sábado, 11 de abril de 2020

Procon-PE lidera ranking de atendimentos no Norte e Nordeste

Mais de 80 mil pessoas foram atendidas pelo Procon-PE, em 2019, e mais de 14 mil só este ano. De acordo com dados do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor, plataforma da Secretaria Nacional do Consumidor, o órgão atendeu 68.134 pessoas só no ano passado. Os números chegam a 80.732, quando acrescentados os atendimentos realizados nos onze mutirões realizados durante todo o ano nas cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR) e interior do estado.

A segunda colocação fica com o Procon Estadual da Bahia, o estado mais populoso do N/NE com mais de 14 milhões de habitantes, que computou 61.834 procedimento em 2019 e 12.507 em 2020. Os terceiros no ranking são Ceará, que recebeu 31.681 queixas no ano passado, e Tocantins, respectivamente, com 10.212 processos abertos este ano. Em Pernambuco, a empresa mais reclamada em 2019 foi a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), com 609 queixas, seguida pela Motorola, com 417, e pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que acumulou 323 reclamações.

Secretário de Justiça e Direitos Humanos, pasta responsável pelo órgão de defesa do consumidor, Pedro Eurico explica que o Governo de Pernambuco, por meio do Procon, vem atuando com afinco para fortalecer as garantias de direitos da população. “Os impactos são perceptíveis na conduta dos consumidores, que estão mudando visivelmente o comportamento e exigindo cada vez com mais firmeza o cumprimento do Código de Defesa do Consumidor” detalha. Ainda segundo o gestor, esses reflexos se dão também por parte dos fornecedores, “que têm prestado os serviços mais atentamente, seja por espontânea vontade ou pela força de atuação e fiscalização do órgão”.

Além dos atendimentos presenciais, o órgão também registra denúncias por meio do call center e realiza análises de contratos, atualização do índice de reajuste de aluguel e correção de valores voltados prioritariamente para questões consumeristas, a exemplo de revisional de taxas de juros de financiamentos de automóveis e empréstimos consignados, entre outros casos. Quando encaminhados pela Defensoria Pública, Ministério Público ou Tribunal de Justiça de Pernambuco, o consumidor também pode ter acesso a cálculos de pensão alimentícia.

Atendimentos continuam na quarentena

Em razão da pandemia de coronavírus, os atendimentos presenciais na unidade sede e demais unidades conveniadas ficaram restritos apenas em casos emergenciais. A medida visa resguardar os consumidores, que são na grande maioria pessoas idosas, e servidores. Entretanto, o órgão ampliou as frentes de atendimento ao público e segue registrando as queixas da população pelo call center 0800.282.1512 e pelo número de Whatsapp 3181-7000. Em todo o estado, neste período de quarentena, foram recebidas 5.068 mensagens via whatsapp e realizados 480 atendimentos presenciais no posto do Aeroporto, 809 e-mails com denúncias foram computados, além de mais de 300 notificações no Instagram do órgão (@proconpe). Pelo call center foram registradas 758 reclamações.

Imprensa Procon PE

Confira os rankings completos:
2019
 1º
PERNAMBUCO
96.307
BAHIA
79.269
CEARÁ
70.132
TOCANTINS
47.259
PARAÍBA
47.143
MARANHÃO
39.442
RONDÔNIA
31.900
PARÁ
30.281
ALAGOAS
17.083
10º
PIAUÍ
14.249
11º
RIO GRANDE DO NORTE
13.497
12º
AMAZONAS
10.627
13º
ACRE
9.547
14º
SERGIPE
6.993
15º
AMAPÁ
6.548
16º
RORAIMA
3.894

2020
PERNAMBUCO
14.145
BAHIA
12.507
TOCANTINS
10.212
MARANHÃO
8.365
RONDÔNIA
6.070
CEARÁ
5.845
PARAÍBA
5.558
PARÁ
3.855
PIAUÍ
3.662
10º
ALAGOAS
3.040
11º
ACRE
2.446
12º
AMAZONAS
1.844
13º
RIO GRANDE DO NORTE
1.651
14º
AMAPÁ
1.424
15º
SERGIPE
711
16º
RORAIMA
74

Nenhum comentário:

Postar um comentário