segunda-feira, 15 de junho de 2020

SJDH reforça: denunciar é preciso e salva vidas

A data de 15 de junho, próxima segunda-feira, é considerada o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa e todo este mês é alusivo ao tema, conhecido como Junho Violeta. Por isso, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), por meio do Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (CIAPPI), programa vinculado à Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH), reforça o alerta para a necessidade da população estar atenta e denunciar qualquer tipo de violação contra a população idosa. 

Só neste ano, de janeiro a maio, o CIAPPI recebeu o total de 222 denúncias, dentre estas queixas, foram constatadas 573 violações contra pessoas idosas. Em média, uma pessoa idosa sofreu 2,5 violências. Ao ser comparado com o mesmo período do ano passado, com base no banco de dados do CIAPPI, foi observado que houve uma diminuição das denúncias, o qual teve 619, uma queda de 64,13%. Dentre as diversas violações que chegaram em 2020, as mais identificadas são as de negligência, violência financeira e psicológica. As mulheres continuam sendo as maiores vítimas e o ambiente familiar é o onde estas violações estão mais acontecendo. 

“Todos precisamos estar engajados nesse combate. Vizinhos, cuidadores, amigos, qualquer um que presencie ou desconfie de algum tipo de violação, precisa denúncias para que as providências sejam tomadas e os culpados punidos”, explica o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Diante da situação emergencial de saúde pública, causada pelo novo coronavírus, o CIAPPI tem dado inteira continuidade aos seus atendimentos e orientações, contudo, de forma remota. Além disso, o programa também realiza o monitoramento periódico de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) em conjunto com rede (estadual e municipal) de atenção às pessoas idosas. Para realizar a denúncia a população basta entrar em contato pelo telefone (81) 3182-7649 ou pelo e-mail ciappi2016@gmail.com, no horário das 9h às 13h

Imprensa SEDH PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário