quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Subnotificação esconde Covid-19 na TI Yanomami

A Rede Pró-Yanomami e Ye’kwana (YY) denuncia a subnotificação de mortos e contaminados pela Covid-19. A Rede, nossa parceira, afirma que a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) não está contabilizando todos os casos comprovados ou suspeitos da doença. A falta de testes rápidos na região reafirma a subnotificação. Saiba mais aqui.

O alerta da Rede é grave: “Há casos confirmados de contaminação em área em 13 das 37 regiões da Terra Indígena Yanomami. Nessas aldeias, o isolamento social entre os moradores é impraticável, consequentemente, é possível que cerca de 10.800 Yanomami e Ye’kwana já estejam expostos ao novo coronavírus, em um universo de cerca de 27 mil pessoas - mais de um terço da população total”. 

A Rede Pró-YY é formada por pesquisadores que lutam pela garantia dos direitos territoriais, culturais e políticos desses povos. A organização, que denuncia uma política deliberada de subnotificação dos óbitos pela doença, afirma que já são 17 indígenas mortos pela Covid-19.

Entre os casos não contabilizados pela Sesai,o mais recente é o de um recém-nascido Yanomami O bebê, que tinha cinco meses e vivia em uma aldeia na região do Marauiá (AM), também estava com malária. Muitos estão com sintomas nessa região,mas não há testes suficientes. Essa morte, que ocorreu em 18 de agosto, não entrou nas estatísticas oficiais da Sesai, apesar do resultado positivo para Covid-19 informa a Rede.

A Rede Pró-YY alerta que falta de registros cria uma equivocada impressão de baixa letalidade da doença. Esse levantamento independente, evidencia uma taxa de letalidade menos inverossímil (2,58%), pouco inferior à do Brasil (3,1%). Ressalta ainda que das 17 mortes, oito são óbitos confirmados e nove suspeitos (sem investigação oficial).



Juntos em resistência,


Fórum de Lideranças Yanomami e Ye'kwana

Hutukara Associação Yanomami (HAY)

Associação Wanasseduume Ye'kwana (SEDUUME)

Associação das Mulheres Yanomami Kumirayoma (AMYK)

Texoli Associação Ninam do Estado de Roraima (TANER)

Associação Yanomami do Rio Cauaburis e Afluentes (AYRCA)







Nenhum comentário:

Postar um comentário