quarta-feira, janeiro 12, 2022

Nova realidade traz o natural como rotina para consumidor de HPPC

 

Estar bem é a máxima da vida já dizia Seu Jorge na canção “Pessoal Particular”. E de fato sentir-se bem virou sinônimo de qualidade de vida, assim como adotar hábitos que ajudem na autoimagem contribuem para a saúde e fazem com que a beleza seja uma consequência, segundo especialistas. Por isso, não é a toa que rotinas de autocuidado e estética ganharam grande força nos tempos atuais. “No mundo inteiro a principal tendência é estar bem e transparecer como você se sente. Por isso, cada vez mais, o parecer natural é o apelo mais forte nos tempos atuais”, diz Karlos Wendell, hair styling e especialista em mechas.

Para o expert piauiense que atua há 15 anos com salão próprio em Portugal, essa tendência tem sido puxada pelo atual cenário que impede o acesso frequente a espaços externos e a falta de tempo das mulheres para irem semanalmente para os salões. “A nova realidade faz com que elas procurem um visual que as deixem bem a qualquer momento e, com isso, não há nada mais apropriado para a sua necessidade do que um visual natural. Ela quer um visual bem trabalhado e de estrela, mas está preocupada com a forma de mantê-lo no dia a dia”, completa Wendell.

E, de fato, a nova máxima é tornar mais prática e confortável possível à vida da mulher moderna, pois chegamos na Era do Autocuidado, conforme apresentado na 11ª Hairnor – Feira de Beleza do Nordeste, em novembro passado no Centro de Convenções, e que já tem data certa para próxima edição de 04 a 06 de junho de 2022. A recomendação chega baseada na busca crescente por orientações e muita informação sobre serviços e produtos e, por isso, os novos profissionais precisam estar mais preparados, especializados e atualizados. “Percebeu-se na pandemia a necessidade de tratamentos e alternativas que deixem o visual desejado em dia, seja para o corpo ou o cabelo, porém, sem danos. No caso dos cabelos, uma coisa essencial é a preservação do fio”, comenta Erivelton Sena, especialista em Loiro Profundo. 

O profissional cearense destaca que, em virtude disso, a aposta do momento é investir em tratamentos para hidratação, manutenção e reconstrução para deixar saudáveis os cabelos que não devem ser expostos a excessos. “O calor excessivo aos fios pode desgastar o fio e, por isso, não é recomendado o uso contínuo e abusivo de secadores e chapinhas. E, naturalmente, com a nova fase algumas propostas se tornam tendências como o loiro em um tom mais natural e o morena luminosa”, enfatiza Sena.

Com essa preocupação de manter a cadeia produtiva da estética e beleza informada e atualizada com as últimas novidades do setor, que aquece em 500% o mercado de trabalho nos últimos cinco anos, os dois profissionais marcaram presença como Embaixadores da paulista Rubelita Professional na 11ª edição da Hairnor, realizada no Pavilhão de Feiras do Centro de Convenções de Pernambuco em novembro. . “Com a pandemia vieram as restrições, o medo, a apreensão e a desconfiança. Agora, a flexibilização exigiu a união de forças no mercado de beleza para movimentar negócios e estimular marcas, empresas, empreendedores e profissionais locais”, comenta a executiva Bruna Miranda, diretora da pernambucana Autonor Empreendimentos, empresa responsável pela organização de importantes eventos voltados ao setor. 

 

Apesar do cenário desafiador nos últimos dois anos para o mercado de beleza, que engloba salões, barbearias, clínicas de estética, esmalterias e spas, a retomada dos negócios realmente tem deixado empresários e marcas empolgadas e, por isso, estão se adequando a novas realidades para atender profissionais com atendimentos presenciais restritos e residenciais. Com isso, muitas pessoas almejam apostar no segmento e visionários lançam mão de ações de expansão de linhas inovadoras, maior participação comercial e inserção em novas praças, como estados do Nordeste. Desta forma, o mercado está se ajustando ao reaquecimento e se adaptando para conseguir atender as novas demandas do consumidor final e de toda cadeia produtiva que envolve indústrias, revendedoras, distribuidoras e profissionais como barbeiros, cabeleireiras, esteticistas e manicures“Tudo isso contribui para a geração de negócios e incremento de todo o setor que, depois de um ano de estagnação do mercado na pandemia, pode criar expectativas fortes de recuperação”, diz Bruna, que comemora, neste sentido, o sucesso da última edição da Hairnor.

 

Depois de um hiato de um ano, a Feira de Beleza do Nordeste chegou com um mix assertivo de possibilidades para os profissionais, empresários e visitantes e o resultado foi bastante positivo para todos. Com 300 expositores, esta décima primeira reuniu milhares de pessoas e proporcionou a oportunidade para cerca de 150 caravanas de diversas cidades de Pernambuco e estados como Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Bahia e até Maranhão e Piauí. Articulada com apoio de parceiros como o Sebrae, esses profissionais puderam conferir a variedade de lançamentos e a ampla programação de atividades de orientação e dicas aos participantes e visitantes do evento.

 

Em contrapartida, estimulou o volume de negócios na casa dos R$ 25 milhões e a geração de 4500 empregos diretos e indiretos. “A feira foi muito positiva para um retorno de pandemia, uma vez que caiu em pleno feriado. E, por isso, já há muita gente confirmando e aumentando espaço de estande para esta edição de 2022, além daqueles expositores que optaram por voltar com força total apenas este ano”, frisa Bruna. Agora, as movimentações já estão sendo feitas para a feira ocupar todo o pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco, juntamente com o mezanino, entre 04 a 06 de junho de 2022. Para acompanhar as novidades, basta acessar o site da Hairnor https://hairnor.com.br/ ou acompanhar o Instagram (https://www.instagram.com/hairnor/ ou @hairnor). Informações também pelo número (81) 3467-6572


Com lnformações da jornalista lvelise Buarque 

Nenhum comentário:

Postar um comentário