sexta-feira, outubro 11, 2019

Uma pérola negra e empoderada


Traços fortes. Corpo de modelo. Sonhos de cidadã. Começou a estudar Direito, mas trancou a faculdade para seguir o desejo de ser modelo. Ao participar de um concurso, o seu maquiador recebeu uma mensagem que dizia: "maquilagem não combina com pele negra". Esta blogueira aqui pergunta: num país com mais de 50% de pessoas pretas e pardas, se isso não é discriminação, o que poderia ser?

A foto em questão é essa aqui, que de tão cor e tão bela, que merece maior espaço:


Sua indignação ganhou o mundo por causa de uma thread no Twitter e portais de notícias de todo o País registraram o ocorrido. Mas a força desta jovem está além da beleza. Esta joia rara vai ainda inspirar muitas crianças e jovens a correrem atrás de seus sonhos. Claro que o blog trocou ideias com a Lu Vilaça. Acompanhe a seguir: 

Vi pela sua thread que vc sofreu racismo e te pergunto: sendo modelo, em um universo em que se exige padrões de aparência, como você fez e faz para ter seu espaço? 

Sempre foi muito difícil ter meu espaço, assim como é até hoje. É uma luta pra conseguir trabalho. Nas agências nem pros castings me chamavam. Foi aí que tive que começar a “crescer” nas redes sociais por que só assim eu conseguiria trabalho, mesmo que o mínimo possível. 

E vc e o maquiador denunciaram o racista? 

Sim. Fizemos o boletim de ocorrência já juntamente com o advogado e agora é só esperar.

E que mensagem vc gostaria de deixar para meninas e meninos negros que sonham em ser modelos, artistas? E além de modelar, você tem outra atividade profissional ou estuda?

Primeiramente ser forte por que é muito difícil conseguir as coisas, sendo negro é 3x pior. Não deixar se abalar e persistir. Fazer por nós mesmos.   tranquei a faculdade de direito tem uns meses pra poder seguir meu sonho. Hoje faço curso de costura pra em breve começar a faculdade de moda. Trabalho também com minhas redes sociais.

E por falar em redes sociais, os perfis são os seguintes: