Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

segunda-feira, julho 26, 2021

Dia da Prevenção ao Acidente de Trabalho reforça importância de um ambiente de trabalho seguro

 

Prestes a completar 50 anos, o Dia Nacional de Prevenção ao Acidente de Trabalho foi instituído no dia 27 de julho de 1972. A data evidencia a importância da prevenção e da necessidade de promoção de um ambiente seguro de trabalho em todos os setores produtivos. Dados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, elaborado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), mostram que, no Brasil, os acidentes de trabalho graves, notificados ao Ministério da Saúde, subiram 40%.

O acidente de trabalho é aquele que ocorre no ambiente de trabalho a serviço da empresa e todo aquele que provoca lesão corporal. Perturbação funcional, redução da capacidade laboral, além de doenças ocupacionais ou relacionadas ao cargo também são considerados acidentes de trabalho. “Dados oficiais da Previdência mostram que 300 mil acidentes ocorrem anualmente. Fora os que não são registrados”, alerta o médico do trabalho que atua no SESI-PE, Luiz Regueira.

Para que os riscos sejam minimizados, o engenheiro civil e de segurança do trabalho do SESI-PE Otávio Pires alerta para que as empresas implementem normas e procedimentos, realizem treinamentos, orientações e capacitações com todos os funcionários. “Precisamos reduzir os riscos e tentar, cada vez mais, promover um local de trabalho seguro. Por exemplo: se há ruído, os gestores precisam encontrar uma forma de enclausurá-lo. Se há um produto químico, é preciso fazer um processo que sugue esse produto do ambiente”, exemplifica. “Mas de nada adianta a empresa oferecer todo esse aparato e o trabalhador não utilizar. Todos precisam cooperar”, lembra Otávio.

Para ele, o Dia Nacional de Prevenção ao Acidente de Trabalho reforça a importância da promoção de um ambiente seguro. “O empregador não deve enxergar isso como um custo, mas como um investimento para a empresa, pois quando se investe em equipamentos, capacitações e treinamentos, o gestor está investimento na saúde do maior bem que a empresa dele pode ter: o funcionário”, avalia.

Além de ter uma política de prevenção de acidentes, o médico do trabalho Luiz Regueira orienta que toda empresa precisa realizar o monitoramento biológico e acompanhar a saúde do trabalhador, com exames médicos ocupacionais. “Esses exames devem ser feitos conforme a periodicidade que manda a Norma Regulamentadora Nº 7. Além, claro, de exames complementares, que podem ser indicadores de doenças ou de exposição a agentes químicos”, alerta.

lmprensa FlEPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário