segunda-feira, março 22, 2021

Obras da Compesa em Fernando de Noronha

 

As ações desenvolvidas pela Compesa para a estruturação do saneamento em Fernando de Noronha seguem firmes. A Companhia desembarcou na ilha um novo caminhão hidrovácuo para manutenção dos sistemas de esgoto. O veículo tem capacidade de transporte de 3,5 mil litros de efluentes e será utilizado principalmente em serviços de manutenção, como desobstrução das redes coletoras de esgoto. O novo caminhão é mais robusto e substituirá o veículo utilizado anteriormente em serviços de campo, sendo um forte aliado das operações em períodos chuvosos, quando o acúmulo de água no sistema de esgotamento compromete o desempenho das redes.

A diretora Regional Metropolitana, Nyadja Menezes, explica a importância do novo veículo na prestação de serviços para os ilhéus. “O caminhão hidrovácuo foi levado para a ilha na intenção de atendermos de forma mais eficiente a população. Com uma capacidade de transporte de efluentes superior ao veículo utilizado anteriormente conseguiremos dar celeridade aos chamados, melhorando significativamente a nossa operação”, explica Nyadja. “Essa é uma das ações planejadas a curto prazo para a estruturação do saneamento na ilha e integra um pacote especial de investimentos para a universalização do saneamento em Fernando de Noronha”, complementa.

Os efluentes coletados no arquipélago são tratados atualmente em duas estações de esgoto da Compesa, as ETES Boldró e Cachorro. As estações tratam cerca de 150 mil metros cúbicos de efluentes por ano. São 9 mil metros de redes coletoras de esgoto implantadas pela Companhia na ilha e 580 ligações domiciliares contabilizadas.

Novo sistema – Para ampliar o índice de cobertura na ilha, a Compesa estrutura um projeto de melhoria e ampliação do sistema de esgoto. A Companhia concluiu o levantamento topográfico e geotécnico para contratação do projeto, que prevê implantação de rede coletora, transporte e tratamento para todo o arquipélago. Com a conclusão dos estudos, inicia-se efetivamente a fase de contratação do projeto, com previsão de conclusão no fim do primeiro semestre deste ano.

lmprensa Compesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário