domingo, 13 de setembro de 2020

Período de retomada pós-pandemia exige decisões acertadas das empresas

A crise causada pela pandemia do novo coronavírus afetou, de modo expressivo, a rotina das empresas e a capacidade produtiva das indústrias. Neste momento de retomada, o desafio do setor empresarial é conseguir combinar a redução de custos com o aumento da produtividade, garantindo mais eficiência e melhorando os resultados. Parece impossível, mas não é – basta que o empresário saiba identificar os gargalos que existem na sua empresa e quais as melhores formas de contorná-los. Mudanças na disposição do mobiliário e do maquinário, identificação de desperdícios e o uso mais consciente de energia elétrica, por exemplo, são formas de atingir esses objetivos sem o aporte de grandes investimentos.

Para o coordenador de Consultorias do SENAI Pernambuco, Fábio Luna, a melhor forma de superar momentos de crise é tomando decisões acertadas. Ao investir em uma consultoria, por exemplo, o empresário terá o diagnóstico preciso da situação de sua empresa e uma solução personalizada para o seu cenário. “Parece o momento de diminuir os custos de todas as formas, mas a verdade é que essa é uma boa hora para conversar com especialistas que podem ajudar a identificar oportunidades e formas de ultrapassar a crise”, explica o coordenador de Consultorias do SENAI Pernambuco, Fábio Luna.

Cada problema pode ser resolvido com consultorias específicas. Um empresário do setor de Vestuário, por exemplo, pode encontrar apoio para a construção de uma coleção. Já um empresário do setor de Alimentos pode melhorar seus serviços com o desenvolvimento de uma tabela nutricional e a determinação do tempo de prateleira para atingir novos mercados. E todos eles podem diminuir seus custos com a adoção de práticas de eficiência energética ou aumentar seus lucros com o cálculo correto do preço de custo dos seus produtos.

Segundo Luna, o tipo de consultoria deve ser escolhido a partir do momento que a empresa está vivenciando. “Sempre há um ponto de melhoria. Muitas vezes, os empresários e funcionários que trabalham nas fábricas não veem problemas que estão claros. Quando trazemos um profissional de fora, capacitado, eles conseguem enxergar coisas simples e que nem precisam de investimentos de alto custo. Quase sempre conseguimos melhorar a produtividade com soluções de baixo custo e alto impacto”, reforça Luna.

Imprensa FIEPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário