Podcast Tais Paranhos

terça-feira, janeiro 26, 2021

Que feira é essa? Politicos exigem explicações do Governo Federal

 

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) anunciou em suas redes sociais que pretende entrar na justiça com o objetivo de investigar os gastos do Governo Federal. "Mais de R$ 15 milhões em leite condensado e chiclete com dinheiro público? lsso é corrupção!", afirmou o ex-ministro.

Congresso - O senador Alessandro Vieira (Cidadania - SE) e os deputados federais Tabata Amaral (PDT-SP) e Felipe Rigoni (PSB- ES) protocolaram hoje (26) uma representação no Tribunal de Contas da União (TCU). A representação solicita que o TCU investigue essas despesas do Executivo, totalizando nada menos que R$ 1,8 bilhão em 2020.

Reportagem - A jornalista de dados Rafaela Lima, do Portal Metrópoles (DF), fez uma reportagem sobre as despesas do Poder Executivo Federal com alimentação. De acordo com a reportagem, cuja fonte foi o Painel de Compras do Ministério da Economia, as despesas com itens alimenticios tiveram valores exorbitantes. Veja alguns deles:

Achocolatado - R$ 14.248.351,17
Açúcar - R$ 15.937.612,64
Biscoitos - R$ 50.149.168,18
Chicletes - R$ 2.203.681,89
Chocolates - R$ 16.171.487,31
Embutidos - R$ 45.212.960,20
Leite Condensado - R$ 15.641.777,49
Macarrão - R$ 17.789.385,90
Queijos - R$ 45.588.412,36
Refrigerantes - R$ 35.545.337,34

Veja a seguir, a tabela completa:

Um porém: Essas despesas não são do Palácio da Alvorada, como se pode pensar em um primeiro momento, mas de vários órgãos ligados ao Governo Federal, como o Ministério da Educação e as Forças Armadas. Essa matéria do E-Farsas explica isso melhor..




Nenhum comentário:

Postar um comentário