Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

segunda-feira, junho 28, 2021

Cantador Adalberto em estreia solo no EP "Sispaiando"

 

De Garanhuns, o músico, cantor e compositor Adalberto circula pelo Agreste perpetuando a tradição dos cantadores da região. Celebrando trajetória de encontros, shows e parcerias que exaltam a cultura regional, o artista lança nesta terça-feira (29/06) seu primeiro álbum de estúdio. O EP "Sispaiando" chega às plataformas digitais de streaming apresentando canções autorais que simbolizam sua caminhada, as conexões artísticas com a oralidade e a palavra cantada do Nordeste.

Na voz e no violão de Adalberto ressoa o trovador agrestino, sintonizado com sua ancestralidade, cultura, seu lugar de mundo. Como o nome sugere, "Sispaiando" reúne canções fruto de processos orgânicos de desenvolvimento artístico e reconhecimento. Como quem se desenvolve e espalha sua arte, o cantor entoa narrativas e afirmações existenciais em terras nordestinas. Músicas com ênfase na palavra, que honram as raízes afroameríndias e trazem contemporaneidade à tradição.

Com direção musical do sanfoneiro Julio Cesar Mendes, "Sispaiando" traz apenas composições de Adalberto, com destaque para a faixa "Agreste Profundo", uma parceria do artista com Gido Silva e Rogério Diniz, músicos parceiros de shows e encontros. Os dois fazem participação especial na faixa junto ao músico Audejan, que foi professor de Adalberto durante passagem do músico pelo curso de extensão em violão na Universidade de Pernambuco (UPE) em Garanhuns.

"Foi com Audejan que eu aprendi o ofício de tocar. Minhas maiores referências são os caboclos daqui. É a gente que eu vejo fazer música desde criança, com quem consigo me identificar, sobretudo pelo o que é dito por eles", conta Adalberto. Na faixa "Descarrego", o artista divide os vocais com Almério, um duo de libertação e de orgulho em ser Agreste, tônica que permeia todo o EP. "É um canto de afirmação de um lugar, para dizer - sou daqui e estou aqui, estou vivo e resistindo, afrontando a marginalização", reforça ele.

Oportunizado com incentivo da Lei Aldir Blanc em Pernambuco, o EP traz ainda nova versão para a música “Capa da Costela” - milonga que Adalberto lançou como single em 2019, com produção de Vertin Moura - e a “Loa do Columinho”, cantiga em homenagem a um famoso ponto de encontro artístico na cidade de Garanhuns. O álbum, aliás, foi totalmente produzido na cidade, em uma decisão pensando em valorizar a cena musical local em tempos pandêmicos. “Esse EP é garanhuense mesmo”, atesta Adalberto.

O ARTISTA - Adalberto Tavares, ou simplesmente Adalberto, é violonista, cantor e compositor natural de Garanhuns. Entre 2010 e 2011, estava dando seus primeiros passos na música quando começou a estudar violão clássico. Em um processo natural e ascendente, iniciou incursões em grupos e projetos, vindo a participar de gravações, realizar shows autorais e iniciar no mundo da composição. “Há quase sete anos que eu sobrevivo do que a música me proporciona”, enfatiza o músico.

Lançando seu primeiro trabalho solo, “Sispaiando”, Adalberto possui trajetória marcada pela construção coletiva. O artista integra, por exemplo, o coletivo Cantoria Crua, ao lado de João Euzé e Neto Sales. Nascida durante a pandemia, a tríade de cantadores nordestinos fez shows virtuais e lançou o EP “Vasto Mar” em março passado. Além disso, Adalberto integra o grupo Cantigas de Grotão junto a músicos como Rogério Diniz e Gido Silva, que participaram do seu projeto solo. “Eu acredito no coletivo, porque ninguém chega longe sem o outro. O agregar faz ter mais energia e força”, opina o músico.

SERVIÇO:
Ouça "Sispaiando", de Adalberto
Disponível nesta terça-feira, 29 de junho, nas plataformas digitais

SIGA ADALBERTO:


FICHA TÉCNICA:
Produção Executiva: Adalberto
Direção Musical e Sanfonas: Julio Cesar Mendes
Violão de 12 cordas: Olegário Lucena
Violão Nylon: Adalberto e Renato Bandeira
Bandolim: Rafael Marques
Cavaquinho e Viola Machete: Nelson Brederode
Baixo acústico e elétrico: Osman Junior
Percussões: Fabrício ‘Cajueiro’ Vasconcelos, Nino Alves e Julio Cesar Mendes
Participações Especiais: Audejan, Almério, Gido Silva e Rogério Diniz
Gravação, mixagem e masterização: Efraim Rocha (Garage Studio Lab)
Assistente de Gravação: Rivelino Mendes
Fotografia: Felipe Correia
Assistentes de Fotografia: Isa Kehrle Nemezio, Analu Kehrle Nemezio, Edvania Kehrle e Felipe Silva
Styling: Vinn Amara
Direção de Arte: Edvania Kehrle
Cadeira: “Paêbirú”, de Caio Lobo
Design e Lettering: Mateus Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário