segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Estudo de cientistas brasileiros analisa possibilidade que quem pegou dengue pode estar imune à COVID-19

 

Um estudo liderado pelo neurocientista Miguel Nicolelis mostra uma correlação entre as duas viroses. A pesquisa ainda está muito no começo, mas já mostra que, em lugares onde houve muitos casos de dengue demoraram mais tempo para ter transmissão comunitária do novo coronavírus.

Embora a pesquisa ainda esteja em fase inicial, o estudo indica uma possibilidade de que vacinas que estão sendo pesquisadas contra a dengue também sirvam para proteger contra a COVD-19. "Isso indica que existe uma interação imunológica entre os dois vírus que ninguém poderia esperar, porque os dois vírus são de famílias completamente diferentes", afirmou o cientista à Agência Reuters

O estudo pode ser conferido aqui, em inglês e, além de Nicolelis, tem a participação do Prof. Rafael Raimundo (UFPB), Prof.Pedro Peixoto (USP) e a pesquisadora Cecilia Siliansky de Andreazzi (Fiocruz)


Nenhum comentário:

Postar um comentário