoentes do setor da beleza, incluindo muitas que já incluíram em seu portfólio linhas e produtos “cruelty free” e “clean beauty” como a Yellow Alfaparf Brasil, a Let Me Be (SP), a MyPhios Professional (PE) e Tyrrel Professional (RJ), por exemplo.

Tudo será realizado de forma a proporcionar expansão de conhecimento, desenvolver ações especiais e apresentar para profissionais de toda região lançamentos e novidades de toda uma cadeia produtiva de um setor, que registrou alta de 21,9% em 2021, de acordo com a Associação Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosmética. “Esta é uma ótima oportunidade para profissionais, e isso também reforça os investimentos de empresas de peso, que estão apostando na região com foco na expansão de negócios, acreditando nos profissionais que já estão ou nas muitas pessoas que almejam atuar no mercado de beleza e estética. Isso reforça assim o posicionamento do setor e do Nordeste neste cenário”, diz a empresária Bruna Miranda, que dirige a Hairnor – Feira da Beleza.

A décima segunda edição, que começa sábado e encerra na segunda, dia 06 de junho, chega com um mix assertivo de possibilidades para os profissionais, empresários e visitantes com boas perspectivas para toda a cadeia produtiva da beleza, que contempla quem atua como barbeiros, cabeleireiros, esteticistas e manicures. “A nossa expectativa é superar o volume de negócios da última edição que ficou na casa dos R$ 25 milhões e contribuir para a geração de 4500 empregos diretos e indiretos”, frisa Bruna. Serão cerca de 300 expositores para atender um volume de quase 25 mil pessoas e proporcionar oportunidades para cerca de 150 caravanas de diversas cidades de Pernambuco e estados como Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Bahia e até Maranhão e Piauí.

Articuladas com apoio de parceiros como o Sebrae-PE, esses profissionais poderão conferir a variedade de lançamentos e a ampla programação de atividades de orientação proporcionada pelas marcas. “O Sebrae está participando da Hairnor subsidiando 60 expositores durante três dias de feira na área de beleza e estética e também na área de máquinas e equipamentos para esse setor da beleza, que cresce a cada ano. Alem disso, vamos estar com 10 caravanas vindas do interior do estado, distribuídos desde Caruaru, Garanhuns, Serra Talhada, Araripina, Petrolina e Zona da Mata, fazendo com que o estado de Pernambuco esteja participando com muita força dessa feira da beleza, que é a maior do Norte e Nordeste”, comenta a analista do Sebrae-PE Romárcia Lima, Analista de negócios da Cadeia de Valor Saúde, Beleza e Bem Estar.

As movimentações já estão nos últimos detalhes e, para acompanhar as novidades, os interessados podem acessar o site da Hairnor https://hairnor.com.br/ e acompanhar o Instagram (https://www.instagram.com/hairnor/ ou @hairnor). Informações também pelo telefone (81) 3467-6572. Porém, não só de beleza será a marca desta décima segunda edição da Feira, pois, diante das recentes enchentes que colocaram Pernambuco em estado de emergência na última semana, a diretora da Hairnor está mobilizando uma campanha de arrecadação para as vítimas. “Estaremos recebendo durante os três dias doações e a organização vai providenciar caminhões para realizar a entrega nos postos de arrecadação da prefeitura, de acordo com acertos futuros para organizar os locais”, destaca Miranda, que espera uma contribuição em massa.

Com lnformações da Jornalista lvelise Buarque