Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

WTF? Translate here!

terça-feira, novembro 23, 2021

Porto Digital concorre em programa nacional

O projeto pernambucano “Juventude Code: Clube de programação para jovens em situação de vulnerabilidade social”, idealizado pelo núcleo de gestão do Porto Digital, foi classificado para votação popular do programa Educar para Transformar. O edital, realizado pelo Instituto MRV, organização sem fins lucrativos, vai selecionar as cinco iniciativas mais votadas no Brasil.

Ao todo, 12 projetos de Organizações da Sociedade Civil (OSC) dos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Santa Catarina, Ceará e Pernambuco participam dessa etapa. Além de aporte financeiro de R$ 200 mil para cada vencedor, eles receberão capacitações e acompanhamentos, que contemplam comunicação, gestão, pessoas, comercial e social. Também serão disponibilizados os conteúdos do Instituto iungo, para auxílio no desenvolvimento dos professores, além de consultorias individuais e em grupo. Os projetos serão acompanhados de perto por um líder da equipe da MRV – esse profissional dará todo o suporte no desenho do planejamento estratégico, na execução e adaptação de cada atividade.

A iniciativa do Porto Digital pretende criar um clube de programação com 30 jovens da escola técnica da instituição e que vivem em vulnerabilidade social. O objetivo é desenvolver, por meio da aprendizagem baseada em problemas, o pensamento computacional deles e estimular que mapeiem e dificuldades existentes na comunidade do Pilar, no Bairro do Recife, e consigam criar soluções. Além disso, a ideia é que esse grupo também se torne multiplicador e possa disseminar o conhecimento e estimular o engajamento da região.

Após receber mais de 270 inscrições de projetos sociais de todo o país com foco na área da educação, o Instituto MRV dá continuidade a seletiva da 8ª edição do Educar para Transformar, o chamamento público de projetos da instituição, com a votação popular. Em seu site (www.institutomrv.com.br/nossos-pilares/educar-para-transformar/), o público pode conhecer em detalhes os projetos selecionados de acordo com critérios exigidos no edital e escolher as cinco propostas que serão monitoradas e apoiadas por dois anos pelo Instituto MRV. A votação popular será realizada até o dia 16 de dezembro.

Edição - No Educar para Transformar deste ano, o Instituto vai apoiar iniciativas que impactem positivamente o ambiente escolar nos mais diversos contextos, promovendo a escola como comunidade de aprendizagem e fortalecendo as práticas pedagógicas dos professores por meio das Metodologias Ativas, que destaca o estudante como protagonista do seu próprio aprendizado. 

Por isso, os projetos selecionados propõem desenvolver suas atividades com os professores e os estudantes das redes públicas de ensino fundamental II e médio, que juntos identificarão problemas na escola ou comunidade, buscando desenvolver soluções que gerem transformações efetivas e que estimulem aprendizados e mudanças culturais. 

O Instituto MRV também incentiva as OSCs a desenvolverem a estratégia da criação de um produto ou serviço, ou aperfeiçoarem algo já existente, que contribua com a captação de recursos para a própria organização, promovendo sustentabilidade financeira e maior autonomia para a continuidade de suas atividades. 

 Desde 2014, o Instituto MRV promove a transformação social por meio de iniciativas educacionais para crianças, jovens e educadores, e o Educar para Transformar é um de seus principais programas. Até 2020, as 7 edições passadas já tiveram 3.699 propostas inscritas, 46 projetos vencedores, 54 mil beneficiados diretamente, mais de R$ 3,2 milhões investidos.

Serviço 
Votação popular da 8ª edição do programa Educar para Transformar
Data da votação: até 16/12
Divulgação do resultado: 17/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário