Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

WTF? Translate here!

terça-feira, janeiro 26, 2021

Cultura de luto com a perda de Tarcísio Pereira, da Livro 7

 

E a cultura pernambucana amanheceu triste com a morte de Tarcisio Pereira, na noite desta segunda (25), aos 73 anos por complicações da covid-19. O legado dele, mais do que ser "livreiro", é que ele era O LlVRElRO, o homem da igualmente saudosa Livro 7, fechada há 20 anos. Artistas, intelectuais, jornalistas, professores, estudantes, leitores, todos se encontravam ali. Hoje, é só lamento. Pereira deixa esposa, quatro filhos e cinco netos. Ele, como jornalista, ainda estava ativo, trabalhando no setor de Marketing da Companhia Editora de Pernambuco. 

Seguem depoimentos de pessoas que lamentaram a perda:

Pernambuco perdeu hoje o editor Tarcísio Pereira, um potiguar que marcou época e influenciou gerações com a sua icônica Livraria Livro 7, na Boa Vista, Centro do Recife. A Livro 7 abriu as portas em 1970 num espaço de 20 metros quadrados e, graças ao amor de Tarcísio pela literatura, se transformou num complexo cultural registrado pelo Guiness Book como a maior livraria do Brasil. Quero expressar aqui meu pesar aos familiares e amigos de Tarcísio, nesse momento de dor.
Paulo Câmara
Governador de Pernambuco

Quanta contribuição! Tarcísio Pereira, você estará presente, sempre, de azul em nossas memórias. Que essa luz azul te envolva. Temos profunda gratidão por ter convivido com um verdadeiro protetor e incentivador do saber e da cultura local. Estás junto aos bons, sem dor, sem sofrimento. Aqui, a gente segue sofrendo e, nem sempre, gozando. 
Mariângela Borba
Jornalista, escritora e produtora cultural

Tarcísio foi uma pessoa muito importante pra o movimento cultural, político, artístico, ajudou os grupos de teatro.  Eu mesmo, fui muito favorecido nas minhas peças, sempre dava cartaz, panfletos, ingressos, ele me ajudou muito as pessoas pernambucanas de modo geral, foi a maior livraria do Brasil, ele foi superimportante. Gratidão.
Pedro Dias
Ator e diretor de teatro

Meu Deus, Meu Deus, isso não se faz...que mágoa,....que dor...morre Tarcísio Pereira...o nosso querido seu Sete....Fundador da grande Livro Sete...apenas a maior livraria do mundo...mas a maior mesmo em calor humano,...em vida afetiva e literária, onde vivemos os melhores anos das nossas vidas...beijos nas meninas e na viúva...beijo e abraço forte em Letícia...
Raimundo Carrero
Escritor

Recife está de Luto. Morreu o querido Tarcísio Pereira, da Livraria Livro 7. Ele foi um grande livreiro,  era editor e um grande incentivador da cultura brasileira. 
Meus sentimentos aos familiares e amigos.
Descanse em.paz Tarcísio..
Roberto Vasconcelos
Ator e Produtor Cultural

Lamento profundamente a partida do livreiro Tarcísio Pereira, fundador da mítica Livro 7, que guardo com carinho nas memórias de infância e de jovem estudante. Pude homenageá-lo em vida, com um voto de aplauso na Câmara do Recife, em 2014, quando ainda era vereadora.
lsabella de Roldão
Vice-prefeita do Recife

Tarcísio Pereira escreveu seu nome na história do Recife, porque faz parte de muitas vidas, de gerações a quem abriu portas para a emoção da convivência. Convivência com as palavras, as pessoas, o conhecimento. E também o direito ao sonho. Tudo isso um espaço como a Livro 7 oferecia a todos nós. Essa página da cultura recifense, de quem acredita e faz da arte um ofício de vida, tão bem personificada por Tarcísio, não pode e não vai ser fechada. O legado é como uma inspiração, para quem vive e luta pela cultura efervescente da nossa cidade, hoje tão impactada por este momento difícil que o mundo atravessa. Hoje mais triste com a perda de alguém como Tarcísio Pereira da Livro 7. Obrigado, Tarcísio, que saibamos seguir este belo e inesquecível exemplo de amor à arte.
Ricardo Mello
Secretário de Cultura do Recife

Um comentário:

  1. Saudades deixará sempre. Uma pena realmente. E levo na memoria o legado e a história que Tarcisio Pereira deixou em nossas mentes. Para mim desde os anos setenta quando ia comprar livros para trabalhos de português da professora Marta Mendonça da escola João Barbalho. "A ilha Perdida, O Gato de Botas, A Moreninha, Cinco Minutos e a Viuvinha, A Pata da Gazela, O Guarany, etc. O ambiente da Livro 7 era mágico, simples e próximo do leitor. 👏🏽👏🏽👏🏽

    ResponderExcluir