quarta-feira, março 03, 2021

Mamam promove programação de oficinas e discussões virtuais em março

 

Buscando expandir e fomentar o diálogo dentro da comunidade artística e com o público, apesar das barreiras impostas pela pandemia, o Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM), mantido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura da Cidade do Recife, vai oferecer uma diversificada programação virtual ao longo deste mês de março. Todas as ações respeitarão os protocolos, usando as redes sociais e a internet como plataforma de interação, com opções de atividades pagas e gratuitas.

A programação já estreou com a série de webnários Acervo em Diálogo. Até quinta-feira (4), o evento vai propor discussões sobre os universos artísticos que abrigam e atravessam o acervo do MAMAM, seja através das presenças ou das lacunas de recortes, informações e/ou obras do museu.

A adesão aos webnários, realizados via Google Meet, é gratuita. O link será disponibilizado, a cada dia de evento, na bio do Instagram do museu (@mamamrecife). As conversas serão ainda gravadas e posteriormente disponibilizadas no Youtube do MAMAM. O Acervo em Diálogo foi um dos projetos aprovados pelo Governo do Estado para executar os recursos da Lei Aldir Blanc, de estímulo à produção cultural durante a pandemia.

Hoje (3), Abiniel Nascimento, Izidorio Cavalcanti e Mariza Monteiro falam sobre: Artistas racializades no acervo. Na quinta (4), o encerramento do ciclo de conversas virtuais será feito por Ana Lira, Rebeka Monita e Wagner Nardy, que tratarão do tema: Novas Aquisições. As conversas serão pelo Google Meet.

Sarau das Lobas - Já tradicional troca de saberes e fazeres artísticos femininos, o Sarau das Lobas ganha inevitável formato virtual a partir deste mês de março, com duas oficinas na programação: Rebolar é Medicinal, com Monique Xavier Simas, e Poesia ancestral: as memórias poéticas nos corpos negros/femininos, com Odailta Alves.

A oficina "Poesia ancestral: as memórias poéticas nos corpos negros/femininos" será ministrada por Odailta Alves no dia próximo dia 10 de março, das 18h30 às 21h30, também pelo Google Meet. A oficina tem como proposta trabalhar poemas de escritoras negras brasileiras, refletindo sobre esse local de fala e de construção artística, e promovendo a produção de poemas a partir das memórias de mulheres negras que fizeram parte da vida das participantes do encontro. A inscrição custa R$ 30 e o formulário está disponível no na bio do museu no Instagram.

Entre os dias 12 e 13 de março, a oficina "Rebolar é Medicinal" propõe a investigação e a conscientização sobre o corpo e o movimento, em suas diversas perspectivas: terapêuticas, energéticas, decoloniais, sagradas e selvagens. A oficina, conduzida por Monique Xavier Simas , será das 17h às 19h, via Google Meet. A inscrição custa os mesmos R$ 30 e o formulário está disponível no na bio do museu no Instagram.

lmprensa Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário