Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

sexta-feira, junho 11, 2021

HMA mantém alta conformidade em práticas de segurança

 

O Hospital Miguel Arraes (HMA/FPMF), em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, novamente se destaca entre as unidades que obtiveram ALTA CONFORMIDADE no Relatório da Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde – 2020, divulgado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A lista avaliou o desempenho de 1.354 serviços de saúde de todo o Brasil em relação à adoção de práticas seguras, com o objetivo de prevenir a ocorrência de EA - Eventos Adversos (incidentes que resultam em danos à saúde). O HMA alcançou 81% de conformidade nos indicadores da avaliação de estrutura e processo, dentre 64 serviços de saúde analisados em Pernambuco, e se classificando junto a 16 unidades que igualmente obtiveram alta conformidade. Isso demonstra o grau de compromisso de toda a equipe do HMA mesmo diante de um cenário de emergência de saúde pública motivado pela pandemia da Covid-19.

O monitoramento é feito pela Anvisa desde 2016 com base em informações obtidas junto a coordenações municipais, distritais e estaduais de Segurança do Paciente em hospitais com leitos de Unidade de Terapia Intensiva. No HMA, os dados foram levantados pela Gerência de Risco, pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) e pelo Serviço de Educação Permanente junto à Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa). Para a enfermeira Débora Guedes, da Gerência de Risco, a boa colocação se deve ao trabalho em equipe. “Mesmo diante de um cenário tão difícil provocado pela pandemia conseguirmos manter a alta conformidade se deve, principalmente, ao empenho de todos os profissionais envolvidos no processo. Os colaboradores estão de parabéns pelo envolvimento, cuidado e profissionalismo dedicados aos nossos pacientes”, frisou.

Em seus quase 12 anos, o Hospital Miguel Arraes atua com medidas que diminuem ou evitam falhas na prestação do serviço. A princípio, com a implantação da Comissão de Prevenção de Risco ao Paciente e, posteriormente, com seu Núcleo de Segurança do Paciente, o HMA tornou-se parceiro da Anvisa nas ações voltadas à proteção do paciente contra riscos, EA – Eventos Adversos e danos desnecessários durante a atenção prestada nos serviços de saúde. Essa conduta e as demais informações coletadas nesse relatório podem definir e guiar ações sanitárias tanto em Pernambuco como em todo o Brasil.

Com lnformações da jornalista lana Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário