quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Cuidado com os "Puxadinhos"

A construção ou a reforma de uma casa pode significar o sonho da vida de muitas pessoas. Com o crescimento desordenado dos centros urbanos, não é raro encontrar obras repletas de irregularidades, representando um grande risco para a população. Para comprovar que elas são mais comuns do que se imagina, a Celpe, empresa da Neoenergia, selecionou alguns exemplos que demonstram altos riscos de acidentes elétricos graves. O popular puxadinho na laje se torna ainda mais perigoso quando não há uma distância segura da rede elétrica. Em todo o país, essa é uma das principais causas de acidentes envolvendo a rede elétrica e motivo de preocupação para as distribuidoras de energia.

O gerente de Saúde e Segurança da Neoenergia, Harley Albuquerque, dá o recado: “Os casos mostram situações reais que, infelizmente, ainda são muito comuns por conta do crescimento desordenado das cidades. Os registros foram feitos pelos nossos colaboradores em campo, responsáveis pelas inspeções e serviços de manutenção da rede de distribuição. Eles lidam, todos os dias, com situações de intervenções indevidas na rede de energia elétrica, a maioria construções irregulares São casos mais frequentes do que se pensa, por isso, há um trabalho constante em alertar a população sobre os riscos de acidentes que essas atitudes causam, levamos informação e aumentamos o nível de conscientização para prevenção”.

Então, preste atenção nas orientações da Celpe, pois quem avisa, amigo é!

Fio perto demais!

Os moradores dessa casa não estão nada seguros com a rede de energia tão perto! O perigo é visível e é dos grandes!

Quais os riscos?

Risco altíssimo de choque elétrico, certo? Mas o problema não se resume somente a isso. Com acesso tão fácil e próximo aos fios energizados, acidentes podem ocorrer, inclusive levando a vítimas fatais.

O especialista de Saúde e Segurança da Neoenergia, Valfrido de Holanda, explica: “Para se levar um choque com a rede elétrica acima, não necessariamente o cabo precisa ser tocado, basta apenas se aproximar dele. A descarga elétrica nesta situação ocorreria por indução elétrica e também provoca danos desastrosos ao corpo humano, inclusive fatalidade”.

É melhor ficar fora dessa, hein!

O que a Celpe recomenda?

Qualquer construção ou reforma civil deve ter, no mínimo, 2,5 metros de distância dos fios do poste. Essa é a orientação básica e segura para seguir antes de iniciar qualquer obra. Estas distâncias devem ser observadas, principalmente, por profissionais como pedreiros e pintores. Eles não podem se aproximar da rede, de forma alguma, pelo alto risco de acidente de origem elétrica.

Viu alguma situação assim na sua rua? Lembre-se que o risco não é apenas para os moradores, como também para todo mundo que mora perto. Então, fique atento!




Imprensa Celpe

Nenhum comentário:

Postar um comentário