domingo, março 13, 2022

Maestro João Carlos Martins e Maria Bethânia marcam estreia do Qualistage, no Rio

 

Emoção é a palavra certa para descrever o show de estreia da mais nova casa de espetáculos multiuso do Rio de Janeiro, o Qualistage, na noite deste sábado (12), no Via Parque Shopping (Barra da Tijuca). Com a casa lotada, os ícones da música brasileira transmitiram muito mais do que arte para os sortudos da noite, e sim, sintomas de alegria em poder se reunir em um dos maiores palcos da América Latina.

O maestro, dinâmico no alto dos seus 81 anos, comandou no palco com 36 músicos, entre banda e orquestra, e abriu o concerto intitulado “De Beethoven à Bethânia”, com "Conc. Imperador e Sinfonia de Beethoven". Logo após, a rainha da MPB, Maria Bethânia sobe ao palco com uma belíssima blusa laranja e saia de tecido tafetá cintilante cantando "Sonho Impossível".

O ponto alto e mais marcante do espetáculo foi quando Bethânia foi para perto do maestro, se posicionando ao lado do piano e ele atacou com a música "Tributo a Ennio Morricone", levando o maestro às lágrimas. E logo em seguida, ela retribuiu com a música "Se todos fossem iguais a você". O maestro beijou suas mãos e os dois se abraçaram, gesto com grande simbolismo para todos após um longo período de pandemia. Em um dos momentos de interação com o público, o maestro fez questão de deixar uma mensagem: “A ciência cura o corpo, a arte cura a alma”.

Um dos destaques da noite foi quando Bethânia cantou em francês, “Non, Je Ne Regrette Rien”, um clássico na voz de Édith Piaf. O maestro regendo orquestra com o "Trem das Onze" também fez o público cantar mais alto. Mas, "O que é, o que é", cantada por Bethânia incentivou a todos a levantarem e cantarem “Viver e não ter a vergonha de ser feliz”...!

Além de outras musicas notórias, no repertório não poderia faltar “Explode Coração”, canção que é sempre destaque, devido ao grande pedido de seus fãs. O show de estreia teve venda de ingressos esgotada logo no início e foi necessário abrir uma segunda data, que será neste domingo (13), às 20h. E esse foi o clima de abertura, alto astral e um show em excelência.

Após o show, Bethânia, preferiu se resguardar. Mas o camarim do maestro, foi uma festa, recebeu diversos convidados, como a atriz Alinne Moraes, deslumbrante em um vestidinho branco com lançarote, a musa foi dar um abraço, aliás, ela interpretou Carmem Valio, mulher do músico, com roteiro e direção do maridão Mauro Lima. João foi interpretado por Alexandre Nero, que também esteve no camarim. O filme 'João, o Maestro', lançado em 2017, mostra a vida do pianista e maestro desde que era uma criança considerada um prodígio.

Os sócios Bernardo Amaral (diretor geral da casa) e Alexandre Accioly estavam presentes com suas famílias. Entre os famosos, estiveram na inauguração da casa a jornalista e apresentadora do Fantástico, Maju Coutinho, o ator Jesuíta Barbosa, a atriz Grazi Massafera, o músico da banda Titãs, Charles Gavin, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário