sábado, 11 de abril de 2020

Procon-PE notifica agências bancárias para coibir aglomerações

Devido a diversas denúncias de filas e aglomerações em frente às agências bancárias no Recife e Região Metropolitana, o Procon-PE está realizando diversas fiscalizações para verificar se estão sendo tomadas as medidas recomendadas pelas autoridades de saúde para evitar a disseminação do novo coronavírus. Na manhã desta terça-feira (07.04), todas as agências do bairro de Casa Amarela foram vistoriadas.

O órgão de defesa do consumidor foi verificar se havia marcação no chão nas áreas internas e externas, obedecendo ao distanciamento de no mínimo um metro entre as pessoas; se havia um funcionário orientando os consumidores para utilizar outros meios para ter acesso ao banco, a exemplo de aplicativos e telefones; e se há distribuição de fichas na entrada do estabelecimento, para evitar aglomerações nas agências.

Na ocasião, foi constatado que as agências estão se preocupando em proteger consumidores e funcionários apenas nas áreas internas dos estabelecimentos. “As medidas que estão sendo adotadas não estão sendo suficientes para evitar as aglomerações. As pessoas que estão nas ruas são clientes dos bancos e não estão na rua porque querem. Elas merecem ser tratadas com respeito e cuidado. Disso, o Governo de Pernambuco não vai abrir mão”, alerta o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

As agências da Caixa Econômica Federal, Itaú, Banco do Brasil, Bradesco e Santader foram notificadas e terão o prazo de 24 horas para se adequar ao que não está sendo cumprido e relatar o que já vem sendo feito. Com o descumprimento, as instituições financeiras ficam sujeitas a multas que podem variar de R$ 1.050 a R$ 9 milhões. As fiscalizações terão continuidade no decorrer da semana.

Imprensa Procon PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário