quarta-feira, abril 13, 2022

Jovens e profissionais do projeto Novas Oportunidades debatem questões de gênero

 

Jovens do projeto Novas Oportunidades participaram, nesta quarta-feira (13), de uma roda de diálogo sobre questões de gênero. O objetivo foi explicar conceitos sobre esse tema à luz da justiça social e do enfrentamento ao preconceito e às violações de direitos. Equipes do projeto também participaram da ação, que foi promovida pela Gerência-Geral do Sistema Socioeducativo da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) de Pernambuco, responsável pela execução do Novas Oportunidades, em parceria com a Coordenadoria Estadual de Políticas para a População LGBTQIA+, ligada à mesma secretaria.

Os jovens participantes, que já cumpriram medidas socioeducativas, puderam falar sobre situações de preconceito vivenciadas ou praticadas por eles, refletindo sobre diferenças atribuídas socialmente aos gêneros feminino e masculino no intuito de entender desigualdades que se manifestam em violências, abismos salariais e em posições de liderança. “Passamos pela era do fogo, da indústria e estamos na era do empoderamento. E esse processo se dá muito pela comunicação, para ampliar a representatividade e enfrentar a violência”, disse a coordenadora de Políticas para a População LGBTQIA+, Poliny Aguiar, palestrante do evento.

Para a gerente-geral do Sistema Socioeducativo da SDSCJ, Suelly Cysneiros, o debate de questões de gênero é necessário por incidir sobre temas que dialogam diretamente com a forma como a sociedade está organizada, considerando valores, desejos e comportamentos acerca da sexualidade. “O debate contribui para alargar o conhecimento sobre a questão, na perspectiva de refletir, junto aos profissionais e jovens, crenças e valores culturalmente adquiridos e, assim, reduzir o preconceito, a discriminação e a desigualdade social no viés de assegurar direitos para uma convivência mais humana, sadia e igualitária”, declarou.

lmprensa SDSCJ PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário