terça-feira, 14 de abril de 2020

Números de denúncias de violações contra pessoas idosas aumentaram no período da quarentena

Durante o período de quarentena e enfrentamento ao novo coronavírus, por recomendação das autoridades sanitárias, as pessoas idosas devem ficar em isolamento social. Entretanto, a população em geral deve redobrar a atenção para qualquer sinal de violação contra esta comunidade. A orientação da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) vem diante de dados apresentados pelo Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (CIAPPI), vinculado à Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH), que apontaram maior índice de violações cometidas contra idosos e idosas dentro do ambiente intrafamiliar, doméstico.

De acordo com o programa, no período de 15/02 a 11/03, foram contabilizadas 18 denúncias de violações contra a pessoa idosa. Destas, 16 ocorreram no ambiente intrafamiliar e dois no extrafamiliar. Já em comparação com os outros 26 dias, período em que teve início a quarentena, 12/03 a 06/04, foram recebidas 33 denúncias, quando 27 destas trazem denúncias de violências dentro do ambiente familiar e seis fora, o que caracteriza um aumento de 68,75%. Ainda segundo o Ciappi, em ambos os intervalos de tempo, as principais vítimas foram mulheres. 

“Precisamos que todos estejam engajados nessa proteção da pessoa idosa, especialmente nesse período. Amigos, vizinhos e parentes são fiscais e precisam estar atentos para denunciar qualquer tipo de violação” explica o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Canais: Denúncias de qualquer tipo de violação contra a pessoa idosa podem ser feitas através dos telefones 3182-7649 / 3182-7607, no horário das 9h às 13h, ou no e-mail ciappi2016@gmail.com.

Imprensa SEDH PE



Nenhum comentário:

Postar um comentário