sábado, 11 de abril de 2020

Recife entrega terceiro hospital de campanha para pacientes com covid-19

Três dias depois de entregar mais um hospital de campanha para pacientes com covid-19 na zona norte do Recife, o prefeito Geraldo Julio anuncia a abertura de um hospital de campanha na zona sul da cidade. A partir desta quinta-feira (9), mais 38 leitos passam a funcionar na capital pernambucana para receber pessoas com suspeita ou confirmação de covid-19 e outras doenças respiratórias. A nova Unidade Provisória de Isolamento (UPI) foi aberta na Policlínica Arnaldo Marques, no Ibura, e faz parte do Plano Municipal de Contingência Covid-19. Com esse terceiro hospital de campanha entregue, a Prefeitura do Recife agora dispõe de 186 leitos abertos para enfrentamento à pandemia da covid-19.

Nos últimos dez dias, a PCR abriu, só nas UPIs das policlínicas da Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife, 121 novos leitos na Amaury Coutinho, na Campina do Barreto, Barros Lima, em Casa Amarela, e agora Arnaldo Marques, no Ibura. Além desses, estão funcionando 65 leitos no Hospital da Mulher do Recife (HMR), no Curado, sendo 31 de UTI. Para viabilizar todos esses leitos, a Prefeitura do Recife anunciou, no início deste mês, um pacote para reduzir em R$ 180 milhões as despesas com revisão de contratos de prestação de serviço, consultorias, locação de veículos, combustível, energia elétrica, materiais de consumo, além de novos aluguéis, passagens aéreas e diárias.

Em apenas duas semanas, a Sesau Recife montou uma UPI com 30 leitos de enfermaria na área do estacionamento da Policlínica Arnaldo Marques, onde também estão recepção e espaço para acolhimento dos pacientes. Na área interna da unidade, foram feitas readequações do espaço para a abertura de outros oito leitos de enfermaria, além de dois consultórios médicos.

Para abrir esse espaço dentro da policlínica, o atendimento ambulatorial foi suspenso e as salas de atendimento se transformaram em leitos de observação. Se algum paciente com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) tiver o quadro de saúde agravado e precisar ser estabilizado antes de ser transferido para uma UTI, poderá ser levado para as salas vermelhas, que possuem dois respiradores artificiais.

Além dos respiradores e 38 camas hospitalares, a UPI da Arnaldo Marques está equipada também com 30 concentradores de oxigênio, um raio-x digital, três monitores de sinais vitais, um desfibrilador cardíaco, entre outros itens. Os equipamentos médico-hospitalares são alguns dos mais de dez mil itens adquiridos pela Prefeitura do Recife para estruturação dos sete hospitais de campanha que estão sendo erguidos pela gestão municipal.

Os equipamentos médico-hospitalares se somam à compra de um milhão de itens de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) para os profissionais de saúde, anunciada pelo Prefeito Geraldo Julio, na última terça-feira (7). O quantitativo é suficiente para garantir a proteção dos profissionais da Secretaria de Saúde do Recife por um mês. Nesta semana, o prefeito também anunciou que 658 profissionais estão reforçando a rede para enfrentamento à pandemia. 

Para humanizar o ambiente da UPI da Arnaldo Marques, as paredes internas receberam aplicação de adesivos que imitam janelas, com fotos de paisagens, fruto de uma parceria da Secretaria de Saúde com o Gabinete de Imprensa da Prefeitura. A área interna também recebeu desenhos feitos pela equipe da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer (Seturel), em parceria com a Livraria Jaqueira.

As paredes externas da UPI ainda foram grafitadas pelo ilustrador Rafa Mattos, de forma voluntária. O artista gráfico parceiro da Prefeitura do Recife fez desenhos com mensagens motivacionais e homenagens aos profissionais de saúde. Esta é a primeira iniciativa do Projeto Recife que Cuida, uma ação do programa Colorindo o Recife, da Seturel, que visa humanizar os locais de tratamento dos pacientes com covid-19.

Para quem precisa de outros tipos de atendimentos de emergência, o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Arnaldo Marques continua funcionando normalmente, devidamente separado da área onde ficam os pacientes com sintomas de síndrome gripal, para evitar contaminação.

QUANDO PROCURAR ATENDIMENTO - Quem tem sintomas respiratórios leves, como tosse, espirro ou febre, inicialmente deve se cuidar em casa e acessar o site “Atende em casa - covid 19” (www.atendeemcasa.pe.gov.br), que permite uma classificação de risco do paciente e, se necessário, uma vídeochamada (teleorientação) com enfermeiros ou médicos.

Nos casos considerados moderados ou graves, como quando há febre persistente, falta de ar ou dor ao respirar, os profissionais podem recomendar que o usuário procure uma unidade de saúde. Em menos de 15 dias de uso do aplicativo, mais de 8.500 moradores do Recife já acessaram o aplicativo web e mais de duas mil receberam a orientação profissional através da vídeochamada. Desses, cerca de 600 foram encaminhados para unidades de saúde.


Imprensa Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário