Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

domingo, julho 25, 2021

Recife aplicou mais de 3,4 mil doses de vacina contra gripe durante Dia D de Vacinação

 

Em um esforço para aumentar a cobertura vacinal da Campanha Nacional de Imunização contra a Gripe, a Prefeitura do Recife realizou, ao longo deste sábado (24), o Dia D de Vacina contra a Influenza. Para a ação, as salas de vacina de 150 unidades de saúde da rede municipal estiveram de portas abertas e outros 14 pontos volantes (três deles no esquema drive-thru) funcionaram para que a população dos grupos prioritários pudesse se vacinar. Pouco depois do encerramento das atividades, o balanço parcial indicava que haviam sido aplicadas mais de 3,4 mil doses do imunizante que protege contra o vírus da Influenza.

A abertura do Dia D aconteceu na manhã deste sábado, na Upinha de Jardim São Paulo, localizada no bairro de mesmo nome. A aposentada Eunice Cordeiro, 75 anos, aproveitou a oportunidade para receber a sua dose de proteção. “Eu sempre me planejo para tomar a vacina. Como ainda não tinha tomado a minha dose, a agente de saúde passou na minha casa e avisou que o posto estaria aberto hoje. Sei da importância de tomar a vacina e tomo todo ano. Por isso, faz tempo que não fico gripada”, destacou a senhora que chegou cedo e foi a primeira pessoa a ser imunizada hoje na unidade de saúde.

Até o momento, foram aplicadas 323.539 doses do imunizante na capital pernambucana. De acordo com o balanço parcial do Dia D, até pouco depois do encerramento das atividades, tinham sido aplicadas 3.475 doses da vacina contra a gripe.

A secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque, destaca a importância da ação para ampliar a cobertura vacinal da Campanha. “Essa iniciativa foi tomada para tentar alcançar quem ainda não se vacinou. Ainda estamos com 48% do público-alvo vacinado e o Ministério da Saúde pede que, pelo menos, 90% dos grupos prioritários sejam imunizados. Ou seja, ainda é preciso que muitas pessoas se vacinem. Essa campanha é tão importante quanto a da covid-19. Não podemos deixá-la de lado, porque a gripe é uma doença que também pode se agravar ou até levar a pessoa a óbito”, comentou a gestora.

Para quem não conseguiu tomar a vacina neste sábado, a vacinação contra a gripe terá continuidade neste domingo (25). Três postos volantes estarão montados na cidade: no Parque Dona Lindu (Boa Viagem), Sítio Trindade (Casa Amarela) e também no Marco Zero (Bairro do Recife). Esses locais funcionarão das 8h às 17h. Ao longo da próxima também serão montados novos postos itinerantes espalhados pela cidade. A programação completa será divulgada nos próximos dias.

Por recomendação do Ministério da Saúde, a vacina contra a covid-19 deve ser priorizada e, por isso, é indicado que as pessoas dos grupos elegíveis concluam o esquema vacinal antes de receber a vacina contra influenza. “Entre uma vacina e outra é preciso que seja respeitado o intervalo de 14 dias. E é importante salientar que são vacinas diferentes que protegem contra vírus diferentes. E quem estiver apto deve tomar as duas”, frisou a coordenadora de Imunização do Recife, Elizabeth Azoubel.

PÚBLICO-ALVO – Somando todo o público-alvo, de todas as etapas da campanha, são mais de 645 mil pessoas aptas para serem imunizadas na capital pernambucana. Podem receber a vacina, crianças de seis meses a menores de seis anos; gestantes; puérperas (mulheres que tiveram bebê há até 45 dias); trabalhadores da saúde, idosos (a partir de 60) e professores dos ensinos básico e superior.

Também estão sendo vacinadas as pessoas com comorbidades (confira a lista aqui); pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores dos transportes coletivos rodoviário de passageiros; trabalhadores portuários. Além deles, também serão imunizados os profissionais das Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas; funcionários do Sistema de Privação de Liberdade; população privada de liberdade; e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

DOCUMENTOS - Para agilizar a vacinação, a Secretaria de Saúde do Recife recomenda que os usuários levem um documento de identificação, a carteira de vacinação e o cartão SUS (se tiverem esses dois últimos). Parte do público-alvo precisa apresentar também documentos que provem a necessidade da imunização. Os profissionais das redes públicas e privadas de saúde, por exemplo, devem levar comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho.

A DOENÇA - Também conhecida como gripe, a Influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É de elevada transmissibilidade no mundo todo, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais. A transmissão ocorre por meio de secreções expelidas das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir e espirrar, ou pelo contato das mãos.

Como os sintomas da gripe são muito parecidos com os do novo coronavírus, quem está com tosse, espirro ou febre pode se assustar achando que está com covid-19, mas pode estar com gripe. A orientação inicial para os dois casos é a mesma: isolamento domiciliar para evitar contaminar outras pessoas. A Prefeitura do Recife disponibiliza o canal Atende em Casa (www.atendeemcasa.pe.gov.br), através do qual a pessoa com sintomas responde a um questionário e depois recebe a teleorientação de um profissional, caso seja necessário.

Medidas para evitar infecções respiratórias como gripe e covid-19:

- Lavar as mãos com água e sabão, frequentemente (principalmente antes de consumir algum alimento e após tossir, espirrar ou depois de usar o banheiro);

- Evitar levar as mãos ao rosto (olhos, nariz, boca);

- Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com lenço descartável. Após o uso, descartá-los em lixeiras;

- Na ausência de um lenço, usar o ombro ou antebraço interno como barreira ao tossir ou espirrar;

- Não compartilhar alimentos, copos, garrafas, toalhas e objetos de uso pessoal;

- Manter os ambientes ventilados, com portas e janelas abertas, para favorecer a circulação de ar;

- Pessoas com gripe/resfriado devem evitar sair de casa, sobretudo para ambientes fechados e com aglomerações, assim como devem evitar ter contato direto com outras pessoas (abraço, beijo, apertos de mão etc);

- Não usar medicamentos sem orientação médica. A automedicação pode ser prejudicial à saúde;

- Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

lmprensa Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário