Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

WTF? Translate here!

quarta-feira, junho 09, 2021

Reflexões sobre o mês do Orgulho LGBTQIA+ pautam as lives do projeto Afetos (@casanaturamusical) em junho

 

O Mês do Orgulho LGBTQIA+ inspira uma série de lives do projeto Afetos, da Casa Natura Musical (@casanaturamusical), cujo tema do mês é O Futuro é Coletivo. Os artistas convidados para essas edições propõem diálogos que apontam para um futuro coletivo de amor, dignidade e afeto para as existências LGBTQIA+, vidas pretas e meio-ambiente - esse último representado pela edição do Afetos que teve participação de Lenine e dos coordenadores do Projeto Tamar, Guy Marcovaldi e Neca Marcovaldi (disponível no IGTV da @casanaturamusical). As conversas acontecem às quintas, 19h, e trazem para as telas um bate-papo de camarim íntimo e acolhedor compartilhado com o público.

Os bate-papos também pretendem trazer aos espectadores aprendizados a partir da potência dos movimentos negro e LGBTQIA+ e seus modelos de organização em quilombos urbanos e digitais de resistência. A ideia é gerar reflexão sobre a importância da troca de conhecimentos, da criação de redes de contato e desenvolvimento de soluções em comunidade.

Na temática eleita pela Casa para pautar a produção de conteúdo do mês - O Futuro é Coletivo - a ideia é discutir como podemos garantir que estamos indo para um caminho de igualdade e prosperidade coletiva, além de fomentar o debate sobre como as ações coletivas podem ser uma alternativa para o futuro.

A coletividade assume, nessa perspectiva, a importância de superar o imaginário da busca do indivíduo pelo "sonho americano". Fatores sociais como a crise ambiental e democrática, além do aceleramento das transformações sociais causadas pelos avanços da tecnologia nas últimas décadas exigem que não pensemos no futuro por um prisma de desenvolvimento individual, mas sim de agrupamentos solidários.

As edições anteriores de Afetos podem ser assistidas pelo IGTV da Casa Natura Musical e no seu canal do Youtube – rede em que também estão disponíveis vídeos com outros projetos criados pelo equipamento cultural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário