quinta-feira, agosto 01, 2019

Evento em Recife aborda acompanhamento pré e pós cirurgia bariátrica

Os cirurgiões Eduardo Godoy e Lyz Bezerra, do Centro de Obesidade e Diabetes (COD) do Hospital Santa Joana Recife, junto com o médico Agostinho Machado, professor de ginecologia e obstetrícia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e doutor em obesidade e gestação, recebem, na segunda-feira 5 de agosto, no auditório do Hospital Santa Joana Recife, pacientes que já se submeteram à cirurgia bariátrica, e também aqueles que ainda vão ser operados, para uma conversa sobre como se preparar para a cirurgia bariátrica, qual a alimentação adequada e os suplementos indicados no período pós-cirúrgico.
Neste quarto encontro com pacientes, promovido pelo COD, um assunto quase nunca abordado pela imprensa vai focar nos cuidados que as mulheres - já submetidas à bariátrica - devem ter durante a gestação. Para falar sobre este assunto, a direção do Centro de Obesidade e Diabetes do Santa Joana convidou o professor de ginecologia e obstetrícia da UFPE, Agostinho Machado, que já fez doutorado em obesidade na gestação, para falar sobre quanto tempo após a cirurgia bariátrica a mulher pode engravidar, quais os cuidados que ela deve ter durante a gestação, como deve ser o pré-natal e qual a suplementação alimentar indicada.  
A equipe do COD destaca que, em todos os casos, comer e dormir bem - além da prática de exercícios físicos - são hábitos fundamentais para qualquer pessoa que queira ter uma vida saudável.
Sobre a obesidade – Os dados mais recentes da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL), realizada pelo Ministério da Saúde, foram divulgados em junho de 2018. A pesquisa foi realizada entre 2007 e 2017 e revela um aumento de 18,9% no número de obesos no Brasil e de 54% no número de pessoas com sobrepeso.
OBESIDADE - Nesses dez anos, o aumento maior recaiu sobre a população jovem, com alarmantes 110% a mais. Na faixa etária que vai de 45 a 54 anos, o aumento foi menor: 45%. De 55 a 64 anos, o aumento de obesos foi de 26%.De 65 em diante também foi de 26%.
SOBREPESO - A população jovem também foi a mais afetada e foi registrado um aumento de 56% nessa faixa. Entre 25 e 34 anos, o aumento foi de 33%; entre 35 e 44 anos, registra-se um aumento de sobrepeso de 25%; e, na faixa dos 65 em diante, de 14%.
Percebe-se um aumento de sobrepeso e também da obesidade. Nenhuma faixa da população manteve-se estável. De acordo com o Ministério da Saúde, isso se deve a um maior consumo de comidas industrializadasem contrapartida a um menor consumo de alimentos frescos e naturais.
Bariátrica - O Brasil é o 2º país do mundo com a maior quantidade de cirurgias bariátricas realizadas nos sistemas público e privado, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM). Todos os anos são feitas 80 mil cirurgias bariátricas no país. O primeiro lugar no ranking cabe aos EUA, com 140 mil intervenções feitas anualmente. Em cinco anos, o aumento no quantitativo de cirurgias bariátricas feitas no Brasil foi de 90%. Em dez anos, foi de 300%. O SUS (Sistema Único de Saúde) realiza cerca de 8 mil bariátricas por ano. O Brasil é o 5º país do mundo com uma população mais gorda; em 2º lugar está a China, em 3º a Índia e em 4º Rússia. No mundo, 2 bi e 100 milhões de indivíduos estão acima do peso.
Reganho – A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) considera normal que um paciente submetido à cirurgia bariátrica tenha um reganho de peso em torno de 5% a 10% ao longo da vida. De acordo com dados da SBCBM, cerca de 50% dos operados voltam a engordar. Esses pacientes não conseguem ter o peso estável porque não mantêm um estilo de vida saudável. Em função disso, um estudo da Universidade de Brasília revela que 23% dos indivíduos que fizeram a bariátrica tiveram um ganho de peso significativo e isso se deve, segundo a UnB, à ingestão de alimentos que não saciam a fome, mas são altamente calóricos.
A inscrição para o evento é de graça e pode ser feita pelo e-mail: centrodeobesidade@gmail.com

SERVIÇO
Acompanhamento pré e pós cirurgia bariátrica – 4ª edição
Data: 05/08/2019 (segunda-feira)
Hora: 18:30h às 21h
Local: Auditório Monsenhor Vieira, rua Joaquim Nabuco, 200, Graças (Hospital Santa Joana Recife)
Evento gratuito