Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

quarta-feira, dezembro 16, 2020

Hospital Miguel Arraes completa 11 anos

 

Nada de corte de bolo e celebrações entre os colaboradores. Os 11 anos do Hospital Metropolitano Norte Miguel Arraes (HMA), em Paulista, neste 15 de dezembro, foram lembrados sem aglomerações devido às orientações sanitárias geradas pela pandemia do novo coronavírus. Mesmo sem integrar a rede referencial de atendimento a pacientes com a doença, o HMA se solidariza com os profissionais de saúde que estão na linha de frente e com os pacientes acometidos pela covid-19, e se mantém com o compromisso firmado há 11 anos, de garantir a qualidade no atendimento e a segurança do paciente, com dedicação e profissionalismo. 

Neste ano atípico, o HMA registrou queda no número de atendimentos, principalmente nos meses de abril, maio e junho, em relação a janeiro. Nesses três meses, em particular, nos setores de Emergência e Ambulatório, os índices de queda variaram de 27,77% a 60,23%. Os números se justificam pelas medidas de segurança adotadas frente ao combate à covid-19, dentre elas o isolamento social, que fez parte da população permanecer em casa. 

“O ano de 2020 trouxe um grande desafio para a Saúde. Uma crise sanitária que demandou de gestores e trabalhadores da saúde uma prestação de serviços de enorme responsabilidade e valor social. Foi necessário reprogramar ações, implantar novos protocolos assistenciais, adaptar comportamentos e habilidades, disponibilizando ferramentas de tecnologia e insumos para o atendimento. Mesmo assim, conseguimos manter uma assistência de qualidade e atender às necessidades de saúde da população dos municípios de referência”, explicou Adelaide Caldas, diretora geral do HMA. A gestora ainda destacou o protagonismo dos profissionais da unidade, que “mesmo diante do desconhecido, vestiram a camisa e se lançaram ao novo desafio com muita coragem e determinação”. 

O Hospital Miguel Arraes conta hoje com 1.048 colaboradores e funciona com 180 leitos, sendo 29 de UTI, 29 de cirurgia geral, 30 de clínica médica, 58 de ortopedia e 34 de observação, na Emergência. É administrado pela Fundação Professor Martiniano Fernandes (FPMF) como Organização Social de Saúde (OSS) e primeiro hospital construído em Pernambuco depois de 40 anos, sendo referência em Ortopedia, Traumatologia e Clínica Médica. Nesses 11 anos de existência, o HMA já realizou mais de 796 mil atendimentos, beneficiando moradores de 11 municípios da Região Metropolitana Norte do Recife: Olinda, Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Itamaracá, Goiana, Itapissuma, Itaquitinga, Araçoiaba, Condado e Itambé. 

Com informações da jornalista lana Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário