sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Animais são devolvidos à natureza no aniversário de 16 anos da reserva da Mata do Passarinho

Com soltura de animais silvestres, trilha, palestras, café da manhã orgânico, muito cuidado com o meio ambiente e a nova logomarca. Foi assim que a reserva urbana da Mata do Passarinho, em Olinda, comemorou nesta terça-feira (02.10) 16 anos de implantação. O prefeito Professor Lupércio acompanhou a programação ao lado de estudantes de escolas municipais. Afinal, a preservação ensinada no local é fundamental para a cidade que os pequenos e pequenas terão no futuro.

E foi isso que encantou a estudante do quarto ano da escola 19 de Setembro, de Águas Compridas, Marieme Duarte Batista. Animada, ela ajudou Lupércio a soltar quatro aves da espécie gavião-carijó. “É bonito ver eles voando, sem estar presos”, afirmou a menina de dez anos, sob os aplausos do vice-prefeito, Márcio Botelho, secretários municipais, moradores das proximidades e demais pessoas que estiveram prestigiando a soltura.

Além do gavião-carijó, foram soltas outras espécies, como timbu e bicho-preguiça. Todas elas estavam no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas Tangara) e chegaram lá após serem resgatadas por estarem em situação irregular. Além de ser crime, com pena de seis meses a um ano de prisão mais multa, manter esse animais em casa coloca em risco a vida deles e a própria natureza, como pontuou o prefeito Professor Lupércio.

“É fundamental trazer as crianças aqui para entender a importância que é preservar. Muitas vezes o pai, a mãe, um irmão mais velho, ou mesmo um vizinho, possui um animal desses. Elas, com conhecimento, podem fazer essa conscientização dentro de casa”, ressaltou.

Já o secretário de Meio Ambiente e Planejamento Urbano de Olinda, André Botelho, frisou a parceria que a Prefeitura de Olinda, através da Secretaria de Meio Ambiente e Planejamento Urbano, tem com a Agência Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (CPRH) e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

“A gente trabalha diariamente por entender a importância de ter a mata viva, preservada e cuidada, por isso estamos desenvolvendo todos os dias ações aqui na reserva”, concluiu André.

Imprensa Olinda

Nenhum comentário:

Postar um comentário