sexta-feira, março 05, 2021

Mulheres em busca do seu protagonismo

 

Yelitza Flores e Keila Ramirez são duas mulheres venezuelanas que saíram de seu país de origem para tentar uma vida melhor no Brasil. Após passar por diversas dificuldades neste novo país, dormirem na rua e terem dias de não ter o que comer, elas tiveram a chance de se reconstruírem. Por meio do Projeto Reinventar, promovido pela BRK Ambiental, elas puderam se reencontrar com suas famílias e se reinserirem socialmente, além de terem acesso a uma formação como encanadoras.

 

Ambas encontraram no curso, uma oportunidade de mudar de vida e investir em uma nova profissão. Ao fim da capacitação, as duas foram contratadas pela BRK Ambiental, empresa que desenvolve um trabalho de inclusão social para pessoas em situação de vulnerabilidade, como é o caso das refugiadas venezuelanas. Abandonando a antiga vida, Yelitza e Keila, tiveram a chance de recomeçar, e o melhor, junto com as suas famílias.

 

“Chegamos no Brasil há dois anos, pela fronteira de Roraima. A crise na Venezuela estava muito grande, mas por muito pouco não retornamos para lá, pois também foram muitas as dificuldades encontradas no Brasil. Fiquei cinco meses morando na rua e comendo quando dava. Não era essa vida que eu queria nem para mim e nem para meu neto ”, explica Yelitza, que era cozinheira em seu país de origem.

 

Yelitza e Keila seguem com um emprego fixo, melhor qualidade de vida e a família por perto e, muito em breve, mais venezuelanas formadas pelo Projeto Reinventar devem se juntar à família BRK. Elas são exemplos de força e superação, como o de tantos outros imigrantes que lutam por uma vida digna, um futuro melhor, trazendo à tona a esperança de um mundo mais diverso, inclusivo e justo.

 

Para a gerente de operações, Renata Samuel, foi muito impactante saber que mulheres com filhos e famílias estavam vivendo em situações tão adversas. “A história de vida dessas mulheres foi muito impactante para todos nós. É um exemplo inspirador para outras mulheres que desejam encontrar seu protagonismo”.


lmprensa BRK Ambiental 

Nenhum comentário:

Postar um comentário