quarta-feira, março 03, 2021

Aena Brasil comemora um ano de operação no Recife

 

Há um ano, a Aena Brasil, administradora do Aeroporto Internacional do Recife Guararapes - Gilberto Freyre, desembarcava em Pernambuco. Líder mundial em gestão aeroportuária, a empresa comemora a data com o início das obras de revitalização dos seis terminais que administra no País. O trabalho inclui melhorias na climatização, reforma total dos banheiros e acessibilidade, entre outros pontos. Mesmo diante dos inúmeros desafios impostos pela pandemia, o momento é de boas expectativas para o futuro do equipamento, que desde o ano passado conta com a expertise e a excelência do intercâmbio Brasil - Espanha.

Listado entre os 10 maiores terminais aeroportuários do Brasil, o Aeroporto do Recife consolidou-se nos últimos meses como centro logístico de destaque no combate à pandemia, sendo importante equipamento para o recebimento e envio de suprimentos hospitalares. Ao longo de 2020, foram recebidas 53 mil toneladas de cargas. Em 2021, o terminal reafirma sua importância sendo porta de entrada para as milhares de doses de imunizantes contra a Covid-19 no estado de Pernambuco.

Ao avaliar os últimos meses, o diretor-presidente da empresa, Fernando Santiago Yus, ressaltou a importância dos esforços conjuntos. “Encarar uma crise sanitária mundial nos primeiros dias de gestão de um terminal de tamanha importância para o Nordeste não foi uma tarefa fácil. Foi preciso que toda a empresa, todos os colaboradores, independentemente de setor, atuassem em uma força-tarefa para que nossas operações fossem garantidas e seguissem todos os protocolos de segurança preconizados”.

A nova etapa, segundo ele, é vista como uma virada de chave. “Diante da pandemia, foi preciso adiar o início da revitalização, mas agora estamos dando o primeiro passo para uma nova fase da história do Aeroporto do Recife. Esse terminal também é a casa dos pernambucanos e estamos empenhados em deixá-lo ainda mais acolhedor e bem estruturado para aqueles que vêm nos visitar”. A revitalização do terminal inclui melhorias em todos os banheiros, no sistema de climatização, sinalização, pintura, iluminação e acessibilidade. As obras devem ser finalizadas até o dia 23 de maio.

Apesar de não ter sido um ano fácil, diante de todas as dificuldades intensificadas com a crise sanitária, a Aena Brasil manteve-se confiante no potencial turístico e econômico da região Nordeste. Por isso, a concessionária adotou, em todos os terminais que administra, medidas preventivas a fim de evitar a disseminação do novo coronavírus. O cuidado da empresa com os passageiros que chegam ao Recife se traduziu em números, apontando uma melhora na movimentação do final do ano de 2020. No mês de abril, considerado um dos mais críticos da pandemia, foi registrada redução de 93% na malha aérea do terminal com relação ao ano anterior. Com a retomada gradual e cautelosa das atividades, em dezembro, a redução caiu para 16% em comparação com o mesmo período de 2019.

Os esforços também foram reconhecidos com os selos Turismo Seguro e Safe Travels para o aeroporto pernambucano. As chancelas são símbolo do compromisso da empresa com o combate à pandemia e com os milhares de passageiros e colaboradores que circulam diariamente no equipamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário