quinta-feira, 28 de maio de 2020

BRK Ambiental lança minissérie com dicas de prevenção ao coronavírus em Libras

Em tempos de pandemia de coronavírus, as informações sobre como se proteger ganharam espaço e a necessidade de distribuí-las de forma acessível também. Pensando nisso, a BRK Ambiental produziu uma minissérie bilingue, em português e na Língua Brasileira de Sinais, com dicas de prevenção voltadas à comunidade surda. Os vídeos, que fazem parte da iniciativa "Saneamento que Une", trazem informações fundamentais sobre a doença para que todos ampliem seu entendimento e possam contribuir para diminuir a propagação da COVID-19.
Os vídeos da minissérie "Saneamento que Une" foram divididos por temas que trazem informações sobre o que é a Covid-19, quais são as formas de se prevenir, como higienizar corretamente as mãos, como utilizar e higienizar as máscaras de proteção, os cuidados que devem ser adotados ao sair de casa, além de outras orientações recomendadas por autoridades sanitárias e de saúde. A série, que intensifica as recomendações de médicos e especialistas sobre formas de prevenção ao coronavírus, conta com a participação da intérprete de libras Maria Inez, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), e com o apoio da professora Alini Alves, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO). Maria Inez conta que o convite chegou em um momento muito oportuno: "Esse projeto vai levar informações corretas sobre a doença para a comunidade surda. É muito importante que todas as pessoas estejam bem informadas em um momento tão crítico como esse", destaca Inez.
Todos os vídeos estão disponíveis no site da BRK Ambiental, que também conta com uma ferramenta que faz a tradução dos textos e vídeos para Libras, além do canal no Youtube da empresa. A série faz parte do movimento "Diversifik", que tem como um dos pilares a inclusão de pessoas. “Faz parte da nossa cultura BRK o respeito as pessoas. Esta iniciativa representa a empatia e busca compartilhar informações essenciais nesse momento de tanta vulnerabilidade. Na unidade Pernambuco, o cuidado com a inclusão e respeito ao trabalho destes profissionais com deficiência são constantes. Existe um programa estruturado para o desenvolvimento e capacitação destes, além do acompanhamento e preparação das lideranças para recebê-los nas equipes”, destaca a gerente de RH da BRK em Pernambuco, Maria Duarte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário