sábado, dezembro 12, 2020

SJDH dá dicas para que pessoas idosas não sofram abusos financeiros e alerta familiares

 

Próximo ao dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos, 10 de dezembro, e com o objetivo de reafirmar os direitos da população idosa, que a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) reforça a importância em denunciar violações contra este público. De acordo com a SJDH, centenas de denúncias de violências financeiras são recebidas pelo Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa (CIAPPI) e de sua ouvidoria. De março a novembro deste ano, período pandêmico, foram quantificados, pela secretaria, 238 casos deste tipo causados no ambiente intrafamiliar, pela própria família, e extrafamiliar, por instituições financeiras, lojas de departamentos ou de forma virtual, por golpistas.

Em razão dos números, o CIAPPI dá dicas para as pessoas idosas para que não caiam nesses tipos de golpes. Em casos extrafamiliares: não passar o CPF por telefone; não entregar cartões de benefício ou de crédito a qualquer pessoa; em caso de dúvidas, dirigir-se diretamente ao banco, de preferência com um familiar de confiança; não clicar em links enviados por mensagens no celular ou em algum aplicativo de bate-papo; em lojas de departamento, ter cuidado com propostas de vendedores para fazer cartões ou empréstimos; não assinar nenhum documento sem ler todo o conteúdo.

Já em situações de violência financeira intrafamiliar, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, reforça que “neste tipo de violência, os parentes devem estar atentos ao cuidado com o idoso, tendo em vista que o dinheiro é da pessoa idosa e para a pessoa idosa. Devendo ser destinados à compra de alimentos, medicamentos e materiais de higiene, entre outros itens. E ao primeiro sinal deste tipo de violência o familiar, é fundamental denunciar e retirar o idoso ou a idosa desse ambiente violador”.

Denúncias de violações contra idosos e idosas podem ser feitas de forma anônima, com todo o sigilo resguardado, pelo telefone (81) 3182-7649 ou pelo e-mail ciappi2016@gmail.com, no horário das 9h às 16h.

lmprensa SEDH PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário