22/03/2020

#ElasFazemAdiferença [13]

A cineasta Petra Costa, por pouco não levou o Oscar por seu filme Democracia em Vertigem, que conta os bastidores da história recente do Brasil. Mais do que a estatueta, o fato dela ter contado do Brasil Atual ao mundo certamente é o seu maior legado. 

Filha de Manoel Costa e da jornalista e socióloga Marília Andrade (Li An), militantes comunistas e que lutaram contra a ditadura nos anos 1970, recebeu o nome de Petra em homenagem ao líder do PCdoB Pedro Pomar. 

Seus filmes são conhecidos pelo caráter ensaístico. Neles, Petra costuma estabelecer diálogos entre temas íntimos e pessoais e questões sociais e políticas. Além de Democracia em Vertigem, Petra dirigiu os filmes Olhos de Ressaca (2009), Elena (2012) - que versa sobre a morte da atriz Elena Andrade, irmã de Petra - e Olmo e a Gaivota (2015)