Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

terça-feira, agosto 03, 2021

TIM muda escritório de Pernambuco e adapta ao sistema híbrido de trabalho

 

Imagine um escritório sem posições fixas, baias ou gavetas, onde todos têm liberdade para escolher seus lugares. Quem chega, organiza os pertences em um armário e, com seu laptop, pode trabalhar até mesmo na cafeteria do escritório. Os espaços colaborativos têm destaque: é lá que as pessoas podem trocar ideias quando estiverem trabalhando presencialmente, já que o home office também permaneceu na rotina. É o que está acontecendo na TIM. A operadora transformou o momento de prédios vazios na pandemia em uma oportunidade de adaptar suas instalações para o que enxerga como o futuro do trabalho no mundo corporativo.

“A remotizaçao de diversas atividades habilitada pela digitalização não exclui a necessidade de se desenvolver parte do trabalho presencialmente: as duas modalidades se complementam. O que precisa evoluir é forma de se pensar os espaços, que terão de ser estruturados para estimular a integração entre as pessoas e a troca de ideias. Esse será o papel do escritório no futuro”, explica Maria Antonietta Russo, VP de Recursos Humanos da TIM.

Chamado de Renova TIM, o projeto foi criado antes da pandemia, ainda em 2019, mas está se adaptando ao que a companhia avalia para a retomada do trabalho presencial de forma ampla. Os escritórios foram ou estão sendo repaginados para propiciar um ambiente corporativo mais acolhedor, valorizando características como áreas de convivência. São destaques também os espaços pensados para facilitar a dinâmica de interação com quem está à distância: há mais salas de reunião, novos equipamentos de videoconferência e cabines especiais para ligações, chamadas de “phone booth”.

A sede da companhia, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, já havia sido remodelada em 2016 e serviu como ponto de partida para os demais projetos. Em Pernambuco, a sede muda de endereço, saindo de Jaboatão dos Guararapes para a Zona Sul do Recife, próximo ao Shopping Recife. O novo prédio tem 850 m² de área e capacidade para 114 postos de trabalho. Segue todos os protocolos de segurança e saúde e é totalmente acessível. Os escritórios de São Paulo, Campinas, Curitiba e Salvador também já estão prontos. E a companhia avalia mudanças em outros prédios ainda em 2021.

Os novos ambientes foram desenvolvidos com uma infraestrutura mais eficiente e sustentável. Há sensores para identificar necessidades de iluminação e refrigeração, por exemplo. Segundo Bruno Gentil, Chief Business Support Officer da TIM, a ideia é garantir o uso racional dos recursos naturais, como energia, e atuar em linha com as premissas ESG (ambiental, social e de governança), que são prioridade na empresa. “A redução de custos é importante, sem dúvida. Em facilities, podemos chegar a uma queda de 60%. Mas enxergamos além. Queremos incentivar a adoção de tecnologias de baixo impacto ambiental por mais empresas e também estimular novos hábitos nos nossos colaboradores, para que levem para suas casas o que praticam no escritório”, conta o executivo.

Apesar das reformas e mudanças de endereço, a TIM ainda não tem uma previsão de reunir todos os seus colaboradores nos escritórios novamente, mesmo em um modelo híbrido. São cerca de 7,5 mil funcionários que atuam nesses espaços e, atualmente, a maior parte permanece em home office, por conta das medidas de saúde no enfrentamento da pandemia. “Estamos constantemente avaliando a experiência do nosso time com o trabalho remoto e, com base nas últimas pesquisas, oferecemos a possibilidade de retomada das atividades presenciais em alguns escritórios. Temos outro estudo em andamento agora. Só abriremos para todos quando for realmente seguro”, ressalta Maria Antonietta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário