Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

quarta-feira, agosto 04, 2021

Recife promove ações de amamentação para celebrar o Agosto Dourado

 

Até o fim deste mês, a Secretaria de Saúde (Sesau) da Prefeitura do Recife promoverá uma programação especial para celebrar o Agosto Dourado, em alusão à Semana Mundial da Amamentação. Este ano, o tema será “Todos pela amamentação. É proteção para a vida inteira” e envolverá uma série de ações em diversas unidades de saúde dos oito distritos sanitários da cidade. As atividades têm o objetivo de envolver, além das mães e dos bebês, os companheiros e outros familiares, colegas de trabalho e comunidade durante o período da amamentação.

As ações abordarão assuntos sobre como os familiares podem auxiliar no aleitamento materno, posicionamento correto para amamentação, benefícios do leite humano e pega correta, a importância da amamentação exclusiva até os seis meses. Além disso, serão reforçadas estratégias de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, assim como de doação de leite humano, entre muitos outros temas.

Entre as atividades previstas, estão inclusas na programação rodas de conversas, caminhada na comunidade, palestras e distribuição de material informativo sobre o aleitamento materno. A programação completa pode ser conferida neste link.

 DATA - A Semana Mundial de Aleitamento Materno foi lançada pela Aliança Mundial para Ação em Amamentação (Waba), em 1992, com o objetivo de dar visibilidade à amamentação. Ocorre em 120 países e é celebrada oficialmente na primeira semana de agosto. O Agosto Dourado existe desde 2017 no calendário oficial do Recife. No ano de 2014, foi instituído o Dia Municipal do Aleitamento Materno e Doação do Leite Humano, celebrado em 1º de agosto.

SERVIÇOS NO RECIFE - As quatro maternidades municipais (Arnaldo Marques, Bandeira Filho, Barros Lima e Hospital da Mulher) fazem coleta de leite humano e duas possuem banco de leite: o Hospital da Mulher do Recife (HMR), no Curado, e a Maternidade Bandeira Filho, em Afogados. Esta última tem certificação Ouro concedida pela Rede Global de Bancos de Leite Humano.

Quem quiser doar leite humano na Maternidade Bandeira Filho, deve entrar em contato pelo número 3355-2235, para receber as orientações. O banco do HMR funciona 24 horas por dia para atendimento aos recém-nascidos. Já para informações, o funcionamento é das 7h às 16h, de segunda a sexta-feira, pelo número 2011-0174, através do qual são esclarecidas questões como ordenha, armazenamento e transporte do leite humano. Inclusive, ambos os bancos dispõem de um serviço de cadastro para o recolhimento das doações em domicílio.

As campanhas para doação de leite humano e de potes de vidro para armazenamento são contínuas, com o intuito de facilitar a doação a recém-nascidos que estejam precisando do alimento. Qualquer pessoa pode doar as embalagens, que precisam ser de vidro, transparente, com boca larga, e possuir tampa rosqueável de plástico – como os vidros de maionese ou café solúvel, por exemplo. Esses requisitos se devem à resistência desse tipo de recipiente aos processos de esterilização, necessários para armazenar o leite. As doações de potes podem ser deixadas nas quatro maternidades. Além desses locais, os potes também podem ser deixados em qualquer unidade de saúde do Recife.

BENEFÍCIOS - Considerado o alimento mais completo para os primeiros meses de vida, no leite materno estão contidas todas as proteínas, vitaminas, gorduras, água e os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável dos bebês. O correto aleitamento materno resulta em um desenvolvimento cognitivo e fisiológico mais completo, além de nutrir o bebê de amor materno. Em relação às mães, há estudos que apontam que a amamentação previne até mesmo alguns tipos de câncer, além de contribuir para a mulher voltar ao peso de antes da gestação e para o útero voltar ao tamanho anterior.

Dicas para uma amamentação bem sucedida:

- O leite materno nunca é fraco; ele é sempre adequado para o desenvolvimento do bebê;

- Nos primeiros dias após o parto, ofereça o peito muitas vezes, mesmo que você ache que tenha pouco leite. Essa quantidade costuma ser suficiente, pois esse leite, chamado colostro, atende às necessidades do bebê;

- Nos primeiros meses, o bebê ainda não tem horários regulares para mamar. Por isso, ofereça o peito sempre que ele quiser. Com o tempo, ele faz seu próprio horário;

- Até os seis meses de vida, dê apenas leite materno ao bebê. Ele não precisa de água, chás, leites artificiais ou qualquer outro alimento nesse período;

- Após os seis meses, continue amamentando por até dois anos ou mais, e acrescente a dieta complementar ao bebê sob orientação do pediatra e/ou nutricionista.

lmprensa Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário