Sabores da Tia Val

Sabores da Tia Val
Encomendas pelo Direct do lnstagram

quinta-feira, março 18, 2021

Festival Estudantil de Teatro comemora 18 anos

 

Organizado pelo produtor cultural Pedro Portugal, o Festival Estudantil de Teatro e Dança (Feted) completa sua maioridade em um formato diferente. Devido à pandemia do coronavírus, o produtor teve a difícil missão de selecionar alguns dos espetáculos que já se apresentaram no palco do Feted para uma edição online e comemorativa. Também teremos a participação especial dos espetáculos Vazio (SP) e Migraaaantes (MT) para compor a grade.

Serão reapresentados sete peças, em dois finais de semana (25 a 28 de março e 02 a 04 de abril), no canal do YouTube. Após as apresentações também haverá um bate-papo com os realizadores de cada espetáculo no Instagram @feted.pe. Além das peças, o Feted também traz duas atividades formativas: um Workshop sobre Iluminação Cênica e um Webinar sobre a história dos festivais estudantis no Brasil. As inscrições estão abertas e possuem vagas limitadas.

Criado em 2003, o Festival Estudantil de Teatro e Dança nasceu com a missão de dar oportunidade para novos talentos e também criar novos públicos. De lá pra cá muita gente já passou pelo festival e, muitos deles, conseguiram se firmar na cena e possuem trajetórias profissionais elogiadas, como o Grupo Magiluth, Trupe Ensaia Aqui e Acolá, Grupo Teatral Ariano Suassuna e a Trupe Mulungu Teatro de Bonecos e Atores.

“Dia desses eu fui na peixaria e as duas jovens que lá estavam perguntaram se eu era Pedro Portugal, após confirmar, elas fizeram uma festa. Contaram que tinham participado do Feted e que a partir de lá haviam começado de fato suas carreiras e que, tinham criado uma escolinha de teatro para crianças. Você imagina a felicidade que eu senti? É uma alegria saber que mesmo após tanto tempo, o Feted segue cumprindo seu propósito.”, comemora Pedro Portugal.

O Festival Estudantil de Teatro e Dança conta com recursos da Lei Aldir Blanc, através da Fundarpe, Secult, Governo de Pernambuco e Governo Federal.



Nenhum comentário:

Postar um comentário