terça-feira, março 24, 2020

Omulu, o Orixá da Cura

Nota do Blog: O Blog está convidando sacerdotes e palestrantes das mais diversas religiões para escrever sobre a fé nesses momentos de confinamento e pandemia. Quem abre essa série de textos é o babalorixá Pai Edson de Omulu. 

Segue o texto de Pai Edson:

Sobre Omolu, neste momento, temos devotado nossas esperanças de tempos melhores. Nossa fé nos ensina que apenas ele, que possui o poder sobre todas as doenças, oferece um caminho seguro para a cura de toda e qualquer peste ou pandemia. Confirma-se, hoje, o que nos ensinam os nossos ancestrais: o maior de todos os poderes não é o dinheiro, nem a política ou os títulos acadêmicos. A lição está sendo dada ao mundo inteiro. Seja nas rogativas a Omolu ou a São Lázaro, temos todos, agora, apenas um objetivo que nos une e um tesouro a partilhar: a saúde para a humanidade. Internamente e apenas com aqueles que residem na Tenda temos ofertado a este orixá todos os ebós e rogado aos seus pés diariamente pela cura do mundo. Pedimos a proteção de seu azê especialmente para os mais velhos e aqueles mais expostos ao risco, que são os profissionais da saúde, verdadeiros ministros de Xapanã a doar-se por todos nós. Fiquem em casa. Rezem, orem, independente da crença de cada um.

A todos os meus amados irmãos da Umbanda, Jurema, Candomblé, Catolicismo, Espiritas, Evangélicos, Budistas, Bahai's... vibremos e tenhamos também as prudências necessárias que as autoridades de saúde pública nos tem recomendado.

Daqui, seguiremos firmes na esperança de que o deburu deposite mudanças permanentes para nossa sociedade. Atotô!

Pai Edson de Omolu
Olinda, 24 de março de 2020.