Podcast Tais Paranhos

quinta-feira, outubro 22, 2020

Celpe encontra macacos de energia em Olinda

 

Uma operação da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) identificou, na manhã desta quinta-feira (22), desvio de energia (o famoso "macaco" ou "gato") em todos os apartamentos de um condomínio residencial no Bairro de Ouro Preto, Olinda. As equipes técnicas constataram que as 35 unidades consumidoras do edifício não possuíam medidores, mas estavam consumindo energia normalmente. A ação inusitada foi conduzida pela área de inteligência da empresa e contou com o apoio da Polícia Civil e de peritos do Instituto de Criminalística. A concessionária está calculando o volume de energia recuperada.

Preliminarmente, a polícia identificou que todos os apartamentos do edifício são alugados e está investigando se pertencem a uma única pessoa. O responsável pelo prédio ainda não foi identificado. Em decorrência das dificuldades para entrar no condomínio, a Celpe solicitou escolta policial para ter acesso às instalações interna do residencial. “O apoio da autoridade policial foi fundamental para o sucesso da operação, já que frequentemente nossos profissionais eram impedidos de entrar no prédio”, relata o gerente de Recuperação de Energia da Celpe, Gustavo Santos.

Após constatar a irregularidade, a Celpe removeu o ramal de ligação responsável pelo suprimento de energia do prédio e está realizando o levantamento da carga que não estava sendo medida.

A Celpe reforça que o furto de energia é crime sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro. Além de acarretar prejuízos à população, a prática representa riscos de acidentes graves. Em caso de denúncias, os clientes podem entrar em contato pelos canais de atendimento da concessionária, sem a necessidade de identificação.

Imprensa Celpe

Nenhum comentário:

Postar um comentário