quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Cursos pós-técnicos são opção para quem já está no mercado

 

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, ter um diferencial no currículo pode fazer a diferença na hora de conquistar uma vaga. Essa verdade também é válida para os profissionais de nível técnico, que atuam para manter o setor de serviços essenciais e toda a economia em movimento. Para que esses profissionais que já estão no mercado de trabalho possam se manter atualizados, os cursos de especialização técnica são uma opção viável e assertiva, visto que promovem maior qualificação e estão diretamente relacionados às novidades tecnológicas e às necessidades do setor produtivo.

Em Pernambuco, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-PE) é a primeira instituição a oferecer essa modalidade de ensino, que visa aprofundar, também de forma prática, os conhecimentos adquiridos durante a formação técnica. “O pós-técnico está para o técnico assim como a pós-graduação está para a graduação. O curso técnico apresenta ao aluno várias áreas de conhecimento distintas e o pós-técnico vem para que ele possa se aprofundar e complementar esse conhecimento”, explica a diretora de Educação do SENAI-PE, Carla Abigail.

Para a diretora, além de serem opções para quem está no mercado de trabalho e está em busca de atualização, esses cursos também são direcionados para quem está começando a carreira. O pré-requisito, no entanto, como o próprio nome diz, é a habilitação técnica do profissional. E isso tem uma explicação: assim como a formação técnica, o pós-técnico é muito focado no saber fazer. “Esse tipo de especialização exige que o profissional tenha uma formação de base que também seja prática. Assim, ele conseguirá acompanhar as aulas e se aprofundar”, reforça Carla Abigail.

Neste primeiro momento, o SENAI-PE está com oferecendo quatro cursos pós-técnicos: Administração de Banco de Dados; Eficiência Energética na Indústria; Eficiência Energética em Edificações; e Manutenção de Equipamentos Biomédicos. “Estes cursos pós-técnicos foram pensados a partir das necessidades atuais do mercado no quesito mão de obra especializada. Todos os nossos cursos estão alinhados às inovações tecnológicas e aos conceitos da indústria 4.0”, acrescenta a diretora. 

Com duração entre 250h e 310h, os cursos serão oferecidos na modalidade híbrida, com encontros presenciais quinzenais. Para se matricular, é preciso ter formação técnica anterior em áreas específicas afins à especialização, em instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), que deverá ser comprovada pela apresentação do diploma. Outras informações podem ser obtidas no site www.pe.senai.br


Imprensa FIEPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário