Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

quarta-feira, agosto 04, 2021

Preservação das nascentes em debate

 

A atuação das empresas produtoras de energias limpas na região do Agreste Central foi amplamente debatida entre o presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe), Henrique Queiroz, o presidente da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), Djalma Paes, e representantes de Belo Jardim e Brejo da Madre de Deus. A reunião, realizada nesta terça-feira (03), teve como objetivo a escuta e recebimento das reivindicações das instituições locais preocupadas com os impactos ambientais e na agricultura, caso avance algum processo de licenciamento para implantação de parque eólico na região.

A reunião, presidida pelo Iterpe, foi pautada pela apresentação dos estudos ambientais atualizados pelas instituições que reivindicam ao Governo do Estado a garantia que empreendimentos com impacto ambiental significativo não sejam instalados na área da Unidade de Conservação, respeitando o plano de desenvolvimento sustentável da fauna, flora e das nascentes ativas que abastecem duas bacias hidrográficas para a região brejeira.

“A escuta dos representantes dessa região contribui para o Governo de Pernambuco compreender a realidade e alinhar as ações voltadas tanto à preservação do Meio Ambiente quanto à Regularização Fundiária. Esse debate é fundamental para convergirmos o trabalho que visa os cuidados com as Áreas de Proteção Ambiental (APPs), garantindo a regulação hídrica e a promoção das ações voltadas à agricultura familiar em Pernambuco”, explicou Henrique Queiroz.

Na reunião, o presidente da CPRH informou às instituições presentes que as únicas licenças concedidas pelo Governo de Pernambuco para as empresas de energias renováveis foram para a implantação de quatro antenas de medição, que ainda estão voltadas aos estudos. “Essas empresas até o momento não deram entrada na solicitação de licença, que deve ser realizada através da apresentação do projeto de impactos ambientais”, afirmou Djalma Paes.

Estiveram presentes representantes de diversas instiutições na reunião, entre esses: Cáli Oliveira (Prefeitura de Brejo da Madre de Deus); Auribete Siqueira (Fetraf); Marconi Silva (Conselho Municipal de Conservação e Defesa do Meio Ambiente - COMDEMA de Belo Jardim); Donizete (Consórcio de Assentamentos de Belo Jardim); Elizabeth Szilassy (Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável- CONDESB de Brejo da Madre de Deus); José Lima (STR de Belo Jardim); Alessandra Lima (Cooates); Josinaldo da Silva (CPRH); Taíza Clementino (CPRH); Raquel Vieira (Engenheira Ambiental - Iterpe); Marco Dubeux (gerente de Reordenamento Agrário - Iterpe); George Souza (Engenheiro Florestal – Iterpe) e Afonso de Souza (assessor de Articulação Institucional do Iterpe).

lmprensa lterpe

Nenhum comentário:

Postar um comentário