Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

domingo, agosto 08, 2021

Recife realiza Semana do Pedestre com ações educativas

No trânsito, a prioridade é do pedestre", com essa mensagem, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Política Urbana e Licenciamento (Sepul) e da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), realizará uma série de ações educativas em alusão ao Dia do Pedestre, comemorado em 8 de agosto. Da segunda-feira (9) até a sexta-feira (13), artistas educadores da Trupe da CTTU estarão em cruzamentos de grande fluxo de veículos e pedestres para orientar sobre o respeito às pessoas que estão a pé. Além disso, na terça-feira (10), o Recife receberá o certificado Laço Amarelo, que inclui o município entre os parceiros do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV).

A Prefeitura do Recife tem investido no incremento de ações para os pedestres com uma metodologia mais rápida e de baixo custo para adaptar o desenho urbano das vias: o urbanismo tático. Essas ações trazem mais espaço para os que andam a pé, que são os mais frágeis e devem ser prioridade no trânsito, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). As equipes de sinalização e de engenharia atuam constantemente na requalificação e implantação de sinalização para os cidadãos que andam a pé e, entre janeiro e julho de 2021, já foram 650 faixas de pedestres implantadas ou requalificadas. As implantações de urbanismo tático são planejadas com o apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, referência mundial no assunto.

Com uso de urbanismo tático, as equipes técnicas realizam projetos para solucionar problemas dos desenhos viários. No caso da Praça General Carlos Pinto, no bairro de Santo Amaro, graças ao urbanismo tático, as travessias ficaram mais curtas e o pedestre as realiza em um tempo aproximadamente 43% menor, levando mais conforto para os que saem do Hospital de Câncer em direção às paradas de ônibus. Já na Rua Velha, bairro da Boa Vista, a sinalização horizontal em zigue-zague induz a redução de velocidade dos veículos. Na Rua da Palma, o urbanismo tático foi implantado para ampliar a área dos que andam a pé e inverter a divisão do espaço da via: antes, 60% do espaço era destinado aos veículos motorizados, agora, 60% da rua é para os pedestres, que são a maioria naquela localidade. Isso aumentou a segurança pois evita que as pessoas andem no leito viário.

"Entre todas as orientações que podemos dar para que os condutores contribuam com a segurança viária, a maior delas é a do respeito ao limite de velocidade regulamentada na via, porque esse é um dos principais fatores de riscos e isso gera acidentes graves com os atores mais frágeis no trânsito, especialmente os pedestres. Então trazer essa orientação para as ruas é importante para lembrar que o trânsito precisa ser um lugar de respeito para que todo mundo volte para casa em segurança", destaca Taciana Ferreira, presidente da CTTU. A velocidade é um fator de risco que contribui tanto para a ocorrência do sinistro como para a gravidade. Em um atropelamento a 60 km/h, a chance de sobrevivência é de apenas 2%. Isso equivale a aproximadamente uma queda do 6° andar de um edifício.

O coordenador da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, Dante Rosado, também destaca a importância do respeito à velocidade como uma das principais questões para garantir segurança viária. “É preciso agir e tomar consciência da necessidade de que motoristas moderem a velocidade nas ruas e avenidas e que novas e melhores infraestruturas ofereçam um ambiente viário mais seguro e adequado a cada contexto. A CTTU e a Prefeitura do Recife estão no caminho certo ao adotarem, com base em dados e evidências, as melhores práticas internacionais no desenho das vias”, avalia.

O uso de urbanismo tático tem sido uma estratégia para redução de sinistros de trânsito no Recife. Ao todo, já são mais de 350 mil pessoas beneficiadas com as intervenções, que já somam mais de 35 áreas. De acordo com as notificações da CTTU, registrou-se uma redução de 41% de sinistros com vítimas após as intervenções. Áreas como o Largo da Paz tiveram sete sinistros com vítimas entre janeiro e fevereiro de 2019 e, no período do ano seguinte, duas ocorrências. Na Avenida Cruz Cabugá, o número também caiu de 23 para 14 no mesmo período. Na Avenida Conde da Boa Vista, a mudança foi de 22 para quatro sinistros com vítimas também neste período.

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO - A Prefeitura do Recife tem atuado com um Programa de Educação para o Trânsito, focado em chegar cada vez mais próximo dos diversos atores, como os pedestres, ciclistas e motoristas. As equipes estão realizando ações cada vez mais integradas entre fiscalização, desenho urbano e comunicação, levando ao cidadão a mensagem de que o respeito às leis de trânsito salva vidas. Além disso, já foram realizadas diversas parcerias com empresas públicas ou privadas como a da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária, SAMU Recife, ifood, Abraciclo, agregando várias organizações para promover a segurança viária, que é uma responsabilidade compartilhada entre todos os cidadãos.

lmprensa Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário